Ciência & Saúde

Arqueólogos alegam terem descoberto túmulo de João Batista

Comments (3)
  1. Todo o ano dizem que acharam esse tumulo, mostrar que é bom nada.

  2. João Batista disse:

    “…testes de datação por carbono 14 na Universidade de Oxford, na Inglaterra, os cientistas confirmaram, em nota oficial, que os ossos são mesmo do século 1.”
    E depois vêm uns manés ignorantes prá dizer que o que houve na Galiléia foi lenda…

  3. "…testes de datação por carbono 14 na Universidade de Oxford , na Inglaterra, os cientistas confirmaram, em NOTA OFICIAL, que os ossos são mesmo do século 1." …e depois vêm uns manés ignorantes prá dizer que os acontecimentos na Galiléia são lenda…

    1. Só no primeiro século da era cristã a história registra mais de 80 (oitenta) historiadores que registraram os episódios descritos nos Evangelhos e Atos dos apóstolos. Nomes famosos como Flavio Josefo ( 37 – 100d.C. ),Plínio, o velho , Tácito, Irineu, Eusébio,Papias ( que até descreveu Mateus, Marcos eTaciano, no “Diatessáron”)e até no próprio Talmude há consonância histórica. Os evangelhos foram escritos em tal proximidade temporal e geográfica dos fatos que teria sido quase impossível fabricar as estórias,porque qualquer pessoa que quisesse poderia verificar a exatidão dos relatos. Note-se que os escritos de Paulo não contradizemem nada os evangelhos, antes atestando-os. Um dos famosos manuscritos do Mar Morto achados em Qumram, datado do ano 50 da era cristã, tem um fragmento (7Q5) que é agora considerado o mais antigo fragmento do novo testamento, Marcos 6,52-53, provando que os evangelhos são testemunhos diretos de homens que haviam visto, ouvido e tocado tudo aquilo que relataram. FAÇAM O DEVER DE CASA CRIANÇAS!!!

  4. a ilha fica na bulgária rsrsrsrs joão foi enterrado no ano de 400 d.c kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, ja da pra ve a armação que estão arrumando, vão encontrar um tumulo em israel, vâo dizer que os ossos são de jesus e vão fazer um dna comparando com estes ossos de joao batista que morreu na bulgária kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    1. e o pior os " arqueologos" transportaram estes ossos de joão batista para bulgaria de helicóptero ou avião particularkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  5. Ossos, fragmentos de ossos, poeira, nomes genéricos e suposições fantásticas.Eis ''as provas científicas'' descobertas por arqueológos que de maneira nenhuma afirmariam com 100% de certeza se tratar da tumba do tal João Batista citado na bíblia.Muitas das referências históricas citadas nas escrituras sagradas merecem alguma credibilidade, como neste caso da atuação e posterior execução deste suposto primo de Jesus.No séc.I o que não faltava na Palestina sob governo romano eram fanáticos que se mostravam críticos e opositores às autoridades estabelecidas por Roma.João Batista, assim como Jesus, deve ter sido uma espécie de pregador exótico que causava desconforto principalmente entre os fariseus e saduceus que monopolizavam o poder religioso e político entre os judeus da época.Não há razão para se duvidar disso.Ele certamente se envolveu num assunto em que suas opiniões radicais não foram solicitadas, sendo, por esta razão decapitado, execução bem comum para quem não conseguia manter sua língua nervosa e puritana dentro de sua boca.

    1. A questão não é os ossos serem de João Batista ou não. Vocês realmente não sabem interpretar um texto ("Faculdade de Letras", mesmo ?!?). O ponto aqui é que alguém, por algum forte motivo, guardou, e protegeram por quatrocentos anos, a lembrança de alguém que marcou sua época. Ainda que não seja de João batista, o fato incontestável é que alguma coisa realmente importante aconteceu na época. Lenda não foi…

    2. A base manuscrítica dos evangelhos é incomparável em relação a qualquer outro documento da antiguidade. Por exemplo: A Ilíada, de Homero, chegou até nós com uma lacuna de 1.000 anos (escrita em 800 a.C. ) em 643 manuscritos entre II a .C. e III a . C. Já o Novo Testamento possui mais de 10.000 ( dez mil ) manuscritos em latim,sendo que de manuscritos em grego já chegou a casa de 5.686, porque os relatos do novo testamento já circulavam no tempo dos contemporâneos de Jesus (foi o tal “fogo pentecostal’ incendiando” a floresta de galhos secos). Até Aristóteles perde em base manuscrítica para o novo testamento, pois tendo escrito por volta de 343 a. C ., chegaram apenas 643 manuscritos até nós, sendo que a cópia mais antiga que temos dele é de 1.100 d . C ., havendo um lacuna de 1.400 anos. Já os evangelhos foram escritos em tal proximidade temporal e geográfica dos fatos que teria sido quase impossível fabricar as estórias,porque qualquer pessoa que quisesse poderia verificar a exatidão dos relatos.

  6. PROVAS? LINK FONTE dessa matéria? Ou tudo isso foi MAIS UMA VEZ INVENTADO por esse site????????????
    Como sempre… sem prova alguma concreta ¬¬

  7. Pitagoras disse:

    Mais uma “sensacional descoberta” cristã. Quando vão parar com essas tentativas exdrúxulas de tentar confirmar lendas e mitos?? – Mesmo se a datação estiver correta,(duvido) nada prova, pois milhões morreram no oriente médio no século 1. Deprimente.

  8. Roney Paes Pinto disse:

    A questão não é os ossos serem de João Batista ou não. O ponto aqui é que alguém, por algum forte motivo, guardou, e protegeram por quatrocentos anos, a lembrança de alguém que marcou sua época. Ainda que não seja de João batista, o fato incontestável é que alguma coisa realmente importante aconteceu na época. Lenda não foi…
    Fontes fora do documento bíblico que apóiam sua autenticidade : Só no primeiro século da era cristã a história registra mais de 80 (oitenta) historiadores que registraram os episódios descritos nos Evangelhos e Atos dos apóstolos. Nomes famosos como Flavio Josefo ( 37 – 100d.C. ),Plínio, o velho , Tácito, Irineu, Eusébio,Papias ( que até descreveu Mateus, Marcos eTaciano, no “Diatessáron”)e até no próprio Talmude há consonância histórica. A base manuscrítica tb é incomparável emrelação a qualquer outro documento da antiguidade. Por exemplo: A Ilíada, de Homero, chegou até nós com uma lacuna de 1.000 anos (escrita em 800 a.C. ) em 643 manuscritos entre II a .C. e III a . C. Já o Novo Testamento possui mais de 10.000 ( dez mil ) manuscritos em latim,sendo que de manuscritos em grego já chegou a casa de 5.686, porque os relatos do novo testamento já circulavam no tempo dos contemporâneos de Jesus (foi o tal “fogo pentecostal’ incendiando” a floresta de galhos secos). Até Aristóteles perde em base manuscrítica para o novo testamento, pois tendo escrito por volta de 343 a. C ., chegaram apenas 643 manuscritos até nós, sendo que a cópia mais antiga que temos dele é de 1.100 d . C ., havendo um lacuna de 1.400 anos. Já os evangelhos foram escritos em tal proximidade temporal e geográfica dos fatos que teria sido quase impossível fabricar as estórias,porque qualquer pessoa que quisesse poderia verificar a exatidão dos relatos. Note-se que os escritos de Paulo não contradizemem nada os evangelhos, antes atestando-os. Tampouco pode-se alegar que influências judaicas anteriores levaram aos relatos de ressurreição de Jesus, porque nem os judeus da época interpretavam que o messias vinha salvar o povo “morrendo”(e menos ainda ressucitando ), como um criminoso condenado ( Isto seria tão absurdo quanto alegar que a teologia cristã retroagiu àqueles relatos. Seria contra todos os registros e documentação).
    Outro ponto a considerar é o embaraço que causou aos discípulos a descoberta do túmulo vazio, por mulheres, pois culturalmente o papel das mulheres era não só inútil como até contraprodutivo. Se fosse para inventar mentira, far-se-ia uma crível para os conterrâneos contemporâneos.Jesus entretando proibiu-os de mentir, sob pena de estarem crucificando-o de novo (“Eu sou a Verdade”). Um dos famosos manuscritos do Mar Morto achados em Qumram, datado do ano 50 da era cristã, tem um fragmento (7Q5) que é agora considerado o mais antigo fragmento do novo testamento, Marcos 6,52-53, provando que os evangelhos são testemunhos diretos de homens que haviam visto, ouvido e tocado tudo aquilo que relataram. FAÇAM O DEVER DE CASA CRIANÇAS!!!

  9. Quem sabe se estes ossos não são de Herodes, o rei que mandou degolar João Batista e foram levados para a Bulgária sob ordens de César! Os arqueólogocs já exibiram por diversas vezes ossos de Jesus e sua família terrena e outros personagens bíblicas…Agora os ossos de João Batista! Qual será a próxima ossada?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *