Cresce número de pastores metodistas que desafiam a Igreja e realizam cerimônias de casamento gay

20

Apesar de oficialmente a Igreja Metodista Unida nos Estados Unidos não reconhecer e não autorizar a realização de cerimônias de casamento gay em seus templos, é cada vez maior o número de pastores da denominação que se rebelam contra a determinação.

O reverendo Steve Heiss é um dos que desafiam o clero da igreja antes mesmo da aprovação do casamento gay pelo parlamento de seu estado, Nova York. Em 2002, realizou sua primeira cerimônia, e após a aprovação da lei em 2011, realizou outros seis.

“Eu sabia que valia a pena o risco. Foi tão certo. Você só tem uma oportunidade de fazer isso em sua vida. Eu não podia imaginar que alguém ficaria tão chateado com isso”, comentou ele, sobre a decisão da igreja de avaliar a denúncia feita contra ele. A decisão da igreja sobre o caso deverá ser tomada hoje, 20 de setembro, segundo informações do Charisma News.

Ele vê o seu próprio caso como uma amostra de que “mais Metodistas Unidos estão desafiando a política da Igreja”. Pelo menos três outros reverendos enfrentam queixas da igreja por presidir casamentos do mesmo sexo, e pelo menos uma pastora enfrenta uma queixa de ser lésbica praticante, o que resultaria na perda de suas credenciais.


Outro que enfrentam queixas é o reverendo Thomas Ogletree, 79 anos, reitor aposentado da Drew Theological Seminary e Yale Divinity School University. Ogletree está sendo investigado por ter presidido, no dia 12 de outubro de 2012, o casamento de seu filho com outro homem e se recusar a prometer que não voltará a celebrar um casamento gay novamente.

Segundo Andy Oliver, diretor do Ministérios em Rede, um grupo Metodista Unido independente, o crescimento de pastores decididos a passar a realizar casamentos gay é crescente. Em seu grupo, existem 569 igrejas que se propuseram a fazer declarações de boas-vindas a todas as pessoas, independentemente da orientação sexual ou identidade de gênero.

“Pelo menos 1.500 reverendos assinaram uma declaração, afirmando publicamente que estão dispostos a oficiar casamentos do mesmo sexo”, disse Oliver.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


20 COMENTÁRIOS

  1. Pra mim, esta é apenas uma mostra de que dízimos (mesmo de gays) interessa muito para estas igrejas.
    Casamento gay vai contra as crenças dos cristãos e muçulmanos de um modo geral, em razão do livro de Levíticos (o mesmo que condena corte de cabelo, proíbe consumo de frutos do mar, entre outras idiotices mais).
    Pra que casar em igrejas?
    A vida homossexual não precisa de alienados nem da aprovação de qualquer deus para ser plenamente vivida!

  2. Isso e bom pois assim se faz a separação do que presta e do que não presta do sadio e do podre do verdadeiro e falso, do que e pastor de ovelhas e do que e pastor de bode, do que e claro e do que escuro do que e de Deus e o do que e de satanás, e isto tem que acontecer mesmo porque estamos na época da colheita e o joi tem que ser separado do trigo, pois já conviveram por demais e o joi sempre tem causado controvérsias e tanto que por isto tem tantas divisões, na assembleia de deus mm a original os joios foram saindo, e por isso que vemos por ai tantos nomes de assembleia e cada uma mais profana que a outra, mas a original esta firme em seus preceitos e doutrinas, firme como a rocha que e Jesus somos criticados chamados de idade media de retrógados de antigos de burros de evangegues, mas nada disso não nos atinge estamos firmes e jamais jamais consentiremos uma desgraceira satânica e maldita como essa acontecer em um de nossos templos, pois aqueles pastores ou presbíteros assim como eu que não concordarem com a santa doutrina, que cassem seus rumos e somem de nossos templos, aqui não na MM não, podem fazerem casamentos de homem com homem e mulher com mulher a vontade mas em nossos templos jamais jamais jamais, não existe nada neste mundo que me fara fazer uma profanação como esta não existe Juiz no mundo que me obrigara a fazer isto prefiro morrer a profanar o templo e as leis de meu Deus e tenho dito

  3. É INCRÍVEL COMO PASTORES ANALFABETOS USAM A BÍBLIA COMO SATANÁS NA OCASIÃO DA TENTAÇÃO DE CRISTO. PARA JUSTIFICAREM SUA COVARDIA, PASSIVIDADE ANTE O PECADO E FALTA DE AUTORDADE CONTRA SATANAS, MENCIONAM QUE NÃO SE DEVE JULGAR OU CONDENAR. USAM PARA ISSO MT 7:1 E LC. 6:37; PALAVRAS ESSAS DE JESUS DIRIGIDAS UNICA E ESPECIFICAMENTE AOS HIPÓCRITAS ( V.5 E V. 42 RESPECTIVAMENTE ). USAR A BÍBLIA COMO SATANÁS É PRÓPRIO DE PASTORES COVARDES E APROVEITAM PARA COLOCAR TODA A IGREJA NO MESMO NIVEL DOS HIPÓCRITAS. VAMOS JULGAR SIM COVARDES. CRISTO NOS ENSINOU A JULGAR ( JO 7:24 ). QUEM NÃO JULGA É PORQUE NÃO TEM AUTORIDADE. IGREJAS MUNDANAS QUE SÃO APOIADAS POR POLÍTICOS CORRUPTOS, QUE SAO INSTRUMENTOS DE SATANÁS. AFINAL, QUANDO ROUBAM DINHEIRO DA SEGURANÇA CONTRIBUEM PARA O ESTUPRO E ASSASSINATO. DESSA FORMA É FÁCIL DIZER QUE A IGREJA É RICA ( HC. 2:11 ). NAO ADIANTA O PRESIDENTE DOS ESTADOS UNIDOS LEGALIZAR O CASAMENTO GAY, MUITO MENOS DE OUTROS PAISES. AFINAL, ” MAIS IMPORTA OBEDECER A DEUS DO QUE AOS HOMENS ” (AT. 5:29 ). AFINAL, DEUS ZELA PELO SEU NOME E SUA PALAVRA, QUE ESTÃO ACIMA DE TUDO ( SL. 138:2 ).

DEIXE UMA RESPOSTA