“Deus é o futuro do rock”, diz Billy Corgan, vocalista da banda secular Smashing Pumpkins

1

Por muito tempo, igrejas evangélicas pregaram que o rock, estilo musical nascido nos Estados Unidos, era uma criação do diabo. O tempo passou, diversas bandas cristãs tocam rock, e agora, há quem acredite que falar de Deus seja o caminho natural para a sobrevivência do polêmico estilo musical.

Billy Corgan, 46 anos, vocalista da banda Smashing Pumpkins, afirmou numa entrevista à CNN que ele acredita que falar sobre o sofrimento e depressão nas músicas é uma fórmula desgastada, e que falar de Deus é o futuro do rock.

“Eu acho que Deus é o grande território inexplorado na música rock ‘n’ roll”, disse, antes de revelar que vem trabalhando em composições que tenham Deus como tema principal.

O cantor ainda afirmou que as bandas cristãs precisam evoluir musicalmente e tentar criar identidade própria, ao invés de copiar o U2: “Na minha opinião, eu acho que Jesus gostaria bandas melhores, sabe?”.


Por Tiago Chagas, para o Gospel+


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA