Se eleito, Trump diz que enviará imigrantes de volta à Síria: “Podem ser do Estado Islâmico”

8

O pré-candidato Republicano à presidência dos Estados Unidos Donald Trump abandonou de vez qualquer referência a um tom politicamente correto e afirmou que, se for eleito, mandará de volta todos os imigrantes sírios que chegarem ao país.

A afirmação foi feita durante um comício na cidade de Keene, no estado de New Hampshire. “Ouvi dizer que queremos receber cerca de 200 mil refugiados sírios. Mas eles poderiam, escute, poderiam ser do Estado Islâmico”, afirmou.

Trump, que é um empresário bilionário de orientação política ultraconservadora resolveu adotar um discurso frontalmente oposto à maioria de seus adversários dentro do próprio Partido Republicano e, principalmente, no concorrente Partido Democrata.

“Estou avisando as pessoas que estão chegando aqui da Síria como parte desta migração em massa que, se eu ganhar, eles serão enviados de volta”, disse, afirmando que a seu ponto de vista, eles poderiam integrar um exército terrorista disfarçado a serviço dos extremistas muçulmanos.


“Eles podem ser integrantes do Estado Islâmico. Não sei. Vocês já viram uma imigração como essa? São todos homens, e todos parecem fortes. Há muitos homens, mais que mulheres. E me pergunto: por que não estão lutando para salvar a Síria? Por que estão emigrando para toda Europa?”, questionou, de acordo com informações da Veja.

Aprofundando seu raciocínio, Trump apontou que os imigrantes estão entrando na Europa e em outros países ocidentais “sem ser identificados”, e sem que nenhuma autoridade tenha maiores informações sobre suas origens, posturas políticas e ideológicas: “As táticas militares são muito interessantes. Este poderia ser um dos maiores estratagemas de todos os tempos. Um exército de 200 mil homens, talvez. É uma possibilidade. Não sei se é assim, mas seria possível”, teorizou.

O atual governo dos Estados Unidos, comandado por Barack Obama, pretende receber em 2016 um total de 85 mil refugiados, entre eles 10 mil sírios, conforme anunciado no mês passado pelo secretário de Estado, John Kerry.

Na Europa, estima-se que ao menos 500 mil pessoas cruzaram o Mar Mediterrâneo a partir da Líbia, rumo à Europa, em fuga da guerra civil na Síria e em outras regiões do Oriente Médio.


8 COMENTÁRIOS

  1. Este candidato protestante já está dando provas da lástima que será o seu governo.,.

    Este herege está abrindo sua bocarra nojenta para vomitar o enxofre de lutero que guarda em seu ventre.,

    Os imigrantes estão sofrendo com suas fãmilias em um país em ruínas ., çriancas. E mulheres estão tendo suas vidS ceifadas pelo mar e pela guerra.,.

    Na é uma ideologia racista que vai barrar os corações dos europeus e americanos .,

    Este candidato só está latindo assim para contrariar o santo padre o papa que em sua bondade pediu aos presidente barak obama para acolher as famílias de refugiado ., e autorizou as paróquia da Itália e França a acolher as famílias.,

    Oremos para que os porcos de lutero ., Seja anátema.,.

    Paz e bem

  2. benção de Deus devem sim voltar para seu país, e os americanos devem acabar com os islamicos terroristas, então todo o povo vivera em paz.
    não adianta se forem receber a estes , terão de receber gente do mundo todo que foge do isla

  3. Concordo com ele. Pessoal, estava vendo uma notícia no BBC e me deparei com essa foto:

    http://ichef-1.bbci.co.uk/news/ws/624/amz/worldservice/live/assets/images/2015/08/08/150808002307_sp_inmigrantes_lesbos_624x351_reuters.jpg

    Vejam, são todos homens, aparentam ter boa saúde, jovens, fortes (um, inclusive, é musculoso) e usam roupas de ótima qualidade. Olha o tecido da mochila deles. É melhor do que o que um brasileiro comum usa. Já teve, inclusive, fotos de imigrantes com iPhone.

    Na mesma matéria, a resposta sobre a gigante parte ser homens, é dito que eles vem na frente para enviar dinheiro para a família, ou seja, NÃO TEM RISCO DE MORTE – E MUITO MENOS DE FOME, DADO O QUE EU MENCIONEI ACIMA!!!

    Tá na cara que eles querem ir para a Europa porquê é um lugar rico. Eles não são coitadinhos!

    Link citado: http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2015/09/150910_imigrantes_recusa_tg

    Tem outra notícia na BBC que me fez clicar nessa que falava que a entrada de imigrantes era boa pelo motivo de que iria aumentar a população local. MAS POR QUE DIABOS, ENTÃO, ELES PROMOVERAM O HOMOSSEXUALISMO PELA MÍDIA NA CONTRACULTURA, DERAM LIBERDADE PARA AS MULHERES EXIBIREM SEUS CORPOS (NESSE PONTO, CONCORDO COM OS MUÇULMANOS. OLHA O JEITO QUE AS MULHERES SE COMPORTAM) ANDANDO LIVREMENTE POR AÍ E PROMOVERAM O “FICAR”???

    • Escrevi com maiúscula ali em cima como forma de grifar.

      Vou explicar o que eu quis dizer no final:

      Bom, a queda da taxa de natalidade se trata de uma alteração cultural proposital. A mídia quer FORÇAR a forma que temos que nos comportar ou não, e isso é muito evidente. Entretanto, se isso já foi planejado, eles sabiam qual seria o resultado, que, no caso, seria a queda da taxa de natalidade europeia (somos colônia europeia), o que faria com que precisássemos enfiar imigrantes no ocidente.

      Sobre a mulher, quis dizer que elas costumam ser muito vulgares. Elas gostam de amostrar o corpo. Olha, temos homens e mulheres livres andando por aí, mas os dois agem de formas diferentes. A maioria das mulheres casadas e religiosas que eu conheço se comportam como se fossem solteiras. Elas continuam fazendo a mesma coisa, até ficar rebolando a bunda, que é uma coisa sexual. Não é sexual? Então pra que serve ficar mexendo uma parte sexual do corpo? Vai começar a andar na rua balançando o peito agora? Qual é a finalidade? A mesma coisa usar calça jeans colada no rabo. É pra delinear a bunda. Daqui a uns dias vai ter umas mulheres com um decote na igreja mostrando a metade das tetas e ninguém vai falar nada pra não ser taxado de machista… ou será que isso já não é um fato?

      Nesse ponto, acho que deveria usar burca mesmo, e andarem acompanhadas, igual as cristãs de antigamente tinham que fazer – se, é claro, quiséssemos manter os moldes de família tradicional, que é o que nos dava boa taxa de filhos. Se acharem melhor importarem muçulmanos, que podem também trazer junto conflitos que vemos todos os dias nos noticiários que são comuns no Oriente-Médio, ou qualquer outra alternativa, façam outra combinação.

      Repito que não tou falando que universalmente é melhor o que eu disse, digo num determinado âmbito, o que visa o mantenimento do crescimento demográfico.

      Primeiro eles quebram a nossa cultura que nos dava muitos habitantes para depois arrumarem uma desculpa para islamizarem nossa terra.

      É isso.

DEIXE UMA RESPOSTA