Ativistas fazem beijaço gay na porta da Igreja Universal durante culto

68

Um grupo de ativistas gays se reuniu na noite desse domingo em um protesto na porta da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD) no bairro de Lourdes, região Centro-Sul de Belo Horizonte (MG). Usando fantasias, o grupo levou cartazes, apitos e realizou um beijaço em frente ao local, durante o culto.

Repetindo refrãos como “Edir Macedo vai dormir com medo” e “Eu amo homem, amo mulher, tenho direito de amar quem eu quiser”, o grupo protestava contra agressão de um dos seguranças da igreja, contra um homossexual que protestava na porta do templo, segundo o Bhaz.

Recentemente, a Igreja Universal foi alvo também de um protesto da “Marcha das Vadias”, quando feministas protestaram seminuas em frente a um templo da IURD em Florianópolis.

De acordo com o jornal O Tempo, para minimizar a manifestação, as portas do templo da IURD foram fechadas e as luzes, apagadas. A Polícia Militar (PM) não soube informar o número de pessoas que estiveram presentes na manifestação.


Por Dan Martins, para o Gospel+


68 COMENTÁRIOS

  1. Estas pragas estão em todo lugar hoje fui mais minha querida esposa,fomos almoçar em um shopping e como ratos e baratas espalhando doenças em todos os cantos.argsss.

      • Luiza
        Não é você que passa longe da porta da igreja mais uma Legião de pomba giras que te acompanha pois estes demônios sabem que se você entrar vai se libertar.hehe

        • Eu sou anti-teista! Não acredito em demônios nem em pombas sei lá o que nem em deuses! Sou uma pessoa racional e não sofro esse tipo de alucinação que vcs tem! Portando para mim isso que vc disse é risível e ridículo! Eu o internaria para tratamento pq vc tem alucinações.

      • Alguém aí já percebeu que todas as provas de fé que a iurd ensina envolve dinheiro ?

        Abraão ( muito cultuado na iurd ), era homem muito rico ( genesis 13:2 ), mas o sacrifício pedido foi de seu filho ( genesis 22 )

        Mas na iurd, o maior sacrifício é o dinheiro… para um pai, ou uma mãe , que tem mais valor?

        um filho ou todas as suas posses?

        claro que seu filho, mas a iurd usa o exemplo de abraão e ao invés de pedir o filho, como na passagem bíblica, diz que o sacrifício é o dinheiro!!!

        Mais uma prova de que a iurd foca no dinheiro das pessoas!

        obvio né? a iurd está buscando o deus dela… o dinheiro!

      • Eu homem e não mulher pra se chamado pelo diminutivo feminino, mesmo que eu fosse feminino não teria problema, apesar de eu ter 1,92 , 105 kg praticar musculação a 15 anos praticar jujitsu e krav maga. Acho que eu correspondo muito mais ao esteriótipo masculino que vc… Que deve ser um crentinho cagadinho e sem graça… Por onde passo chamo atenção e sou desejado… Até pelas crentes e os crentes… rsss

          • CONSELHO DA IGREJA
            “Em 2007, eu estava em dificuldades financeiras e pedi aconselhamento a um pastor da Universal. Ele disse que minha vida só melhoraria se eu doasse dinheiro à igreja. Contei a ele que meu marido estava com 2 800 reais guardados em casa, pois havia vendido um carro. O pastor disse que era pouco e perguntou se eu não conseguiria mais. Respondi que havia também 400 reais separados para o aluguel. Ele pediu que eu inteirasse 3 000 reais e levasse à igreja na mesma hora. Fiz o que ele mandou. Quando meu marido descobriu, ficou muito bravo. No dia seguinte, fomos ao templo pedir ao pastor para devolver o dinheiro. Ele disse que era impossível, falou que eu estava com um encosto e ainda mandou meu marido fazer um BO contra mim por furto. Hoje, me arrependo de ter caído naquela conversa.”

            Simone Vitório, 31 anos, cabeleireira

            Fonte: revista veja – porque os fiéis doam tanto

            QUEM TEM MAIS FÉ DOA MAIS

            “Fiquei muito decepcionado com a Igreja Universal. Dei tudo o que podia em busca de uma vida mais feliz. Lá, me diziam que a fé se mede com dinheiro – quem tem mais fé doa mais à igreja. Quem tem fé pequena doa pouco. Numa das campanhas da Fogueira Santa, quando os fiéis dão o que podem e o que não podem, fiz um esforço enorme. Vendi uma chácara que eu tinha e dei tudo para a igreja. Também entreguei meus salários, 13º, férias, vale-transporte e tíquete-refeição. Pegava empréstimo em bancos para dar aos bispos. Eu só queria levar uma vida normal, curar minha depressão, casar, ter filhos. Fiz de tudo, mas nada aconteceu. O que restou foi tristeza e angústia. E muitas dívidas também.”

            Edson Luis de Melo, 45 anos, aposentado

            Fonte: revista veja – porque os fiéis doam tanto

            EU FAZIA LAVAGEM CEREBRAL

            “Para me tornar pastor, tive de vender minha casa e doar o dinheiro à igreja. Disseram que era um jeito de provar que Deus estava no meu coração. Quando comecei a pregar, participava de reuniões periódicas para falar sobre metas de arrecadação. Eu fazia uma verdadeira lavagem cerebral nos fiéis para convencê-los a doar mais dinheiro. Precisava levantar 150 000 reais mensais em doações e, depois, aumentar 20% a cada mês. Cheguei a ir para o hospital, tamanha a pressão. Houve um mês em que consegui apenas 120 000 reais. Por não bater a meta, fui xingado de burro e endemoninhado por um bispo. Depois disso, decidi abandonar a Universal.”

            Jenilton Melo dos Santos, 44 anos, ex-pastor

            Fonte: revista veja – porque os fiéis doam tanto

        • ESTUDO BIBLICO :

          FOGUEIRA SANTA DA IURD TEM FUNDAMENTO NA BÍBLIA?

          Em que parte da biblia vemos a palavra fogueira santa?

          Vemos O Senhor Jesus pregando algo semelhante a essa campanha?

          Os apóstolos mencionaram algo semelhante?

          Ao menos 2 vezes ao ano somos convocados pela liderança da IURD para fazermos “sacrifícios financeiros” baseados em algumas passagens bíblicas do antigo testamento. por cerca de um mes, a igreja se transforma e muitos membros incomodados com essa insistencia ao apelo financeiro se vão para outras igrejas e não voltam mais.

          Na reunião de segunda, o apelo é ” se vc quer prosperar, ter sua empresa, tem que sacrificar no altar”

          Na reunião de terça e sexta, o apelo é ” O diabo que está na sua vida é que está pondo este medo de sacrificar no altar”

          Na reunião de quarta e domingo , o apelo é ” Vc só terá um encontro com Deus quando se desprender das coisas materiais e sacrificar no altar”

          Na reunião de quinta, o apelo é ” Vc só será feliz no amor quando sacrificar no altar”

          Na reunião de sábado, o apelo é ” essa causa impossível só será possivel quando vc sacrificar no altar”

          Em resumo, o alvo da igreja passa a ser a oferta máxima dos membros que desconhecem a palavra de Deus e ficam a merce de pessoas gananciosas.

          Pergunto agora, pq somos chamados de cristãos, mas insistimos em fazer coisas da velha aliança?

          Será mesmo que vc só vai prosperar se vc vender seu carro ou casa ou seja o que for para dar no altar?

          Quando o Senhor Jesus exigiu algum bem antes de operar o milagre? Quando os apóstolos fizeram o mesmo?

          Pergunto novamente, se fogueira santa é tão de Deus assim onde está essa palavra na bíblia?

          ” também, MOVIDOS POR AVAREZA, FARÃO COMÉRCIO DE VÓS , com PALAVRAS FICTÍCIAS ; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme. ( II Pedro 2:3 )

          Meus amados irmãos, as bençãos de Deus não são compradas…

          ” Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?” ( Romanos 8:32 )

          ” Ora, nós não temos recebido o espírito do mundo, e sim o Espírito que vem de Deus, para que conheçamos o que por Deus nos foi dado gratuitamente ” ( I Coríntios 2:12 )

          Sei que alguns que lerem meu comentário poderão se zangar, se ofender, ou até mesmo me chamar de estar sendo usado pelo diabo etc, pois é isso que é pregado na iurd, mas me coloco a disposição de qualquer pessoa que quiser me mostrar que eu digo algo errado ou além da palavra.

          Só pq vc não deseja fazer a fogueira santa da iurd não significa que vc é covarde, significa que vc apenas observa os fundamentos da bíblia.

          Na fé ( no Deus da Bíblia ).

      • Sou Um Ex-Pastor da IURD, e minha intenção ao criar este blog é falar toda a verdade que existe dentro da Igreja Universal, Focalizando principalmente o pessimo comportamento dos bispos e pastores desta denominação, e esclarecer duvidas que muitos tem em relação a Dizimos e ofertas. Quem ler o que segue faça de mente aberta.

        sábado, 2 de janeiro de 2010

        1° A Igreja Universal, só porque é a igreja universal esta livre de cometer erros e injustiças?

        2° A igreja Universal é a única igreja de Deus neste mundo e as demais não são de Deus?

        3° Já parou para pensar no porque de quase TODOS os pastores que saem da IURD falarem mal da mesma?

        4° Você acredita mesmo que todos os pastores que saíram da IURD é porque erraram? Será que a liderança da igreja não é a verdadeira culpada?

        5° Você como membro, obreiro ou mesmo pastor da IURD nunca se sentiu assustado com certas coisas dentro dessa igreja a ponto até de pensar em procurar outra duvidando até se Deus esta realmente ali?

        6° Quem nunca viu um pastor da IURD mentir descaradamente, e depois ir pregar contra a mentira?

        As coisas que enfrentei nesses últimos dias me teriam feito ficar ateu caso não tivesse uma fé firme em Deus, e não somente destes últimos dias, mas principalmente durante os dez anos que passei dentro da IURD.

        Cheguei a IURD em 1998, na ocasião estava com um serio problema de saúde, desempregado, viciado em bebidas alcoólicas e drogas, minha família era completamente desestruturada, depois que entrei na igreja passou-se dois meses e já estava totalmente livre de todas essas coisas, fui curado, liberto e minha família passou a ter paz.

        Passaram-se mais quatro meses e lá estava eu já de obreiro da igreja, já havia experimentado o poder de Deus de forma tão clara e resolvi que minha única meta agora seria servi-lo de todo meu coração levando as pessoas que sofrem o mesmo poder que havia me abençoado. Mesmo novo de obreiro eu tinha uma ousadia muito grande para pregar a palavra fazendo cultos nas casas dos membros; todos que me viam se surpreendiam, pois em tão pouco tempo já fazia coisas, como se tivesse muito tempo na obra, lembro-me do meu pastor na época, dizendo que me mandaria logo para a obra, pois não iria ficar amarrando meu ministério.

        Depois de mais onze meses fui mandado para fazer a obra, (como pastor) estava na ocasião muito feliz de fazer parte do quadro de pastores da IURD, sabia que assim iria poder servir mais ainda a Deus. Infelizmente me enganei, pois descobri que estava vivendo no mundo da fantasia e que a realidade dentro da obra no meio dos pastores era bem diferente do que eu imaginava, quando estava de obreiro.Antes de concluir a minha historia dentro da obra relatada logo acima, vou dizer para todos porque não sou mais pastor da igreja universal.

        MINHA HISTORIA DENTRO DA IURD ANTES DE SAIR DA OBRA.

        Houve uma fogueira santa, e o Bispo Romualdo estava em vídeo conferencia fazendo uma reunião de pastores para todo o Brasil, nesta reunião ele tratava de assuntos relacionados à fogueira santa, ensinando os pastores os argumentos que seriam usados para levar as pessoas a entregarem o seu tudo ($$$) no altar, na ocasião mandou também que os bispos nos estados buscassem casar os pastores solteiros que tinham mais de 23 anos, e que fosse visto caso por caso, se o pastor solteiro cresce ($$$) então tinha que casar e se não cresce tinha que ser mandado embora. Logo após a vídeo conferencia o bispo Francisco Decote em Pernambuco reuniu os pastores solteiros e disse que essa fogueira santa era a nossa oportunidade para casar, pois se nós crescer-mos ($$$) iríamos casar. Obviamente isso já foi dito pelo bispo Romualdo como forma de motivação para que nós pastores solteiros viesse-mos trazer o resultado ($$$) esperado na fogueira santa que estava começando, e funcionou, pois buscamos fazer de tudo para levantar muitas pessoas para darem o seu tudo ($$$) no altar. Logo após a fogueira ter passado, fiquei na expectativa de que em fim eu iria casar (Na IURD só pode casar o pastor se o Bispo autorizar), porém o bispo Francisco foi trocado para outro estado, depois de haver feito um bom trabalho na fogueira ($$$) a direção resolveu “abençoá-lo” com um estado maior, eu acabei não casando porque o Irresponsável do bispo Sergio Correia que substituiu o bispo Francisco fez vista grossa, o que recebi na ocasião foi um premio de trezentos reais por ter feito um bom trabalho ($$$). Passaram-se mais seis meses e veio outra fogueira santa, nesta o bispo Sergio Correia havia prometido mundos e fundos para os pastores que crescessem ($$$), novamente me empenhei para trazer um bom resultado ($$$) e foi o melhor, pois na IURD os pastores são ensinados a sobrepujar os maiores valores em dinheiro, já colocados por pastores anteriores que passaram naquela igreja, nesta ocasião eu consegui nesta igreja quase o dobro da maior de todas as fogueiras (em dinheiro) e acreditei que dessa vez iria casar, pois além de ter trazido uma grande quantia em dinheiro, já estava noivo há cinco anos e já tinha trinta anos de idade; enganei-me de novo, pois o bispo Sergio Correia quando viu minha ficha de pedido de casamento, simplesmente despresou-a e disse que eu não iria casar, e que eu não crescia, em fim não casei, isso se deu numa quinta feira e no sábado da mesma semana me tiraram a igreja, me colocaram no templo central, fiquei lá como se tivesse feito algo errado, depois de dois meses fui mandado para Santa Catarina lá adoeci devido ao frio e ao meu estado emocional, tive tipo um começo de derrame e depois de fazer muitos exames médicos foi constatado que eu precisaria fazer um tratamento com remédios controlados por dois anos cheguei à direção da IURD de Santa Catarina e o bispo me tratou de forma desprezível dizendo que eu estava ali porque eu não prestava, pois se eu fosse bom ($$$) o bispo Sergio Correia não teria me mandado para lá. Até que chegou um dia em que com os exames nas mãos e a ordem medica para fazer um tratamento que levaria dois anos, fui falar com o pastor estadual que era 2° do bispo Odivan naquele estado e pedi para que se possível meu tratamento fosse realizado em Pernambuco perto de minha família, na mesma hora o Pastor ligou para o bispo Odivan que por sua vez falou comigo pelo telefone dizendo que eu estava fora da obra, fui mandado embora e lá se foram dez anos de dedicação da minha vida pelo ralo da imcopreenção.

        ENTREVISTA

        1. Porque você não é mais pastor da IURD?

        R. Porque fui tirado da obra devido a um problema de saúde na ocasião eu estava em santa Catarina e por não ter conseguido me adaptar ao frio que faz lá adoeci e tive sérios problemas depois de fazer muitos exames foi comprovado meu problema foi quando pedi ao pastor Andre Cajéu que na ocasião era o pastor estadual, para voltar e me tratar em meu estado de origem que é Pernambuco na ocasião mostrei a ele os exames e contei minha situação, na mesma hora ele ligou para o bispo Odivan (Bispo do estado de SC) e pelo telefone fui tirado da obra.

        2. Como você vê a atitude deste bispo?

        Eu vejo como um ato covarde e irresponsável, porem é de se esperar, pois ele é novo de bispo e esse ato revela sua imaturidade, é evidente que se ele não fosse neófito jamais teria feito essa asneira.

        3. Como você esta se sentindo agora?

        Sinceramente revoltado. Não com a igreja, mas com certas coisas que acontecem dentro dela devido à irresponsabilidade da liderança que não gerencia as pessoas que estão à frente do trabalho nas igrejas e estados. Por causa de supostos “homens de Deus” muita gente boa tem sido injustiçada dentro da obra da igreja Universal.

        4. Você considera como tempo perdido estes dez anos na IURD como pastor?

        R- Só não considero perdido porque sei que minha intenção sempre foi servir a Deus e o servi, apesar de viver no meio de pessoas que em sua maioria não tem caráter, é obvio que hoje posso enfrentar dificuldades para sobreviver, pois entrei de pastor ainda muito jovem com 19 anos, abandonei estudos, trabalho, vendi minha casa não me profissionalizei em nada, hoje com trinta anos estou tendo que recomeçar a vida mesmo assim fiz isso porque eu quis na intenção de servir a Deus.

        5. A IURD lhe deu alguma indenização?

        Claro que Não. Tudo o que me deram para eu recomeçar a vida foram 556,00 reais rsrs. Já vi pastores serem tirados da obra por motivos legítimos como prostituição, adultério, roubo e etc., mais como meu caso foi a primeira vez que vi.

        O PROBLEMA DA IURD.

        Seu maior problema esta na formação dos Pastores, quando um obreiro na IURD quer ser pastor passa a participa do IBURD que para quem não sabe quer dizer Instituto Bíblico Universal do Reino de Deus. Segundo a direção da igreja esse suposto instituto é para preparar o obreiro para ser pastor, o que ocorre lá é que fica um amontoado de jovens morando dentro de um grande quarto e que trabalham todo o tempo sem ter hora para dormir, porém tendo hora para acordar, vivem reprimidos pela ameaça de serem mandados embora, caso não façam as coisas que devem ser feitas, hoje em dia assim que entram já começam a receber uma ajudinha de custo que é um dinheirinho para poder sobreviver, mas antes não era assim, pois os jovens que entravam para o IBURD só recebiam esse dinheirinho depois de seis meses. Dentro desse quarto acontece de tudo, pois muitos dos jovens roubam uns aos outros dizem palavrões, e outras coisas que não tem nada haver com uma pessoa que tenha de fato tido um encontro com Deus, ali são ensinados a não pecar, pois se pecam a imagem da igreja pode ser denegrida, também não pode roubar oferta e outros ensinamentos, todos voltados ao bem estar da IURD. Depois que estão pela visão da igreja prontos são mandados para alguma IURD para auxiliarem a um pastor qualquer, é justamente nessa fase que começa o jovem pastor a entender a realidade.

        A realidade é que, os pastores começam de mansinho a cobrar o jovem pastor a pedir melhor ofertas em suas reuniões, eles costumam dizer assim: tem que “crescer” essa reunião. Esse crescer a reunião nada, mas é se não que ele deve pedir mais ofertas, ser mais de fé e pedir oferta com mais ousadia. Depois de certo tempo as cobranças vão aumentando ate que chega ao ponto de que o jovem pastor que entrou na obra para servir unicamente a Deus passa a olhar as pessoas, visando tirar delas a oferta, pois se tiver oferta o pastor fica feliz e todos vivem bem e se não tiver oferta o pastor fica mal humorado e o trabalho do jovem pastor não é reconhecido. Depois que o pastor já aprendeu a pedir ofertas então o pastor dele dirá a direção que o jovem “cresce” que ele é “bom”, isso independente do caráter do jovem; depois que o jovem é reconhecido como o “cara que cresce” e dado a ele uma igreja, na maioria das vezes pequena, para que ali ele possa desenvolver seu “ministério” o jovem já ciente de que os seus lideres querem ver ofertas (dinheiro) começa então uma maratona para poder crescer ofertas, o jovem passa a assistir uma reunião de pastores a qual antes não assistia, e ali nesta reunião ele passa a entender melhor as coisas, pois vera o bispo muitas das vezes aborrecido com as igrejas que não mataram o leão (matar o leão é uma forma usada entre eles para dizer que não pegou o mês) nesta reunião o pastor é ameaçado de perder a igreja ou até mesmo sair da obra caso não traga o resultado $$$. Nesta reunião também é usado muito de psicologia para controlar os pastores, é dito que quem não cresce oferta é porque esta mal com Deus ou esta em pecado é dito que o pastor que não crescer tem que pedir para sair porque não tem chamado de Deus, e vários outros argumentos.

        Observe que quando entramos na obra, entramos bem intencionados dispostos a servir a Deus, porém dentro da “obra” somos moldados de forma bem sorrateira a fazer tudo da maneira deles, perdemos o nosso foco e ficamos muitas das vezes servindo mais ao homem do que ao próprio Deus. O pastor na IURD esta sempre tentando fazer por onde merecer receber alguma coisa da liderança principalmente reconhecimento, se é para casar um pastor solteiro é estabelecida a regra de que só pode casar quem estiver com uma igreja acima de 10,000,00 coisas assim fazem com que o jovem pastor fique cada vez mais e mais corrompido, lógico que os pastores que estão dentro da obra hoje, não falam disso abertamente, por terem medo de ser posto para fora, mas eu sei que quase todos os pastores da IURD estão decepcionados com a liderança, porem só tomam coragem para falar quando passam pelo que estou passando, embora digam que não, mas pelas muitas conversas que já tive com vários pastores pude perceber a insatisfação. Os pastores da IURD em sua maioria são pessoas ignorantes muitos mal sabem escrever o próprio nome por isso são tão dominados pelo sistema.

        Os pastores que tem a mente, mas aberta, ou seja, são menos ignorantes acabam sendo tachados de fracos, não tem chamado, não nasceu de Deus, endemoninhados e por ai a fora. (Meu caso)

        Para tristeza dos lideres da IURD igrejas como Internacional e Mundial tem recolhido os pastores que são dispersos e rejeitados e por incrível que pareça o crescimento dessas igrejas com esses rejeitados tem assustado aos lideres da IURD.Na IURD pastores são mais insignificantes do que lixo, é como eu sempre dizia ainda quando estava dentro da obra que se lixo pode ser reciclado porque também não pode reciclar pastor que erra? O que a IURD não faz, a mundial e a internacional tem feito.

        Já encontrei ex-pastores da IURD que estão em outras igrejas, que dizem agora ter paz; observem que coisa interessante um ex-pastor dizer que agora tem paz, sendo pastor de outra denominação, isso quer dizer que o mesmo estava dentro da IURD atormentado, é nesta hora que os bispos usam o velho paradigma de que só fica na IURD quem é de Deus, quem não for sai, ou então diram que estão na guerra e na guerra não tem paz rsrsrs, graças a Deus esses velhos paradigmas da IURD estão deixando de funcionar. Mais na frente irei falar melhor dos paradigmas da IURD.

        Os pastores da IURD precisam abrir a visão, muitos já tem aberto, porem precisam ter mais atitudes, sei que 90% dos pastores da IURD andam insatisfeitos com a própria denominação, mas do que adianta estar insatisfeito se não fazem nada para mudar. A maioria vive na IURD como se estivesse numa igreja católica onde o santo padre dita as regras e pode mudar até a bíblia que os padres dizem amem.

        Precisam deixar de ser cabeça dura, pois quando eu estava de pastor na IURD as vezes ficava pensando e me perguntava: Será que todos os pastores que saem da IURD é porque estão errados? Ou será que a liderança é quem errou com eles? Costumamos julgar mal porque só ouvimos a versão de quem ficou, porém não paramos para pensar se aquele bispo ou pastor que saiu talvez não estivesse com a razão; na visão da IURD todos, mas todos mesmo, que saíram é porque não prestavam, mas será que era isso mesmo? Inclusive um dos pensamentos que é implantado dentro da cabeça do pastor é que ele deve ser servo, rsrsrs sendo que ser servo para a liderança da IURD é não pensar, ou seja, para ser servo lá dentro o pastor não pode usar o raciocinio, (por motivos obvios) não questionar o que a igreja faz, mesmo que seja errado, os pastores aceitam os erros da liderança da mesma forma que os padres aceitam do papa. Não é a toa que a palavra UNIVERSAL tem o mesmo significado da palavra CATOLICA.

        Quantas não são as vezes que o pastor na IURD fica preocupado ao chegar o dia 15 ou 20 e o mês da igreja ($$$) esta lá em baixo, o bispo cobra de um lado o pastor regional cobra do outro, uma ameaça aqui, outra ameaça ali e o pastor muitas das vezes até chega a adoecer de tanta pressão por causa de oferta, isso quando não perde de fato a igreja, com isso até o próprio povo na IURD sofre, pois vem a pessoa a igreja, sedenta de buscar a Deus e quando chega lá encontra um pastor nervoso, louco para tirar o dinheiro dela, não porque queira roubar mais porque se ela (o membro) não der, ele ira perder a igreja o carro que dirige e em alguns casos até o apartamento que mora, pois terá que ir para um inferior como punição por não ter conseguido atingir as metas da IURD. As vezes em atos de desespero o pastor ate inventa de ultima hora um propósito com um envelopezinho pra ver se resolve o problema.

        Presenciei o caso de um bispo que saiu da IURD. Em Santa Catarina esta o ex bispo Alceu eu observava ele pelos cantos da IURD, os outros bispos principalmente o bispo Odivan não davam muita atenção a ele, pelo que entendi ele estava como muitos dos outros insatisfeitos, devido à situação que a igreja havia colocado ele, pois o mesmo desejava o altar, porém por imposição da IURD ele tinha que continuar na política, claro que o Bispo Odiavan em sua incapacidade para administrar a obra de Deus, certamente deve ter dado o ponta pé final e o mesmo não agüentando mais acabou saindo da obra e abriu sua própria igreja. Dias depois o próprio bispo Odivan o estava chamando de perturbado no altar da IURD em Santa Catarina. Daí eu pergunto quem errou? o bispo Alceu ou a direção da IURD? O que leva um bispo como o Alceu que praticamente fundou a IURD em Santa Catarina chegar ao ponto de simplesmente sair da obra jogando para o alto seus mais de 20 anos de ministério? A resposta é simples: Pessoas incompetentes na frente do trabalho. Se o bispo Odivan que esta em santa Catarina tivesse competência teria evitado isso.

        Infelizmente a direção da IURD não vê o pastor como um ser humano, que apesar de ser um homem de Deus, também é um homem, e como todo ser humano também tem suas necessidades. O dever do líder é identificar as necessidades dos seus liderados e buscar supri-las mesmo que o individuo não se de conta disso; eu passei por isso em Santa Catarina pois tive minhas necessidades como ser humano, mais o bispo Odivan ao invés de buscar compreender minha atual situação preferiu me mandar embora, ele viu em mim apenas as minhas funções o que eu tinha que fazer, mais não viu minhas necessidades; e porque? Resposta: porque é um incompetente.

        Hoje eu estava lembrando de uma situação muito difícil que passei quando estava de pastor na IURD, era quase final de mês e o bispo Francisco estava fazendo uma pressão muito grande em cima dos pastores para que os mesmos pegassem o maior mês da igreja ($$$) ele fazia muitas insinuações como se os pastores estivessem roubando, alias um dos maiores cuidados dos bispos é para que os pastores não roubem, não porque o mesmo esteja preocupado com a salvação do pastor, mas sim com o mês do estado, pois se o estado não estiver bem financeiramente falando, o bispo também corre o risco de ser trocado ou ate mesmo de perder o estado e ficar em alguma sede regional como punição de não conseguir muito dinheiro, mas voltando ao assunto eu estava me lembrando dessa ocasião em que o bispo estava fazendo uma pressão muito grande, eu pedia ofertas ao povo e o povo não tinha o necessário, por outro lado eu não tinha coragem de inventar algum propósito de “fé” para o povo trazer dinheiro, pois me sentia um enganador, a única saída então, foi conseguir dinheiro emprestado para colocar no mês da igreja, já era o ultimo dia do mês e se eu não pegasse o maior mês daquela igreja eu iria perder a mesma e eu estava fazendo um trabalho tão abençoado com o povo que não queria deixar aquela igreja prematuramente; consegui o empréstimo e não fui trocado, claro que a direção da igreja não sabe que eu fiz isso como também não faz idéia do que os pastores fazem nas igrejas para poder se manter nas mesmas, com isso a pessoa que é inteligente pode agora raciocinar que o pastor da IURD não digo todos, mas a maioria não é ladrão como dizem, concordo que são pidões, mas só pedem muito porque são indiretamente forçados a isso, pois a lei da IURD é esta ou o pastor cresce no dinheiro que entra na IURD ou então o mesmo perdera, ou até mesmo será tirado da obra. Agora imagine a situação de um pastor sendo o tempo todo ameaçado de ser mandado embora caso não cresça no dinheiro.
        Muitos podem até dizer: se é assim porque então ele não sai logo de uma vez? A resposta é: Muitos deles não tem estudos e por terem entrado na obra muito cedo não se profissionalizaram em nada, abandonaram casa, família, emprego, estudo e etc, hoje muitos estão numa certa idade com filhos e esposa para dar de comer se saírem da obra vão fazer o que da vida? O jeito é agüentar e tocar a vida para frente dentro da obra.

        fonte: vigiai.net

  2. estranho o grupo gay protestar contra a iurd… É a denominação que menos fala contra o homossexualismo…

    E edir macedo não vai tocar nesse assunto homossexualidade, pois tem esse problema dentro de sua própria casa… Ops… Quero dizer mansão.

    O povo da record e da iurd mais próximo de edir macedo sabe bem disso.

    • isso porque o problema dos homossexuais, e tratado toda terça e sexta dentro da iurd.

      porque na iurd isso não e tratado como comportamento.
      ISSO E DEMÔNIO.
      Enquanto os pastores medrosos ficam falando que homossexualismo e comportamento, na iurd a coisa e direta, ISSO E DEMÔNIO..
      ASSIM COMO O SEU CASO. DEMÔNIO PURO….
      stardust =resto de demonio,

      • SÓ QUERO SABER PORQUE NÃO USARAM O CHICOTINHO DO MACEDO HEHEH AGORA NÃO GOSTO DA IURD E SEU TRAPACEIRO LIDER….MAS SE NÓS PERMITIRMOS ESTE TIPO DE AFRONTA CONTRA CATÓLICOS E IURDIANOS AMANHÃ SEREMOS NÓS, TEMOS DE LUTAR AGORA DEPOIS DE APROVADO ESTA POUCA VERGONHA DA PL 122 VOCES JA VIRAM NOSSOS POLITICOS ELEITOS NUNCA VIRAM E NADA SABEM TUDO É APROVADO SEM SEU CONHECIMENTO

        • IURD COM MEDO DA NET
          Bom pessoal, a pouco tempo atrás ouvimos um áudio do lixpo Júlio César, marido da patricinha, filha do BM, onde ele dá bronca nos auxiliares e os proíbe ter laptop e entrar na internet.
          Agora, pelo menos por aqui, estão querendo impedir o povo e os obreiros também de ficarem surfando na net. Um infiltrado (informação segura) me contou numa reunião com todos os obreiros do país, o responsável desceu o sarrafo na internet, ameaçou quem ficava surfando e disse que internet é do diabo, e tal, aquela ladainha de sempre.
          Esta preocupação da IURD com a internet é um sinal de que a internet está sendo prejudicial para eles, ou seja, O QUE NÓS ESTAMOS FAZENDO ATRAVÉS DESTAS COMUNIDADES, SITES E BLOGS CONTRA AS FALCATRUAS DA IURS ESTÁ FUNCIONANDO. VAMOS EM FRENTE, ESTÁ FUNCIONANDO, PESSOAL!!!!!!!!!!
          Querem impedir os membros, obreiros e pastores de lerem os relatos e as notícias divulgadas na net, esta IURD é mesmo uma ditadura infernal. Mas para a infelicidade da IURD a Internet não é rádio nem televisão que só podem ser usadas e manipuladas por poucos. A Internet é de todos, é livre, e não tem como ser controlada. AGORA É QUE OS IURDIANOS VÃO ENTRAR MAIS AINDA NA NET, POIS ESTÃO CURIOSOS, VÃO QUERER SABER O QUE TEM LÁ QUE ELES NÃO PODEM VER. NINGUÉM SEGURA A NET. O POVÃO AGORA TEM VOZ E VEZ. TAMOS ARMADOS, A NET É NOSSA ARMA. POSTEM RELATOS, POSTEM NOTÍCIAS, POSTEM DENÚNCIAS, POSTEM LINKS, POSTEM TAMBÉM COISAS DO EXTERIOR, POSTEM, POSTEM, POSTEM, VAMOS MOSTRAR A NUDEZ DESTA CAMBADA DE MAFIOSOS.

          fonte: scribd.com – Relatos-Sobre-a-Igreja-Universal

      • Com certeza”Vai arrebentar”, concordo com você, sou de uma outra igreja que tem essa visão também e a IURD faz muito bem em não combater isso nos seus meios de comunicação e em suas redes, isso é espiritual mesmo, puro demônio, algo que a própria bíblia condena, e tem que enfrentar o”bicho” frente a frente, mas claro isso é para os fortes né; aqueles que querem a vitória sobre esse mal e decidem vencer o homossexualismo, mas aqueles que não querem…, fazer o quê né irmão…, vão ficar o resto de suas vidinhas mediocres e derrotadas se “beijando” na frente de templos, infelizes e sem mudança nenhuma…
        Agora se quiserem mudança, aí Jesus tem eu garanto!
        Ví um vídeo um dia na IurdTV de um demonio de homossexualismo sendo expulso…, oh glória, mais gente deveria aprender a lição!

      • vai arrebentar

        parou de chorar, filho?

        A iurd não fala abertamente sobre homossexualismo, pois o moysés macedo é filho do lider.

        que hipocrisia… quer libertar os outros e não consegue libertar o próprio filho???

        Essa é apenas mais uma das hipocrisias da empresa universal…

    • O negocio aqui é falar mal de outras igrejas pq como sabemos a concorrência ta braba e precisamos tirar clientes… ops, digo precisamos trazer mais ovelhas pra a igreja do Malasemalça que é dono desse site rsss

      • “Aprendi a extorquir o povo”

        Um ex-pastor da Igreja Universal do Reino de Deus relata como o bispo Edir Macedo o instruía a tirar dinheiro dos fiéis e a depositá-lo em contas no exterior
        Mariana Sanches, de Balneário Camboriú (SC)

        A vasectomia
        “Logo depois que eu casei, o bispo Macedo me obrigou a fazer vasectomia. Ele justificava dizendo que um filho traria despesas e dificuldades para que eu fizesse a obra de Deus, já que com filho era mais difícil mudar de país. Ele dizia que a saída era, quando eu me tornasse um bispo, adotar, seguir o exemplo dele, dos genros dele, Renato Cardoso e Júlio Freitas. Os três primeiros médicos que procurei se recusaram a me operar. Eu tinha 21 anos e nenhum filho. O quarto topou, mas me disse que não recomendava. Fiz uma vasectomia irreversível. Enquanto eu estava nos Estados Unidos, dos 26 pastores que trabalhavam em Nova York, outros sete também fizeram. Se você não faz a vasectomia, perde a chance de crescer e chegar a bispo, vai ser só mais um pastor que fica 15 anos na mesma igreja e não sai do lugar.”

        Na casa do bispo
        “Quando cheguei a Nova York com a Jacira, Edir Macedo e a mulher dele, a Ester, quiseram que ela fosse morar com eles. Eu era casado com ela. Daí eles me disseram: ‘Faz o seguinte. Pega um quarto aí e mora aqui com a gente’. Passei a morar no dúplex do Edir Macedo. Na casa dele, ouvi as conversas da cúpula da igreja. Era comum diálogos em que o bispo Macedo dizia: ‘Romualdo, como é que foi a campanha da Fogueira Santa aí no Brasil?’. E o bispo Romualdo Panceiro (outro dos auxiliares de confiança do bispo Macedo) dizia: ‘Olha, bispo, não foi muito boa não, deu só R$ 18 milhões’. Dinheiro na casa de Edir Macedo não era problema. Dirigia os carros dele, umas Mercedes antigas e superluxuosas. No dia a dia, ele não é religioso. A mulher de Edir Macedo, a Ester, tinha dentro de casa uma clínica de estética, com aparelhos de última geração. Quanto se gastava na casa do bispo Macedo era uma coisa que nem se fazia um cálculo, porque não precisava. Os outros bispos também viviam muito bem. Como os pastores, eles também tinham um contracheque bem baixo, mas era só fachada, para mostrar em caso de investigação. Mas o salário que vinha por fora era muito maior. Eu já presenciei durante a contagem da oferta os bispos dividirem o dinheiro entre si, esse ou aquele bispo tirar US$ 10 mil de uma oferta de US$ 50 mil. Eu também ganhava coisa por fora. Quando trabalhei com alguns bispos e a oferta era muito boa, o próprio bispo dizia para eu pegar um dinheiro para mim. Quando saí da igreja, eu tinha uns US$ 15 mil na conta que eu tinha tirado das doações dos fiéis.”

        Os negócios da Record
        “Eu posso dizer que a Record e a Universal são uma coisa só. Era comum eu ouvir o bispo Macedo falando em casa com o presidente da Record, Honorilton Gonçalves, pelo radinho: ‘Ô, Gonçalves, você fez aquele depósito, contratou tal artista, tal jornalista?’. Para pagar funcionários, despesas de programas televisivos, o Edir Macedo pedia para o Romualdo Panceiro tirar o dinheiro da conta da igreja para passar para a conta da Record. De tempos em tempos, o Gonçalves e o Romualdo diziam: ‘Edir, o negócio aqui está complicado, o cerco está bem apertado. A investigação está andando aqui, eles estão fiscalizando’. O Edir dizia: ‘Vocês têm de fazer alguma coisa, tira o dinheiro da conta da igreja e faz a contratação em dinheiro vivo’. Sempre em dinheiro vivo. Eu me lembro de quando foi montado o estúdio da Record em Nova York, em 2003. O bispo Macedo diz que foi gasto US$ 1 milhão. Ele fez uma reunião com os pastores da igreja e disse: ‘Precisamos levantar US$ 1 milhão. Vamos fazer uma campanha, e todas as igrejas precisam atingir uma meta’. Daí, ele já dividiu ali quanto cada uma teria de obter. Era a campanha das Muralhas de Jericó. Conseguimos mais de US$ 1 milhão, e foi com esse dinheiro que comprou os equipamentos para a TV.”

        As contas no exterior
        “Todo domingo à noite eu e alguns outros pastores éramos responsáveis por abrir os envelopes de dízimo e oferta e contar o dinheiro arrecadado pelas 26 igrejas de Nova York. Cada pastor guardava no cofre de sua igreja a oferta da segunda-feira até a última reunião do domingo. Daí levava tudo até a sede, no Brooklyn, para a contagem. Na segunda-feira de manhã, nós íamos ao banco fazer o depósito desse valor. O banco era o Chase Manhattan Bank. A matriz ficava a 300 metros da igreja. A quantia variava. Quando tinha uma campanha da Fogueira Santa de Israel, eu depositava tranquilamente US$ 1 milhão nesse banco por semana. Os depósitos eram feitos em duas contas. Uma no nome da Igreja Universal e a outra no nome de Forrest Higginbotham, um pastor americano que todo mundo conhecia como Forrest Hills. Ele pertencia a outra igreja, mas era uma pessoa de confiança do Edir Macedo. Foi o Forrest Hills quem ajudou a Universal a entrar nos Estados Unidos.”

        “Lá nos Estados Unidos, eu também ouvi o Edir Macedo comentar umas quatro ou cinco vezes da necessidade de trocar dólares no Brasil, em São Paulo. Mas era uma tarefa que ele mesmo fazia ou passava para gente de muita confiança dele. Eles embarcavam no avião com o dinheiro e trocavam. Nunca soube quem eram os doleiros, mas posso te falar que os bispos que faziam esse serviço para ele eram os genros, o bispo Júlio Freitas, o bispo Renato Cardoso, o bispo Clodomir Santos e o bispo Romualdo Panceiro. Toda vez que eu ouvia falar em troca de dólar, era com esses bispos e o João Batista. O João Batista era com a maior frequência. O João Batista era, na gíria, a mula. Era ele quem levava, que trazia no avião, que fazia a transação, a troca. E, depois que ele fazia, ele levava nas mãos do Romualdo, do Clodomir. E com esses mesmos bispos, de altíssima confiança, o Edir costuma fazer umas reuniões na Suíça, em Zurique.”

        A derrocada
        “Uns quatro meses depois de fazer a vasectomia, comecei a ter problemas com a cirurgia. Descobri que o médico que me operou acabou cortando uma veia que não deveria ter sido cortada. Tive uma espécie de trombose nos testículos. Tive de usar um dreno e fui afastado pelo médico da pregação, mas o bispo Macedo me mandava trabalhar mesmo assim, usar a fé para me curar. Tive de fazer mais três cirurgias. O bispo Macedo dizia que eu devia estar endiabrado, que eu estava recebendo salário da igreja para não fazer nada. A pressão para que eu voltasse a trabalhar era tanta que tive de mostrar ao bispo Macedo todos os papéis, exames, porque ele não acreditava que eu realmente estava doente. Quando ele viu os laudos médicos, notou que tinha havido um erro. Foi logo me dizendo que um processo daria uma indenização milionária.”
        Reprodução

        “Procurei um advogado, que me disse que era uma causa ganha e que o processo duraria um ano e meio e deveria render por volta de US$ 500 mil. Quando o Edir soube que eu procurei outro advogado e não o da igreja, ele ficou bravo. Disse que eu tinha de procurar o advogado da Universal para abrir o processo e que deveria passar uma procuração para ele, porque o dinheiro que viesse deveria ser dado para a igreja, para a obra de Deus. Eu me recusei, disse que precisaria do dinheiro, que teria de me tratar. E aí começou uma pressão, e eu resolvi desistir do processo e fazer um acordo de US$ 65 mil com o médico. No mesmo dia em que assinei o acordo, o dinheiro já estava na minha conta. Quando contei ao bispo Macedo, ele começou a gritar comigo, dizer que eu era maluco, perguntou onde estava o dinheiro. Eu disse que estava na minha conta. Ele me mandou ir ao banco na mesma hora, sacar o dinheiro e depositar na conta da igreja. Eu me recusei. E aí ele me disse que eu estava fora: ‘A partir de hoje, você não é mais pastor da Igreja Universal. Você vai embora para o Brasil e não procure mais a igreja’. Isso foi em julho de 2004. E eu, doente, com quatro cirurgias feitas, fui mandado embora sem receber um dólar da igreja, depois de cinco anos de trabalho na igreja. Nunca tive férias, não tinha dia de folga certo. Eu me senti usado.”

        “Voltei para o Brasil, me separei da Jacira um ano depois. Eu sofri por ter entrado na igreja muito jovem, abandonei a família, não terminei os estudos. Eu não tinha amigos que não fossem pastores ou bispos, não sabia o que era lutar por um emprego, não sabia quanto era um aluguel. Perdi tudo. Eu sempre me lembro da frase que o bispo Macedo costumava me falar: ‘Se você sair da igreja um dia, todos esses demônios que você expulsou nestes anos vão voltar para sua vida’.”

        fonte: igrejahoje

      • Relatos de um ex-bispo ” Bishop ” Para os que defendem a IURD

        Entrei para IURD ainda nos anos 80, por volta de 1984 – 1985, nesta época a IURD era ainda muito nova, os que hoje são chamados cabeça ou seja os líderes da IURD, eram garotos ainda, Edir Macedo já era o pilantra que é hoje, só que na época tinha cabelo e mais gás, e muito provavelmente nem eram nascidos.

        Aí segui aquela trajetória de sempre: visitante, membro, obreiro, explorado, auxiliar de pastor (na época evangelista), pastor, escravo, bispo e hoje graças a Deus EX-IURD, ex-picareta, livre da escravidão, lutando para abrir os olhos de IURDIANOS.

        Bom, só de pastor e bispo foram 17anos, conheço de perto quase todos os líderes da IURD e trabalhei com muitos deles, Edir Macedo, Romualdo, Suhet, João Luis, Paulo Magalhães, João Batista, Clodomir, Darlan, Renato Maduro,R. Cardoso, Aroldo, Pedro (Pierre) etc, etc…assim também conheci muitos dos que hoje já sairam da IURD. Eu convivi com estes homens, trabalhei com eles, morei com alguns, viajei com eles, Israel, Monte Sinai, estive em reuniões secretas com estes homens, onde muitas das coisas das quais a direção da IURD é acusada eram planejadas.

        Eu sei quem eles são, eu sei que o negócio deles é dinheiro e que fazem um montão de coisas ilegais, eu conheço os truques que eles usam para manipular e enganar o povo, pois eu era um deles, sei que dinheiro da IURD é usado para a RECORD e outras empresas privadas do Edir e trupe, sei que muitos são beberrões, pois bebiam na minha frente.

        Sei que desviam dinheiro, pois eu mesmo já transportei dinheiro ilegalmente para Edir Macedo. Sei como eles se comportam e o luxo em que vivem. Sei do que falam do povo quando estão juntos, das terríveis injustiças que cometem, das vidas que eles destruíram. Sei que 90% das acusações são verdadeiras e sei por que eles não são pesos (por enquanto) apesar de tudo o que fazem. E sei tudo isto não pelo que ouvi falar, mas pelo que vi e vivi em 17 anos dentro desta máfia chamada Igreja Universal. Não digo estas coisas para os que defendem a IURD por vingança, pois eu não fui expulso de lá, poderia estar lá até hoje e desfrutando do luxo, porém sabendo que era um safado, perdido e enganador como TODOS os bispos da IURD são. Digo isto simplesmente por que é a verdade. Eu saí pois não aguentava mais o fingimento e a hipocrisia de homens que ás vezes fazem cultos embriagados, frequentam casinos no sábado e no domingo estão pregando no altar, homens que festejam quando conseguem tirar grandes ofertas e que ficam bravos e de mal humor, distribuindo punição para todos quandos as ofertas são fracas. Eu saí por que sei que a chapa vai esquentar pro lado deles e quando isto acontecer estarei de fora festejando, mas também dizendo graças a Deus não estou mais nessa.

        Saí doente e com apenas mil Euros no bolso, porém com algo muito precioso: minha liberdade e a consciência tranquila. Eles não me ajudaram em nada, nem sequer com um comprimido: este é o amor que eles têm pelas pessoas. Ralei muito para dar a volta por cima, tinha que enfrentar a doença, a falta de dinheiro e as perseguições do pessoal da IURD, que tinha a maldade, pura maldade de telefonar para as pessoas que estavam me ajudando e tentarem de todas as maneiras impedir, com mentiras e calúnias ,aquelas pessoas de me ajudarem. Pois eles queriam ver-me destruído, para depois usarem como exemplo nas reuniões, para meterem medo nos outros: “Viu o fulano era bispo, se rebelou, saiu da IURD e agora virou mendigo.” Pois é isto que eles gostam e fazem sempre. Fazem de tudo para destruir a pessoa e depois dizem que foi o diabo, neste caso eles mesmos.

        Mas graças a Deus, a minha família e muitos bons amigos, eu dei a volta por cima, me tratei, estudei, me formei e hoje trabalho, ganho bem, vivo feliz com a minha esposa e sou uma pedra no sapato da IURD. Pois é pessoal, por tudo isto é que eu não admito que ninguém venha me dizer que eu não sei o que falo ou que não tenho base para acusar a IURD. E para você e todos os membros e obreiros eu digo: sai dessa, vai estudar e trabalhar.

        Não fique aí se preparando para ser futuro pilantra. Quer seguir Jesus? Procure uma igreja descente onde o evangelho é pregado por homens de Deus honestos (sim eles existem, poucos , mas existem). Largue esta lama chamada IURD.

        Aos bispos e pastores digo: Tome coragem meu amigo e sai dessa enquanto ainda é tempo, pois quando o bicho pegar, a justiça não vai querer saber, todo mundo vai ser considerado cúmplice, e vai sobrar pra você. E além disso, eu te pergunto você não tem consciência? Saber que a sua boa vida é sustentada por pessoas que você explora, não lhe dói na alma? Você sabe que é verdade. Deus está satisfeito com o que você anda fazendo? Foi esta a educação que os seus pais lhe deram? Enganar as pessoas? É isto fazer a obra de Deus, roubar as pessoas e viver como um sangue-suga?

        Seja um verdadeiro(a) homem(mulher), faça ao menos uma coisa certa e boa, largue esta vida, se liberta, tenha coragem. Eu e muitos outros somos exemplos de que há vida após a IURD. Podemos vencer, dar a volta por cima e servir a Deus de fato e de verdade, sem ser escravo de seita nenhuma. Tome a sua decisão hoje, saia desta IURD, se apegue a Deus, busque ajuda. A IURD é como um vício, mas você pode se libertar dela, com a ajuda de Deus. Você pode sair agora ou esperar até quando for tarde demais.
        Que Deus tenha misericórdia dos IURDIANOS.

        fonte: scribd.com – Relatos-Sobre-a-Igreja-Universal

      • Eu confirmo o que você disse sobre os envelopes e ainda vou maisl longe. Conheci bispos e pastores( inclusive eu fazia, isto pois todos na iurd fazem) que faziam o seguinte: depois de recolher as ofertas ele mandava o auxiliar levar rapidinho para o escritório e as esposas contavam tudo, bem rapidinho, antes da reunião acabar. Depois o auxiliar entregava um papelinho ao bispo ou pr. com o valor, se o valor tinha sido alto o cara continuava a reunião e não falava mais em dinheiro, se a oferta tivesse sido fraca, ele começava toda a pedição de novo, e enchia o saco do povo pedindo até o último centavo. Isto mostra que os bispos e pastores da IURD só pensam em uma coisa, dinheiro, fazem as reuniões por dinheiro, dinheiro antes, durante e depois dos cultos, é o culto ao dinheiro.

        Muitos pensam que os pedidos são guardados para oração, absolutamente não, a única coisa que enteressa aos bispos e pastores da IURD é o dinheiro que está dentro do envelope, o resto é lixo, e muitas vezes os pedidos de oração do povo são mesmo jogados no lixo, e aquele pedidos da fogueira sante de Israel, eles não levam os pedidos, guardam um pouco para levarem e assim na filmagem parecer que levaram os pedidos, oresto eles queimam, colocam um pouquinho da cinza numa caixinha de fósforo e levam para Israel, depois o safado do bispo mostra na igreja um vídeo da viagem a Israel e com a cara mais limpa diz: “Aqui você vê os bispos orando pelos seus pedidos de oração.”

        Eu sempre fui de muita confiança dentro da IURD, pois nos primeiros anos na “obra” eu levava tudo muito á sério, era esforçado e fiel, até que comecei a ver a cachorrada que aquilo é. E assim por ser discreto e dedicado eu rapidamente tive acesso a coisas mais reservadas na IURD, como por exemplo, contato com dinheiro. GENTE EU NUNCA VI TANTO DINHEIRO E ACHO QUE JAMAIS VEREI DE NOVO COMO EU VI NA IURD. ERAM MONTANHAS E MONTANHAS.

        Ainda como auxiliar eu era reponsável de fazer os depósitos do dinheiro das igrejas na Região dos Lagos-RJ eram bolsas e bolsas e ainda naquela época início dos anos 90. Eu fui chamdo uma vez para contar as ofertas recolhidas em uma reunião no MARACANÃ. Ficamos dias numa sala secreta no Rio de Janeiro contando dinheiro. Muitos ex- da IURD devem lembrar-se disto: de tempo em tempo un grupo de pastores auxiliares eram chamados na sede (na minha época de auxiliar a sede do Rio de Janeiro ainda era na Avenida Suburbana 7702 na Abolição) para contar o dinheiro pequeno e as moedas, ou seja as notas grandes eram contadas pelas secretárias e esposas de pastores, já com as notas pequenas e moedas eles não perdiam tempo, juntavam e chamavam um grupo selecto de auxiliares de mais confiança para fazerem a contagem. Apesar de serem apenas as notas de valor pequeno e moedas era muito dinheiro. Um pastor ou mais ficava vigiando e depois os auxiliares eram revistados para terem certeza ninguém estava roubando nada. Eu também ajudava a levar dinheiro da IURD da Abolição para o banco, era muito dinheiro. Colocávamos os sacos nos carros e saíamos pelos fundos, com carros cheios de seguranças e levávamos para um banco ali mesmo na Avenida Suburbana. Assim vemos que o Deus da IURD é o dinheiro. Amanhã falarei de como os pastores e bispos pegam roubam dinheiro das ofertas, como são fixados pelo dinheiro e a tramóia da venda de jornais na IURD.

        O que eu relato aqui não tem nada a ver com ódio ou vingança, denuncio as falcatruas das quais fui tetemunha ocular dentro da IURD e tudo o que digo aqui tenho coragem de dizer perante juizo, denunciar não é ódio, não é perseguição, nem tampouco blasfêmia, é sim um dever de cada cidadão, isto é o que todos deviam estar fazendo aí no Brasil, não só denunciar as falcatruas dentro das igrejas, como também na política e etc e não ser coniventes com o erro como vocês, que apesar de estarem cansados de saber e de ver a verdade continuam defendendo a corrupção destes falsos profetas. O tempo revela toda a verdade isto é certo, veja a igreja católica escondeu, escondeu e olha no que deu. Escreva o que eu estou dizendo, Deus vai providenciar uma maneira de fazer justiça e revelar ao mundo que o que estas pocas vozes estão denunciando sobre a IURD é a mais absoluta verdade, e aí meu irmão ninguém vai conseguir negar.

        Por quê não denunciar o pecado, como o Marciano diz? Eu denuncio o pecado sim, porém em outros espaços, pois este espaço aqui é para denunciar os pecados cometidos pelos líderes da “Igreja Universal do Reino de Deus”, inclusive os mencionados por você no seu comentário pois todos eles são praticados pela máfia IURD.
        Deixe o vosso fanatismo de lado e dê um minuto apenas á voz de Deus e a voz da razão e você verá a verdade a sua frente, não caminhe a passos largos para o inferno junto com estes homens, acorda enquanto é tempo, não digo que vocês deveriam deixar de crer em Deus, ou de serem cristão, digo que devem sair desta desgraça chamada IURD, que de Deus nada tem, vai ficar esperando o quê? Quer ouvir mais o quê, para chegar a conclusão que a IURD não presta. Alguém só é inocente por ignorancia enquanto não sabe da verdade, depois disto é conivente e cúmplice por participar do erro. Inocentes vocês já não são mais, pois já estão creca de saber a verdade sobre a IURD.
        ERRAR UMA VEZ É HUMANO, DUAS VEZES DISTRAÇÃO, PERMANECER NO ERRO É BURRICE.

        Aramis: É isso mesmo, muitos IURDIANOS só estão lá ainda por causa do orgulho. Imagine a pessoa ter que reconhecer que estava errada com relação a IURD depois dela ter humilhado amigos, familiares e parentes, dizendo que eles estavam endemoniados quando eles criticavam a IURD, e depois de ter colocado um montão de gente lá dentro, como é que ela vai dizer para estas pessoas que elas devem sair de lá e que a IURD não presta, se ela antes até brigava para defender a IURD, o Macedo e os 318 ladrões? Eu passei por esta fase, eu já tinha nojo da IURD mesmo estando lá dentro ainda, mas o orgulho e o medo de ter que reconhecer diante de todos que eu estava enganado, atrasaram a minha saída. Eu conheço IURDIANOS que já confessaram para mim que têm vergonha de convidar alguém para ir numa reunião, porém continuam metidos lá dentro.

        Ale: Humilhação é com a IURD mesmo, começando pelo maior humilhador que é o Edir Macedo. Este homens nada têm de Jesus, se acham melhores que todos , puxam o saco dos grandes e pisam nos pequenos. SÃO UMA CAMBADA DE MALDITOS.

        Marcio Ruzon: Os IURDIANOS têm a palavra META gravada em suas mentes, os bispos e pastores IURDIANOS não pensam em outra coisa: bater a meta do mês, matar o leão, pegar o boi pelo chifre, arrebentar ou simplesmente, conseguir o valor em dinheiro determinado pelos líderes (leia-se chefes) para cada mês, caso contrário é punido. Com o Clodomir eu tive pouco contacto, só o encontrei duas vezes na vida, uam vez no Rio de Janeiro e outra vez em Israel. A minha impressão dele é que ele realmente é muito cínico no falar, ele é sempre assim, seja na TV, no púlpito ou entre os amigos. Ele fala sempre com um sorriso de deboche no canto da boca.

        Agora o Romualdo sim conheço de perto, pois na minha época de auxiliar ele fazia reuniões com todos os auxiliares de pastores da IURD do estado do Rio de Janeiro e eu o acompanhei algumas vezes para fazer programa na Rádio Copacabana. Também tive bastante contato com ele mesmo depois que eu fui promovido a LIXPO da IURD, pois ele ai sempre nas reuniões de LIXPOS e nas viagens a Israel.
        ELE É SEM DÚVIDA UM CARA MUITO GROSSEIRO, BRONCO E SEM PIEDADE, GOSTA DE HUMILHAR AS PESSOAS, POIS APRENDEU BEM COM O SEU PROFESSOR MACEDO. Ë FISSURADO PELO DINHEIRO E OPRIME TERRIVELMENTE OS PASTORES E BISPOS PARA ATINGIREM AS METAS FINANCEIRAS, PROMETE RECOMPENSAR OS QUE ATINGEM TAIS METAS E PUNE SEVERAMENTE QUEM NÃO AS ATINGE.
        ELE ESTÁ MAIS PARA UM CAPATAZ MALVADO E PUXA-SACO DO PATRÃO DO QUE PARA HOMEM DE DEUS. ELE SABE MUITO DAS MARACUTAIAS DA IURD E DO MACEDO, POIS ELE FAZ PARTE DO GRUPO SELECTO DA CÚPULA QUE O P’ROPRIO MACEDO CHAMA DE MAUS COMPANHEIROS DE BATALHA. ESTE ROMUALDO JÁ FEZ MUITO INJUSTIÇA, MAS MUITA MESMO, ELE ADORA DEIXAR CLARO QUEM É QUE MANDA. Na época que eu era auxiliar no Rio de Janeiro eles nos ensinava que deveríamos arrebentar nas ofertas e tomar a igreja do pastor que estávamos auxiliando. CONCORRÊNCIA: um dos espíritos que reinam dentro da IURD. Pois é isto o amor de irmãos que a IURD ensina.

        fonte: fonte: scribd.com – Relatos-Sobre-a-Igreja-Universal

      • Por Que Deixei a Universal?

        Antes de tudo, quero dizer que meu objetivo ao escrever esse texto, não é “desconverter ninguém da IURD”, e chamá-la para “minha igreja”, até porque eu não “tenho igreja”. Eu sou igreja! Faço parte da Assembléia Universal dos santos (como diz em Hebreus). Essa Igreja só Jesus conhece. E como diz Paulo a Timóteo: “O Senhor conhece os que lhe pertencem.” Aleluia!

        Eu bem poderia discorrer sobre várias e várias coisas que vi, ouvi, e fiquei sabendo dos bastidores da IURD. Mas não irei fazê-lo. Não acho prudente. Não acho sábio. A Palavra de Deus diz: “não dirás falso testemunho”.

        Embora minhas denúncias a esse respeito sejam verdadeiras, eu não tenho “provas documentais”, entendeu? Eu não acho justo nem honesto de minha parte denunciar algo sem provas. A meu ver, seria como se eu estivesse dando falso testemunho, embora o que eu diga fosse verdade.

        Outra razão, é que me apóio nas palavras de Paulo aos efésios: “o que eles fazem em oculto, o só referir é vergonha.” Sim amigo (a), é vergonhoso! Não trata-se de “casos isolados”, mas de algo que se tornou um “life style” na vida da liderança da IURD.

        É pavoroso, é nojento, é sujo, é podre! Eles praticam coisas que deixam a Máfia Italiana e a Yakuza “no chinelo”. E o mais assustador disso: fazem em nome de Deus!

        E mais uma vez recorro às palavras de Paulo: “No tocante a Deus, professam conhecê-lo, mas o negam por suas obras.” Por isso, tenho pra mim que ateu mesmo, é quem pratica maldades em nome de Deus, e não uma pessoa íntegra que nega a existência do Criador!

        Os vídeos que estão no Youtube, como por exemplo, o “dá ou desce” de Edir Macedo, e o do Romualdo (possível sucessor de Edir), ensinando arrecadar dinheiro nas campanhas, é só a “ponta bem fininha do iceberg”. O “buraco é muito mais embaixo”, acreditem!

        Mais uma razão de eu não “jogar a fezes no ventilador” é que tenho muito carinho pelos membros sinceros da IURD, e sei que muitos, além de terem sido curados, libertos, e restaurados, tiveram um encontro real com o Senhor Jesus ali, e sei também que muitas dessas ovelhinhas sinceras crêem que os pastores e bispos ali são “homens de Deus”, pelo simples fato de curarem, profetizarem e expulsarem demônios em Nome de Jesus! Por isso, não quero escandalizá-los!

        Deixa as coisas acontecerem naturalmente. Nada há de oculto que não venha ser revelado, diz o Nosso Senhor! Sim, eu confio que Aquele que tem os olhos como chama de fogo está olhando para os bastidores da IURD. Eu creio que Aquele que tem os pés reluzentes como o bronze polido, está prestes a pisar e esmagar os falsos profetas!

        Eu até estaria no meu direito de denunciar. Denunciar não é errado, denunciar não é ódio, denunciar não é perseguição, denunciar não é blasfêmia, denunciar não é julgar! (entenda isso crente!).

        Denunciar é mostrar que você não compactua com as falcatruas deles. Denunciar é repudiar o abuso e a opressão. Denunciar é ter zelo pelas coisas de Deus. Denunciar é estar do lado da verdade e da justiça! E isso é agradável a Deus!

        Mas eu abro meu direito de denunciar os bastidores da IURD, pelos motivos que expus acima, apenas para ficar no campo das idéias.

        Jesus e os apóstolos nos exortam o tempo todo a confrontar qualquer ensinamento que não esteja em conformidade com a Palavra de Deus! Nisso, eu tenho não só a autorização de Deus para fazê-lo, mas também o dever!

        Graças a Deus moramos num país com liberdade de expressão religiosa! Portanto, nenhum governo humano ou espiritual pode me impedir de fazer o que estou fazendo, ou dizer que é crime!

        Estou exercendo meu dever como “cidadão do Reino de Deus”, e meu direito como “cidadão brasileiro”.

        Meu objetivo? Apenas levar você a rever seus conceitos sobre o Evangelho em que tem crido!

        Abaixo, segue as razões (doutrinárias) pelas quais deixei a instituição “Igreja Universal do Reino de Deus”:

        è Deixei a IURD porque a espiritualidade do pastor é medida pela quantidade de oferta que ele arrecada e não pela sua integridade cristã (1 Timóteo 3.1-7, Tito 1.5-9, 1Pedro 5.1-4). O “life style” dos pastores e bispos são exatamente o oposto ao que a referência bíblica orienta!

        Na IURD, o pastor tem que bater meta (todo iurdiano sabe disso), como um vendedor de uma empresa. Bateu meta, “é de Deus”. Não bateu meta, está “mal com Deus”, isso quando não dizem que o pastor está endemoninhado, e não tem vocação de Deus para o pastoreio. O que importa para Edir Macedo é o pastor ser “bom de oferta”, bom em arrecadar dinheiro.

        Por exemplo, se o pastor é um homem íntegro e honesto diante de Deus (na IURD ainda tem alguns), mas não bate meta de arrecadação, ele é rebaixado na hierarquia, humilhado, e visto com maus olhos pelo Macedo. Por outro lado, se o pastor é bom arrecadador de grana, cresce na hierarquia, é promovido e considerado “de Deus”, mesmo que tenha várias mulheres e seja alcoólatra (como acontece com a maioria dos pastores na IURD)!

        Na IURD, só sai da obra um pastor bom de arrecadação, se o escândalo “vazar” para o povo. Aí sim Edir Macedo expulsa o pastor ou bispo; pra manter as aparências e o povo pensar que lá há “disciplina espiritual”, entendeu?
        Tudo fachada!

        Quer exemplos? Bispo Carlos Rodrigues, Bispo Gérson Cardozo, Bispo Eduardo Cardozo, etc. Homens que eram “braços fortes” de Edir Macedo, mas que tiveram que ser expulsos por causa da repercussão que seus adultérios e roubos tiveram entre o povo da igreja.

        Entre os pastores/bispos da IURD há um jargão nos bastidores, que diz: “matar o leão”… “pegar o boi pelo chifre”….”arrebentar”, para designar o cumprimento de meta financeira! É triste, mas é verdade.
        PS: Não estou aqui revelando nada, a maioria do povo sabe que é assim!

        è Deixei a IURD porque Edir Macedo apóia o aborto baseado no “direito da mulher sobre o próprio corpo”. Ele prega que uma mulher tem o direito de escolher entre ter ou não o filho, independente das circunstâncias.

        Isso é abominável! Explico porquê. O feto é chamado pelo nome na Bíblia (Jeremias 1.5, Salmo 139.13-16). Sim, um feto é uma vida diante de Deus. E a própria Biologia confirma que a vida começa na concepção, confirmando assim, as Escrituras!

        A Biologia também nos informa de que um feto é o agente ativo na gestação, e a mulher, o passivo! O feto é um ser independente, e até mesmo regula a menstruação da mulher enquanto está no corpo dela!

        E mais: Na Lei, dizia que se dois homens brigassem, e esbarrassem ainda que sem querer em uma mulher grávida, e essa, por causa disso, abortasse, e a criança nascesse morta, o homem que provocou o acidente teria que ser morto (Êxodo 21.22-25).

        Esse é um princípio divino: não mate um feto nem sem querer, pois senão será culpado! Agora imagine matando “por querer”? Aborto é uma violência cruel contra uma vidinha inocente! É a pior espécie de covardia que existe! É tirar a vida de alguém inocente e indefeso! Edir Macedo aprova isso, e até faz campanha pró-aborto na sua emissora de TV!

        A Bíblia registra dois homens que mataram ou tiveram a intenção de matar crianças inocentes: Faraó (Êxodo) e Herodes (Mateus). O primeiro era “duro de coração”, idólatra e perverso! O segundo, a História registra que ele era um homem totalmente perverso, cruel, e violento!

        Não tem como negar que uma potestade satânica paira sobre a vida de homens que matam crianças inocentes!

        O apóstolo Paulo afirma que num matrimônio, nem o homem nem a mulher tem direito sobre o próprio corpo! Imagine uma mulher grávida!

        Então, alguém me dirá: “mas o aborto está aí aumentando na sociedade e é um problema de saúde pública, não seria melhor legalizá-lo?” Esse é o argumento de Macedo também!

        Eu digo o seguinte: antes de ser um “problema de saúde pública”, é um problema de rebeldia da natureza humana. Num mundo caído, esse tipo de mazela só se resolve com o Evangelho chegando ao coração do indivíduo!

        Nem a legalização, nem a criminalização resolverão o problema, pois as mulheres continuaram a abortar! Não importa se “legalmente” ou clandestinamente! E as conseqüências na vida da mulher, independente do contexto constitucional em que ela tenha abortado, serão trágicos e traumáticos, físico e emocionalmente falando!

        Em caso de estupro, penso o seguinte: se nem uma folha cai da árvore sem a permissão de Deus, quanto mais um estupro. Esse seria um assunto longo a ser debatido (e não é esse meu objetivo aqui).

        Mas tenho a dizer o seguinte: confio no que diz o profeta Naum “- Deus tem o seu caminho no meio da tormenta.”

        Mesmo em caso de estupro, permanece o princípio de que a mulher não tem direito sobre o próprio corpo. Se ela quiser entregar a criança para um orfanato após o nascimento, já são “outros 500”.

        E em caso de que a vida da mulher corre risco, já não se trata de uma “escolha pela morte” (no caso, abortar), mas de uma escolha pela vida (no caso a da mãe, que já é um ser formado). Nesse caso, não há o que discutir. É a “escolha de Sophia”!

        Mas não é esse o “único caso” em que Macedo “apóia” o aborto, mas em qualquer circunstância, como eu disse acima. Quem duvidar pesquise as declarações dele no Youtube e verás!

        Encerrando esse tópico: não consigo conceber que um cristão verdadeiro possa compactuar com a legalização dessa abominação chamada aborto!

        è Deixei a IURD porque não vejo no Evangelho; Jesus ou os apóstolos “batendo papo” com o diabo na maior normalidade, como se fossem “cúmplices”. Isso acontece todo dia na IURD, especialmente terça e sexta, que são os dias “oficiais” de exorcismo! Digo exorcismo, porque os métodos são mais pagãos do que cristãos. Já vi até pastor esfregar dinheiro no rosto da pessoa endemoninhada pra expulsar demônios. Pasmem, mas é verdade!! Sim, expulsando em nome de Mamom, que é o deus de Macedo, rsrs.

        No Evangelho, Jesus não deixava o diabo iniciar um diálogo. Mandava-o calar a boca e sair logo. E os evangelistas relatam: Jesus fazia isso meramente com a palavra!! Só teve uma vez que Jesus perguntou o nome do espírito maligno, e só. Não estendeu a conversa. Em outra ocasião explico o porque de Jesus ter feito isso (não vou dar as referências bíblicas nesse tópico, quero que você leia o Evangelho, rsrs).

        Ora, e por que Jesus não estendia conversas? Simples: porque luz e trevas não tem comunhão, não tem associação, não tem conversa, entendeu? Conversar com demônios é exorcismo. Jogar água benta, sal “ungido”, e esfregar dinheiro (rsrs) é exorcismo, e não libertação!

        Ficar pondo a mão na cabeça da pessoa, rodando-a, induzindo a pessoa à alteração de estados de consciência com palavras psicologistas de “quinta categoria”, é manipulação, indução, sugestão, nunca libertação!

        Chamar o demônio e obrigá-lo a “se manifestar” é macumba e não libertação! No Evangelho, a simples presença de Jesus fazia o demônio se manifestar e “abrir o bico” (rsrs). Onde você viu no Evangelho, Jesus dizendo: “Belzebu, manifesta agora nessa pessoa”? Eu nunca vi!

        Quando alguém manifesta genuinamente com demônios na IURD, a libertação é por pura misericórdia de Deus na vida da pessoa. Mas o “método iurdiano” é pagão, anticristão, e falso! E isso, eles terão que dar contas a Deus!

        Outra coisa: não acredite que em conversas entre demônios e pastores da IURD, há verdade nas palavras do diabo. Digo isso porque Edir Macedo argumenta: “o diabo é mentiroso, mas na presença de Jesus tem que falar a verdade.”

        Ele fala isso pra justificar as falas do demônio dizendo que: “pastores da IURD são de Deus, e o de outras denominações não… que tal obreiro sofreu acidente trágico porque se afastou da IURD… que fogueira santa é inspirada por Deus”, etc., etc., etc.

        Não acredite quando você ouvir o diabo manifestado falando essas coisas, pois não são verdade. Jesus obriga o diabo falar a verdade quando a pergunta tem propósito e sentido espirituais, como no caso em que Jesus perguntou o nome do demônio.

        Mas as perguntas que Macedo e os pastores fazem pro diabo são totalmente fora de propósito divino. E nesse caso, Jesus não tem nada a ver com o “teatro” que é feito entre pastor e demônio. Jesus não banca esse tipo de coisa feita em Seu Nome! No máximo, o que Jesus faz é realmente libertar a pessoa, independente do que o diabo tenha dito a favor da IURD!

        O diabo, como é pai da mentira, não perderá tempo em mentir o tempo todo se for preciso, e falar algumas verdades quando lhe for conveniente, pois enquanto subjugado pelo dedo de Deus, o diabo está incomodado e queimando de dores pelo fogo de Deus; logo, o que ele mais quer é ir embora daquele lugar; por isso, falará tudo o que o pastor quer ouvir, para mandá-lo embora logo! Entende isso?

        Encerrando esse tópico, saiba disso: Jesus não é exorcista. Jesus é Libertador!

        è Deixei a IURD porque não vejo no Evangelho um sistema híbrido de correntes, campanhas e usos de objetos e elementos “sagrados” para “ungir” as pessoas ou objetos pessoais. Isso, a meu ver, é feitiçaria e paganismo!

        As correntes e campanhas “sistematizam” Deus. É como se Ele fosse um garçom, que Segunda feira servisse prosperidade financeira. Terça e Sexta servisse libertação espiritual. Quinta e Sábado servisse bênçãos familiares e sentimentais. Quarta e Domingo servisse o Espírito Santo.

        E eu nem sei se “servir” seria a palavra certa em relação aos pastores. Sim, porque eles mais “vendem” Deus, do que servem a Deus!

        Mas o que vejo no Evangelho? Jesus fazia tudo todos os dias. Não tinha dia nem hora marcada pra nada. Jesus não tinha agenda de milagres ou bênçãos! Todo dia era dia de curar, libertar, prosperar, restaurar casamentos, famílias, derramar o Espírito Santo, etc. Todo dia era dia de Deus fazer tudo! E sem cobrar nada, rsrs. Em Atos dos Apóstolos a mesma coisa, o mesmo espírito!

        Não acredite em mim! Leia os Evangelhos, Atos, e Epístolas, e verá que é assim que é!

        Mas por que Edir Macedo criou toda essa mecânica e esquema de correntes e campanhas? Simples: pra que todo dia entre dinheiro na IURD, e ele possa levar a cabo seus interesses pessoais e megalomaníacos!

        Todos os dias da semana existem “campanhas de fé” na IURD. Todos os dias a pessoa é convidada a entrar “nas correntes”, ou seja, “na fila da benção divina”, que não tem nada a ver com o Evangelho puro e simples de Jesus de Nazaré! Ou tem? Tem? Prove-me então!!

        E enquanto estiver presa na corrente (sim, pois a palavra já diz: corrente. Corrente é pra prender né, rs) tem que ir “renovando seus votos com Deus” através de ofertas cada vez mais e mais polpudas, pois a oferta, na teologia macediana, “é a materialização da fé”!

        Entendeu o ardil e astúcia que existe por detrás das “correntes”?

        A corrente é pra fidelizar a pessoa na IURD, sob o argumento (falso) de que ela está “perseverando na fé”, não só pelo comparecimento sistemático no Templo, mas também pela “manutenção e materialização da fé” através da oferta sistemática também no Templo!

        E como Macedo conseguiu incutir na mente dos iurdianos que oferta = fé, e fé = oferta, a pessoa não titubeia em perseverar na corrente, pois sabe que “sem fé é impossível agradar a Deus”, ou seja, na consciência do iurdiano, se ele “quebrar a corrente” ou não “renovar o voto com a oferta”, está desagradando a Deus, pois nesse caso, sua fé estaria “esfriando”.

        E enquanto a “benção não chega”, se diz ao fiel: “persevere, pois Deus é fiel.” Mas se a benção vem logo, também se diz: “continue na corrente, para o diabo não tomar o que você já conquistou.” Essa é apenas uma das centenas de estratégias da IURD pra prender o povo nas correntes e campanhas, e assim, extorquir o povo de Deus!

        Agora, quero fazer um convite a você: leia Hebreus cap. 11 inteiro. Ali temos dezenas de exemplos do que Deus considera uma “atitude de fé” perante Ele. Só se fala em oferta uma única vez, que foi o caso de Abel! No mais, se fala em perseverança, obediência, coragem, honestidade, etc., etc., como sendo “atitudes de fé” para Deus!

        Mas a “teologia macediana” resume fé em oferta, e enfatiza ela todos os dias, exagerada, e distorcidamente nos templos da IURD.

        Em relação a “objetos e elementos consagrados” nem vou perder tempo, pois realmente não há o que discutir. Eles usam sal, suco de uva, sabonete, arruda, água, azeite, etc.

        Apresentam esses elementos a Deus, e pedem para Ele “consagrá-lo”. E aí, usam esses elementos para se “ungirem”, e “ungirem” objetos pessoais, acreditando que aquilo está imantado pelo poder divino. Usam os elementos para “tomarem posse” de bênçãos materiais, para expulsarem demônios, para converterem alguém a Cristo, etc.

        No NT, vejo apenas o uso do azeite, e mais nenhum elemento. E apenas para um propósito: servir de simbolização de cura (Tiago 5.14, Marcos 6.13). E não precisava “consagrar” o elemento, ele já é em si o símbolo da cura!

        Mas na IURD, Macedo faz o povo voltar aos tempos da Lei, ungindo e consagrando pastores e bispos com azeite, quando são “levantados na obra”.

        No AT, reis, sacerdotes e profetas eram consagrados com azeite, que simbolizava o Espírito Santo vindo sobre eles, e capacitando-os para o ministério.

        O fato de reis, sacerdotes e profetas serem consagrados com azeite, era apenas uma sombra e tipificação do Espírito Santo vindo sobre nosso Rei, Sacerdote e Profeta, Jesus Cristo, nosso Senhor!

        Portanto, não cabe mais à Igreja ungir com azeite líderes para o ministério, e nem ungir qualquer objeto. O azeite é apenas pra ser usado em enfermos.

        E quanto aos líderes, a consagração se faz apenas com imposição de mãos. É assim que é no NT.

        E você? Vive pela Lei ou pela Graça? Vive pela sombra de coisas que já se cumpriram, ou vive pelo que o Verbo Encarnado ensina no Evangelho? Que Evangelho você tem vivido? O “Evangelho Judaizante” ou o Evangelho de Cristo Jesus?

        è Deixei a IURD porque ela prega o dízimo usando o texto de Malaquias 3.

        A IURD não é a única denominação evangélica que faz isso. Não vou me demorar nesse tópico, por achar que não mereça muita reflexão, é só pensar um pouquinho!

        Jesus deve ser a “Chave Hermenêutica” de compreensão da Escritura. Quando isso ocorre, não há confusão nas interpretações bíblicas, mas quando o Antigo Testamento é a “Chave Hermenêutica” para compreender Jesus, aí a coisa complica, e nascem as heresias!

        Em Cristo, diz Paulo, foram abolidas todas as leis cerimoniais e civis da Lei de Moisés. É simples entender isso: As leis cerimoniais dizem respeito ao sistema de sacrifício de animais, que tipificava a vinda de Jesus ao mundo.

        Ora, Jesus já veio, foi crucificado como o Cordeiro de Deus, morreu, ressuscitou, ascendeu aos Céus e intercede por nós! Ponto! Não precisamos mais sacrificar animais!

        Já as leis civis, eram leis dadas a Israel como nação! Sim, como entidade política, econômica, histórica, civil, militar, etc. na face da Terra! E o dízimo, de Êxodo a Malaquias, está enquadrado nesse contexto. O dízimo era uma lei civil em Israel!

        Era, portanto, um imposto que o povo pagava para Deus, e que era recebido pelo sacerdote para seu sustento, pois o seu quinhão nesta vida era servir a Deus no Templo, e cuidar da manutenção do culto. Os sacerdotes eram da tribo de Levi, tribo separada por Deus para os “serviços sagrados do Templo”.

        Pois bem, dentro desse contexto é que Deus levanta Malaquias e diz: “tragam os dízimos à Casa do Tesouro, pra que haja mantimento na minha casa, e provai-me nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir a janela dos Céus, e derramar sobre vós benção sem medida, por vossa causa repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra, a vossa vide no campo não será estéril, e vós sereis uma terra deleitosa, e todas as nações vos chamaram felizes, diz o Senhor dos Exércitos.”

        Por que Deus levantou o profeta com essa palavra de exortação (450 a.C)? Porque o povo estava começando a ficar avarento, e se distanciando da vontade Deus (leia o livro inteiro de Malaquias). Não fazia nem dois séculos que eles viveram oprimidos no cativeiro babilônico, e parece que não tinham aprendido a lição.

        Foi nesse espírito que Deus levantou Malaquias e advertiu o povo a voltar a ser generoso e justo, inclusive com o sacerdote, que dependia do dízimo do povo (que não era dinheiro, mas sim comida) para viver e sustentar sua família e a ordem no culto!

        Era como se Deus, como Governador de Israel, estivesse usando o profeta para cobrar o “atraso no imposto de renda” da nação! Compreende isso?

        Veja que a exortação é coletiva e não individual… “toda a nação”. Portanto, não é uma exortação para o crente individualmente.

        Quando há avareza e ganância, Deus tem que “puxar a orelha” de Seus Filhos. Por isso, Deus diz que permitiria que o devorador entrasse em Israel e destruísse o plantio, a colheita, os animais, enfim, a vida “econômica” das pessoas. Quando há avareza, egoísmo e ganância, Deus permite a miséria e pobreza vir sobre o povo, para seu próprio bem. Sim, para curá-los do Mamom!

        E mais: o devorador não era uma “casta especial de demônios”. Devorador era uma espécie de gafanhotos com poder altamente destrutivo (Joel 1.4).

        Fazer essa alegoria de que esses gafanhotos eram demônios que hoje atuam na vida do “crente não dizmista” é deturpação horrenda das Escrituras, e falta de temor de Deus!

        Mas se o povo de Israel – Nação voltasse a “pagar os impostos” novamente, Deus derramaria bênçãos sem medidas na terra de Israel, e devolveria a prosperidade para o povo, a ponto de que isso seria visível entre as nações, e o nome do Senhor seria glorificado!

        Compreendeu agora o propósito do dízimo na Lei? Por isso, é totalmente errado dizer que Malaquias 3 é mandamento para a Igreja! Pois se for assim, então sacrificar animais também é, pois está no mesmo livro, e no mesmo contexto (Malaquias 1e 2).

        Então o cristão não deve ser dizimista? você me perguntaria…

        Eu respondo: Bem, no Evangelho não vejo Jesus tratando sobre “dízimos e ofertas” como ordenança propriamente dita. O único mandamento Dele é esse: “amai-vos uns aos outros como eu vos amei.” (João 13.34, 15.12). Sim, é a única vez que Jesus “dá um mandamento”.

        O “dogma” do Evangelho é o Amor! Simples assim! Ora, quem ama não está preocupado com porcentagens numéricas, quem ama está preocupado em dar o melhor!

        Essa é a chamada do Evangelho: dar o melhor! Dar aquilo que tem valor pra você, e que você irá desprender daquele valor financeiro por amor a pessoas que você não conhece, mas que sabe que precisam ser alcançadas pelo Evangelho.

        Essa é a maior recompensa de quem oferta: ver o próximo ser abençoado por ela!

        O que está envolvido no amor não é a quantidade do que se dá, mas sim a qualidade do que se dá! E a qualidade da oferta é medida pelo sacrifício envolvido! Que o diga a viúva pobre!

        Portanto, eu digo o seguinte: O melhor de uma pessoa será sempre “100%” aos olhos de Deus, ainda que monetariamente seja até menos do que os “10% malaquianos”.

        Jesus fala sobre o dízimo duas vezes: em Mateus 23 e em Lucas 18. Nas duas vezes não o fala como “mandamento a ser cumprido pelo crente”, mas como algo que os religiosos estavam praticando como “rito de auto justificação”.

        Sim, pois em Mateus 23 Jesus diz que não adianta “ser dizimista fiel” se não houver antes disso, a prática da justiça, misericórdia e fé (que faz parte do “dogma” do amor, rsrs).

        E em Lucas 18, o religioso se auto-justifica diante de Deus, e uma de suas “santas justificativas”, qual é? “Ó Deus, graças te dou porque sou dizimista”, rsrsrs.

        Veja que não adianta “ser dizimista”. O publicano não era dizimista, mas foi justificado, pois seu quebrantamento mostrou um coração que amava a Deus!

        Não adianta: no final das contas tudo desemboca nisso: Amor!

        Religioso é quem se preocupa com porcentagens. Cristão verdadeiro se preocupa em dar o melhor, independente do valor das cifras!

        Dito isso, você me pergunta: por que os pastores usam Malaquias 3 pra pregar sobre o dízimo?

        Simples: porque eles se aproveitam do sistema capitalista pra incitar o crente a “possuir tudo, prosperar, arrebentar, ser cabeça”, etc. e para isso, a promessa do “derramarei bênçãos sem medida, e vós sereis uma terra deleitosa” cai como uma luva.

        Acrescente a isso, o fato de que eles fazem uma alegoria nojenta e mentirosa de que a “terra deleitosa” é a vida financeira particular de cada crente, e de que isso significa “ser patrão, ter carro do ano, comer no melhor restaurante, vestir a melhor marca de roupa”, etc.

        Por outro lado, quem nesse mundo capitalista e materialista, deseja perder dinheiro, empobrecer, passar necessidades, baixar o padrão de vida, etc? Ninguém é óbvio! Daí…a ameaça do devorador como sendo um demônio que nem “Gezuiz amarra”, na vida de quem “rouba” a Deus, cair como uma luva também!

        Cabe aqui dizer também, que quando Deus diz que Israel o tem roubado, foi uma “força de expressão” que Deus usou para designar a infidelidade do povo. Ninguém em sã consciência pode realmente achar que Deus pode ser literalmente “assaltado”! Quem pode furtar o Criador? Tem lógica isso? Na verdade, o sacerdote era quem estava sendo roubado, e Deus “tomou suas dores” na boca de Malaquias. O sacerdote tipificava Cristo no AT, daí Deus o ter defendido!

        Portanto, temos o crente dizimando malaquianamente por dois motivos básicos do mundo capitalista e materialista: retorno financeiro e proteção financeira, e isso em nome do Deus-Sócio-Financeiro que criou para si! Ou que os pastores criaram pra ela!

        Jesus se torna um grande “sócio financeiro” do crente! O problema é que a Igreja não é uma Nação-Estado, com toda estrutura política, econômica, e civil, como era Israel!

        A Igreja é uma Nação Espiritual dirigida pelo Dogma do Amor, levantada e erguida por Jesus para ser luz do mundo e sal da Terra. Em nenhum momento, o Evangelho apóia a idéia de que a Igreja tem que viver nos mesmos moldes do Israel – Estado do passado, pelo contrário, a rechaça!

        Paulo chama a Igreja de “Israel de Deus” no sentido de que a salvação vem dos judeus, ou seja, de Jesus de Nazaré!

        Portanto, cuidado com alegorias falsas que pastores fazem por aí!

        Mas se você quer ser “dizimista fiel” por conta de algum voto particular com Deus, que seja então como Abraão, que dizimou antes da Lei, por livre e espontânea vontade, levantando as mãos ao Céu e dizendo: “ao Deus Altíssimo, Possuidor do Céu e da Terra!”

        Sim, qualquer dinheiro que ofertamos para a obra de Deus, além de ser um gesto de amor para com o próximo, é também um ato de fé, pois estamos crendo que Deus é o Possuidor do Universo, e que sempre nos proverá de tudo o que precisamos para vivermos bem!

        Eu teria muito mais para discorrer sobre a oferta, mas nesse texto, o objetivo é apenas eu te mostrar porque deixei a Universal, e creio que este tópico já está basicamente explicado!

        Finalizando: Jesus diz- “Se és filhos de Abraão, pratique as obras de Abraão.” Essa exortação não é para nós, é para os “crentes religiosos”, mas fica a dica, rsrs.

        è Deixei a IURD porque não vejo propósito divino na construção da réplica do Templo de Salomão que a IURD está construindo.

        Por que?

        1° Porque é uma jogada de marketing da Universal pra recuperar os milhares de crentes que estão migrando para outras denominações, especialmente para a Mundial. É a guerra do mercado neopentecostal.

        2° Porque essa réplica remeterá o povo para uma espiritualidade totalmente judaica, fazendo que todo o esquema híbrido e mecânico das correntes e campanhas seja elevado a uma “potência mil” na consciência dos iurdianos. Espere de tudo nesse Templo, e não duvide se sacrificarem animais nele, (claro…com o dinheiro em cima do bicho), rsrsrs.

        3° Porque o Evangelho não é contra a construção de templos, sejam eles pequenos, médios ou grandes, mas é contra todo o investimento financeiro (ainda mais com oferta do povo) no qual haja desperdício e luxo exagerado! Nem tudo que é bonito aos olhos dos homens, o é aos olhos de Deus. A ênfase no NT é usar o dinheiro em favor do próximo, não em construções megalômanas em nome de Jesus, ou como argumento de que é “para a glória de Deus.”

        4° Porque esse Templo vai fazer com que São Paulo seja a “Jerusalém” dos crentes iurdianos. Crentes iurdianos irão fazer das “tripas ao coração”, para irem lá pelo menos uma vez na vida (os que moram longe). Essa consciência de fé, como já disse, é totalmente anticristã, dando mais importância ao lugar, do que Àquele que supostamente estará no lugar, entende isso?
        Jesus diz: “nem aqui nem acolá adorareis. Deus é espírito…” Compreende a minha preocupação em relação a esse Templo?

        5° Porque haverá uma verdadeira “romaria iurdiana evangélica” nesse Templo. Esse Templo será para os crentes e simpatizantes da IURD, o que o templo em Aparecida é para os católicos. Vai ser “lei” ir lá pelo menos uma vez ao ano (pra quem mora no estado de SP). Como também era lei no AT, o judeu ir a Jerusalém no Templo, pelo menos uma vez ao ano. Mas como eu já disse, o Evangelho desmistifica esse conceito de espiritualidade!

        6° Porque Edir Macedo está “profetizando” que toda a pessoa que ajudar na construção desse Templo será rica como a maioria dos judeus o são, e que ele porá o nome da pessoa gravado nas pedras do Templo. Bem, primeiro que Jesus não faz barganha com o homem, e nem promete enriquecê-lo apenas porque alguém deu uma oferta para alguma “construção arquitetônica” em Seu nome. E segundo, é que a ênfase de Jesus é que se tenha escrito o nome no Livro da Vida que está nos Céus, e não em algum “templo evangélico terrestre”. Quem faz questão que seus nomes estejam escritos em alguma pedra nesse mundo, é porque buscam a glória terrena, e não a celestial. Mais uma vez Macedo erra, ao instigar esse desejo mundano no povo!

        7° Porque o próprio Macedo diz: “Templo de Salomão”, rsrsrs. Não é de Jesus….

        “Eis aqui está quem é maior do que Salomão.” (Jesus, acerca de Si mesmo)

        è Deixei a IURD porque infelizmente eles se enquadram na profecia de 2Pedro 2.

        Convido você a ler o capítulo inteiro, pra entender todo o contexto. O “ápice” desse capítulo é logo no vers. 3, quando se diz que muitos pregadores evangélicos “fariam comércio da fé com palavras fingidas, para corromper a fé do povo de Deus.”

        Por que a IURD se encaixa nesse contexto? Simples: Por causa da “Teologia da Prosperidade”. Aliás, qualquer denominação evangélica, ou pregador evangélico que seja adepto dessa doutrina importada dos EUA para o Brasil na década de 60, se enquadra nesse contexto de Pedro.

        Essa é uma doutrina em que se propõe uma espécie de barganha com Deus, de troca com o Criador, de “sociedade financeira” com o Eterno! É baseada em uma “lei de semeadura” distorcida, e com textos distorcidos do NT e AT, principalmente do AT.

        Quanto mais dinheiro eu der pra Deus, mais dinheiro Ele me dará. E aí, pegam textos isolados do Antigo Testamento, criam uma “campanha de fé”, e constrangem o povo a dar dinheiro, sob o argumento de que, fazendo isso, Deus os recompensará financeiramente. Quem não fizer, não será!

        Nessa Teologia, o “dizimista”, se for preciso, tem que tirar o pão da boca do filho pra ser “fiel a Deus.” Tem que deixar de pagar conta se for preciso. Tem que ser obrigado a dar calote nos outros se for preciso. Tudo sob o argumento de que, fazendo isso, a pessoa está sendo “fiel a Deus, ou seja, fiel ao “Sócio Financeiro”, que na verdade não é o Jesus do Evangelho, mas sim o Mamom! O “Deus” de tal teologia é Mamom, não Jesus!

        Paulo diz que antes de cuidar do meu semelhante “lá fora”, tenho que ter cuidado pelos meus. Quem não cuida dos da própria casa, tem negado a fé e é pior que o descrente, diz Paulo!

        E mais: Jesus repudiou a espiritualidade dos fariseus, que se preocupavam mais com o Templo -Prédio do que com o Templo-Humano. Pois os fariseus implicaram com os discípulos de Jesus por terem colhido espigas em dia de sábado para matar a fome, em nome de uma “doutrina da lei”. Jesus “quebra” eles quando cita o que Davi fez no passado. Quando ele e seus companheiros tiveram fome. Como entraram no Templo e comeram pães dos quais não era “lícito” comer, senão apenas ao sacerdote, e que não apenas Davi comeu, mas deu aos companheiros que com ele estavam! Pra Jesus, a necessidade humana real, é maior do que uma “doutrina humana-religiosa”.

        A Teologia da Prosperidade é fácil de ser desmascarada. A viúva pobre deu tudo que possuía, e a Bíblia não registra que ela enriqueceu, virou “cabeça”, ou virou empresária por causa disso. Os discípulos, em Atos, vendiam propriedades e colocavam o dinheiro aos cuidados dos apóstolos, e não há menção na Escritura de que tenham enriquecido ou tornado-se os magnatas da época.

        Por outro lado, Abraão, José, Jô e Salomão, foram homens riquíssimos, que não enriqueceram por causa dessa barganha, ou dessa “lei de semeadura” distorcida que tais pregadores ensinam. Eram homens que ofertavam sim, mas não barganhavam com Deus, e nunca “cobraram” do Eterno tais riquezas.

        José, por exemplo, nunca participou de alguma “Fogueira Santa” da época.
        Foi promovido de escravo a governador do Egito pela sua obediência e coração íntegro para com Deus. Abraão já era rico antes de ser chamado por Deus. Jó, depois que perdeu tudo, nunca requereu de Deus as riquezas de volta. Salomão, só pediu a Deus sabedoria!

        Mas o que prega Edir Macedo? Ele ensina as pessoas a “cobrarem” de Deus as riquezas da Terra, por tal pessoa ter participado da campanha que ele mesmo; Macedo, criou, usando versículos distorcidos do Antigo Testamento.

        Veja, Macedo comercializa a fé, usa palavras fingidas, deturpa a Escritura, e ensina heresias que tem destruído a fé dos crentes sinceros!

        Não tem como negar que ele se encaixa na profecia de Pedro. É melhor Macedo se converter enquanto há tempo, porque a mesma profecia de Pedro ainda diz: “era melhor não ter conhecido o caminho da justiça, pois quem o conhece e se desvia dele, será como o cão que voltou ao seu próprio vômito, e como a porca lavada, que voltou a revolver-se no lamaçal. Para tais homens, o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme.”

        Eu tenho muito que falar sobre esse tema, mas até aqui basta! Vamos ao último e derradeiro tópico.

        è Deixei a IURD porque Edir Macedo administra o dinheiro dos crentes de uma maneira errada.

        Por que tanta ambição em fazer da Record a N°1? Não há outra explicação a não ser vingança contra a Globo!

        Não tem como aceitar um cristão ser promotor daquilo que é anticristão! No caso do Macedo, ele não só é um cristão confesso promovendo mundanismo. Ele é um líder evangélico que o faz com dinheiro dos crentes, o que é pior! Ele combate a Globo com os mesmos conteúdos, ou até pior.

        No dia que vi no Youtube, o vídeo que a Ana Hickman deu um selinho em Marcos Mion, ali percebi que Macedo não tem limites éticos tentar para conseguir o que deseja. Era nítido o constrangimento da apresentadora, que parece ser uma moça de pudores, e que não se sentiu a vontade com aquilo. Vale tudo pela audiência! Percebi ali que Macedo não apenas age com um espírito hitleriano na IURD, mas também na Record!

        O programa “O Melhor do Brasil” deveria se chamar “O Pior do Brasil”. Nada contra Rodrigo Faro, pelo contrário, gosto dele, mas o conteúdo do programa é horrível, medonho, bizarro, e de péssimo gosto!

        Será que Macedo nunca leu a orientação de Paulo? “Não vença o mal com o mal; vença o mal com o bem!

        Dinheiro do povo de Deus era usado pelo apóstolos, pastores e bispos da Igreja Primitiva pra sustentar os pregadores em suas necessidades básicas de alimentação, moradia e vestimenta. E também para ajudar os cristãos necessitados! E ponto! Desafio qualquer homem nesse mundo a dizer que não era assim!

        Não vejo erro em a Igreja, hoje, na pós-modernidade, investir dinheiro em construções de templos, mídia televisiva, literária, internetiana, etc. A tecnologia deve ser usada pela Igreja, com certeza, mas que seja para proclamação do Evangelho, e não de mundanismo!

        E aqui aproveito, e denuncio a vida opulenta que eles levam. A Record está no nome do Macedo, que foi comprada com oferta do povo de Deus (e outras rendas adicionais que prefiro não comentar). A meu ver é pecado, adquirir coisas com o dinheiro do povo de Deus e colocá-las em seu próprio nome. Tudo que Jesus usava era emprestado e alugado. Com os apóstolos, a mesma coisa. Leia o NT, e verás que o que digo é verdade!

        Penso que ministros do Evangelho devem andar como peregrinos e forasteiros na Terra, e não como “empresários de Deus” na Terra!

        Pra que ternos de vinte mil reais? Pra que vários carros importados e blindados na garagem? Pra que compras de jatinhos particulares com inscrições “a serviço do Rei”? Pra que aquisições de mansões para descanso de pastores (sendo que eu sei que o que rola lá é outra coisa)?

        Use sua imaginação amigo leitor (a). Você consegue imaginar Jesus ou os apóstolos vivendo no mundo hoje, nesse mesmo espírito? Se você diz sim, sinto te informar, mas o Jesus que você crê não é o do Evangelho, é outro…

        As únicas pessoas que eu vi até hoje enriquecerem na prática da “Teologia da Prosperidade” são os próprios pregadores dela!

        Pense nisso!

        Encerro por aqui, na esperança de que esse texto tenha sido libertador pra você, pois o que escrevi aqui, com ou sem referências bíblicas, foi apenas o Evangelho da Graça de Deus!
        E como diz Jesus: “conhcereis a verdade, e a verdade vos libertará!”

        Sendo você ou não membro da IURD, reflita sobre tudo!

        Deus nos abençoe!

        Celso Luís Ferreira

        FONTE: site cristão reformado.blogspot

  3. Rm 1:26,27

    Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro

    • ALERTA!!!

      OUÇAM MAIS UMA HERESIA DE EDIR MACEDO…

      nesse aúdio,ele diz a partir do minuto 0:36 que ” todos os templos quaisquer que sejam e suas religiões estarão se curvando perante o templo de salomão”…

      edir diz que a idéia de construir o “templo de salomão” veio do Espírito Santo… agora a pergunta… Se a idéia para levantar esse “templo de salomão” veio do Espírito Santo porque na bíblia que o próprio Espírito Santo inspirou a escrever, não vemos nenhuma ordem para que nos curvemos diante de templos físicos???

      ouça o aúdio e veja a que ponto está a heresia na iurd:

      http://youtu.be/0JcAVzpI67Q

  4. Pastor da IURD denuncia o que acontece na igreja.

    Meu nome é A. Santos e a mais de 16 anos sou pastor da Igreja Universal do Reino de Deus, estou em uma igreja aqui em Los Angeles/Califórnia. Gostaria exibir alguns fatos do que acontece, e que as lideranças evangélicas e principalmente aos membros da IURD, tenham conhecimento do que acontece no interior da igreja. Tudo o que vou dizer já disse varias vezes publicamente a bispos e lideres da igreja, e não faz muito tempo que enviei um e-mail e depois uma carta ao próprio bispo Macedo contando tudo o que você vai ler abaixo, e outras coisa piores que estas que na verdade nem tenho coragem de escrever aqui porque escandalizaria até mesmo ao povo de igreja. Porque na verdade, na realidade nem membros e obreiros da IURDsabem o que acontece por debaixo dos panos na igreja. Ninguém, somente os pastores e bispos que estão envolvidos no trabalho e que sabem como funciona a IURD, que há uma capa mentirosa que mostra uma imagem mentirosa e falsa da igreja. Imagem que expõe a igreja como uma igreja genuína evangélica, mas na verdade é tudo uma farsa, uma grande mentira. Porque o que no passado já foi uma verdadeira igreja, hoje, mais se parece a uma grande empresa. Perda da Inocência

    Eu conheci a igreja com 15 anos de idade no interior do nordeste do Brasil. Minha família era humilde, mas tínhamos tranqüilidade e paz. Eu era um jovem que nunca tinha provado drogas, ou vícios em geral. Minha mãe conheceu a igreja, nos levou a todos de casa a freqüentar a igreja, tanto ela como eu ficamos encantados com a alegria,o amor que era tratado por pastores e obreiros da IURD. Logo nos batizamos e com pouco tempo já era obreiro da igreja, seguia os pastores para todos os lados, radio, orações. E sempre eles me diziam que eu tinha que deixar de estudar e me dedicar à obra de Deus, pois eu tinha um “chamado” Dele. Em casa meus pais não queriam nem discutir o assunto, já que eu estava no ultimo ano do 2° grau, e tinha planos para prestar concurso para a escola de oficiais do exercito. Mesmo eles sabendo de tudo (pastores) me convenceram a apanhar minhas roupas, deixar a escola, e a sair de casa sem o consentimento dos meus pais e entrar para a obra como pastor. Não precisa nem dizer os problemas que tive e tenho com a minha família até hoje, pois nunca concordaram com esta atitude induzida pelos pastores. Essa inclusive é uma tática freqüente da IURD, tirar jovens da casa, convencê-los que eles tem um chamado para o ministério. Mas na verdade eles serão sim usados como escravos. Serão treinados a arrancar dinheiro das pessoas, e terão que pelo resto de suas vidas viver a mercê dos bispos e lideres da igreja como um escravo. E quando atingir certa idade como é o meu caso a direção da IURD começa a perseguir, humilhar, menosprezar, colocando o pastor para os piores trabalhos, passando por necessidades, até que esse pastor desista e saia, tirando assim toda responsabilidade legal da IURD.

    Provando de tudo dentro da IURD Como disse eu vinha de uma família humilde, em casa nunca tinha provado bebida, vícios ou coisa parecida. Pois depois de um tempo na obra conheci a que é hoje minha esposa. E foi ai que em suposto encontro de “casais” promovido pelo próprio bispo Macedo, que esperávamos que fosse algo espiritual, totalmente voltado para a família e casamento, afinal de contas éramos pastores estávamos na igreja. Qual foi a surpresa que nesse “encontro” aparece os que hoje são os principais bispos da IURD, com garrafas de vinho, cerveja, em fim todo tipo de bebida alcoólica, e todos beberam ate estarem embriagados, inclusive o bispo Macedo. Foi então pela primeira vez em minha vida, já com 22 anos de idade que provei bebida alcoólica,e desde então sigo bebendo, e todos bebem dentro da igreja há casos de pastores e bispos que são alcoólatras, alguns tiveram que fazer tratamento medico. Não acabou. Ai, na ultima noite do ‘encontro’, o bispo Macedo, nos reuniu em salão tipo para convenções, e a portas fechadas nos explicou que a vida sexual era muito importante para o pastor, que para o pastor render o Maximo ( ou seja arrancar o Maximo de oferta) ele teria que estar desafogado. E com uma fita de vídeo cassete nas mãos nos ia mostrar algo que nos ajudaria bastante. Em seguida colocou um filme de sexo explicito com mais de 2 horas de cenas de sexo oral, anal, troca de casais. Foi constrangedor pois eu nunca tinha assistido a nada disso na minha vida e minha esposa que era uma menina que havia se convertido com 14 anos, pura se sentiu suja em pecado.

    A principio eu resisti não aceitava isso, pois não entrava na minha cabeça, éramos pastores, pregávamos contra o pecado e agora estávamos participando de tudo o que condenávamos. Fui perseguido pelos lideres da época que não aceitaram o fato de eu estar contra aquilo que para muitos era maravilhoso. Ao final de um tempo acabei cedendo e também vendo esses filmes que se tornou um outro vicio, que inclusive todos os pastores fazem também. Depois que isto aconteceu sempre há problemas de pastores que se prostituem, coisas incríveis que parecem impossíveis de ver acontecendo dentro da IURD como: Pastores que se tornam homossexuais, casos de mulheres de bispos que foram encontradas por seus maridos tendo sexo com outra mulher. Esposas de pastores que traíram seus maridos com outros pastores. O Sistema de compra de milagres na IURD As campanhas de fé, que a IURD sempre apresentou como uma forma de levar as pessoas a solução de seus problemas, e de fato com certeza levou muitas pessoas a alcançar solução e vitórias em suas vidas e milagres aconteceram, vidas foram milagrosamente mudadas.

    Há que era antes voltada para a evangelização, a de levara as pessoas a um conhecimento e encontro com Deus, ao perdão dos pecados, a salvação da alma, ao batismo nas águas e no Espírito Santo. Enfim características que apontavam a IURD como uma igreja evangélica autentica. Mas de 15 anos mais ou menos para cá, houve uma mudança dentro da doutrina de trabalho da IURD. E foi mudando tudo isso e os pastores novos que entraram para o ministério dentro desse novo “SISTEMA” que se define assim: – o pastor assume a igreja sabendo que a direção da IURD, não se importará se este vai a pregar o perdão, a salvação das pessoas e se estas estarão crescendo na fé e no conhecimento de Deus. O trabalho desse pastor será avaliado pela meta final de dinheiro, de cada mês. Exemplo: um pastor assume uma igreja que arrecada $20.000,00 por mês, os lideres estarão cobrando que ele tem que `CRESCER’ essa igreja todos os meses. E se ele não crescer todos os meses a arrecadação de dinheiro, e não importa o que ele faça para alcançar esta meta. E se não cresce, se não apresenta o `RESULTADO’, a liderança da IURD não vai perdoá-lo, ele pode estar salvando almas, estar com a igreja cheia, ele vai perder a igreja. E em alguns casos o pastor tem ate diminuído o salário, penalizado, para “aprender a crescer” como eles dizem. Isso é triste eu sei, não pensem que tenho alegria em dizer tudo isso, ao contrario tenho inclusive muita vergonha, porque eu fui chamado para ser um homem de Deus, para evangelizar aos povos, salvar almas para Deus. Mas isto era quando a igreja “ERA UMA IGREJA” . Agora a igreja se transformou em grande e lucrativo negocio, que usa a bíblia, os pastores para arrancar o dinheiro das pessoas inocentes, que no afã de ver suas vidas transformadas, se sujeitam e fazem o que os pastores lhes pedem.

    E por sua parte o pastor esta muito bem treinado e orientado a tirar proveito do sofrimento e da dor que a pessoa esta passando com seus problemas, e ai que o pastor entra com toda a técnica das campanhas. Os que não conhecem a IURD, talvez perguntem porque se há pastores honestos e dispostos a servir a Deus, continuam dentro da IURD, se a igreja acabou e se transformou em um grande negocio? Os pastores que continuam crêem que a igreja vai mudar, que o bispo Macedo um dia vai abrir os olhos e ver esse crescimento de dinheiro para igreja, tem custado a dor e o sofrimento de muita gente humilde. O que passa é que esses lideres, principalmente o bispo Macedo, não sabem o que seja o sofrimento das pessoas. Pois eles vivem como reis, do altar sobem para suas luxuosas mansões, como ele que tem uma mansão em cada continente, montada com tudo do mais luxuoso, somente esperando-o, dois jatos, vários helicópteros. Enquanto na mesma igreja há pastores que rendem milhares e milhares de dólares a essa igreja, e vivem muitos em uma situação de quase miséria, muitos como aqui nos Estados Unidos, estão endividados, pois o pastor tem que pagar do seu bolso, a prestação do carro, seguro do carro, seguro de saúde. Quando a igreja passou esta que é sua responsabilidade legal, pois o pastor vem a esse pais como missionário da igreja, logo a igreja apresenta ao governo americano falsas cartas dizendo que se responsabiliza pelos gastos do pastor no pais, pura mentira, somente para receber os documentos e autorizações para funcionar como igreja. E por esta razão se desenvolveu outro lucrativo negocio, “O JORNAL”

    A Campanha de Israel Esta campanha que sempre foi a base do crescimento da IURD, razão de grandes milagres e maravilhas na igreja. Com o passar do tempo esta campanha se transformou em uma ponte de promoção pessoal de bispos e pastores, como dizem a liderança “o destino da vida do pastor esta no resultado da campanha de Israel”. Quer dizer na teoria a campanha é apresentada como uma solução para o sofrimento do povo,mas na pratica não é nada disso, a campanha é a parte do ano onde o pastor tem que apresentar o valor de ate 300% em cima da arrecadação normal da igreja. Um exemplo foi a ultima campanha aqui da minha igreja que deu $60.000,00 no dia da “colheita”. Agora que estamos em plena campanha já disseram que tenho que tirar 3 vezes mais ou seja $180.000,00. imagine como fazer isto sem ofender, inventar, apelar para a emoção e levar as pessoas a quase um transe e assim vender seus bens, ficarem quase na miséria sem nada para dar, o que a igreja quer. No passar dos últimos anos tenho visto com tristeza e dor pessoas vendendo casas, carros, moveis de dentro de casa, pessoas que depois da campanha passam fome, perdem trabalhos. E a liderança, os bispos não querem nem saber de nada, pois para eles depois da campanha ficam mais ricos, vivem melhor, mandam dinheiro para suas contas em ilhas do Caribe, e vão de viagem para Europa, e o povo fica igual. Por exemplo eu fiz cálculos das ultimas campanhas de Israel que fiz nos últimos 9 anos por todas as igrejas por onde passei. Encontrei a soma de $2.800.000,00 (dois milhões e oitocentos mil dólares), isso somente um pastor, passando por varias igrejas diferentes. Agora nesta campanha de Israel que terminou na semana passada, somente aqui nos Estados Unidos, houve uma arrecadação recorde de quase $20.000.000,00 (vinte milhões de dólares), em todas igrejas no território Americano. Um pouco mais de 150 igrejas, e não se aplica estes fundos para reformar ou melhorar o aspecto das igrejas, não se aplica estes recursos para apresentar um programa para ajudar as pessoas necessitadas. Ou mesmo para ajudar a um pastor, já que se você se enferma ou precisa de alguma coisa sempre lhe negam e quando dão algo, ficam jogando na sua cara para o resto da vida.

    E os milhões que um pastor produz para a igreja, ele não gera despesa, é só lucro, a igreja nunca perde nada somente ganha e ganha. E eles os lideres querem cada vez mais. Na segunda-feira dia 17 de julho de 2006,um dia após ao termino da campanha vários pastores no mundo todo perderam suas respectivas igrejas, alguns foram rebaixados a auxiliar e outros ate tiveram os salários reduzidos, porque o resultado ?($) de suas campanhas foi fraco, não cresceram !($). É semelhante a um vendedor que tem sua cota de vendas num mês, se alcança a cota ele esta bem, e é ate promovido, se não perde tudo. Mas quando me chamaram foi para ganhar almas para Jesus, foi para salvar pessoas, e não para arrancar dinheiro dessas pessoas e me tornar um mercenário! A procura de pastores jovens Estes comentários meus, são um exemplo da controvérsia que existe dentro da igreja. Os pastores mais antigos que conheceram a IURD como era , uma verdadeira igreja que salvava, que pregava o evangelho forte e poderoso. Estes pastores antigos ou “VELHOS” como são chamados, (que na verdade são pastores de 35, 40, 45 anos) que já são considerados descartáveis pela direção da IURD, pois os ditos pastores não aceitam essa mudança, esse negocio que se transformou a igreja. E muitos reclamam, e se recusam a ‘ARRANCAR’ e quando os lideres punem, isolam, maltratam e humilham, forçando que estes pastores abandonem a IURD. Eu mesmo uma vez aqui não aceitei as técnicas de um bispo para arrancar dinheiro, e o bispo Macedo me puniu, sem ao menos ter o direito de defender-me, cortaram meu salário pela metade, fui morar em quarto com um banheiro com minha esposa e filha. Não podia pregar, passei fome, fiquei na miséria, comprava roupa usada para vestir, e se não fosse à ajuda de outros pastores que as escondidas me ajudavam, não sei o que seria da minha vida. E quando um dia reclamei da situação, pois já havia passado mais de ano e a injustiça seguia e o tal bispo foi para outro estado e seguia fazendo pior, pois este apresentava resultado ao bispo Macedo, ou seja, (DINHEIRO). Então quando reclamei me disseram pra falar com Deus, ou fosseembora. E, por esta razão, os lideres da IURD somente querem garotos jovens, pois estes dão resultado, meninos de 18, 20 anos recebem o treinamento e vão para as igrejas e arrancam ate a alma das pessoas sem pena, segundo lhes ensinam é para abençoar as pessoas. E eles ensinam que o garoto tem que arrebentar na oferta, que a única maneira daquele jovem também mudar de vida. Vai assumir responsabilidade grande na igreja, vai ganhar mais.

    O Jornal Para dar um ‘incentivo’ aos pastores e lideres, a IURD fez do jornal da igreja que aparentemente é um instrumento de evangelização, um meio de premiar o pastor e dar a ele uma maneira de ter um dinheiro a parte do salário para seu mantimento. O jornal que aqui na América é proibido de vender, por lei, se passa ao povo por $1,00, e os pastores que tem por exemplo 150 pessoas em suas igreja passa semanalmente 3000 jornais, ou seja arrecada $3.000,00. Desse valor, 40% vai para o pastor da igreja local, e os outros 60% vai para o bispo ou pastor responsável local. Imagina aqui por exemplo, agora o bispo estava com quase $200.000,00, de comissão do jornal. Ou seja, o trabalho da igreja se resume a pedir oferta, dar envelopes altos em campanhas, para arrebentar e supostamente “CRESCER” na obra, e assim esta sempre “DE BEM COM OS HOMENS”, e arrancar o dinheiro do jornal para ter um dinheirinho por fora. Já os lideres colocam um fardo sobre os pastores, aumentando constantemente o valor e o numero de jornais, para terem mais nos seus 60%. E se o pastor reclama, e diz que não aceita ter que ficar praticamente vendendo jornal dentro da igreja, (que é ILEGAL) ele também recebe ameaças de esses ‘supostos lideres’, quer dizer, já não basta a pressão que o pastor recebe todos os meses em ter que apresentar um resultado crescente dos valores das ofertas, também tem que apresentar valor de venda de jornal, para dar boa vida para lideres que só querem saber de dinheiro e nada mais.

    Na verdade a conclusão é simples você diria, porque você não sai desta igreja e continua pregando em outro lugar, e deixa estes mercenários continuarem a enganar e explorar a fé das pessoas? Parece realmente a melhor solução como fez mui recentemente o bispo Sergio Von Helder ( aquele do chute na santa). Ele estava cuidando das igrejas em Nova York, e recebeu ameaças do bispo Macedo que se não desse um resultado econômico na campanha de Israel ele ia perder. Veio a campanha e não arrebentou (não cresceu $), então o mandaram cuidar das igrejas no Texas , como uma forma de castigo, ele já não foi chamado para as reuniões dos bispos principais. E quando se aproximou outra campanha de Israel outra vez ele recebeu as mesmas ameaças, ele não cresceu de novo, já ai dizem os pastores que estavam no Texas, que ele já estava contra e criticando este sistema de somente dinheiro. Agora por fim ele estava no Maranhão e deixou a igreja. Parece a melhor solução, e eles vão mudar o sistema por causa da saída de um bispo ou pastor? Não! Se eles não se importam com as pessoas que entregam tudo o que tem no altar confiando nas pregações deles. Mesmo que às vezes aquelas pessoas possam ficar dias sem ter o que comer e leite para seu filho. Pessoas que acabam despejadas, ou não tem nem uma cama para dormir, porque deram o que tinham e o que não tinham nas campanhas. Não, eu prefiro continuar aqui e combater, lutar até que o bispo Macedo saia do seu reino de riqueza e luxuria, e veja a realidade das pessoas que formam esta igreja. Até que ele veja a maldade que esse lideres que ele diz serem de sua inteira confiança estão fazendo com a igreja que um dia ele (Macedo) levantou para salvar e evangelizar o mundo. Segundo alguns pastores o bispo Macedo já fez a partilha da IURD entre os bispos mais antigos, que se acontecendo alguma coisa com ele eventualmente morte ou uma enfermidades que o impossibilite de liderar a IURD, esses bispos já tem divididos entre si em fatias a IURD. E por esta razão e que já esta havendo uma divisão e descontentamento principalmente com alguns dos bispos mais antigos (como o caso do próprio VON HELDER) que foram deixados de fora. E que também pelo fato dele já haver deixado para os seus genros: bispo Julio (Espanha) e bispo Renato (Inglaterra) fatias bem generosas da IURD, despertando uma rebelião nos corredores da IURD. Já que estes dois não tem nenhuma historia dentro da IURD, e somente são bispos porque se casaram com as filhas do bispo Macedo. Pois esta igreja esta sim destruindo a vida de milhares de pessoas que estão sofrendo nas garras desses líderes mercenários, e maldosos. Espero que vocês nos ajudem enviando esta mensagem para todo o mundo, para todos os contatos que vocês, para que façam pressões em cima da igreja, e que alguma coisa mude, faça com que a direção da IURD, reflita principalmente nos erros que vem cometendo ultimamente. Peço a todos os irmãos que orem pelos pastores e bispos e obreiros honestos que estão dentro da IURD, pessoas que mantém uma vida em comunhão com Deus e que na pele sofrem muito com toda esta situação difícil que estamos vivendo nos últimos anos. Vermos uma igreja tão bonita que sempre fez um trabalho tão forte na recuperação e salvação de pessoas, verem esta igreja se convertendo em organização podre e corrompida por dentro, como Nosso Senhor diz na sua palavra: “como sepulcros caiados, bonitos e brancos por fora, e por dentro cheio de ossos de mortos.” Que Ele tenha misericórdia de todos nós e venha a provermos de uma saída e uma solução para todos.

    Pastor A.A. dos Santos

    FONTE: edmaisbom.blogspot

    • ALERTA:

      VAZOU O AÚDIO DE UMA REUNIÃO SECRETA DO “BISPO” ROMUALDO DA IURD COM PASTORES…

      ouça que o próprio romualdo, intitulado bispo na iurd confessa que a intenção da “igreja” não é abençoar as pessoas ( no minuto 0:29 do video abaixo) e a sua intenção é subir com a “igreja” materialmente ( no minuto 0:43 ) confessa que quando sai pra “evangelizar” sua intenção é apenas trazer pessoas para a igreja subir ( código secreto iurdiano que significa aumentar a arrecadação financeira da “igreja” – no minuto 0:51) E deixa bem claro… pastor que não “crescer” ( na arrecadação ) será tirado da iurd.

      http://youtu.be/xdFtPTCTdKM

    • Muito forte a denúncia desse pastor A. Santos, eu era membro da iurd, e realmente tem muitos buscando a Deus com sinceridade lá dentro, só que estão sendo enganados pela liderança da igreja. Graças a Deus o Senhor Jesus abriu os meus olhos, oro por quem está lá. Eu continuo caminhando com o Senhor Jesus, só que não mais na igreja universal do Reino de Deus.

  5. ATENÇÃO! ALERTA IMPORTANTE:

    Um audio de um “bispo” da iurd orientando os pastores da iurd a como tirar o máximo de dinheiro das pessoas vazou. A iurd através de seus advogados tirou esse audio do youtube, mas o audio foi recolocado lá por um usado por Deus. Ouça atentamente as táticas desse “bispo” da iurd , ensinando um “esquema” (no minuto 1:36 do video abaixo) ensinando a plantar envelopes ( no minuto 2:00 do video abaixo), a ” pegar ” todas as pessoas e usar de apelo emocional !!! ele mesmo fala que tem que pegar as pessoas ( no minuto 1:55 ) e usar apelo emocional ( no minuto 2:20 ) e chamar todo mundo pra vir na frente chorar ( no minuto 2:31 ) ! ouça atentamente o audio e veja se a iurd se preocupa com as pessoas ou com o dinheiro das pessoas:

    http://youtu.be/qAPju1-POlY

    • Qeu igrejas são um grande e lucrativo negocio todos sabem, agora se vc. estava nos EUA era sabedor disso e nada fez é conivente com o crime e deve ser punido, pois quem sabe que um crime está sendo praticado e não denuncia as autoridades roda junto. E acredite a lei nos EUA funciona.

  6. O EX. vc ja deve ter visto na iurd aqueles demonios que manifesta, fazendo arruaças, jogando bacos e cadeiras para o ar etc..

    veja que o demonio stardust e desses. olha so como ele manifesta na net.
    olha a bagunça que ele faz no post.
    esse demonio esta desesperado, esta sendo queimado por isso esse desespero dele ,ele sabe que lhe resta pouco tempo.

    DEMONIO STARDUST SEU TEMPO esta acabando. sai do corpo da jussara.

    ai o ex se vc procurar vc vai encontrar algumas materias falando mal da iurd e do bispo, escrita pela jussara que agora esta possuida pelo stardust, as matérias foram escritas no mês de setembro e novembro do ano passado.

    e como ela não tem mais autorização para postar, porém sabe muitos podres, drogas orgias, etc. então são obrigados a aceitarem ela bagunçar todos os posts.

    e como ela esta possuída pelo demonio stardust. vive o dia inteiro manifestada.
    e ela tem acesso as coisas internas do site, pois até link em seus próprios comentários ela ja colocou. por isso ela fica aqui o dia todo, porque tem acesso direto e interno…

    quem poderia colocar um link em seu próprio comentario?
    somente quem tem acesso direto e senha do site pode fazer isso…

  7. Não sou adepto da IURD e nem admirador do Edir Macedo, mas conheço gente que frequenta essa igreja e que são pessoas honestas e sinceras e merecem respeito.
    Vejo nisso um desrespeito para com os fiéis dessa igreja e para qualquer outra.
    O local de culto é inviolável e isso se estende a esse tipo manifestação ou a qualquer outro que perturbe o culto.
    Se querem confrontar alguma liderança, que procurem outros meios que seja civilizados e inteligente, mas nunca de forma bestial e sem educação.
    Dentro dessas igrejas ou em qualquer outrahá pessoas sinceras e honesta, pessoas idosas cujo conceito moral e de costume que lhes foram passado de geração em geração e é tido como sagrado e correto, devem ser respeitadas.
    Por exemplo, eu não faria algo que atentasse a consciência de meus pais ou meus avós por respeito a eles e nem na ausência deles faria tal coisa, assim preservaria sua memória.
    Esses que fazem esse tipo de manifestação não tem demonstram ter essa consciência e respeitos por aqueles que são mais velhos e tem seus valores já bem alicerçados.
    Não

      • ex.

        Eu entendo quase isso.
        O problema é que a IURD começou dessa forma, isto é, invadindo os terreiros de candomblé.
        Isso foi muito errado, mas creio que o Edir Macedo não autorize essa forma e quem pode responder isso é o AMB se ainda estiver aqui.
        Eu sempre entendi que a nossa liberdade é limitade até o direito de outrem.
        O desrespeito ao próximo e à sua consciência é desprezível e isso é praticado por esses manifestantes.
        Não vejo isso como um afronta aos demais evangélicos, mas contra aqueles que atuam de forma direta e invasiva.
        Digo que o local de culto deve ser respeitado por todos independemente de qualquer credo.
        O problema maior é que muitos pastores vão direto ao confronto e com isso se expõe a esse tipo de mainifestação já sabendo que esse grupo não respeita ninguem e quer a qualquer custo fazer valer seus “valores” invalíveis.

  8. Eu acho impressionante como essas pessoas brigam por causa de igrejas diferentes, agem como intolerantes e superiores aos outros e falam mal das outras igrejas ao invés de ajudar porque o mesmo evangelho que prega lá, prega na sua também, se eu sou da Assembléia de Deus sou melhor de quem é da Deus e amor ? Não ! Se eu sou da Batista do calvário sou melhor de quem é da IURD ? Não ! As pessoas tem que parar de brigar entre si porque o mundo lá fora esta vendo e vê o que vocês estão fazendo ai que é uma briga de ministério que vai dar final nenhum.

    • O VERDADE ÓTICA, vc esta certo, nessas igrejas se prega o mesmo evangelho, só que não é o evangelho bíblico, eles pregam, a teologia da prosperidade, o positivismo como forma de autoajuda, eles determinam, não aceitam, se revoltam… e por aí vai, eles até falam de Cristo, dizem que só Ele salva, etc, mas a eles o que interessa é o dinheiro que arrecadam, são verdadeiros exploradores da fé, ou seja, eles misturam um pouco de evangelho verdadeiro para enganar os incautos, e logo começam com as práticas heréticas, tipo; FOGUEIRA SANTA, CORREDOR DE SAL GROSSO, MANTO DOS MILAGRES, ROSA UNGIDA, PORTAL DISSO E DAQUILO, LENÇO SE TU UMA BENÇÃO, TRAVESSEIROS, MARTELOS, TIJOLOS, REDES, tem até SESSÃO DESCARREGO…..kkkkkkkkk…. é tanta picaretagem em nome de uma suposta fé, que hoje em dia tenho vergonha de dizer que sou evangélico. Tenho certeza que o evangelho que essa raça da IURD, da IMPD, da IIGD, da ADVEC, da IPDA, do MIR, … e tantas outras, e até a nossa velha AD, esta pregando é outro evangelho conforme já registou Paulo aos Gálatas no Cap. 1 versos 8 e 9, a eles interessa apenas arrecadar $$$$, sempre mais e mais, são insaciáveis nessa arte. Hoje em dia esta difícil encontrar uma igreja séria e bíblica, salvo algumas tradicionais (uma minoria delas) históricas, pouco se aproveita do que temos visto por aí.

  9. A mídia não se manifesta nessas horas, não aparece nenhum policial para prender a quem por merecimento, mas…
    Acho que a justiça deveria por um freio nessas afrontas de ambas as partes. Liberdade de expressão não é desrespeitar o próximo nem o ambiente que ele frequenta. Ai o embate ideológico descambou mesmo para a afronta, o desrespeito e a ações sem limites de pessoas desocupadas ou que se ocupam em promover badernas!

  10. ISTO É UMA AFRONTA AO LOCAL DE CULTO. O LOCAL DE CULTO E A LITURGIA SÃO PROTEGIDOS PELA CONSTITUIÇÃO. O QUE ELES VÃO GANHAR COM ESSA PROVOCAÇÃO BARATA? SE TEM PESSOAS QUE QUEREM SER HOMOSSEXUAIS, QUE SEJAM, OS DIREITOS DESSAS PESSOAS COMO CIDADÃOS JÁ ESTÃO GARANTIDOS, MAS AGORA TER PRIVILÉGIOS, ACIMA DOS DEMAIS BRASILEIROS AÍ É OUTRA COISA. QUEREM PROVOCAR UMA GUERRA CIVIL? QUEM ESTÃO POR TRÁS DESSES ATIVISTAS? QUEREM HOMOSSEXUALIZAR A NAÇÃO? AGORA É LEI? SENDO ASSIM, O POVO VAI DESPARECER!!! EITA PAÍS DA ESCULHAMBAÇÃO. SÓ UM GOVERNO SÉRIO PRA BOTAR ESSA NAÇÃO NOS EIXOS. A FAMÍLIA ESTÁ ABANDONADA!!!

    • Crente é uma coisa linda mesmo ne… Agora eles lembraram que o pais tem uma constituição que deve ser seguida? HAUHAUHUAHUA A mesma constituição agora diz que homossexuais podem se casar e pq vc não acatam a constituição nessa hora? HEIM ?
      PRIVILEGIO É IGREJA TER IMUNIDADE TRIBUTARIA e não pagar impostos! ISSO é privilegio!
      Ao contrario dos evangélicos que invadiram terreiros na Bahia e agrediram e colocaram fogo no local essas pessoa estão na rua! RUA! Local publico exercendo sua cidadania!

  11. SIMPLESMENTE ISSO NAO É CONTRA NÓS SERES HUMANAOS!!!! E SIM CONTRA DEUS!!!O QUE NÓS CRISTAOS FALAMOS NAO É NOSSA, AS PALAVRAS E SIM DE DEUS,,, É PRA PREGAR A SUA PALAVRA E NINGUÉM PODE E DEVE NOS CALAR!!

  12. Eu sei informar. Tinha umas vinte pessoas gritando coisas nada a ver e querendo chamar a atenção. Eu sou parte da igreja. As luzes foram apagadas porque o culto estava no fim. Os “manifestantes” calcularam o horário errado e á chegaram no fim da última reunião do dia. E não considero beijaço porque eu estava lá o tempo todo e ninguém nem viu esse beijo aí, foi só pose pra foto pra gerar notícia. Foi uma manifestação bem fraquinha viu.

  13. Nem a globo e nem a “poderosa” igreja católica conseguiram para a Igreja Universal, não vai ser esses pobres coitados que irão parar. Mexa com o diabo mas não mexa com Deus!

  14. Acho que de ativista aí não têm nada, beijo boca-a-boca. homem/momem e mulher/mulher é gay mesmo, a palavra de Deus manda que amemos a todos, mas não concordar com as práticas pecaminosas. “Mas, se avisares ao ímpio, e ele não se converter da sua impiedade e do seu mau caminho, ele morrerá na sua iniquidade, mas tu livraste a tua alma” Ezequiel 3:19

DEIXE UMA RESPOSTA