Internacional

Cineasta cristão faz filme sobre o inferno e questiona: “Que tipo de Deus estamos seguindo?”

Comentários (4)
  1. O mito do inferno é necessário, apesar de tirar o sono de milhões de cristãos não muito certos de suas crenças e de sua condição de santidade.Para que Stálin mantivesse, durante apenas trinta e poucos anos, a oposição a seu regime sob controle foi construído todo um complexo sistema político, ideológico e repressivo que dava como certa uma passagem para um gulag (a versão stalinista de inferno) ou um convite para encarar um pelotão de fuzilamento.Não foi nada fácil para ele, com suas limitações humanas, deslocar populações inteiras de um ponto a outro do país para exterminá-las através do frio e da fome.Stálin era o tipo de fanático capaz de eliminar nove décimos da humanidade para satisfazer a vontade daquele décimo restante.Para que milhões de pessoas tivessem ''FÉ'' e seguissem a doutrina ideológica de sua ditadura pessoal, foi de suma importância a execução, a prisão e a deportação para a Sibéria de outras milhões de almas humanas.Um regime absolutista e tirânico só se mantém com o medo e o terror.Regimes totalitários parecem ter plagiado o sistema filosófico e teológico da bíblia para manterem bilhões de pessoas como servas fieis, mesmo que se utilizando de ações violentas ou ameaças de retaliação.Perceberam minha tosca analogia entre sistemas políticos ditatoriais e os métodos praticados por doutrinas religiosas como o cristianismo? Esta religião em particular funciona com a dinâmica atuação de dois polos:o amor de cristo, salvação, vida eterna, paraíso X terrorismo religioso em vida, inferno, dor e sofrimento eternos.Para se apoderar de bilhões de mentes humanas durante 2 mil anos os teólogos cristãos tiverem que fazer com que seus neurônio trabalhassem arduamente para criar uma verdadeiro cenário de horror e medo contra aqueles que ousassem discordar da loucura e da total falta de bom senso de seus dogmas sagrados.Claro que como uma dimensão mítica criada com objetivos de controle ideológico, o inferno não precisa ser provado ou visitado por mortais para que sua imagem surta o efeito desejado no inconsciente coletivo do imenso contigente humano que vive seu curto período de vida nesse planeta acreditando num ditador divino criado pela ânsia humana de massificar todos os pensamentos e comportamentos a suas ideias políticas, filosóficas e religiosas.Resumindo, meus amados, o inferno é uma dimensão subjetiva de grande utilidade, pois funciona como uma espécie de lobo feroz que aterroriza o rebanho e desencoraja qualquer tentativa de fuga por parte de algumas ovelhas mais rebeldes.

    1. Sinceramente, poucas vezes li tamanha ignorância sobre esse tema; inferno. Primeiro que você definiu muito bem a sua analogia como sendo "tosca". Stalin era materialista e ateu, jovem, logo, você criticou, inconscientemente sua própria tese ateísta. Resumindo o teu grande texto, você disse que o cristão "vive seu curto período de vida nesse planeta acreditando num ditador divino criado pela ânsia humana de massificar todos os pensamentos e comportamentos a suas ideias políticas, filosóficas e religiosas". Bem, não me impressiona tal definição beirando as críticas medievalistas, mas algo me interessou, se somos criaturas vivendo a favor de um mito, lhe pergunto: qual teu fundamento vital? Ser um mero escravo de uma ética “não-ética”? Afinal, mais cedo ou mais tarde, tu não irás alcançar o mesmo fim dos defensores do epicurismo? Se assim pensas, esqueça todo absurdo que reside na tua possível coletividade, pois, o suspiro entre a tua vida e a tua morte é tão rápido, se compararmos a grandeza do passado e do futuro, que tudo além do teu egoísmo é perda de tempo. E se sabes disso tudo e ainda optas por esse argumento, posso te considerar um psicopata?

    2. ''Esta criatura meiga adocicava meu coração de pedra,está morta e com ela está morto meu último sentimento de afeto pela humanidade.'' ( do camarada Joseph Stalin perante o túmulo de sua primeira esposa).Caro Ramon Pellegrini,durante as passeatas dos caras pintadas em 92 na Av.Rio Branco no centro do Rio eu já era membro de carteirinha do PC do B e você acha que eu desconheço fatos marcantes de um sujeito que foi meu ídolo de adolescência?Tudo bem,você pode achar que eu pertenço à velha guarda stalinista,mas mudar de atitude e pensamento no decorrer de duas décadas foi uma virtude minha.A comparação feita por mim foi entre métodos de dominação da oposição ou de possíveis opositores.Stálin dominou através da realização efetiva do terror e através da ameaça de realizá-las.A igreja ( católica e protestante ) conseguiu arrebanhar milhões de servos através de promessas de realização dessas ameaças num suposto plano espiritual.Ou você não teve discernimento para entender o texto ou o teu sentimentalismo religioso te cegou.Talvez você considere isso um crime imperdoável,mas eu devo admitir que não tenho e nunca tive necessidade deste teu fundamento vital,seja lá o que isso signifique para você.Esse lance de psicopata eu não sei de onde você foi buscar essa ideia!!! Será que tem alguma relação com minha citação do governo Stálin na antiga URSS? Jovem Ramon, o camarada Stálin foi certamente um sujeito com mente tão equilibrada quanto a tua. As diferenças foram as circunstâncias políticas,históricas e o poder que este homem comum e falho teve em suas mãos para submeter milhões de vidas a sua vaidade egocêntrica.

    3. Sinceramente a tua aula biográfica de Joseph Stalin, um traidor, não me é tão desconhecida – uma vez que a revolução russa e sua contextualização [pré e pós] não me são nenhuma novidade. De igual modo, citar os caras pintadas – um movimento cheio de ditantes duvidosas – e seu afeiçoamento por essa figura despótica, não me soa esquerdista – se foi essa a imagem que tu quiseras passar. Serei direto, por conseguinte; tu fostes inteiramente infeliz na analogia fomentada para equiparar as nuances ditatórias da igrejas medievalista com movimentos despóticos e anacrônico em pegar tudo isso e colocá-lo em nosso contexto social contemporâneo. Mais: fostes precipitado em generalizar a vertente cristológica primitiva com a religiosidade barata de séculos atrás. Se lestes a Bíblia, sequer uma vez em tua vida, saberia diferenciar [ou não] a filosofia cristocêntrica e seu aspecto cosmológico de deleites políticos e religiosos. Um dado que talvez não saibais é que foi a religião àquela época que crucificou Jesus Cristo. Quanto a colocar Stalin como um mera vítima do "poder" que traga qualquer um que se apossa dele, isso é ser advogado do diabo [se é que me entendes], talvez tenhas guardado no peito um resquício do que outrora defendias. Quanto a tua citação, "Talvez você considere isso um crime imperdoável,mas eu devo admitir que não tenho e nunca tive necessidade deste teu fundamento vital", refuto-te rapidamente; se debates comigo, ou comentas em um blog, deve haver algum objetivo para tal ato, logo, esse minimo exercício coletivo de expressar tua opinião, já é um objetivo de vida, não te enganes, até mesmo uma folha que cai tem um objetivo dentro da dialética cósmica. Enfim, a parte da psicopatia, foi referente ao egocentrismo exacerbado, geralmente percebido nos ateus e de comum características com aqueles que não possuem sentimentos, ou seja, psicopatas. Não é o teu caso, é?

  2. Acreditamos na palavra de DEUS, e se ela afirma que o inferno existe, nós acreditamos. O que a grande maioria que se diz entendido não sabe é que o inferno não foi criado para o homem, mas sim para satanás e seu asseclas; aqueles que vivem dissolutamente e os que não vivem serão julgados e terão vida e morte eterna. Essa decisão é tomada em vida, mas como a grande maioria dos homens se acha bom demais para acreditar na palavra de DEUS, combate seus ensinamentos e doutrinas desacreditando as Escrituras ou mitificando suas Histórias. Mas não há problemas um dia todos nós saberemos que realmente está certo!!!

  3. Acho que esse cidadão é louco! O céu todos nós sabemos que existe, mas o inferno ainda não foi inaugurado, pois essa Palavra de Deus no Livro de Apocalipse 1:18 revela que as chaves para inauguração estão com Jesus, pois Ele que irá julgar aqueles que não foram arrebatados. Veja:
    E o que vivo e fui morto, mas eis aqui estou vivo para todo o sempre. Amém. E tenho as chaves da morte e do inferno. Apocalipse 1:18.

  4. o purgatorio e a barriga se meu cachorro a biblia fala ceu e inferno jeus foi o maior pregador sendo a pessoa que mais faluo sobre o inferno e por acaso cristo mentiroso

  5. É chagado o tempo da apostasia, uma descrença geral, trantando o Criador como se fosse uma invenção humana, o inferno como mito, portanto é um terreno propricio para a aparicção do Anticristo, pois tirando a crença, desfazendo dos valores deixados pelo Cristianismo, faz-se necessário surgir outro para ficar no lugar do Deus Verdadeiro, é o ateismo fazendo o seu papel de destruir o que de mais valioso no ser humano a Crença em Deus.

  6. EU disse:

    o ser humano cada dia mais sabidão ! e o resultado estamos vendo.

  7. Alexei disse:

    Nisso o sr. Kevin tem razão: “os cristãos tendem a desumanizar aqueles que discordam de suas opiniões e mostram pouca humildade.”
    Porque o medo de ouvir o outro lado? E a insegurança em se tentar entender outras explicações sobre o tema?
    Quem criou o inferno?
    Quando fez isso?
    Quem envia as pessoas para lá?
    Qual o fundo moral para tal lugar hediondo existir?
    Se Deus nos manda amar aqueles que nos perseguem, os nossos inimigos, então porque Ele manda seus inimigos para lá? Não diz a Bíblia que devemos ser imitadores Dele?
    Será que não é o inimigo que quer que creiamos que Deus é assim mesmo, vingativo e raivoso?
    Ou não será o próprio satanás quem detem essas péssimas características?
    É bom lembrarmos que um povo reflete ao deus que adora. Os deuses gregos e romanos, bem como todos os outros deuses falsos eram nada mais do que uma imagem daqueles que os adoravam. Cheios de intrigas, ciúmes, rixas e vinganças.
    Amados, o questionamento do cineasta é muito válido.
    Somente estou convidando à reflexão. Por favor, espero que esse comentário não atraia críticas que tentem me desmerecer por isso.
    Obrigado

  8. Pitagoras disse:

    O inferno e seu chefão, são criações dos religiosos, pois são essenciais para as religiões. Se inferno não fosse inculcado na mente dos homens, a religião seria desnecessária.

    1. claudio marcio disse:

      PITAGORAS QUE DEUS TENHA MISERICORDIA DE TI.PORÉM DEUS É O UNICO QUE PODE NOS CONCEDER A VIDA ETERNA, AINDA HÁ TEMPO DE ACEITÁ-LO.

      OBRIGADO,

  9. O que é o INFERNO? O dicionário brasileiro diz que inferno é "Tudo que existe sob os nossos pés; o subsolo onde pisamos…" (todos nós iremos pra lá) Na Bíblia não existe a palavra INFERNO, ela se refere a 'GENA ARDENTE' que era o lugar onde se queimava o lixo de Jerusalém (Mateus 5:22). Quanto a ir ou não para o céu, a Bíblia diz que o único que foi para o céu foi "Jesus que veio de lá" (João 3:13) O resto é especulação e dogmas de igrejas exploradoras da fé.

  10. Joabe Rios disse:

    A questão é: Que deus você quer seguir? Crie um pra você a seu gosto. Ai você só acrescenta borboletas, aves amor amor amor… E seja feliz com seu deus pessoal. :)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

As principais notícias gospel do Brasil e do mundo no portal pioneiro; Saiba tudo aqui sobre música gospel, evangélicos na política, ações missionárias e evangelísticas, projetos sociais, programas de TV, divulgação de eventos e muito mais.

No ar desde 2006, o canal de notícias gospel do portal Gospel+ é pioneiro no Brasil, sempre prezando pela qualidade da informação, com responsabilidade e respeito pelo leitor.

ANÚNCIO
ANÚNCIO
ANÚNCIO