Bispo Edir Macedo: “Profetas são mulheres mal casadas ou frustradas sentimentalmente”

O bispo da Igreja Universal, Edir Macedo, criticou o entendimento errado sobre o dom de profecias e disse que "profetas" são mulheres "mal casadas" ou sentimentalmente frustradas, em uma publicação feita no seu blog

1

O líder da Igreja Universal do Reino de Deus, Edir Macedo, fez duras críticas ao segmento pentecostal e neopentecostal da igreja evangélica, em uma publicação no seu blog nesta quinta feira (02).

Com o título de “Não se deixe enganar…”, o texto apresenta três razões pelas quais, segundo Macedo, a igreja tem tratado com “ignorância” o dom de profecias e de línguas, chegando a dizer que as “profetas” são “mulheres mal casadas ou frustradas sentimentalmente”.

“Nada tem sido tão devastador nas igrejas como a ignorância com respeito às profecias. Da mesma forma como Satanás tem usado a falsidade de línguas estranhas também tem se aproveitado da falta de discernimento espiritual com respeito às profecias.”, disse ele.

“E o pior é que muita gente escolada também tem se rendido às farsas das ‘profetas’ que, diga-se de passagem, são mulheres mal casadas ou frustradas sentimentalmente.”.


Edir Macedo, ao que parece, não desacredita no dom de línguas e profecias, mas sim em seu uso específico, para atingir determinados propósitos. Apresentando algumas passagens bíblicas, o bispo argumenta que “A Bíblia não deixa dúvida quanto ao uso das profecias e ensina seu objetivo”, citando 1 Cotíntios 14:3 como primeiro ponto da sua abordagem.

O bispo argumenta que nenhuma profecia é dada para edificação pessoal, mas sim para a igreja como um todo:

“Se a palavra é profética, então ela vem de Deus e, se vem de Deus, Sua orientação é para abençoar todos da Igreja, mas nunca para alguém em particular. Afinal de contas, Deus não faz acepção de ninguém. Por que Ele falaria com um ou outro em particular?”, questionou.

No terceiro aspecto da sua abordagem quanto ao dom de profecia, citando a passagem de 1 Coríntios 14.3,4 e 22Edir Macedo enfatiza que a profecia tem o objetivo de “edificar”, “exortar” e “consolar a igreja”, contrariando a ideia de que profecias serviriam para “adivinhações, previsões do futuro e até imposições de casamentos, negócios e viagens”. Sobre o erro de entendimento quanto aos objetivos da profecia, Macedo escreveu:

“A situação é tão crítica que chega-se a misturar profecias, adivinhações, previsões do futuro e até imposições de casamentos, negócios e viagens, tudo no mesmo pacote da ilusão para enganar os incautos sinceros.”

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA