Brasil

Diretor de “José do Egito” fala sobre a grandiosidade da produção promovida pela Rede Record

Comments (1)
  1. que pena muitos sendo enganados,o MAIOR PROPOSITO dos produtores dessas ‘novelas biblicas’ nao esta em MOSTRAR a VONTADE de DEUS,mas sim publicar a PROSTITUICAO,e MUITAS HERESIAS que serao INVENTADAS comecando do TITULO HERETICO ‘JOSE DO EGITO’,JOSE nao E do EGITO mas sim de ISRAEL. Trarao como destaque RUBEN E BILA,JOSE E A MULHER DE POTIFAR,DINA E SIQUEM(tudo que tem haver com SEXO e toda a imundicia vao mostrar) CUIDADO CRENTE

  2. maria jose alves cabral disse:

    É uma grande produção sem dúvida.
    Porem a pesquisa histórica ou a produção ignorou o fato crucial de que, os egpicios eram um povo negro e dentro de um continente africano.
    Não vemos sequer um ator negro ou será que o pensamento eurocentrico da produção irá colocar algum ainda, se for quando? em que situação?talves, como escravo ou servo? Vamos ver.
    Afinal quem foram escravisados lá foram os hebreus que também devido ao causticante sol do deserto e a propria etnia também não eram brancos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *