Extremistas do Estado Islâmico acreditam que serão salvos por Jesus durante batalha em Jerusalém, diz jornalista

33

Um jornalista que conseguiu se infiltrar nas fileiras do Estado Islâmico revelou que os militantes do grupo terrorista acreditam que serão salvos por Jesus Cristo após uma batalha de escala apocalíptica em Jerusalém.

Graeme Wood disse à CNN que os extremistas usam apenas trechos do alcorão como base para seus ensinamentos, e distorce a mensagens dos textos, colocando-os fora de contexto.

Wood afirmou que os militantes não são genuinamente muçulmanos, pois seguem trechos dos ensinamentos do alcorão, enquanto em “outros [pontos] simplesmente optam por ignorar”, e a partir dessa visão parcial e deturpada, constroem suas crenças.

Dentro desse ambiente, o sincretismo religioso surge e leva os terroristas a acreditarem que “Jesus Cristo irá resgatá-los quando forem cercados por uma figura antmessiânica ou anticristo durante uma batalha final em Jerusalém”, relatou Wood.


O jornalista acrescenta que, dentro da crença dos extremistas/terroristas, “o resgate divino acontecerá durante a batalha, quando estiver quase a terminar e o Estado Islâmico tiver apenas 5 mil dos seus combatentes vivos”.

O sincretismo religioso fica explícito porque a crença dos militantes do Estado Islâmico os insere no cenário do armagedon, que é apontada pela Bíblia Sagrada como a batalha final do Apocalipse, com a participação de todas as nações da Terra e que, em seu desfecho, aponta para uma derrota dos aliados do anticristo.

“A noção de que o ISIS possa recorrer à figura messiânica de Jesus Cristo pode ser facilmente explicada teologicamente, porque o Corão não só reconhece a divindade e a existência do Messias Jesus Cristo, bem como do culto mariano e da existência da Virgem Maria. Mas é totalmente contraditória com a prática do grupo guerrilheiro: porque durante o assassinato da praia da Líbia, os 21 cristãos coptas não foram poupados por terem gritado ‘Jesus Cristo!’ nas suas expiações finais”, comentou o jornalista Augusto Ramos, no Blasting News.

Esses relatos aumentam as especulações de que o Estado Islâmico seja resultado de iniciativas de governos de diversos países, para manipular a política internacional e gerar demandas militares.

33 COMENTÁRIOS

  1. Se acreditam em Jesus como está no alcorão e na santa virgem maria., então cabe ao líder suplemo do Islã., condenar imediatamente estes atos., dizendo lhes que Jesus é a paz e maria o amor., nada de guerras quem provém de satanas e seus anjos.,oremos

    • “então cabe ao líder suplemo do Islã., condenar imediatamente estes atos”

      Lopes, não existe um líder “suplemo” do Islã, nada parecido com um Papa (mas é isso que o ISIS está tentando fazer, implantar um Califado).

      Maria é o amor? Eu pensei que fosse Deus.

      • Evanjegue errei sim em colocar o l..em vez de r., tu és tão perseguidor que mesmo entendendo o texto crítica., maria e sim do amor., pois é mãe do amor maior que é jesus., e soube dizer o seu sim e acolher com amor o plano de Cristo., posso sentir seu ódio por maria santissima a quilômetros de distância filhote de lutero seguidor de seitinhas mundanas., ave cheia de graça , o senhor és contigo., oremos

        • Já que Maria é amor e intercede junto à Jesus, peça a ela para te dar um coração melhor, com mais amor ao próximo, pois você é católico mas xinga e se comporta mal como alguns dos crentes velhacos e fariseus que comentam aqui.

          • Por favor, me mostre um texto na bíblia onde diz que Maria é amor, ou que diga que ela intercede por nós, ou que diga que ela cura.

            Ps.: não estou criticando, só quero entender essa doutrina.

          • Luciano,ele é um bom moço,sim,e xinga porque também é xingado
            por fariseus.O Sandro está certo,por ele responder.Eu também
            estou errado fico no baixo nível deles.Quanto a você luciano,só o
            considera um bom moço por ele não ser gay.Para você só o gay não
            presta.Isso fica bem claro.

  2. Acho incrível como jornalistas não se informam antes de publicar algo.

    “A noção de que o ISIS possa recorrer à figura messiânica de Jesus Cristo pode ser facilmente explicada teologicamente, porque o Corão não só reconhece a divindade e a existência do Messias Jesus Cristo, bem como do culto mariano e da existência da Virgem Maria. Mas é totalmente contraditória com a prática do grupo guerrilheiro: porque durante o assassinato da praia da Líbia, os 21 cristãos coptas não foram poupados por terem gritado ‘Jesus Cristo!’ nas suas expiações finais”, comentou o jornalista Augusto Ramos, no Blasting News.

    O Corão não reconhece a divindade de Jesus, mas que ele foi um profeta enviado por Deus, sim filho de Maria e nascido de uma virgem, Messias (Ungido) mas de modo algum divino. O Corão também diz que Jesus voltará no Juízo Final, portanto o ISIS não está fazendo sincretismo religioso, mas afirmando algo que está escrito no Corão. Para eles Jesus foi um profeta do Islã que pregou a crença no Deus Único, como os profetas antes dele, mas seus escritos e suas palavras foram adulteradas.

    Quanto à Maria, o Corão não reconhece o culto mariano, mas critica o fato de os cristãos praticarem tal culto, o que para eles é idolatria.

    “Ó Jesus, filho de Maria! Foste tu quem disseste aos homens: ‘Tomai a mim e a minha mãe por duas divindades, em vez de Deus?’ Ele (Jesus) dirá: Glorificado sejas! É inconcebível que eu tenha dito o que por direito não me corresponde. Se tivesse dito, tê-lo-ias sabido, porque Tu conheces a natureza da minha mente, ao passo que ignoro o que encerra a Tua. Somente Tu és Conhecedor do incognoscível. Não lhes disse, senão o que me ordenaste:‘Adorai a Deus, meu Senhor e vosso!’” (Alcorão 5:116-117).

  3. Interessante esse sincretismo do EI. Jamais poderia imaginar isso.

    Aqui no Brasil também existem crentes fazendo sincretismo entre cristianismo e candomblé, pois eles, os crentes, afirmam a existência de entidades que pertencem exclusivamente à cosmovisão de religiões de matriz africana, tais como a Pomba Gira, e chegam ao ponto de dizer que falam com ela.

  4. “Esses relatos aumentam as especulações de que o Estado Islâmico seja resultado de iniciativas de governos de diversos países, para manipular a política internacional e gerar demandas militares.”

    Interessante observar, neste sentido, como anda a passos de tartaruga uma intervenção, de fato!

  5. É preciso considerar, ainda, o sentido da palavra “divindade” que o autor expressou, pois nem sempre a expressão divindade esta ligada a ideia de um Deus, mas de deuses – assim mesmo, com “d” minúsculo -, bem como também o sentido da palavra “culto”, que no contexto em questão pode se referir ao culto de dulia (veneração, devoção) ou de hiperdulia (veneração especial dos fiéis católicos a Maria), sendo que os islamitas também manifestam veneração a Maria.

    Quanto ao sincretismo, ele esta mais que evidente no amálgama entre cosmovisão cristã e cosmovisão islamita no que diz respeito ao tema escatológico abordado.

    • Entendi Sandro. Mas no Islã não existe esse conceito de “divindades”, “natureza divina” etc., que existe em outras religiões (inclusive no cristianismo). No Islã somente Allah é divino, somente ele é Deus, e ninguém compartilha da sua “divindade”, nem os anjos, e nem Jesus, ele não tem filho e ninguém é semelhante ou comparável a ele.

      Certa vez conversando com um muçulmano acerca do inferno, eu perguntei a ele como um pai lança seu filho em um lugar como este, e ele me explicou que no Islã não existe o conceito de que “filho de Deus”, de que somos todos “filhos de Deus” (ou que os fiéis muçulmanos se tornam “filhos de Deus”). Para o Islã, todos somos servos de Deus, inclusive Jesus, para eles ninguém é filho de Deus, mas servos de Deus. Eles tem o conceito de que fomos criados para adorar a Allah, e como um instrumento construído para uma função, se somos incapazes de cumprir essa função, e não temos conserto, somos descartados. Bem radical né.

      Quanto ao sincretismo, na matéria dá a entender que o ISIS está praticando, quando na verdade eles só estão dizendo o que está no Corão (então, a matéria deveria citar o amálgama do Corão, e não do ISIS). Está parecendo que o ISIS está praticando algo diferente do que está no Corão para atrair fiéis, quando eles deixam bem claro que cristãos e judeus são inimigos.

      O Corão não é uma religião a parte da Bíblia, segundo eles o Corão é uma continuidade da religião de Jesus, Moisés e demais profetas, portanto, Jesus sempre esteve inserido na crença deles. Eles acreditam que todos os profetas anteriores foram enviados para um povo específico, pregando o mesmo Corão que Maomé pregou (inclusive, que houveram profetas não só em Israel, mas em todas as partes do mundo), que Deus é Um e Único, mas que as religiões e livros foram distorcidos e adulterados, levando os homens novamente à idolatria. No Corão você encontra a Gênesis, a história de Moisés, Abraão, Jesus etc., mas contada de uma forma diferente (segundo eles, da forma não distorcida).

      • O Corão tem um visão completamente diferente do Cristianismo a respeito de Jesus.

        1- Primeiro porque o Alcorão afirma que Jesus não foi crucificado, afirma que a crucificação não passou de “simulação” e Jesus não foi morto na cruz, mas ascendeu diretamente a Deus. (não houve “ressurreição”).

        “E por dizerem: Matamos o Messias, Jesus, filho de Maria, o Mensageiro de Deus, embora não sendo, na realidade, certo que o mataram, nem o crucificaram, senão que isso lhes foi simulado. E aqueles que discordam, quanto a isso, estão na dúvida, porque não possuem conhecimento algum, abstraindo-se tão-somente em conjecturas; porém, o fato é que não o mataram. Outrossim, Deus fê-lo ascender até Ele, porque é Poderoso, Prudentíssimo.” Surata 4:157-158

        2- Eles não crêem na Trindade divina, pois pra eles Jesus não é Deus e nem filho dEle.

        “Ó adeptos do Livro, não exagereis em vossa religião e não digais de Deus senão a verdade. O Messias, Jesus, filho de Maria, foi tão-somente um mensageiro de Deus e Seu Verbo, com o qual Ele agraciou Maria por intermédio do Seu Espírito. Crede, pois, em Deus e em Seus mensageiros e digais: Trindade! Abstende-vos disso, que será melhor para vós; sabei que Deus é Uno. Glorificado seja! Longe está a hipótese de ter tido um filho. A Ele pertence tudo quanto há nos céus e na terra, e Deus é mais do que suficiente Guardião” Surata 4:171

        3- Estão aguardando a vinda de al-Mahdi, um líder mundial islâmico onde procurará fazer com que adeptos de qualquer outra religião venha a renunciar sua fé e adorar Alah.

        4- Acreditam que este (al-Mahdi) reinará 7 anos em meio a grandes tribulações para no fim Jesus voltar e governar ao lado dele. Para o cristianismo, este é o anticristo de Apocalipse.

      • “Para o Islã, todos somos servos de Deus, inclusive Jesus, para eles ninguém é filho de Deus, mas servos de Deus…”, e eles entendem que todos nascem islamitas, havendo apenas o que chamam de “reversão”, ao contrário de conversão, como dizemos.

        No tocante ao sincretismo, ele ocorre no sentido em que um aspecto da escatologia cristã, ou seja, o armagedon, passa a fazer parte, por iniciativa do EI, da escatologia islã. Ora, o armagedon é parte exclusiva, única mesmo, da cosmovisão cristã.

        Caso eu esteja errado, me corrija, por favor.

        • O “armageddon” do cristianismo é a mesma “batalha final” em que os islamitas acreditam, é a guerra entre o bem e o mal. Eles acreditam que essa batalha irá estabeler um califado islâmico mundial, onde deverão lutar com todos os “infiéis” (não-mulçumanos).

          Eu creio que o sincretismo nada mais é que uma “arma” de satanás, para se possível enganar até os eleitos (cf. Apocalipse). Pra quem não sabe, 666 é um número sagrado no islamismo e muitos muçulmanos atribuem o número a Alah.

          • Veja as semelhanças Sandro:

            “E (Jesus) será um sinal (do advento) da Hora. Não duvideis, pois, dela, e segui-me, porque esta é a senda reta.” (Alcorão 43:61).

            “Até que chegou a um lugar entre duas montanhas, onde encontrou um povo que mal podia compreender uma palavra. Disseram-lhe: Ó Zul Carnain! Gog e Magog são devastadores na terra. Queres que te paguemos um tributo, para que levantes uma barreira entre nós e eles?” (Alcorão 18:93-94).

            “Até o instante em que for aberta a barreira do (povo de) Gog e Magog e todos se precipitarem por todas as colinas, e aproximar a verdadeira promessa. E eis os olhares fixos dos incrédulos, que exclamarão: Ai de nós! Estivemos desatentos quanto a isto; qual, fomos uns iníquos!” (Alcorão 21:96-97).

            Nos hadiths:

            “A Hora não chegará até vejam dez sinais: a fumaça, o Falso Messias, a Besta; o sol nascer no Ocidente; a descida de Jesus, filho de Maria; o Gog e Magog; e três tremores – um no Oriente, um no Ocidente e um na Arábia, no fim dos quais fogo será expelido da direção de Aden conduzindo as pessoas para o local de sua congregação final.” (Ahmed).

            “Um grupo de meu povo não parará de lutar pela Verdade e prevalecerá até o Dia da Ressurreição. E Jesus, filho de Maria, descenderá e seu líder (dos muçulmanos) dirá: ‘Venha e nos lidere em oração.’” (Saheeh Muslim)

            Inclusive hadiths sobre o Anticristo:

            “Certamente, o momento da oração virá e então Jesus, o filho de Maria, descerá e os liderará em oração. Quando o vir, o inimigo de Deus começará a se dissolver, como o sal se dissolve na água.” (Saheeh Muslim).

            “Ele (Jesus) perseguirá o Falso Messias até capturá-lo nos portões de Lida e matá-lo.” (Saheeh Muslim).

          • Exatamente Val Him, essa “batalha final” de Gog e Magog citada no Alcorão é a mesma anunciada na bíblia. Em Apocalipse e também profetizada em Ezequiel 38 e 39.

            “E sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha” Apocalipse 20:8

            A diferença é que os muçulmanos lutarão contra os israelitas e os cristãos lutarão em defesa de Israel (Ap 17:14), isto é, em lados opostos.

  6. ” MISERICÓRDIA DEUS DE TANTA TOLICE NAS PALAVRAS
    HUMANAS DE ALGUNS COMENTARISTA ”

    Deus, mais uma vez segure em minha mão
    Minha alma aflita pede tua atenção
    Cheguei no nível mais difícil até aqui
    Me ajude a concluir

    Quando penso que estou forte, fraco eu estou
    Mas quando reconheço que sem Ti eu nada sou
    Alcanço os lugares impossíveis, me torno um vencedor

    Estou sentindo minhas forças indo embora
    Mas Tua presença me renova nessa hora
    Vem, Senhor, vem… e me leva além
    O meu sonho de chegar está tão longe
    Sou humano, não consigo ser perfeito
    Vem, Senhor, vem… e me leva além

    Deus, mais uma vez segure em minha mão
    Minha alma aflita pede tua atenção
    Cheguei no nível mais difícil até aqui
    Me ajude a concluir

    Quando penso que estou forte, fraco eu estou
    Mas quando reconheço que sem Ti eu nada sou
    Alcanço os lugares impossíveis, me torno um vencedor

    Estou sentindo minhas forças indo embora
    Mas Tua presença me renova nessa hora
    Vem, Senhor, vem… e me leva além
    O meu sonho de chegar está tão longe
    Sou humano não consigo ser perfeito
    Vem, Senhor, vem… e me leva além

    Me ajude a ousar com minha fé
    Sou pequeno, eu não sei ficar de pé
    Sou dependente, tão dependente
    Vem, Senhor, ao meu favor
    Me ajude a ousar com minha fé
    Sou pequeno, eu não sei ficar de pé
    Me dá tua mão! Me tira do chão!
    Vem me ajudar

    Estou sentindo minhas forças indo embora
    Mas Tua presença me renova nessa hora
    Vem, Senhor, vem, e me leva além
    O meu sonho de chegar está tão longe
    Sou humano, não consigo ser perfeito
    Vem, Senhor, vem, e me leva além

    Estou sentindo minhas forças indo embora
    Mas Tua presença me renova nessa hora
    Vem Senhor, vem, e me leva além
    O meu sonho de chegar está tão longe
    Sou humano, não consigo ser perfeito
    Vem, Senhor, vem, e me leva… além
    Além… Senhor

  7. Luciano disse, a respeito do comentarista Lopes, e dirigindo-se a mim:

    “Sandro respeite o moço porquer ele é um catolico praticante,sandro deixa o rapaz em paz,ele é um bom moço.”

    Em que momento desrespeitei o moço, Luciano? Apesar de ele haver me desrespeitado por me xingar em um outro comentário, daí decorrendo o que disse a ele, eu não o desrespeitei. Agora, me parece estranho que você, um evangélico, ache algo de bom – no sentido da ortodoxia cristã – em um católico “praticante” que ajoelha-se diante de imagens de santos, faz orações a Maria, crê que padres podem perdoar pecados confessados a eles pelos fiéis, que o Papa é infalível quando fala em assuntos de fé e moral (ora, a Inquisição, mantida pelos papas, foi assunto de fé e moral), entre outros graves erros. Eu, você xinga e desqualifica em razão de minha homossexualidade, mas um católico que pratica e crê coisas que os evangélicos consideram heresias, é tido por você simplesmente como um bom moço. É claro, ele é um bom moço, sim, mas eu também sou.

    • Sandro tenho muitos amigos protestantes inclusive um tio .. Porém muitos evanjegues ofendem a santa virgem maria ., dizendo que ela é uma mulher qualquer., o santo padre falam que é a besta., os santos de demonios., por ai vai., e nunca vi vc corrigi-los muito pelo contrário incentivaos e colabora., diante de tais aberrações demoníacas evanjeguas.. E amando e venerando os santos apóstolos , anjos e a santa virgem maria ., às vezes me exalto nas críticas., sim., pois não sou santo , sou um miserável pecador carecendo da misericórdia de Deus e da intercessão dos anjos e Santos de Cristo., paz e bem

          • Lopez,

            Deturpação das coisas tem outro nome, calúnia.

            Mulher qualquer tem concepção de não honesta.

            Você deve explicar as coisas, pois querem denegrir os evangélicos com esse falso argumento.

            Maria é igual a qualquer mulher, não a uma mulher qualquer.

            Você igual a qualquer homem, mas não é homem qualquer.

            Maria era uma mulher que tinha a virtude que minha mãe tinha ao casar com meu pai, virgem. Manteve-se íntegra durante a vida.

            Igual a Maria, minha mãe poderia ter sido escolhida pra ser a mãe de Cristo, coisa que tua mãe também.

            Cristo, o filho de Maria, não sugeriu culto algum à sua mãe, então com base nisso que os evangélicos criticam essa postura católica, aliás fato ocorrido quase cinco séculos depois, ou seja, não se via esse culto da parte de Cristo, dos discípulos, de Paulo, da igreja primitiva. Católicos, depois de duzentos anos de criados, é que inventaram tal teologia.

  8. Estou pasma com tanta falta de respeito! Um não consegue respeitar o outro! Que intolerância!!vSe o Estado Islâmico já estivesse aqui eu morreria primeiro, sou de família judia e minha fisionomia me denuncia, mas, e vocês??? Que Deus é esse que só divide!!! Desculpem!!! Não vou ler mais nada! Preciso ne preparar! Mas gostaria de conhecer Jesus!!! Seu nome é muito bonito! Abraços!

    • o nome de jesus Ñ É SÓ BONITO TEM TBM TODO PODER, é nome sobre todo nome e por aí vai, se quiser conhece-lo melhor leia bíblia no novo testamento, apesar de o velho testamento tbm falar DELE, vc ñ vai se arrepender, todos q O conhecem ficam felizes.

  9. O SIMPLES FATO DE NÃO CREREM EM SUA MORTE NA CRUZ E SUA RESSURREIÇÃO, JÁ OS CONDENA A ETERNIDADE, POIS ENTÃO NÃO HOUVE O SACRIFÍCIO DO CORDEIRO IMACULADO , DEIXADO CLARO QUANDO ABRAÃO RESPONDE A SEU FILHO, O CORDEIRO DEUS PROVERÁ, SÓ PODERÁ SER CONSUMISTA DESTA BENÇÃO AQUELES QUE CRERAM.

  10. Que lástima. Onde moro muitos não julgam as pessoas por religião ou etnia. E olhe que é um bairro de gente de bom poder aquisitivo. Tem descendentes de libaneses, ciganos, japoneses, chineses, africanos, judeus e nem por isso convivem mal.

DEIXE UMA RESPOSTA