Internacional

Bandidos tentam roubar igreja durante reunião de oração e acabam espancados pelos fiéis

Comments (8)
  1. luciano disse:

    Atitude perigosa,mais valeu.

    1. josecarvalho disse:

      LUCIANO
      La o perigo é constante

      1. luciano disse:

        Verdade lá o coro come,na verdade seu José hoje em dia em todo o lugar o perigo é constante,quando menos esperamos tem um filho do demo para te roubar e levar um bem que tanto ralamos para conseguir comprar,a iniquidade está aumentanto no mundo todo,é a palavra de Deus se cumprindo na terra.

        1. josecarvalho disse:

          LUCIANO
          É bem por ai, são as leis de um pais onde se privilegia as corporações, policia advogados é uma cadeia para ganhar dinheiro.

    2. Elder Lima disse:

      Não aconselho ninguém reagir a um assalto, mas que os vagabundos mereceram, isso mereceram!

  2. daniel alves disse:

    Tanta violência!!! Porque esses fieis não observaram os MANDAMENTOS de JESUS foi explícito: “Quando bateres em tua face, ofereces a outra” ou “Amar o próximo, como a ti mesmo” Gálatas 5:14, Ele nunca mandou espancar ou reagir com violência contra ninguém. 1Cor. 13:1-12

    1. Celestina Feitosa disse:

      Daniel…eu dúvido que você em um momento assim…vai ficar parado e dizer assim…”ei bandidinho lindo do Senhor aqui está a minha face dá um tiro”….aliás isto é alienação, pois o que Jesus falou não deveremos praticar na superficialidade.

    2. Maxdim disse:

      será que você tem feito isto???????????????

  3. A atitude desse pessoal não foi uma atitude de cristãos já que agiram com violência, a atitude correta seria ter apenas imobilizado os bandidos e chamado a polícia, mas no calor da ação delituosa os fiéis esqueceram que Deus não aprova ações violentas. Fazer o que né?

  4. A atitude desse pessoal não foi uma atitude de cristãos já que agiram com violência, a atitude correta seria ter apenas imobilizado os bandidos e chamado a polícia, mas no calor da ação delituosa os fiéis esqueceram que Deus não aprova ações violentas. Fazer o que né?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *