Casal missionário viaja à África para filmar documentário sobre Botswana, um dos países mais pobres do mundo

3

Um jovem casal missionário embarcou na última quarta-feira, 12 de agosto, rumo à África para pôr em prática o projeto “Botswana Doc.”, com o propósito de filmar um documentário sobre as dificuldades do país.

A iniciativa surgiu diante da triste realidade que cerca o país, onde a maioria da população vive abaixo da linha da pobreza e é portadora do vírus da AIDS. Bill e Cris Szilagyi tiveram contato com o trabalho dos missionários Fabiano e Patrícia Araújo e decidiram contar a história das ações desempenhadas lá para amenizar o sofrimento da população local.

Segundo Bill, o projeto do documentário prevê que a narrativa mostre a realidade cotidiana em diversas localidades de Botswana: “Passaremos por diversas cidades espalhadas pelo país, entrevistando líderes, mostrando a população e registrando toda a cultura e as mais variadas paisagens e cenários locais”, afirmou.

Bill, que dirige um trabalho com jovens da Primeira Igreja Batista (PIB) de Itapevi (SP), explica que “o documentário será inteiramente falado no idioma inglês e no tswana (as duas línguas locais mais predominantes), e inicialmente legendado em português do Brasil”, e que, após o trabalho de pós-produção, “todo o conteúdo editado será dividido em capítulos e disponibilizado gratuitamente no YouTube”.


O trabalho, voluntário, conta com investimento pessoal do casal: “Estamos doando nossas férias e também a mão de obra que envolve a produção geral, filmagem, edição e pós-produção do conteúdo, mas não dispomos de recursos financeiros para cobrir todos os gastos, incluindo alguns equipamentos que precisarão ser adquiridos”. Os valores chegam a R$ 16.500,00, aproximadamente.

A igreja em que são membros vem dando suporte ao projeto: “Para conseguir arcar com tudo, estamos contando com o apoio da nossa família, nossa igreja local, além do auxílio de amigos e todos aqueles que sentirem o desejo de fazer parte deste projeto conosco”.

No site projetoimperfeito.com uma lista das despesas já previstas e estipuladas acompanha o pedido de contribuição para financiar o documentário, com os dados da conta bancária de Bill e links para doações através do PagSeguro ou Paypal. Acesse aqui.

Para mais informações sobre o passo a passo do projeto, acesse facebook.com/projetoimperfeito.

3 COMENTÁRIOS

  1. Lendo o comentário de Robyson Andreotti, percebi que o mesmo seria válido, se não fosse irônico. Mas quem sabe esse documentário não seja os cinco pães e dois peixinhos, que irão multiplicar a ajuda para aquele país. Eu fiquei sabendo sobre o estado das viúvas na India, através de um documentário da MCM Povos, e passei a contribuir sistematicamente para ajudar amenizar o sofrimento daquelas mulheres, eu e milhares de pessoas. Eu oro para que outros missionários também se sintam incomodados a sair da zona de conforto e se lançarem a verdadeira MIssão. Enqanto eu não posso ir, vou fazendo o trabalho local, que é o meu dever de casa, orando sempre e contribuindo financeiramente na medida do possível. Fiquem na Paz!

  2. Esses líderes evangélicos…
    PEdir Macedo, Valdemiro Sandiabo, Erra Erra $oare$.
    Por que eles não dão um pouco do $$$ que arrecadam para os pobres?
    Ainda mais um dos países mais pobres do mundo…

    Que nada, é capaz de abrirem uma filial da “empreja” lá em Botswana e tentar convencer o povo de que sua situação aflitiva é por não darem dízimos e ofertas.
    Pa$tore$ que, em vez de ajudar as ovelhas, alimentam-se delas o quanto podem.
    E depois que nada resta para tirar, as abandonam.

    Se a bênção não acontece, mesmo depois de dízimos e dízimos, ofertas e ofertas, eles saem-se com esta: “Você não teve bastante fé”.
    Os cães gulosos da IURD – Inganação Unifernal dos Rios de Dinheiro, fizeram isto com a minha mãe, depois de ela dar salário e 13º como oferta, para a cura de meu pai doente.

    Ficou sem o dinheiro (sem nada, já que havia doado tudo!) e sem o doente, que morreu.
    Não são esses hereges que falam “Dê seu tudo para Deus”?
    Quem faz isso tem direito a um Diploma de Otário e a um Atestado de Burrice.

    • Enquanto os africanos não deixar as idolatrias de lado a miséria vai reinar na vida deles eternamente.
      se eu fosse o papa eu me mudaria para a africa com vaticano e tudo.

  3. Meu Amado Robyson Andreotti, Até entendo o motivo de vc duvidar do poder de Deus, é que a fé vem do ouvir e ler a palavra de Deus, Leia a bíblia.Multiplicar os peixes e os pães, não foi nada diante das coisas, que Jesus tem o poder de fazer, não duvide, se não crer não brinque, porque de Deus não se Zomba.Fique na Paz de Nosso Senhor!!

DEIXE UMA RESPOSTA