Missões

Assembléia de Deus – Cultos as sextas estão proibidos

Comments (6)
  1. Carlos Roberto disse:

    SEDE MEUS IMITADORES…

    Por acaso abri a Bíblia e me deparei com um texto profundamente perturbador para a matéria supracitada. Diz: “E agora, eis que, ligado pelo espírito, vou para Jerusalém, NÃO SABENDO o que lá me há de acontecer, senão que o Espírito Santo de cidade em cidade me revela, dizendo me esperam PRISÕES e PRISÕES. Mas, em nada tenho a minha vida por preciosa, contando que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi Dio Senhor Jesus Cristo, para dar testemunho do Evangelho da graça de Deus” – Atos 20:24. Este capítulo no se contexto mostra a disposição do Apóstolo Paulo em padecer literalmente pelo Evangelho, ele se dispôs a doar a sua vida se preciso fosse, para que a mensagem alcançasse os perdidos.

    O texto diz que ele antevia as prisões e as tribulações pelas quais ele haveria de passar, no entanto ele não abriu mão de pregar e testemunhar daquilo que Deus havia feito na sua vida. Ele tinha um TESTEMUNHO para mostrar ao povo como prova do poder de Deus em resgatar o homem de seus pecados. A pergunta que faço é, o que faria Paulo diante do Governo do Irã? Pela garra, pelo entusiasmo, pelas convicções e pela experiência de Paulo na sua vida cristã, com certeza ele abriria a igreja e assumiria os riscos de ser detido pelo seu posicionamento de fidelidade a Deus.

    O problema é que as nossas entidades e as pessoas que as dirigem não possuem a mesma disposição que tinha Paulo, e olha que ele pediu encarecidamente que fossemos seus imitadores, como ele era de Cristo. Ele mesmo afirmou que já estava crucificado com Cristo, ele entendia o significado dos cravos que penetraram nas mãos e nos pés de Cristo. Para ele os sofrimentos aqui não se comparavam à glória que o esperava um dia nos céus. Aqui esta o cerne da questão, a cruz já na nos move rumo ao céu hoje, o que nos move são as denominações, as ideologias, a política e assim, cada denominação a seu modo, pensa estar conduzindo o povo ao sentimento de entender de fato o que realmente significa a morte de Cruz para este século.

    A história mostra que os grandes crescimentos da igreja só se deram quando ela foi perseguida e quando os cristãos se dispuseram a pagar, até com a própria vida, pela pregação do Evangelho. Os grandes enfrentamentos conduziam o homem do passado a entender que pelo Reino de Deus, a vida sacrificada não era absolutamente nada. A recompensa de um lugar nas mansões celestiais valia qualquer sacrifício, hoje não! Hoje é complicado falar neste assunto de SACRIFÍCO pelo Evangelho, morrer por ele? Nem pensar! E aí as coisas irão de mal a pior, com as pressões acontecendo de todos os lados e os crentes, acuados nas suas trincheiras, farão de tudo para que não tenham que enfrentar o inimigo frente a frente.

    Daqui, só podemos orar e rogar a Deus que dê coragem suficiente para que as pessoas possam agir e que o evangelho de Cristo não possa ser humilhado por movimentos ditatoriais, mas que alcance os seus objetivos propostos nas Escrituras, anunciar as Boas Novas de salvação.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  2. Raimunda disse:

    Bom dia!Jesus Cristo já pagou na cruz com todo sofrimento e martírio,sangue e água jorraram de seu corpo,hoje não é preciso mais ninguem pagar com o sangue porque Jesus Cristo fez isto por nós!o Irã é o nome atual da antiga Persia que foi cenário de muitas histórias bíblicas conhecem o poder de Deus e de Jesus Cristo a palavra diz que se prega mas quem convence é o Espirito Santo,Deus sabe todas as coisas conhece os corações os pensamentos façamos a nossa parte e Deus faz a dele certas atitudes não nos pertence mas sim ao sobre natural tenha fé e entregue! a vitoria vem através da persistencia da oração,não devemos olhar para as circunstancias mas para Deus.De tudo que se tem ouvido,a suma é:Teme a Deus e guarda os seus mandamentos;porque isto é o dever de todo homem.Porque Deus há de trazer a juízo todas as obras,até as que estão escondidas,quer sejam boas, quer sejam más.AMÉM?

  3. Carlos Roberto disse:

    MINHA QUERIDA IRMÃ RAIMUNDA,

    Me parece que a irmã está usando uma versão “FALSIFICADA “ da Bíblia. Que história é esta de que não precisamos morrer pelo Evangelho se as circunstâncias assim exigirem? Porque será que Paulo passou por açoites, prisões e julgamentos? Pergunta para ele! Ele deve ter boas desculpas para ter sofrido tanto. Porque será que Estevão foi apedrejado? Vai, volta para a E.B.D – Escola Bíblica Dominical – e vê se dá para pegar umas lições sobre o EXERCÍCIO DA FÉ a as suas conseqüências. O pior é que nem sei se existe mais esta tal E.B.D, isto era dos tempos antigos…

    “Se pelo nome de Cristo sois vituperados, BEM-AVENTURADOS sois, porque sobre vós repousa o Espírito da glória e de Deus; quanto a eles, é ele, sim, blasfemado, mas quanto a vós, é glorificado” – I Pedro 4:14

    VITUPERIADO -Definição

    Vexado
    Acuado
    Desonrado
    Ultrajado
    Maltratado
    Zombado

    A ação de vilipendiar também corresponde a aviltar, menoscabar, afrontar e pode ser praticada por palavras, escritos ou gestos a terceiros ou ofensas físicas.

    O martírio dos apóstolos foi anunciado por Jesus, senão vejamos:

    “Por isso, diz também a sabedoria de Deus: Profetas e Apóstolos lhes mandarei, e eles matarão uns e perseguirão outros” – Lucas 11: 49.

    “E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós. E de todos sereis odiados por causa do meu nome” – Lucas 21 : 16 e 17.

    “Se a mim me perseguiram também vos perseguirão a vós… mas tudo isso vos farão por causa do meu nome” – João 15 : 19 e 20.

    “Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos… eles vos entregarão aos Sinédrios e vos açoitarão nas suas sinagogas, e sereis conduzidos à presença dos governadores e dos reis, por causa de mim…” – Mateus 10 : 16 a 18.

    Com relação aos sofrimentos e martírio de Paulo, Jesus revelou: “Eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome” – Atos 9 : 6.

    Ao escrever a Epístola aos Filipenses, Paulo se encontrava preso, correndo risco de vida, distante de muitos irmãos e amigos e em dificuldade financeira. Na carta, ele fala da morte várias vezes. Entretanto, a mesma Epístola enfatiza a alegria, a gratidão, e ainda admoesta contra a murmuração.

    Isso é sim testemunho. Alegria e gratidão no meio do sofrimento é tão contrastante quanto a luz no meio da escuridão, como uma estrela refulgente no meio do negro céu. Não dá para ignorar. Paulo compara os cristãos aos luzeiros, aos astros, e não a uma vela ou a um pavio de lamparina. O luzeiro produz abundante luz, a qual não se apaga com o vento nem com a tempestade.

    Normalmente, se existe luz, existe fogo. Algo está se consumindo. Algo está queimando. Não seremos luz gratuitamente. Não seremos luz sem sacrifício, sem dor, sem renúncia, sem sofrimento ou sem tribulações. Até a sua própria morte é vista por Paulo como um meio pelo qual o Senhor Jesus seria glorificado. Segundo a visão do Apóstolo, sofrer pelo evangelho é um privilégio.

    Como morreu Paulo? Ele era Israelita da tribo de Benjamim. Segundo a tradição, foi decapitado em Roma, nos tempos de Nero, no ano 67 ou 70.

    MAS SER EVANGÉLICO HOJE É, PREFERIR QUE O EVANGELHO MORRA, A MORRER PELO EVANGELHO.

    Abro um parêntesis para uma reflexão: “O Evangelho pregado em nossas igrejas inclui a possibilidade de sofrimento por amor a Cristo, ou anunciamos somente prosperidade, fartura, longevidade e saúde”?

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  4. Olá , é isso que certas Altoridades Politicas querem fazer aqui no Brasil , imitar o presidente do Irã que é um instrumento do diabo , que é inimigo nO. de Israel e dos Evangélicos esse ordinário era para ser proibido de entrar no Brasil.

    pastorvaldeirsouza@hotmail.com

  5. Carlos Roberto disse:

    PASTOR VALDEIR!!!!

    Não, não é verdade o que você escreveu. Eu me recuso a acreditar!!!

    Não, esta não é uma atitude de um “HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS” em hipótese alguma. Já imaginou se Jesus pensasse assim sobre os nossos pecados e as nossas atrocidades cometidas contra o seu sacrifício na Cruz? Ou o irmão não é Pastor, ou então está precisando passar por uma reciclagem nos seus conceitos de AMOR AO PRÓXIMO ensinados por Jesus. Será que o Presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad não possui uma alma, e que o irmão como Pastor, deveria sim, clamar e chorar diante de Deus para que ele se converta? Me surpreende ver como as pessoas pensam dos outros, mas não conseguem olhar para dentro de si e ver que um e outro dependem da misericórdia de Deus para sobreviverem neste mundo. Que diante de Deus, ambos são iguais, Deus não olha a aparência…

    Eu só não fico mais estarrecido, pois comportamentos como o do irmão estão previstos nas Escrituras, qualquer dúvida é só ler o recadinho de Paulo que ele deixou registrado na sua carta a Timóteo 3. Será que Paulo trataria aquela “AUTORIDADE” com tamanha ira, com tamanha sede de vingança? Não, por amor do Evangelho ele jamais faria isto ou procederia desta forma. Temos muito que aprender com o Pastor Paulo.

    Eu só temo, que como você afirma que é Pastor, e eu tenho que acreditar, que você não esteja instruindo as suas ovelhas a girem como BODES CHIFRUDOS, que no pasto atacam qualquer coisa que movimenta na frente deles. Exercitar o amor é muito difícil, até porque a palavra COMPAIXÃO para os crentes, é osso duro de roer, e aí, fica fácil do velho homem se manifestar, levando o ser humano a esquecer o preço pago por ele lá no calvário.

    Quem sabe se ao invés de mostrar toda a sua ira contra ele, não ficaria melhor, enviar um Email, escrito sob a inspiração do Espírito Santo, mostrando a ele que Deus o ama e que pode mudar a vida dele. Pense nisto!!!

    Aprendestes que foi dito: Amareis o vosso próximo e odiareis os vossos inimigos. Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos; fazei o bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos perseguem e caluniam, a fim de serdes filhos do vosso Pai que está nos céus e que faz se levante o Sol para os bons e para os maus e que chova sobre os justos e os injustos. Porque, se só amardes os que vos amam, qual será a vossa recompensa? Não procedem assim também os Publicanos? Se apenas os vossos irmãos saudardes, que é o que com isso fazeis mais do que os outros? Não fazem outro tanto os pagãos?

    Digo-vos que, se a vossa justiça não for mais abundante que a dos escribas e dos fariseus, não entrareis no reino dos céus.

    Se somente amardes os que vos amam, que mérito se vos reconhecerá, uma vez que as pessoas de má vida também amam os que os amam? Se o bem somente o fizerdes aos que vo-lo fazem, que mérito se vos reconhecerá, dado que o mesmo faz a gente de má vida? Se só emprestardes àqueles de quem possais esperar o mesmo favor, que mérito se vos reconhecerá, quando as pessoas de má vida se entreajudam dessa maneira, para auferir a mesma vantagem? Pelo que vos toca, amai os vossos inimigos, fazei bem a todos e auxiliai sem esperar coisa alguma. Então, muito grande será a vossa recompensa e sereis filhos do Altíssimo, que é bom para os ingratos e até para os maus. – Sede, pois, cheios de misericórdia, como cheio de misericórdia é o vosso Deus.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  6. paulo disse:

    assembleia esta sendo pesequida tambem na india e nao e so a assembleia e outras igrejas tambem.

    paulo83@hotmail.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *