Bispo da Universal se inspira em “50 Tons de Cinza” para escrever livro de autoajuda financeira; Romance havia sido criticado por Edir Macedo

33

O livro “Cinquenta Tons de Cinza”, apontado pelo bispo Edir Macedo como uma obra inspirada por “demônios da perversão”, serviu de referência para um bispo da Igreja Universal do Reino de Deus escrever os “50 Tons para o Sucesso”.

O livro de autoajuda, lançado pelo bispo Jadson Edington no Templo de Salomão, sugere “conselhos para uma vida próspera” em 50 passos que poderiam levar o leitor à riqueza.

A publicação segue a linha da teologia da prosperidade pregada pela Universal. Edington é um dos principais pregadores desse tema que a denominação de Macedo tem hoje. De acordo com informações do jornal Folha de S. Paulo, ele comanda o “Congresso para o Sucesso”, uma reunião realizada às segundas-feiras no megatemplo localizado no Brás.

“O problema não é ganhar dinheiro, o problema é ter amor ao dinheiro, ser apegado a ele”, diz o material promocional do livro.


Quando à referência ao livro pornográfico que se tornou best-seller ao redor do mundo, o bispo diz que a ideia é apenas atrair a atenção de quem se proponha a pesquisar sobre o tema. “O título do meu livro é mera provocação aos leitores”, afirmou Edington à Folha.

“Uma rápida busca em qualquer livraria traz inúmeros exemplos de nomes de obras que trazem referência a outras, mas sem qualquer ligação de conteúdo entre elas, como, por exemplo, ‘A Bíblia de Vendas’, ou ‘A menina que não sabia ler’”, defende-se o bispo, que nega ter lido “Cinquenta Tons de Cinza”.

“Não acredito, sinceramente, que seja possível comparar meu livro com o citado romance. Tenho convicção de que os leitores – bem como a cara jornalista – entenderão a simples ironia embutida no título”, afirmou.

O livro já vendeu mais de 200 mil cópias no Brasil, enquanto 100 mil foram encomendadas para o México e 50 mil para os Estados Unidos.

33 COMENTÁRIOS

  1. “50 Tons para o Sucesso”, como pode uma porcaria dessas vender 200 mil cópias? E pior que esse povo nunca deve ter lido nem Machado de Assis.

    Eu ia dizer que esse bispo cara de pau só pode ser um ateu explorando a fé alheia. Mas eu lembro de um amigo que já foi desde estelionatário a presidente de um grande conselho profissional federal, hoje um lobista que sabe ganhar dinheiro e vive de intermediar negociações, indo a um reunião aqui e outra ali. Certa vez eu perguntei se ele algum dia pensou em abrir uma igreja para ganhar ou lavar dinheiro (ele já havia me contado casos de parceiros dele, que fizeram isso e se deram muito bem), e ele, ateu, me disse que explorar a fé e a esperança das pessoas ele não faria nunca.

    Esses caras só podem ser sociopatas, sem um pingo de remorso.

    • Uma porcaria literária, com toda certeza. Já sobre a sua vida, eu não vou devolver o seu insulto, porquê não considero nenhuma vida humana uma porcaria.

    • Perdoe-me, Nobre, mas não entendi bem. Você tem um amigo ateu e estelionatário, o qual afirmou que não exploraria a fé das pessoas? É isso mesmo? Outra dúvida: você já leu o livro?

      • Jotajito, certa vez ouvi a história (fictícia) de um delegado que por ser muito honesto, com uma grande fama de nunca aceitar subornos, foi enviado para uma cidade dominada pela máfia, onde todos os setores da cidade estavam corrompidos. Para resumir a história, depois de tanta insistência dos mafiosos, com ofertas cada vez maiores, o delegado ligou para quem o enviou e disse: “Me tire daqui, porque já estão quase chegando no meu preço”.

        Quem tem raciocínio entenda. Assim também, até os criminosos tem seus limites.

        Jotajito, e sobre o livro, eu não preciso usar crack para dizer que faz mal.

        • Cesarr record, eu contei uma história fictícia para exemplificar uma situação, e avisei. Ao contrário do seu bispo, que inventa entrevistas com demônios analfabetos e jura que é verdade.

          • EDUARDO NOBRE

            Quase todo dia tem demônio se apresentando na IURD – Inganação Uninfernal dos Rios de Dinheiro.
            O pastor é showman e o púlpito é um palco.
            O nome de Jesus fica só na fachada da igreja.
            E no Templo de Salomé nem isso tem.

            Os demônios falam assim:
            “NÓIS TÁ LÁ PRA ACABÁ COCÊIS”
            “NÓIS QUÉ MORRRTE”.

            Hilário, demônio com sotaque caipira…
            Com tanto dinheiro, não dava para pôr uns atores melhores?
            E por que todos os demônios são entidades da umbanda?

            Será que só no Brasil tem demônio?
            E cadê os efrit (árabe), belial (judeu), mara (hindu), oni (japonês), javo (sérvio), drakul (romeno), santa muerte (mexicano)?

        • Se fosse para ter inveja (o que não tenho), eu teria do cara que vai pegar (ou pega) a Sarah Sheeva de jeito (aquele excesso de pudor…..), não desses bodes.

  2. um qui coisa não, adadonde sera qui se infiou aquela estrela errante que não opinou sobre esse caso, uma ves que a tal estrela errante e inimiga mortal do pessoal da universal, stardustsurianamente falando, deve de tar em reunião debaixo de arguno viaduto com o pai das safadezas ou melhor com o pai da mentira, una vez que a tale estrela erante es una excelente especialista em mentir

  3. Para quem não conhece, esse é o cesarr7 (bem observado “pa”, até o nick dele é uma propaganda para a Record):



    Assine o Canal

DEIXE UMA RESPOSTA