Impeachment: Cunha reage ao PT e aceita pedido de abertura de processo contra Dilma

14

O pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) elaborado por um trio de juristas a partir do que se convencionou chamar de “pedaladas fiscais” foi acolhido pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB), na última quarta-feira, 02 de dezembro.

O anúncio de Cunha aconteceu logo após a confirmação de que os três parlamentares petistas que integram o Conselho de Ética da Câmara votariam a favor da abertura de um processo de cassação contra ele, que é investigado pelos parlamentares por quebra de decoro ao omitir que é beneficiário de contas no exterior.

O acolhimento do processo de impeachment pôs fim a um longo “jogo de xadrez” político, que envolvia a hipótese de o PT, para eliminar a possibilidade de perda de mandato de Dilma logo no início, orientar seus parlamentares a votarem contra a abertura do processo de cassação de Cunha.

Enquanto a definição não acontecia, a oposição se irritou com a postura do presidente da Câmara, e definiu que faria de tudo para derrubá-lo caso esse fosse o único meio de levar adiante o processo de impeachment contra Dilma. Cunha, que é conhecido por sua habilidade de movimentar “peças” políticas, agiu nos últimos instantes antes que o processo por sua cassação seja aberto, em uma espécie de retaliação ao PT. Agora, especula-se que ele busque os três votos necessários para salvar seu mandato entre os parlamentares da oposição.


Repercussão

Após o anúncio do acolhimento do pedido de impeachment, a presidente Dilma Rousseff se apressou em fazer um breve pronunciamento, manifestando “indignação” com a postura de Cunha em acolher o pedido.

“Recebi com indignação a decisão do senhor presidente da Câmara dos Deputados de processar pedido de impeachment contra mandato democraticamente conferido a mim pelo povo brasileiro. São inconsistentes e improcedentes as razões que fundamentam este pedido. Não existe nenhum ato ilícito praticado por mim. Não paira contra mim nenhuma suspeita de desvio de dinheiro público, não possuo conta no exterior, nem ocultei do conhecimento público a existência de bens pessoais. Nunca coagi, ou tentei coagir instituições ou pessoas na busca de satisfazer meus interesses”, afirmou a presidente, ironizando as denúncias contra Cunha.

“A imprensa noticiou que haveria interesse na barganha dos votos de membros da base governista no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. Em troca, haveria o arquivamento dos pedidos de impeachment. Eu jamais aceitaria ou concordaria com quaisquer tipos de barganha. Muito menos com aquelas que atentam contra o livre funcionamento das instituições democráticas do meu país, bloqueiem a justiça, ou ofendam os princípios morais e éticos que devem governar a vida pública. Tenho convicção e absoluta tranquilidade quanto à improcedência desse pedido, bem como, quanto ao seu justo arquivamento”, acrescentou Dilma.

Mesmo com esse pronunciamento da presidente, a expectativa é que a Comissão Especial da Câmara que será aberta para analisar o pedido de impeachment, e ouvir Dilma Rousseff, aceite levar adiante o processo, fazendo com que o plenário da Casa vote para decidir se a presidente deve ou não ser afastada do cargo.

Em entrevista à rádio Jovem Pan na manhã dessa quinta-feira, 03 de dezembro, o senador José Serra (PSDB-SP), disse que vai defender entre seus pares que o recesso parlamentar seja suspenso através de convocação para tratar do assunto. A decisão cabe ao presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

O pastor e deputado Marco Feliciano (PSC-SP), colega de bancada evangélica de Eduardo Cunha, fez um discurso no plenário da Câmara comemorando a decisão de acolher o pedido de impeachment e relembrando ações do governo Dilma que foram contra as tradições familiares cristãs.

“Alguns acontecimentos nos remetem a momentos de reflexão, muitas vezes com confirmação do que aprendemos nos estudos bíblicos, onde constatamos que todos que tentam contra o povo de Deus e sua tradição cristã, mais dia menos dia são reconhecidos como operados por forças sobrenaturais. Em 2013 fui alvo das mais sórdidas perseguições, apenas por exercitar meu direito de assumir a Comissão dos Direitos Humanos e Minorias […] Parlamentares da base do governo abandonaram a Comissão, tentando esvaziar os quadros na fiúza de tornar insustentável minha gestão”, disse, relembrando a enorme crise política criada contra ele.

Na sequência, Feliciano destacou a postura do governo nas questões sociais/familiares: “Desde o início do governo da presidente Dilma Rousseff, nós deputados conservadores enfrentamos uma verdadeira avalanche, por parte do governo, de medidas que atentam contra nossa formação cristã, como legalização do aborto, criação de novas formações familiares onde a figura do homem e da mulher é substituída por um sem número de novas configurações, com adoção de crianças por casais homo afetivos. [Dilma] sistematicamente tenta impingir à sociedade a teoria de gênero, onde o nome pai e mãe seriam substituídos por genitores um e dois, e ainda aplicar educação sexual na primeira infância com ênfase a homoafetividade. Medidas governamentais que tentam de todas as formas legalizar o aborto em qualquer fase da gravidez, ou burlando a legislação vigente, oriunda do Congresso Nacional, com medidas administrativas, usurpando o verdadeiro Poder de legislar original do Congresso Nacional”.

“Ao vir a público as artimanhas e mentiras com as quais o PT ganhou mais uma vez a presidência, [o povo] passou a exigir a saída da presidenta através do impeachment. Hoje em momento histórico, o deputado Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados, aceitou o pedido feito pelo jurista Hélio Bicudo e iniciou o procedimento para o impeachment da presidente Dilma Rousseff. Agora temos que cerrar fileiras em oração para que, dentro dos mais límpidos respeito à Constituição, num processo democrático, seja sacramentada a vontade de mais de 90% do povo brasileiro”, concluiu Feliciano.

14 COMENTÁRIOS

  1. Se vai fazer o Impeachment da Dilma o Cunha deveria estar preso. Não morro de amores pela Dilma, mas ela não tem um contrato com esta empreiteira Tinha impedir todos os envolvidos na lava jato, de ver a luz do sol. E a Dilma não tem 45 milhões na conta de propina.

    • A Dilma, pode até não ter 45 milhões na conta, mas uma coisa é certa: antes da reeleição, segundo informações, ela mandou a cambada da PETROBRÁS abastecer os cofres do PT. Tu achas que esses caras iam entregar o ouro e não levar a “sua” parte? A Petrobrás foi transformada numa pizza, quem podia levou um pedaço ou uma fatia.
      Quando um governo (Chefe da Nação) se corrompe, há uma contaminação vertical.
      Nas próximas eleições, temos um bom candidato: Jair Bolsonaro…

  2. engraçada a entrevista da dilama, assim como na campanha ela passou o tempo todo dizendo que estava tudo certo, e que seu opositores eram mentirosos e ladrões.
    o mesmo tipo de jogo, só que a verdade é outra, ela prometeu não aumentar os impostos e fez, prometeu não aumentar o custo de vida e fez, quebrou o pais e põe a culpa no cunha, não que ele não mereça cadeia, longe disto, mas ela no minimo deveria ser companheira de cela

  3. Garota de 13 anos mata aula para ir a motel com pastor e mãe denuncia caso
    A Polícia Civil investiga caso de uma adolescente de 13 anos que mantém relacionamento com um pastor de 46 anos na região do Bairro Moreninha III. O crime configura estupro de vulnerável, porque a garota tem menos de 14 anos.
    Conforme a polícia, a mulher de 33 anos, mãe da adolescente, contou que foi à escola e descobriu que a menina havia matado aula. Desconfiada, a mãe esperou a garota chegar em casa e passou a questioná-la, foi quando a menina abriu o jogo dizendo que tinha passado à tarde em um motel com o pastor.
    A mulher contou ainda à polícia, que o pastor é da igreja, onde frequenta com a família. O caso, que aconteceu na última sexta-feira (25), é investigado pela DEPCA (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente). No dia do crime, a Polícia Militar foi à casa do homem, mas ele não estava no local. O autor também trabalha como carpinteiro de obras.
    Campo Grande News

  4. Pastor acusado de agredir mulher é preso por porte de arma
    Ele foi capturado em flagrante com um revólver e seis munições
    Acusado pela polícia de ameaçar e agredir a esposa, um pastor da Assembleia de Deus de Madureira foi preso nesta quarta-feira por agentes da Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (Deam) de São João de Meriti. No depoimento prestado pela mulher do religioso, em setembro deste ano, ela conta que está “separada de corpo” do companheiro, mas ainda residia no mesmo teto, em Vilar dos Telles, na Baixada Fluminense. Rogério de Vasconcellos Mouta, de 53 anos, foi capturado em flagrante com um revólver e seis munições.
    Além de falar sobre a separação – o casal viveu por 13 anos juntos- a vítima disse ainda aos agentes da Deam/Meriti que o pastor não aceitava o rompimento da relação e chegou a gritar com ela: Se você me deixar, eu te mato!
    Em outro trecho, a mulher disse que o pastor, que tem um escritorio de contabilidade, por diversas vezes a socou e falou que ela seria expulsa de casa para se prostituir.
    Aos policiais da especializada, a vitima contou que foi até a igreja na Rua Carolina Machado para falar com o chefe da instituição e foi recebida por várias pessoas e não sendo atendida por ele.
    Rogério foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo. A delegada titular da Deam/Meriti, Sandra Ornellas, ainda vai pedir a prisão pelos crimes de lesão corporal e ameaça.
    O Dia Rio

  5. Alguns motivos para o Impeachment da Dilma:

    .Tem os R$ 7,5 milhões que ela recebeu da Petrobrás para sua Campanha Eleitoral em 2014 – conforme Delação Premiada do dono da UTC Ricardo Pessoa;
    .Tem o Estelionato Eleitoral – na época da Campanha Eleitoral;
    .Tem as Mentiras e os Enganos na Campanha Eleitoral,
    .Tem a Culpa nas Pedaladas Fiscais – Aprovação da fraude fiscal via PLN 36 – Dilma gastou demais em 2014 desrespeitando assim à LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) o que por si só já é um crime;
    .Tem O Não Cumprimento das Metas Fiscais;
    .Tem o Crime de lavagem de dinheiro de R$ 22,9 milhões realizado pelo comitê financeiro de Dilma também em 2014 com a gráfica fantasma VTPB Ltda;
    .Tem as Pedaladas Fiscais – Dilma ilegalmente pegou empréstimos bilionários com bancos públicos para encobrir o déficit fiscal, esse crime ocorre desde o ano de 2011 e foi intensificado nos anos de 2013 e 2014;
    .Tem os Empréstimos secretos bilionários do BNDS – o QUAL A DILMA BARROU A ABERTURA DA CAIXA PRETA DO BNDS, que segundo os entendidos, se fosse aberto o Petrolão seria fichinha perto do BNDSão;
    .Tem os Rombos em 43 Fundos de Pensão – que já resultaram em prejuízos de mais 31 bilhões de reais ao erário público – só na Caixa Econômica Federal, houve prejuízo de 5,5 bilhões de reais e seus funcionários serão prejudicados pois terão que pagar a conta em doze anos. Já os servidores dos Correios (ECT) terão um quarto dos seus salários descontados por quinze anos para cobrir o rombo no fundo Postalis (prejuízo de 5,6 bilhões de reais);
    Tem o Rombo nas contas públicas que pode superar R$ 110 bilhões.

    Acho que só aqui JÁ DEU UNS 10 CRIMES COMETIDOS PELA A ENTÃO PRESIDENTA DILMA.
    E fora isso tem o fato que COMO GESTORA ELA CONSEGUIU, assim como sua Loja de 1,99 no RS, QUEBRAR O BRASIL EM TODOS OS ASPECTOS e hoje sem dinheiro ela anunciou a paralisação dos Serviços Públicos Federais.
    Tá bom ou quer mais????

  6. Lula se lamenta contra o impedimento da Presidente

    Pura hipocrisia de Lula!

    Pois foi o próprio Lula quem trapaceou e articulou para que houvesse impedimento de Dilma.

    Isso porque com Michel Temer na Presidência, será fácil chantageá-lo para tentar interferir na Polícia Federal, na Justiça e no Ministério Público. Tudo que Lula quer é que ele e seus filhos não sejam presos e tenham que devolver o dinheiro que roubou.

    Dilma resiste a mudar o Ministro da Justiça que não quer interferir na Polícia Federal, nem na Justiça e nem no Ministério Público.

    Lula com Rui Falcão (que sabe de todos os devi os de dinheiro público pelo partido, e por isso deverá ir para prisão) e demais dirigentes do PT forçaram os políticos do PT a não apoiarem Cunha justamente para que ele entrasse com o processo de impedimento contra Dilma. Essa a forma do PT em fazer política tem um nome só: Trapaça! Por isso pode ser chamado de Partido dos Trapaceiros ou PTrapaceiros.

  7. Pra mim, Dilma,PTe Lula lá, na cadeia é claro, já vai é tarde, o Brasil não vai sentir falta alguma.

    DEMOROUUUUUUUUUUUUUUUUUUU, MAS CHEGOUUUUUUUUUUUUU!!!!!!!!!!!!!!!!.

    A, pra terminar, leva o cunhado junto (Eduardo Cunha) kakakakakakak!

  8. Aqui há algo que os irmãos deveriam levar em consideração. Que deveriam meditar.

    São eles mesmos que estão se implodindo, se destruindo.

    Ou seja, a queda de Cunha, de Delcídio, de Dilma, de Lula e seus filhos… em nada foi obra de Pastores Políticos.

    Ou seja, não precisamos de Pastores Políticos para termos um País mais justo.

    Não seria por acaso as orações dos irmãos e das irmãs que estão fazendo com que eles se degradiem entre si, que se “transtorne”?

    Então amados não deixem que inflamem o seu coração com as coisas deste mundo. (Leia Tiago 3:6).

    O que os Pastores devem fazer é inflamar o coração dos crentes com a Palavra de Deus, com o Evangelho de Jesus Cristo.

    Pense nisso!

DEIXE UMA RESPOSTA