Cientistas desenvolvem pesquisa em busca da árvore genealógica de Adão e Eva; Vaticano critica iniciativa

8

A criação divina está sendo pesquisada por dois grupos de cientistas que querem encontrar o topo da árvore genealógica humana e chegar à origem de Adão e Eva.

Para os geneticistas que estudam o tema, a controvérsia está no tempo: enquanto o grupo de pesquisadores britânicos acredita que os primeiros homens tenham surgido no continente africano há 200 mil anos, os cientistas norte-americanos datam a origem em 338 mil anos.

Os resultados preliminares, com narrativa de tempo em desalinho com a Bíblia, desagradaram o Vaticano, que criticou a iniciativa: “As investigações científicas não possuem meios para identificar Adão e Eva, e sequenciar sua origem genética”, afirmou o vencedor do Prêmio Nobel de Fisiologia, Werner Arber, que atualmente presidente a Pontifícia Academia de Ciências do Vaticano, segundo o Christian Post.

Se pela parte da Igreja Católica há desconforto com a busca por Adão e Eva na árvore genealógica, pelos lados do mundo acadêmico não é diferente. Joe Pickrell, cientista do Centro de Genoma de Nova York, classifica a existência de Adão e Eva como uma “metáfora enganadora”, pois ela “confunde o público e até mesmo os geneticistas que desvendam” as origens humanas.


O debate, que se estende há tempos, deverá continuar como um ponto de discórdia entre religiosos e cientistas. “Adão e Eva eram pessoas reais e antepassados de todos os outros seres humanos”, disse John Collins, professor do Antigo Testamento e cientista.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


8 COMENTÁRIOS

  1. Toos Nijenhuis da Holanda confirma ritual de sacrifício de crianças pelo papa Bento XVI na Assessoria da Mídia Global do Tribunal Internacional para Crimes da Igreja e do Estado (ITCCS) em sua Direcção Central, em Bruxelas.
    “Eu vi Joseph Ratzinger assassinar uma menina”: confirma testemunha de um ritual de sacrifício ocorrido em 1987, Toos Nijenhuis da Holanda
    Nova prova de culpa do Vaticano leva políticos italianos a enfrentar o Papa Francisco no próximo processo judicial da Lei Comum anunciada – O Papado revida fazendo ataques contra o ITCCS.
    A Breaking News Resume:
    O processo criminal de outro Papa se aproximou da realidade este mês quando políticos italianos concordaram em trabalhar com as ITCCS em uma ação judicial de direito comum contra o papado […]
    O acordo veio depois que uma nova testemunha confirmou o envolvimento de Ratzinger em um ritual de sacrifício de crianças na Holanda, em agosto de 1987.
    “Eu vi Joseph Ratzinger assassinar uma menina em um castelo francês, no outono de 1987″, afirmou a testemunha, que foi uma participante regular na tortura e ritual de culto e assassinato de crianças.
    “Era feio e horrível, e isso não aconteceu apenas uma vez. Ratzinger muitas vezes participou. Ele e o cardeal católico holandês Alfrink e o fundador Bilderberger, assim como o Príncipe Bernhard, foram alguns dos homens mais proeminentes que participaram.”
    Esta nova testemunha confirma o relato de Toos Nijenhuis, uma mulher holandesa que veio a público em 08 de maio como testemunha ocular de crimes semelhantes envolvendo Ratzinger, Alfrink e Bernhard.
    Logo após a sua demissão histórica do cargo de papa em 11 de fevereiro, Joseph Ratzinger foi condenado por crimes contra a humanidade em 25 de fevereiro de 2013 pelo Tribunal de justica em Direito Comum Internacional e por cidadãos globais com sede em Bruxelas que emitiram um mandado de prisão contra ele. Desde então, ele tem fugido e evitado ser preso dentro da cidade do vaticano sob um decreto do atual Papa Francisco.

    O surgimento desta nova evidência da cumplicidade do vaticano no assassinato de crianças levou um grupo de políticos italianos a concordar em trabalhar com as ITCCS para enfrentar o papado com a lei da Corte da Justica Comum contra o atual Papa Francisco, Jorge Bergoglio, por acolher e esconder Ratzinger e pela sua própria cumplicidade em crimes de guerra. Os políticos tem estado em negociações a portas fechadas com representantes ITCCS desde 22 de setembro.
    “Nós estamos fazer uma revisão e não abolir Tratado de Latrão do nosso país com o Vaticano, cujas ações em abrigar estupradores de crianças certamente atendem à definição de uma organização criminosa transnacional no âmbito do direito internacional”, afirmou um porta-voz de um dos políticos.
    Em resposta, durante a mesma semana de 7 de outubro, quando essas novas alegações vieram à tona, o Vaticano iniciou uma série de ataques contra grupos ITCCS na Europa envolvidos em documentar o envolvimento da Igreja no ritual de culto assassinato.
    Agentes pagos sabotaram o trabalho do ITCCS na Holanda e na Irlanda, durante essa semana, e em 14 de outubro, o site principal ITCCS foi destruído pelos mesmos sabotadores.
    Fontes políticas em Roma, revelaram que esses ataques foram pagos e coordenados pelo Escritório da agência de espionagem do Vaticano conhecida como a “Santa Aliança” ou a entidade e seus filiados, o Sodalício Pianum, fundada em Roma, em 1913. Eles também envolveram os agentes do Núncio Apostólico da Holanda, o arcebispo André Dupuy, que fez o contato direto com dois dos sabotadores “, Mel e Richard Ve”, e com o arcebispo de Dublin, Diarmuid Martin, que também pagou suborno para atrapalhar e impedir ITCCS de trabalhar na Irlanda.
    “Obviously the Vatican is panicking. This is a good sign” commented ITCCS Field Secretary Kevin Annett today from New York City.
    “Obviamente, o Vaticano está em pânico. Isso é um bom sinal “, comentou o Secretário de Campo do ITCCS Kevin Annett hoje de Nova Iorque.
    “A maré política mudou contra a igreja, não é mais possível se esconder dos assassinos de crianças atrás do Tratado de Latrão. E, em sua agonia, a hierarquia da Igreja está usando seus métodos usuais de mentiras e desinformação tentando mudar o foco de sua própria culpa criminal.”
    Em resposta a essa descoberta e os renovados ataques a seu trabalho, a Direcção Central ITCCS em Bruxelas fez hoje o seguinte anúncio para mídia mundial e de suas afiliadas nos vinte e seis países:
    1. No mês de novembro, a nossa rede vai convocar uma conferência de imprensa mundial em Roma, com políticos italianos e anunciar uma nova fase de nossa campanha para desestabilizar o poder secular do Vaticano. Esta campanha irá incluir o lançamento de uma nova ação judicial de direito comum contra o atual Papa Francisco e seus agentes por cumplicidade em crimes contra a humanidade e participacão em rituais em cultos e assassinatos.
    2. Jorge Bergoglio (aliás Papa Francisco) e outras autoridades do Vaticano estão agora sob investigação criminal por crimes hediondos que envolvem o tráfico, tortura e assassinato de crianças. Aconselhamos a todas as pessoas a abster-se de ajudar Bergoglio e seus agentes, sob pena de condenação sumária por participar de uma conspiração criminosa comprovada que emana da Curia e do Gabinete do Romano Pontífice.
    Fonte: http :// itccs .org

    • O Itccs é um grupo que se autodenomina “Tribunal Internacional para Crimes da Igreja e do Estado”. O mesmo grupo invadiu uma igreja em Foleshill na Inglaterra durante a missa na última semana, sem qualquer motivo aparente.
      A polícia teve que ser chamada pois o grupo confrontou o padre e os fieis. Eles entraram no templo enquanto a congregação realizava a missa da manhã. Um vídeo do incidente foi postado no YouTube.
      Eles alegam que estavam “aplicando as leis internacionais” e pretendiam “tomar posse” da igreja católica Saint Elizabeth and Saint Helen. Entre suas justificativas estava a realização de um tribunal independente, que considerou que Bento XVI “culpado de crimes contra a humanidade”. Para ele, a Igreja Católica de hoje é “uma organização criminosa”.
      O grupo alega ser “defensor da paz”. Quando a polícia foi chamada e interveio, os manifestantes deixaram a igreja. Ninguém foi preso.
      Um porta-voz da polícia disse que o grupo é conhecido da polícia por terem feito protestos anteriormente, mas essa foi a primeira invasão. O padre responsável pela igreja, Moses Pitya David, disse aos repórteres: “Eu pensei que eles queriam publicidade. Não consigo entender exatamente o que eles queriam… Nós tentamos conversar e eu tentei compreender por que eles vieram até nossa igreja… Nossas orações foram interrompidas e a missa foi adiada até que se resolvesse”.

      A lamentar a ação da polícia da Inglaterra, lembrando que lá só os os mulçumanos são tratados como muito respeito pelos motivos óbvios.

      +++

      II Timóteo 4:Eu te conjuro em presença de Deus e de Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, por sua aparição e por seu Reino: prega a palavra, insiste oportuna e importunamente, repreende, ameaça, exorta com toda paciência e empenho de instruir. Porque virá tempo em que os homens já não suportarão a sã doutrina da salvação.

      +++

      Estão mexendo com quem está quieto !

      Graça e Paz

  2. Me desculpem do palavriado mas infelismente não tenho no momento outra alternativa, mas porque estes jebuzeus nao pesquisa a genesis dos seus eribos, quem nao sabe o que e um eribo pode ser orobo uns chamam de rabo, na galinha e cloaca e vai por ai afora

  3. Quanto as pesquisas, particularmente acho que uma fração da comunidade científica deveria estar debruçada sobre a cura do câncer e outras enfermidades que tanto atordoam a vida dos seres humanos. Está sobrando dinheiro e faltando boa vontade para melhorar a vida terrena.

    Paz e Bem

    • Isso é uma lenda apenas e que não tem respaldo bíblico.
      Se for observar direitinho, verá que se trata da supremacia do homem sobre a mulher que para muitas é chamada de machismo.
      Toda mulher que não for submissa ao homem seria uma Lilith e assim creio que a lenda cai bem para aqueles que querem dominar as mulheres como também serve como pano de fundo do feminismo.
      Se Lilith foi formada da mesma substância de Adão, não seria possível ela tornar-se um demônio indestrutível, pois ela tornaria ao pó como qualquer ser humano que ela seria.

DEIXE UMA RESPOSTA