Brasil

Polêmico deputado usa a Bíblia para justificar projeto que modifica o Estatuto do Desarmamento

Comentários (23)
  1. Apocalipse disse:

    Afff cada dia esta piorando mais Jesus volta logo , que vive das lei do antigo testamento no G.T.B vai responder pela lei todas elas.
    Abrç.

  2. Lopes disse:

    Coisas de evanjegues., e como fica o quarto mandamento.,?

    1. delldellphone disse:

      lopes o quarto mandamento vc enfia no seu rabo e fala ele para o ladrão que entrar na sua casa e estuprar sua mulher e matar sua familia seu burro.

      1. Lopes disse:

        Atras de vc sou um burro mesmo cabra safado ., viadinho gospel

        1. Sandro disse:

          Lopes, esse cara tem transtorno grave de personalidade. Não vale a pena perder tempo argumentando com ele, pois o caso dele é para a psiquiatria.

          1. delldellphone disse:

            lopes te ofendi né. como é que uma aberrçaõ gay vai ter mulher ,? só se for a sandrete mulher de penca. deve ser a cena mais deprimente ver vcs na cama. primeiro a sandrete te pega pro tras e depois a sandrete te chupa kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk que nojo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk rindo muito kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  3. clamando disse:

    SOU A FAVOR DE ARMAR O CIDADÃO, POIS COMO ESTÁ SÓ BANDIDO ANDA ARMADO

  4. Janete disse:

    ALIÁS, ESSA GENTE USA A BÍBLIA PARA TOMAR DINHEIRO DOS INCAUTOS,ROUBAR,PREVARICAR, COMETER ADULTÉRIOS,ESTUPRAR,ETC… FAZEM ISTO TUDO E ESCONDEM ATRÁS DA BÍBLIA.

    1. Studebaker disse:

      hó Janete hó Janete c ta dizovano? qui generalização e essa sua ai, acuma tu podes escrever una coisa dessa, acho que vou receitar um xa com x pru c, c ta mutiu nervosa

    2. Antonio Henrique disse:

      Janete,você pode nos transcrever, os 10 mandamentos na sua devida sequência,para o nosso aprendizado,pode ser em Êxodo 20:3 ao 17 ou, em Deuteronômio 5:7 ao 21, e obrigado desde já,enquanto isto, Honrar a teu pai, e a tua Mãe,para que prolongue os teus dias na terra que o Senhor teu DEUS ti dá.

  5. mclorann@g disse:

    Olá amigos on line.A experiência em um pais define para onde vão suas Leis. Não se trata de estudos bíblicos ou filosóficos, especulações afins.Cada Pais determina em Plebiscito a conveniência.No Brasil tivemos esta experiência de plebiscito.Pode ser que o Brasil aprove uma Lei parecida com esta PL 986/15 futuramente.Ou não.É preciso e necessário que os brasileiros respeitem primeiramente a Constituição Federativa do Brasil de forma constante e uniforme.Principalmente o Artigo 5° e seus incisos.Que alcancem seu conhecimento desde os estudos em nível fundamental.Para que seu conhecimento possa trazer base e segurança sobre o que é Liberdade, seu alcance e importância.Como por exemplo, na vida do ser humano- vizinho, caminhante, errante que pratica uma atitude errada por equívoco ou vontade consciente, etc..A reflexão sobre o fazer e desfazer da consciência criminosa, o quanto este fazer na visão Estatal é benéfica para o cumprimento de uma Justiça mais humana e exata no sentido de que o errado seja totalmente desfeito desde sua raiz e possibilidade de volta.Isto é, o crime deve ser espiado pelo homem.De forma exata e eficiente, mas com garantia de resgate social, não como vemos nos dias de hoje em que um ex criminoso retorna para a prática de novos crimes depois que sai da carceragem.Conceitos e princípios fundamentais para decidir quando usar uma arma, em casa, no carro, no bolso.O que a arma tras e proporciona a Lei deve garantir antes.Igualdade.Proteção.Segurança.Quando houver índices insustentáveis, então ela poderá ser usada por um civil;quando o Estado realmente perder seu poder, sua perspectiva e recursos então a arma pode ser conveniente para legitimar o poder de soberania que nós brasileiros possuímos mas ainda não usamos, como por exemplo, a denúncia, delação, o empenho em favor da justiça do próximo amparada pela Lei Estatal mas não alcançada, então poderemos legitimar a soberania com uma arma, senão…Enquanto houver indiferença em relação as contravenções mínimas em nosso dia a dia, não demonstrarmos consciência de proteção e respeito, de limites, etc.., o uso de uma arma ficará inconveniente dependendo principalmente destes fatores.

  6. Sandro disse:

    Evangélicos, assumam de vez que vocês invejam os judeus e se convertam logo ao judaísmo! Meu Deus, é impressionante como esse povo, esquecendo-se do Evangelho de Cristo, vai fundamentar toda a sua fé nos livros e heróis judeus do Antigo Testamento!

    Moisés disse: “Olho por olho, dente por dente”, mas JESUS disse: “amai vossos inimigos”, “oferecei a outra face”, “os que com ferro ferirem, com ferro serão ferridos”, etc.

    1. delldellphone disse:

      sandrete cala a sua boca imunda. vc é tão idiota que até hoje não aprendeu que ku foi feito pra cagar e quer falar o nome de Deus. aprenda as coisas basicas da vida pra depois falar nas complexas. e a proposito, sua boca é tão suja que nao é digna de falar o nome de Deus , sua aberração gay.

      1. Sandro disse:

        E quando foi que pedi sua opinião, acéfalo? Toma vergonha nessa tua fuça e não me dirija mais a palavra que não me interessa o que você pensa ou deixa de pensar!

    2. Lopes disse:

      Liga não sandro., sabia porque o Dell phone tem este nome ., e pq ele na verdade deu pro pônei., agora só resta enviarmos uns carretéis de linha pra costurar as pregas deste otario..
      Kkkkkk

      1. Sandro disse:

        Mas não ligo mesmo, Lopes, e se esse sujeito tivesse um pingo de vergonha na cara ele não me dirigiria a palavra, pois ele falando e um burro defecando tem o mesmo significado para mim, ou seja, nenhum!

        1. delldellphone disse:

          lopes e a sandrete vão se juntar kkkkkkkkkkk claro porque aberração gay não casa se junta. agora imaginem a cena. dois anormais se agarrando kkkkkkkkkkkkkk alem de nojento, imundo , deprimente, é ridiculo como toda aberração gay. lopes sandrete morram com suas doenças seus lixos kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          1. Lopes disse:

            Babuíno Dell phone , o pessoal aqui deste site , precisa saber q vc tranza com o próprio filho chacal babuino miseravel., vai te reto satanas ., pedófilo herege., ., e outra este seu nome é porque vc deu pro pônei., vou fazer uma campanha pra arrecadar dinheito pra comprar carreteu de linha pra costurar seu fiofo ., cabra safado protestante ., bay

  7. henrjk disse:

    Não há nenhuma conexão do texto bíblico com a interpretação do deputado.
    Pelo que li, esse deputado nunca leu a bíblia.
    Se quer facilitar o acesso às armas pelo cidadão, que produza argumentos próprios em vez de usar mal a bíblia.

  8. henrjk disse:

    Não há nenhuma conexão do texto bíblico com a interpretação dada pelo edil.
    Parece que nunca leu a bíblia.
    Se quer facilitar o acesso às armas pelo cidadão, que produza argumentos próprios em vez de usar mal a bíblia.

    1. Cláudio Ferreira disse:

      Concordo: fez mal uso da palavra de Deus, realmente há argumentos melhores, tipo: se eu não posso ter uma arma por que eu “tenho segurança pública”, então também eu não tenho que ter extintor no carro e nem em prédios, pois nós temos bombeiros para apagar incêndio.
      Discordo: ler a Bíblia ele leu, mas pelo visto ele é o tipo de crente que só lê o Velho Testamento vivendo assim pela lei.
      Se ele lesse o Novo Testamento, ele não falaria tal asneira, pois a graça de Cristo diz:
      Ao que te ferir numa face, oferece-lhe também a outra; e ao que te houver tirado a capa, nem a túnica recuses;
      E dá a qualquer que te pedir; e ao que tomar o que é teu, não lho tornes a pedir.
      Lucas 6:29,30

  9. Holdy disse:

    Ponderada e bem medida a reflexão trazida. Parabéns!

  10. Holdy disse:

    De fato não se trata de um estudo bíblico ou filosófico, mas acima de tudo sociológico, o que não deixará de nos propor rebuscar em fontes como a religião e a própria filosofia, e/ou outras ciências para estabelecermos normas de conduta que sejam aplicáveis a coletividade, como o caso se propõe. Todavia para entendermos os aspectos que levam alguém a espreitar sua ideologia através de uma única fonte, não me parece razoável, uma vez que submete ao crivo mínimo de aferição. Não que a Bíblia não seja uma fonte historicamente rica em todos os aspectos humanos, e acima de tudo representa uma regra fundamental de fé e prática. Mas a proposta de lei tratando de um tema tão emblemático e, sobretudo polêmico não deveria ao meu sentir tomar como base, especialmente de forma equivocada as Escrituras por serem sagradas e promoverem a vida e não a morte, o amor e não o ódio em sua essência. Os históricos eventos de guerra e atrocidades marcam a história humana e não poderia estar distante do relato Bíblico, justamente porque fala da espécie bélica por natureza. Afinal a paz, é uma meta que se almeja desde a criação humana após a queda do homem. O primeiro homicida por sinal retirou a vida de seu próprio irmão porque ficou com ciúmes (Caim – Gn. 4), tal relato distanciou o homem do segmento pacificador, visto que, se deixa ser guiado pelas emoções, senão não existiriam os crimes passionais. Entre os 10 mandamentos que estão esculpidos na Bíblia mencionada pelo autor do projeto está o de NÃO MATARÁS (Ex. 20:13 e Dt. 5:17), o que dissolveria o argumento trazido pelo malsinado legislador. Outra arguição possível remonta o princípio da hierarquia das normas, de modo que a norma que guia o projeto estaria submissa ao mandamento acima descrito. E como bem destacou um dos comentaristas, os ensinos de Jesus destacam a busca pela pacificidade, pela conduta primeira de amar a sobrepor tudo que traduza-se em ódio. Sinceramente não imagino os clérigos em plena liturgia, seja celebrando ou apenas assistindo com armas nos coldres e em suas cinturas, ou mesmo que escondidas em partes menos visíveis. Portar uma arma por tudo que ela representa é o mesmo que espectar o risco. Uma simples brincadeira de simulação de ataque vitimando uma pessoa que representava ter sido alvejado por uma bala disparada por um pretenso agressor que por sua vez interpretava a cena como se fora um atirador, acabou em tragédia quando um dos transeuntes que estava armado atirou contra o “atirador”, alvejando-o com um disparo de verdade no abdômen (cenas disponíveis no youtube). Por mais treinado, investido de autonomia legal, capacitação ou qualificação técnica a utilização de uma arma não prevê o inusitado, muito menos o inibe ao contrário poderá produzir, justamente o inverso. O legislador busca tese, que ao que mais parece vislumbra, o uso arbitrário das próprias razões. Ao Estado se bem ou mal, fora dado outorga para prover a prestação de segurança, por isso se diz pública. O aparato deficitário das políticas públicas necessita de reforma, sem dúvida, no entanto, repassar essa condição ao particular será o mesmo que declarar uma guerra civil sem precedentes, especialmente porque vivemos uma época onde a desumanização é recorrente. Finalizando, ao analisar a severa legislação que visa a condenação em morte na Indonésia fiquei pasmado com a informação de que o fuzilamento dos condenados, diga-se um por vez, se dá com um pelotão de 12 homens armados com fuzis, conquanto apenas três possuem munição de verdade, justamente para garantir que nenhum deles saiba quem deu o tiro fatal. Quando vejo pessoas de bem cogitando a possibilidade de se armarem pela justifica simplista de que o marginal está armado, percebo que estamos nos nivelando por baixo, no afã de garantir uma pseudo segurança que ao final trará mais transtorno do que benefício. É o que penso!

  11. jose figueredo disse:

    Alguém pede pra o traveco Janete parar de escrever em caps look parece que ela tá gritando com o bofe que comeu e ñ pagou

  12. VOZ disse:

    “Peninha” e serio? Isso e sobre nome ou apelido ? Tanto faz, me lembra um personagem de gibi de um certo estúdio, primo de um pato famoso. Nossa ele era demente, o personagem do gibi, se bem que esta DF não fica longe disso também.

    Mas deixando a loucura de lado falemos serio. Com certeza o tal DF esta levando algum das industrias de armas,loby na cara dura.

    E incrível como cada dia que passa eles estão mais transparentes em suas intenções gananciosas. São não vê quem não quer ver.

  13. VOZ disse:

    Se o SENHOR não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o SENHOR não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela. Salmos 127:1

    Para quem tem duvida a palavra de Deus esclarece tudo.

  14. Lopes disse:

    Tu ta querendo ne safado

  15. Ricardo Gomes disse:

    O site dramatiza usando o termo polêmico para o Deputado porque ele usa a um texto da da bíblia, polêmico é o Governo que desarmou os cidadãos de bens, e não da uma segurança eficaz a todos, seja pública, patrimonial, pessoal.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

As principais notícias gospel do Brasil e do mundo no portal pioneiro; Saiba tudo aqui sobre música gospel, evangélicos na política, ações missionárias e evangelísticas, projetos sociais, programas de TV, divulgação de eventos e muito mais.

No ar desde 2006, o canal de notícias gospel do portal Gospel+ é pioneiro no Brasil, sempre prezando pela qualidade da informação, com responsabilidade e respeito pelo leitor.

ANÚNCIO
ANÚNCIO
ANÚNCIO