Empresária cristã decide deixar que clientes paguem o que acham justo e restaurante prospera

9

Uma empresária cristã tomou uma decisão arrojada e arriscada para tentar salvar seu restaurante, que estava afundando em dívidas: colocou o caixa nas mãos de Deus.

Dana Parris, 52 anos, já havia tentado os métodos tradicionais e não havia conseguido sanar as finanças do restaurante Justin Cookin, em Dallas, no Texas (EUA). Então resolveu deixar nas mãos de Deus quanto seus clientes pagariam pelas refeições.

A empresária anunciou que os clientes pediriam as refeições normalmente, mas só pagariam o valor que sua consciência considerasse justo, de acordo com informações do Christian Urban.

Agora, quando um cliente pede a conta, Dana pergunta: “Quanto você acha que vale?”. As respostas, ao longo do tempo, permitiram que a empresária recuperasse as finanças de seu restaurante, pois a estratégia fez aumentar o fluxo de clientes.


“A melhor maneira que eu poderia provar que eu estava dando tudo a Deus era dando a Ele o controle da caixa registradora”, testemunha a empresária, que viu o movimento triplicar, além de notar uma maior fidelização dos clientes.

Agora Dana Parris mantém dois livros no caixa: um para os clientes que quiserem fazer pedidos de oração e o outro para os clientes que desejam contar bênçãos.

Há casos em que os clientes não pagam um valor que cubra as despesas de uma refeição, mas como no geral a estratégia tem dado resultado satisfatório, Dana pretende manter o estímulo por um tempo indeterminado.

Segundo Dana, houve um caso de uma enfermeira que pagou um valor baixíssimo na primeira vez, mas voltou no dia seguinte e pagou muito mais pelo mesmo prato.

9 COMENTÁRIOS

  1. no brasil nao daria certo pq as pessoas querem tirar vantagem de tudo. é só ver o silas pedindo as pessoas pra doar o aluguel e confiar em Deus. pq ele nao pára de pedir oferta e confia em Deus…

  2. Esse moda pegar brasil.misericórdia tem muitas gentes dissonestas nesse brasil.pra deus salvar o dono restaurante.quem não pagar nada deus mandara umas pragas Do Egito pra essas pessoas só pensa tirar proveito dos honestos… Kkkk

    • Realmente,Maria Eliza, e lá as pessoas têm, além do padrão de vida elevado, um espirito de cooperação muito grande, ou seja não são pobres e não são pobres de espirito também.

DEIXE UMA RESPOSTA