Destaque

Deputado Federal Arolde de Oliveira expõe a inconstitucionalidade do acordo Brasil-Santa Sé

Comentários (7)
  1. Pr Écio Pousas disse:

    Mais uma da “santa” Igreja Católica… Será que os evangélicos vão continuar cegos, surdos e mudos diante destas coisas? Isto serve também para os católicos, para que vejam as “espertezas” desta dita igreja. Na época da inquisição, a Igreja Católica matou e mandou matar milhares de milhares, porque não aceitavam suas “doutrinas” antibíblicas; passados tempos, com a venda de indulgências, granjeou terras e mais terras; e agora, com a altíssima dívida, por conta dos escândalos de pedofilia e afins, busca ajuda financeira dos países (como o Brasil), para pagar seus impostos. Volta Jesus, e desmascara a Prostituta!!! Maranata!!!

  2. Luciano disse:

    Pelo que percebi no penúltimo parágrafo da matéria, os deputados evangélicos não estão muito preocupados em defender a Constituição, não. Parece que esse foi apenas o álibi utilizado para que eles possam exigir a sua parte do “bolo” sem parecerem imorais.

    Vejam só:

    “…nós lutaremos para que a proteção alcance todos os segmentos religiosos”, afirmou.

    Em outras palavras:

    “… nós também queremos a nossa parte, nessa farra com o dinheiro público”.

    É indescente o acordo firmado pelo presidente Lula, assim como a postura mercenária dos deputados evangélicos.

  3. Luiza disse:

    Luciano,
    Esse foi o comentário pessoal de um Pastor (Edino Fonseca), seu parecer, e não representa a verdadeira intenção do documento apresentado – que pela interpretação mais intuitiva do texto aqui publicado – busca mostrar que o acordo com a Santa Sé é inconstitucional e assegurar a laicidade do Estado.
    Dizer que os evangélicos tomaram essa medida apenas porque também querem “parte do bolo”, como colocou, é pensar muito pouco de políticos que querem garantir a nossa liberdade religiosa e que o curso de nossa sociedade não seja ladeado por ações tendenciosas.
    Um dos princípios fundamentais para o exercício da democracia é a laicidade do Estado, se começarmos a permitir que ela seja corrompida, em breve outras agressões seguirão até o ponto em que já não será mais possível acreditar que um dia a democracia possa chegar a ser plena.
    Pode me chamar de idealista, mas eu prefiro ter fé nas pessoas a malsinar uma iniciativa com um ponto de vista obtuso e odiento.
    Não sou evangélica, não sigo nenhuma doutrina religiosa, mas nem por isso critico ou tenho preconceito contra os que são religiosos.

  4. Marcos Andre disse:

    a igreja catolica, se pudesse, engolia o estado e voltava a ser soberana. Mas como não dá mais para ela ser a todo poderosa, tenta como pode se alinhar com o estado para ter poder. Uma vergonha, onde esse mundo vai parar?

  5. Constante disse:

    É clara a tentativa do Poder Romano em recuperar terreno perdido nas suas grandes colônias. Sem verbas oficiais necessitam dizimistas, que lhes escapam aos montões.
    Se retomarem o poder e ressuscitarem a idade média, daqui uns 500 anos algum papa pede perdão. E tudo bem.

  6. Robson disse:

    É impressionante a falta de conhecimento histórico de muitos que se dizem verdadeiros cristãos. Primeiro o acordo foi firmado entre a República Federativa do Brasil, e o Estado do Vaticano (Santa Sé), que para quem não sabe, é um país soberano dentro da cidade de Roma.

    Segundo, o fato da Santa Igreja Católica propor este tipo de acordo, não está ligado a nenhum novo benefício por parte do Estado brasileiro, já que todos os artigos contidos no documento já são aplicados, sendo assim, o que vai acontecer é, formalizar algo que já existe. E se não me engano, todas as demais “igrejas” gozam de isenção tributária e liberdade de culto e ensino.

    O acordo é um meio da Igreja e do Estado reconhecer a grande contribuição que esta teve na formação da nação brasileira, lutando junto com os portugueses contra os hereges protestantes holandeses e franceses, contribuindo com a arte, a literatura, a filosofia, e principalmente com a palavra de Deus e com a defesa da moral e da vida.

    “A Simão a quem pôs o nome de Pedro” Marcos 3,16
    “Tu és Pedro, e sobre essa rocha edificarei a minha igreja” Mateus 16, 18
    “Apascenta as minhas ovelhas” João 21,17

    Quanto aos comentários da Igreja querer recuperar poder, digo que ela nunca o perdeu, pois ele advém de uma força superior a qualquer governo. Deus. E que nenhum homem poderá tirá-lo

    Aos demais pesquisem melhor sobre a inquisição e às terras doadas para a igreja, e verão que, muito do que vocês consideram verdade são grandes mentiras, muito bem contadas por sinal. A mentira bem contada muitas vezes acaba se tornando verdade. Pax Domini

  7. Ronilton disse:

    Esse tote que tem sobre o não apedofilia tem que ser ampliado pois o
    fato que o comvencimento de um menor a pratica do sexi e tambem um crime mesmo que ele queira…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

As principais notícias gospel do Brasil e do mundo no portal pioneiro; Saiba tudo aqui sobre música gospel, evangélicos na política, ações missionárias e evangelísticas, projetos sociais, programas de TV, divulgação de eventos e muito mais.

No ar desde 2006, o canal de notícias gospel do portal Gospel+ é pioneiro no Brasil, sempre prezando pela qualidade da informação, com responsabilidade e respeito pelo leitor.

ANÚNCIO
ANÚNCIO
ANÚNCIO