Brasil

Estudantes evangélicos se recusam a desenvolver projeto escolar sobre a cultura africana

Comments (27)
  1. edson aguiar disse:

    Aí Thiago Plágio é crime viu?hehehe….

  2. Esse vai pro 5 dos Inferno por ser Fanatico

  3. Erica Jamille disse:

    oque é mais importante?
    Deus, ou um livro sobre macumba e homossexualismo?
    gente, vamos abrir os olhos!
    o mundo clama por Deus, quem dera todos os jovens cristãos tivessem essa coragem.

    que Deus abençoe os jovens suas familhas e tenha misericórdia dos opositores.

    1. Renan Martins Pereira disse:

      Erica, deixa de ser fanatica, nós cristão queremos ser arautos da verdade, porem quando passamos por um morador de rua, não temos coragem de fazer uma boa ação.

      você é quem na passagem do Bom Samaritanos, o farizeu, o levita ou o samaritano.

      1. tiago disse:

        Renan, uma pergunta: Você negaria Deus para salvar a vida de um colega seu? Vou explicar melhor, um amigo aponta uma arma para a própria cabeça e diz pra vc: Renan, se vc negar seu Deus eu não puxo o gatilho” e aí? O que vc faria? Temos que manter os nossos valores e não negar nosso Deus! Lembre-se que Quem quiser ser amigo do mundo, será inimigo de Deus!! E que os cristão seriam como ovelhas mandadas para o matadouro todos os dias. Que Deus o abençoe.

      2. FRED disse:

        RENAN VEJO VOCÊ COMO AQUELE DISCIPULO QUE QUANDO FOI OFERECIDO UM JARRO DE PERFUME PARA JESUS, ELE DISSE QUE PODERIA SER VENDIDO E DADOS AOS POBRES, MAS NA VERDADE ERA LADRÃO.
        SE TE ENCOMADA TANTO VER OS POBRES NA RUA FAÇA A SUA PARTE SEM SE INCOMODAR COM OS OUTROS. SÓ PARA CONSTAR SOMENTE NO MES PASSADO TIREI QUASE DEZ MORADORES DE RUA E DROGADOS LEVANDO PARA ABRIGOS MUITAS DAS VEZES POR MINHA CONTA.

  4. Felipe Benoit disse:

    Isso é preconceito subsidiado pela religião.

    1. André Ibaque disse:

      …evangélica.

    2. Você quer que leiam a Bíblia em vez de clássicos? Quero ver cair a Bíblia no vestibular… Eu sou ateia e não vejo o menor problema de ler um livro com personagens da sua religião. Não me afetariam de nenhuma forma. Eu nunca mudaria de religião por ter lido um livro.

    3. 17 anos é fase de crescimento? Caramba! Eu já estava bem crescida! E confie neles, eles foram criados desde novinhos para a sua religião, não vai ser um livro que vai fazê-los trocar. Quem sabe os ensine a não fazer bullying nos coleguinhos que são de outras religiões, mas JAMAIS vai fazê-los trocar. Mudar de religião leva tempo, muita leitura, crescimento, anos. E, filho, eles mostram UM livro com religião africana para 100 livros cristãos. Se fosse pra alguém mudar de religião, seria o jovem do cambomblé, da umbanda.

  5. Ilton Will disse:

    Eu acho que o professor deveria dar 0 para todo Mundo. Não quer fazer o trabalho escolar Nota 0.

    1. Concordo plenamente! E se cair uma redação sobre o assunto no vestibular? Eles vão fugir do tema e levar zero? É 0 neles!

    2. QUERIDA REFLITA SOBRE SEUS VALORES.

    3. Querida, reflita sobre o seu bom-senso. Quando meu filho ateu for estudar a importância do cristianismo e o professor pedir para fazer um trabalho sobre isso eu vou impedi-lo? Vou mandar ele fazer um trabalho sobre o ateísmo no lugar? Não, né? Porque eu tenho bom-senso e sei que meu filho vai tirar 0 se fizer um trabalho divergente do que o professor pediu. E sei da importância de meu filho estudar e reconhecer o desenvolvimento de todas as religiões.

    4. Ines eu não vi nada de errado no que ela falou, só apenas foi dito que vestibular não cobra a biblia pra estudar. sua noção de valores está distorcida.

    5. Monte uma escola "evangelouca" Ines Gonçalves"

    6. Caroline Simões perfeito""""""

    7. Ines Gonçalves monte uma escola evangélica e vá para a floresta amazonica!!!

  6. eu acho que esse alunos estã exagerando isso dai se chama fanatismos religioso em que tudo para eles é errado e o correto é só a igreja deles a sua crença a sua religião acho que eles deveria respeitar os outros também e não ficar misturando religião com educação se não gostam do trabalho proposto que façam uma escola com exclusividade para sua religião assim dará mas sosego para os outros

    1. Ilton Will disse:

      Cara você tem problemas ???????????????????

      Quer um exemplo vamos fazer um trabalho a sobre cultura mongol . o que a cultura mongol tem a ver o cristianismo ?????????????????? nada.

      Religião é para ser ensina nas igrejas,templos,centros,sinagogas e não em escolas.

      A historia e criação e formação de Crenças isso sim que deve ser ensinados nas escolas.

    2. Esse Marcos Torres Barbosa quer que os jovens só façam trabalho sobre cristianismo, mais nada. A matéria pode ser feudalismo, ele acha certo fazer trabalho sobre os evangélicos. É demais, haha. Como pode alguém se ofender por fazer um trabalho sobre outra cultura? É muita ignorância, egoísmo, egocentrismo e intolerância religiosa. Se você não aprende sobre as outras religiões, não consegue respeitá-las e não conseguirá que respeitem a sua também.

    3. Marcos Torres Barbosa, COM CERTEZA as religiões cristãs já foram estudadas por esses alunos. É matéria, cai no vestibular, não existe a possibilidade de eles não terem estudado isso. Da mesma forma que um professor pode cobrar um texto que tem personagens católicos e os alunos católicos, protestantes, espíritas, muçulmanos, ateus, de religiões africanas VÃO TER QUE LER e fazer trabalho, os protestantes são obrigados a ler de outras religiões. É questão de cultura. E é um livro clássico, cai em vestibulares, não é para ser lido à toa. Se ainda tivessem mandado os alunos fazerem um trabalho sobre livros sagrados… Mas, não, é um simples clássico da língua portuguesa.

    4. A Moreninha, Escrava Isaura, Dom Casmurro, Memórias póstumas de Brás Cubas, Vidas Secas e praticamente todos os clássicos da literatura brasileira tem personagens e elementos cristãos. Inclusive, este bendito livro tem personagens cristãos como tem UM personagem fixo pai de santo.

      MAS QUE CARALHO DE RECLAMAÇÃO E HIPOCRISIA É ESSA?

    5. É, eles não conseguem, pode ter 100 personagens cristãos, se tiver um não-cristão é para não ler o livro. Ah, caro Marcos Torres Barbosa, fique então você com a sua ignorância. Já que não pode ler um livro consagrado que tem opinião diferente da sua, que fique ignorante para sempre! E vá reclamar com as universidades públicas que cobram esses livros clássicos, falem eles da religião que forem! Até livros que apresentam partes de racismo são lidos, por serem clássicos. Que dirá um que aborda alguém de uma religião diferente da sua… Você já pensou que isso é pros dois lados? Que o umbandista PRECISA fazer trabalhos sobre a importância da igreja católica? Que ele é obrigado a explicar, saber em minúcias, toda a Reforma Protestante? Que ele é obrigado a ler textos cristãos? E você não vê eles reclamando disso, porque faz parte da educação, oras. Quer ler só sobre a sua religião? Isso você faz no culto. A pessoa precisa separar educação, leitura escolar, de religião própria.

    6. Marcos Torres Barbosa Deveriam ter colocado os alunos Evangelicos para estudarem sobre a vida de Lutero:

      Martinho Lutero, fundador do movimento Protestante odiava e perseguia os Judeus
      http://qbrandotabus.wordpress.com/2010/10/16/martinho-lutero-fundador-do-movimento-protestante-odiava-e-perseguia-os-judeus/

    7. Como você chama reclamar de ínfimas retratações de elementos da cultura afro-brasileira e personagens literários desta cultura, e reclamar que a vasta e quase omnipresente quantidade de personagens e referencias cristãs na nossa literatura não são suficiente e devem ser maior?

      Eu chamo isso de hipocrisia.

    8. AROPOLOGIA A UMBANDA E CAMDOMBLÉ NÃO TEM NADA A VER COM CULTURA. PRESTEM ATENÇAO NA ÁFRICA E VEJAM O QUE OS DEUSES DELES FAZEM POR ELES, MANDELA NÃO É MACUMBEIRO. POR QUE NÃO FALM DA DISCRIMANÇÃO E DO SOFRIMENTO DA ÁFRICA, DA MISÉRIA, DOS ASSASSINADOS, DA PROSTITUIÇÃO, HIPÓCRITAS MACUMBA NÃO É CULTURA, ENSINAR HOMOSSEXUALISMO TAMBÉM NÃO. VÃO FAZER ALGO QUE REALMENTE TORNE O MUNDO MELHOR.

    9. Aham, voês são tão hipócritas que está aí essa Ines Gonçalves que não me deixa mentir.

    10. Marcos Torres Barbosa, para futuras referências, acho super correto falar sobre o cristianismo, até mesmo um pouco mais do que das outras á que teve representação maior na nossa sociedade, mas querer ficar nessa de "não vou fazer, liberdade de culto, liberdade de expressão, isso é do demônio, ele estão possuídos e etc" para desmerecer a cultura alheia e exigir privilégios é foda.

    11. Isso chama-se convicção naquilo que crer, corencia e obediência para com a Palavra de Deus e acima de tudo fé no Deus que creem. Parabéns a estes jovens irmãos.
      Gostaria também de lembrar que respeitar não que dizer que temos que conpactuar.

    12. Quem falou me compactuar? Falou-se em conhecer, e nem mesmo falou-se em conhecer a religião, e sim a cultura.

    13. provavelmente eles não sabem a nossa descendencia africana, somos o que somos por causa deles… devemos a nossa cultura a eles até pq o Brasil não é um pais laico, e sim uma mistura de raças e etnias, joguem fora esse preconceito Deus é de todos e para todos.

  7. Ilton Will disse:

    Não é por que eu leio um livro sobre Fadas e eu vou acreditar em fadas. Deveríamos aprender com as diferenças.

    Eu quanto estava no 3 ano do ensino Médio, Todo o bimestre o professor de literatura passava um livro e deveríamos ler. Esse meu professor que anos que não vejo,é Da umbanda e Gay, serio e correto, nunca pregou a sua religião para ninguém da sala de aula. então isso dá de respeito com as demais culturas.

    1. o livo não é sobre religião cara, é um livro literario como outro qualquer. Só porque tem um pai de santo no meio não quer dizer que é sobre religião africana, se fosse assim o livro seria multireligioso ja que tem personagens cristãos tbm…

  8. Interessante que quando evangélicos recusam-se a fazer um trabalho sobre religiões africanas, no qual eles deverão interpretar papeis de pais de santo e umbandistas, eles estão sendo intolerantes!! Preconceituosos com o apoio e subsidio da religião!! Agora quando o assunto é: Alunos ateus reivindicando sua postura de não ser obrigados a participar de seminários de religião na escola, ou orações ou qualquer outra atividade, ai eles estão no direito deles!! Estão reivindicando (pois o estado é laico!!) Eu fico absimado com tamanha hipocrisia!! Pessoas que vem até aqui unicamente para criticar evangélicos, acusando-a de fazer o que eles mesmos fazem: Reivindicar seu direito de não ser obrigado a engolir uma religião!!

    1. Ilton Will disse:

      Recusar um trabalho proposto valendo nota e você não cumprir a nota da recusa é 0,escola publica não é igreja para orar o Pai Nosso OU Fazer cultos, é um lugar para aprender Historia,geografia, matemática.

    2. Ilton Will disse:

      Esse Povo quer ser Separado do resto da humanidade. Querem ser um grupinho santo,com privilégios,não querem fazer o trabalho Nota 0. Vão estudar então Escolas cristãs.

    3. POR PENSADORES COMO VOCE É QUE TIRARAM O ENSINO RELIGIOJO DAS SALAS DE AULAS L DANDO VAZAO PRA ESSA TAL DE LIBERTADA SEXUAL , LEVANDO MUITOS AO ENGANO CONTRARIO DO QUE PREGA A BIBLIA SAGRADA, É MUITO FACIL FALAR QUE É CRISTAO, QUERO VER NA HORA DE DEFENDER A PALAVRA DE DEUS…

    4. Diego, em momento algum a materia falou que era sobre a religião, mas sobre a cultura. E mesmo que fosse sobre religião, vcs vão pro inferno se falarem sobre outra religião? Até onde eu sei trabalhos escolares não julgam qual é a religião certa ou errada, nem fazem apologia, eles servem para nos dar conhecimento. Todo mundo aprende sobre religião cristã na escola, como o concilio de niceia, reforma protestante, etc… mas eu nunca vi um ateu, ubandista ou qualquer outro não cristão reclamar disso. Isso ainda vindo de evangelicos que criaram um livro chamado "estudo da heresiologia" que tem tudo sobre as outras religiões, mas é claro que é escrito de forma tedenciosa.

    5. O trabalho era sobre cultura africana ou só sobre religião afro??
      pelo que entendi é sobre cultura africana.

    6. Pode se falar de musica, artesanato, comida, capoeira, etc

    7. Magno Brasil disse:

      Ilton Will : Vai estudar você a sua Constituição!!! É inconstuticional a ação da escola e ignorancia sua pensar dessa forma.

      "VIII – ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;" Art. 5º , CF.

    8. Vocês estão loucos! Então por que eu, que era católica na época, precisei aprender sobre Protestantismo? E não me incomodei nem um pouco! É a matéria da escola, oras! E o meu colégio CATÓLICO deu aulas sobre Protestantismo sem discriminação, que é a forma certa. Além disso, aprendi sobre os deuses gregos e romanos, sobre as origens do islamismo, sobre a história do povo judeu e também sobre a cultura africana e suas influências no Brasil atual. Oras, é necessário que a pessoa aprenda a história dos mais diversos povos e suas religiões para respeitar as diversidades, ter consciência e também para passar no vestibular. Se algum dia um professor meu me mandasse fazer um trabalho sobre o Protestantismo e eu entregasse sobre o candomblé, ele me daria zero na hora. E é isso que deve ser feito no caso.

    9. Ilton Will disse:

      Ninguém privou esses alunos de propagar sua fé,eles não fizeram o que foi pedido,Então se eu você o professor eu daria ZERO para todo Mundo.
      Evangélicos,ateus, católicos,espiritas são todos iguais,por acaso eles são diferentes das demais pessoas ?????

    10. Tem gente que ou é muito ignorante ou é uma marionete mesmo, lavaram a cabeça desses indivíduos. A lei é clara para todos. Se o professor quer um trabalho sobre X, é pra fazer sobre X. Fez sobre Y, leva zero. Não é intolerância religiosa. Intolerância religiosa seria eu não fazer um trabalho sobre Protestantismo por não ser protestante. Mas, pelo contrário, eu estudo o Protestantismo numa boa, respeito os protestantes, mas exijo respeito para com as outras religiões também, ainda mais as africanas, que sofrem tanto preconceito no Brasil, como se fossem "de Satanás". Como alguém quer que respeitamos a sua religião se não respeita a dos outros?

    11. Ilton Will disse:

      Eu nunca disse que não deveríamos falar da religião cristã,religião cristã faz parte da Historia Geral,faz parte da Historia do Ocidente,Eu aprendi sobre todas as Religiões nas aulas de Historia.

    12. Ilton Will disse:

      Marcos é o seguinte foi passado um trabalho sobre a cultura africana. e fizeram sobre a evangelização na Africa,algo totalmente fora do tema do Trabalho.

    13. Marcos Torres Barbosa, você já estudou, certo? Então, você se lembra que na escolinha as matérias tinham uma ordem? No primeiro ano você relembra gregos, romanos… No segundo você estuda Protestantismo, no terceiro você estuda cultura africana (isso se vc estudar, né? Porque sempre foi menos valorizado esse conteúdo). Então, meu caro! Essa era a hora de estudar ESSA matéria. Não adianta a minha professora me pedir para fazer um estudo sobre a religião grega (vários deuses), caiu até na minha prova, e eu mostrar para ela a história de Jesus. Ela não vai aceitar, ela quer algo dos gregos. E ela tem razão. O momento de estudar sobre a história do Cristianismo é outro. E no momento de estudá-lo, ela pode querer dar um trabalho ou só provas.
      É muito importante estudar sobre a formação brasileira. Logo, é preciso ensinar sobre os indígenas, costumes, característas, religião, tudo, dos europeus, da mesma forma, todos os costumes, e dos africanos! É a nossa população! Qualquer pessoa que ignore a formação cultural brasileira será ignorante pelo resto da vida! Ninguém forçou os alunos a fazer um culto! Só foi pedido para que explicassem a cultura, incluindo religião, daquele povo. É tão difícil isso?

    14. Falemos sobre a cultura Cristã: Capitalismo de Malafaia, edir macedo e afins, quantos os cristãos mataram ao longo da historia por intolerancia religiosa, sexual, cultural, etnica..

    15. Logico, as igrejas estão cheias de bandidos, sejam os que praticam crimes fora ou dentro dela.
      é só procurar um pouco na internet.

    16. INFELISMENTE PESSOAS COMO VC, É QUE SÃO RESPONSAVEIS COM SUA OPINIÃO E ATITUDE POR ESCOLAS E A SOCIEDADE SOFREREM COM TANTA VIOLÊNCIA, A BASE DA SOCIEDADE É A FAMÍLIA E NÃO EXISTE FAMÍLIA SEM A BASE QUE É A PALAVRA DE DEUS.NÃO SEJAM CEGOS NÃO SOMOS FANÁTICOS CONHECEMOS A SOBERANIA DE DEUS EM NOSSAS VIDAS. BIBLIA NÃO PODE MAS KIT GAY TUDO BEM? ABRAM OS OLHOS.

    17. Também não é lugar para fazer apologia de coisas que podem significar uma ofensa para uma religião que não seja a nossa.precisamos de respeitar uns aos outros.

    18. Sou contra intolerância religiosa seja do lado que for.

    19. Cleiton Melo disse:

      Marcio Ferreira Neto Ricco verdade verdadeira….

    20. Meu querido esse grupinho como vc diz!!!!!!!!!!é separado sim,cremsos na biblia e a biblia diz que somos povo separados,se vc não acredita problema seu!!!! Leia a biblia I Pe 2.9.

    21. Renato Gaara disse:

      Diego Fortunatto, a escola não pediu q eles fizessem uma oração umbanda ou coisa do tipo, diferente do caso do aluno ateu de alguns meses atras.

    22. Renato Gaara disse:

      Marcio Ferreira Neto Ricco , tiraram ass aulas de religião do ensino medio pelo fato d q elas não eram aulas de religião de fato e sim de cristianismo, eu tive essas aulas e nunca falaram d outra religião q não a de cristo, proselitismo

    23. Zeus Apolo disse:

      na escola se aprende sobre matematica biologia geografia e outros e religiao se aprende nos templos.. devemos separar as coisas….

    24. Marcio o que garante que sua crença esteja certa em relação a milhares existentes no mundo?

    25. Pelo que entendi o trabalho era sobre cultura Africana e não religiões Africanas,ou seja os alunos não presissariam aborda a religião como base e trabalho e sim os costumes a culinária,e as influencias a cultura brasileira sem sequer mencionar nenhuma religião.

    26. Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz;
      1 Pedro 2:9

    27. KirmaAteu disse:

      Feliphe Nascimento Samaria virá a ser deserta, porque se rebelou contra o seu Deus; cairão à espada, seus filhos serão despedaçados, e as suas grávidas serão fendidas pelo meio.
      Oséias 13:16

  9. Ilton Will disse:

    Como eu disse não quer fazer o trabalho NOTA 0-ZERO

  10. Elaine disse:

    Aos alunos evangélicos que se recusaram a fazer o trabalho.
    Sou professora de português (evangélica) e entendo as dificuldades que vocês enfrentam na escola quando não querem se contaminar com toda iniquidade que existe no mundo.
    A escola se diz laica, mas na verdade não é. Você pode falar sobre tudo, menos de Jesus, principalmente se você for evangélico, porque você será “taxado” de fanático.
    Aconselho-os a fazer o trabalho, mas devem se manter firmes na fé que vocês tem. Em geral, todo trabalho abre espaço para a conclusão do grupo, neste espaço vocês devem sim usar a Palavra do Senhor (sempre), inclusive para mostrar o pecado de tudo isso.
    Por outro lado, meus queridos, não esperem compreensão, pois vocês sabem que o mundo jaz no maligno.
    Não tenha raiva dos que os acusarem, orem por eles.
    Lembrem-se “Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso galardão nos céus”
    Mateus 5:11-12
    Que Deus os abençoe.

    1. Marcos disse:

      Elaine.

      Você disse tudo, tem que fazer o trabalho e depois ao fazer a conclusão ai sim expor o seu ponto de vista e sua religiosidade.
      Não podemos ser fracos de mente e de fé.

      1. Daniele disse:

        Olá,sou uma dos 14….(somos o grupo de oração da escola)essa luta meus irmão vem desde o segundo bimestre escolar..nos recusamos a defender o assunto desde lá…foi convocado os pais e foi feito um acordo com a escola ..(OS ALUNOS APRESENTARIAM O TRABALHO POREM PODERIAM DEFENDER SEU PONTO DE VISTA)…mais isso não se cumpriu fomos apresentar..e o professor avaliador começou a nos ridicularizar em nossas turmas(os alunos são de salas diferentes).
        perguntando (frases não exatas):PRA QUE TUDO isso???ALGUEM CAIU ENDEMONIADO AQUI???… e em outra turma disse:ISSO QUE VOCES ESTÃO FAZENDO É UMA TREMENDA BABAQUICE….E ASSIM a luta começou sofremos exclusão da parte de alguns alunos…(antes lutando contra isso era 22 alunos..muitos sairam e permaneceu 14…tentamos de todas as formas contanto coma cordenadora mas,nos evitavam…até no dia 8 (quinta,um dia antes do acontecido).tentamos acordo + não houve.então resolvemos montar nossa tenda na frente da escola já que fomos impedido dentro da escola.
        (a midia DISTORCE TUDO!!!) ELES SÓ OUVEM A ESCOLA..
        VAMOS REVER CONCEITOS PORQUE ASSUNTOS COMO ESSES NÃO PODEM SER TRATADOS COMO NORMAL NA SALA DE AULA E MUITO MENOS EM UMA FEIRA CULTURAL ABERTA..ONDE CRIANÇAS TAMBEM VÃO!..PEÇO QUE OREM POR NÓS POIS ESTAMOS REALMENTE EM UMA GUERRA ESPIRITUAL!(MAIS TEMOS CERTEZA QUE O NOSSO SENHOR NOS SUSTENTA PORQUE ELE É LINDO.) E QUEM AMA A VERDADE DEFENDE !

  11. LV Bragança disse:

    Estes jovens perderam uma excelente oportunidade de obter informação sobre uma cultura, e apresentar um contraponto. Como eu posso provar para alguém que o que eu tenho é melhor, se não conheço o que ele tem? Informação não contamina ou prejudica ninguém, pelo contrário, dá mais segurança para uma decisão. O apóstolo Paulo foi educado aos pés de Gamaliel, um grande mestre da época, (adquiriu cultura) (At. 22:3), debateu com seguidores das ideias de Epicuro (filósofo, 341-270 aC) e de Zenon de Cítio (filósofo, 236-264 aC),At. 17:16-21, demonstrando domínio de ideias diferentes, conquistando o respeito das pessoas e o direito de ser ouvido. Ele gostava de ler: “quando vieres, traze os livros, principalmente os pergaminhos.” II TIM. 4:13. Cristo não veio conquistar o mundo pela força, mas pelas ideias. Recomendo a leitura da biografia de Hudson Taylor, que “mergulhou” na cultura Chinesa, para falar de Cristo aos Chineses. Uma coisa importante: as maiores universidades do mundo foram fundadas por, ou sofreram influencias de cristãos sinceros, que eram mestres ou doutores em uma ou mais áreas do conhecimento. O crente em Cristo deveria, por princípio, ter o melhor preparo, ser um grande estudante, dominar o conhecimento em uma ou várias áreas, para ser como Paulo, debater com os doutores nesta época. Os jovens acima deveriam ter feito o melhor trabalho possível, com vasta pesquisa, e então, fazer uma avaliação e emitir sua opinião. Isto é aceitável e ético. E bíblico também. Vamos estudar, meu povo, o conhecimento enobrece o caráter, e liberta a alma.

    1. Gustavo disse:

      LV Bragança: Perfeito comentário!

  12. Ana Lúcia disse:

    Eu, como cristã e professora de Ensino Religioso e Culturas Regionais, passo para meus alunos a cultura e a história dos povos, sejam eles quais forem. Acredito que mesmo o aluno sendo de qual denominação for, deverá saber da história do nosso povo, pois como todos sabemos, nossa nação é diversificada, somos da cultura indígena, africana ou européia. Não vejo como pecado saber da história do povo africano, precisamos sim saber da sua história e de como hoje os afrodescendentes carregam o peso da escravidão, da discriminação social e racial tão fortes ainda hoje. Perante Deus somos todos iguais e não devemos fazer acepção de pessoas. Devemos sim, levar o amor de Deus àqueles que não o conhecem, precisamos refletir o amor de Deus nas nossas atitudes e convicções. Precisamos ser luz e sal na Terra.

  13. LUIZ CARLOS VIEIRA DOS SANTOS disse:

    ENGRAÇADO TODO TRABALHO ESCOLAR VOLTADO A CUTURA AFRICANA TEM QUE TER A RELIGIÃO AFRO-CUTURAL ISTO É PORQUE O BRASIL É UM PAIS LÁICO. PORQUE QUE TRABALHO SOBRE A RELIGIÃO AFRICANA NÃO É RELIGIOSO?.

  14. mauro disse:

    O problema é debater sobre a cultura africana no sentido de convencer aos demais sobre as suas fragilidades e ser visto como um algoz. Vivemos num país policiado em favor das minorias com quase sede de vingança, respaldado por leis que as vezes até desconhecemos.

    A cultura brasileira já não basta ? A insistência em absorver a cultura africana como forma de reparação é algo inaceitável, estamos no Brasil e somos uma maioria avassaladora de formação cristã .

    1. LUIZ CARLOS VIEIRA DOS SANTOS disse:

      VERDADE ATE AS FESTAS ESCOLARES TENTAM IMPRANTAR CUTURAS RELIGIOSAS NO BRASIL E QUANDO SE FALA DA CUTURA CRISTÁ NÃO É ACEITO

    2. Leonardo disse:

      A cultura brasileira (nipobrasileira, sinobrasileira, sendo que a afrobrasileira é uma das mais relevantes) inclui personagens de diversas religiões e não só pastores. Os alunos queriam falar sobre o papel dos evangélicos, excelente, mas isso não exclui em uma formação ampla e sólida, conhecer e estudar outros atores do processo de formação da nossa nação como índios, africanos e suas culturas, costumes e tradições. Existem padres, pastores, babalorixás, ateus, além de homens e mulheres que não expuseram publicamente sua religião, mas que foram importantes para a história e para reivindicações que são de todos nós, como esta tão falada liberdade religiosa. Protestantes já foram perseguidos, mortos! Somos todos corações e almas humanas habitadas por Deus, que se expressa de acordo com os valores e as necessidades de cada um, mas em cada homem, seu caminho em direção a Deus é sagrado e merece ser respeitado. Fechar os olhos e se negar a ver o mundo real não fortalece a fé de ninguém. Como disseram não creio em fadas só por ter assistido Peter Pan. Isso só cria uma legião de alienados e pessoas frágeis em suas convicções, já que se colocaram sob uma redoma que um dia será retirada ao ter que conviver dentro de diálogos nas esferas técnicas, científicas e profissionais mais à frente. A não ser que se tente também excluir da humanidade a matemática, a física, a história, a geografia, a literatura e suas expressões textuais clássicas, entre outras, unicamente por não serem relacionadas à Bíblia.

  15. evageloucos não respeitam ninguém e ainda demonizam todo mundo que não é da religião deles ! nojentos .

    1. coitado de VC!!!quem é vc pra chamar evangeloucos se defenda com argumentos interessante não com podridão!!!!

  16. O trabalho era sobre cultura africana ou só sobre religião afro??
    pelo que entendi é sobre cultura africana.
    Pode se falar de musica, artesanato, comida, capoeira, etc
    Então um ateu pode se recusar a fazer um trabalho de história que fale dos jesuitas, inquisição, reforma protestante??? rrsrs. rídiculo.. uma coisa e fazer rituais religiosos cristãos ou não nas escolas, outra são trabalhos falando da cultura africana, indigena, portuguesa, italiana, judia, etc

    1. bem não é bem assim< pelo que entendi eles se recusaram a interpretar umbandistas e rituais africanos; se pedissem a um ateu para interpretar o apostolo Paulo pregando aos atenienses e ele se recusasse não seria do direito dele???

    2. aqui esclarece mais: http://blogdojuarezsilva.wordpress.com/2012/11/11/alunos-evangelicos-se-recusam-a-fazer-trabalho-sobre-a-cultura-afro-brasileira/
      Fala mais ou menos o que falei:
      Aos que não entendem do que se trata :

      1- História e Cultura afrobrasileira e africana, não tem cunho religioso (apesar de entre outras coisas poder esclarecer sobre algumas características das religiões de matrizes africanas, e isso não é apologia nem proselitismo), alegar “convicções religiosas” para não estudar ou fazer trabalho escolar é tão ridículo quanto alegar que estudar mitologia e cultura grega “transformaria” os estudantes em “adoradores de Zeus” ou que por serem criacionistas devam “evitar” conhecer e responder sobre o evolucionismo.

    3. nos outros sites relacionados mas é logico foi o que entendi podem estar exagerando só quem estava lá pra saber mesmo o que aconteceu?

    4. acharia errado se estivessem obrigando eles representarem orixas…poderiam conversar com a prof….que não gostariam por motivo de fé….senão fica complicado… um mulçumano irá se recusar a falar da cultura judia, um cristão de aprender soabre evolucionismo, etc… eles poderiam falar sobre diversos aspectos culturais africanos, musica, comida, dança, capoeira e omitir a religião(claro explicariam ao professor)que era por motivo de fé…

    5. um ateu poderia se negar a fazer trabalhos que falem da inquisição, reforma protestante, etfc

    6. cara desculpa ai, não foi eu que fiz esses dois comentarios acima, foi meu irmão que é evangelico e usou meu face.

    7. rsrsr…que isso, tranquilo amigo !!!

    8. 1- História e Cultura afrobrasileira e africana, não tem cunho religioso (apesar de entre outras coisas poder esclarecer sobre algumas características das religiões de matrizes africanas, e isso não é apologia nem proselitismo), alegar “convicções religiosas” para não estudar ou fazer trabalho escolar é tão ridículo quanto alegar que estudar mitologia e cultura grega “transformaria” os estudantes em “adoradores de Zeus” ou que por serem criacionistas devam “evitar” conhecer e responder sobre o evolucionismo.

    9. Marcos Torres Barbosa eu quando estudante nunca me neguei a fazer trabalhos que falavam da igreja catolica, dos jesuitas, da reforma protestante… está respondido?? mesmo não gostando da biblia ou da religião catolica e protestante.

    10. Eles poderiam falar da cultura afro, e omitir o lado religioso, pode falar em comidas, capoeira, samba, nações africanas primitivas, etc. deixando a religião deles em segundo plano.. se tudo vcs colocarem o cristianismo como impecilio ficará difícil, quando falar dos gregos e romanos e seus deuses, quando falar da india e seus deuses, quando forem estudar sobre o evolucionismo… tudo isto é materia escolar, como tb a história do cristianismo. falar de uma cultura e religão é uma coisa, forçar alunos a fazer oração ou adorar deuses de outra cultura dentro de sala de aula é outra. abs !!!

    11. Onde vcs leram isto???.. já perguntei para outros….se vc ler mitologia grega, verá deuses com caracteristicas humanas, mesmo na biblia, vc lera cenas picantes de salomão, ou incesto de filhas que embebedaram o pai para transar com eles, meninas virgens medianitas dadas aos soldados de israel… vcs não leem estes fatos??? não é contra a sua religião?? não soube de nada divulgado pela imprensa que forçassem eles a lerem livros, só de fazer trabalho sobre a cultura africana que como já falei, não se resume na religião. Já imaginou se a moda pega??? ateus não vão querer fazer trabalhos que falem da igreja, religião, etc

  17. Gomes Gomes Gomes Gomes Gomes disse:

    minha filha deixou de fazer trabalho sobre esta praga de hallowen, aqui em casa não entraaa…tira zero mas não fazzz.

    1. Lino Pires disse:

      Gomes Gomes, pq. os persegues??????

    2. Gomes Gomes Gomes Gomes Gomes disse:

      só faz trabalho se for de ROCKINROLL e JESUS CRISTOOO

    3. Meu, se você já estudou na vida sabe que a gente estuda toda a história do cristianismo, a reforma protestante, a contra-reforma… Até parece que um professor nunca vai falar sobre a sua religião na sala de aula…

    4. Você tem que fazer o trabalho que o professor pedir. Eu sou ateia e vou criar meus filhos ateus. Mas se a professora pedir um trabalho sobre o Cristianismo, acho obrigação deles fazerem o trabalho e reconhecerem a importância dessa religião na cultura brasileira e de vários outros países.

    5. Cultura cristã é um saco!
      falemos das saias das bregas e feias assembleianas de bigodão

    6. Também acho, Marcos. Acredito que a gente deve fazer o bem para a sociedade, e isso começa pelo respeito a todas as religiões.

    7. Renato Gaara disse:

      Marcos Torres Barbosa , a cultura cristã tbm é ensinada na aula de historia, eu pelo menos, estudei Renascimento, Protestantismo, teses d lutero, inquisição, anglicanos e jesuitas.

  18. Junior Vania disse:

    botar um evangelico pra fazer papel de pai de santo não tem logica
    evangelico é evangelico, pai de santo é pai de santo
    a escola deveria ensinar mais sobre democracia

    1. Quem foi que falou em religião africana? Leia de novo, desta vez com a cabeça fora do recto.

    2. Junior Vania disse:

      foi falado nos comentarios. leia com a kbça fora das entranhas

    3. Tinham que falar sobre a amizade de um rapaz com um pai de santo, não sobre a religião do pai de santo. Cabeças fora dos seus respectivos rectos, "pufavô galere".

      HuuuurrDurrrrr! Não posso falar que existem pais de santo e nem homossexuais, tenho que fingir que não existem! HuuuurrDurrrrr!

    4. Junior Vania disse:

      Carlos Azevedo acho que quem esta com a kbça no recto é vc mesmo.

      leia isto;
      “Tivemos que ler um livro chamado Jubiabá do Jorge Amado, onde um garoto tem amizade com um pai de santo.
      agora leia a materia mais coloque sua kbça no pescoço desta vez.

    5. "Tinham que falar sobre a amizade de um rapaz com um pai de santo, não sobre a religião do pai de santo. Cabeças fora dos seus respectivos rectos, "pufavô galere".

      HuuuurrDurrrrr! Não posso falar que existem pais de santo e nem homossexuais, tenho que fingir que não existem! HuuuurrDurrrrr!" [2]

    6. Junior Vania Por acaso quem lê "O Crime do Padre Amaro" tem de falar da igreja católica? E quem lê "Dom Casmurro" tem de falar dos seminaristas e da igreja católica?

    7. Junior Vania disse:

      Carlos Azevedo a questão é que eles são evangelicos e iam falar de uma amizade onde envolve um pai de santo que não tem principios evangelicos.
      se não fosse pra criar caso pq o trabalho sugerido pelos alunos não foram aceito
      já que se tratava de alunos evangelicos?

    8. Porque o foco era a cultura africana, e não a cultura neo-pentecostal brasileira, muito menos missões na África.
      É como querer fazer um trabalho sobre a reforma protestante ao invés de um sobre o quilombos, só porque os quilombolas só praticavam umbanda e candomblé.

    9. Copie e cole aqui para confirmar.

    10. E não estudamos feudalismo, cruzadas, reforma protestante, catequização indígena e etc?

    11. Não adianta discutir, Carlos Azevedo. Esse povo é engraçado. Vai deixar de ler os clássicos, os melhores escritores da história brasileira, porque tem uma personagem que é amigo de outra personagem, que é pai de santo. Me poupe! Querem criar jovens burros, só pode ser isso!

    12. Ó povo ignorante!
      Se era pra levar um livro tão a sério… deveriam recusar tudo que é de origem Africana e talz…
      A cultura brasileira vem quase que completamente de um povo miscigenado, em sua grande maioria negro.
      Logo vem, culinária, música, nomes & afins.

    13. O que não tem lógica é querer subordinar o estado a crenças em forças sobrenaturais, ets etc e tal.

    14. A bancada evangélica e o vaticano, por exemplo.

    15. a matéria não disse que ele ia interpretar "pais de santo" mas sim faser apenas um "trabalho"

  19. adson disse:

    gostei da atitude dos alunos pois não podemos engolir tudo o que uma escola quer que aceitemos como bom, eles exerceram o direito de discordar, ter livre-pensamento, afinal uma escola não é para formar pessoas que questionam? ou querem alunos “bananas” que aceitam tudo? pois se usa muito o pretexto da cultura para exaltar determinadas religiões contrárias a Bíblia.

  20. Pitagoras disse:

    Percebe-se que essa atitude dos alunos é reflexo da imposição que líderes e pais religiosos impõem aos jovens, com temor de que eles percam a frágil fé, e abandonem a igreja.

  21. A religião não pode ser alienadora e quando temos maturidade religiosa, conseguimos separar o que é de Deus e o que é do humano e nada pode nos contaminar. Dessa forma respeitamos as diferenças religiosas, isso é saudável.

  22. Acho que faltou bom senso de ambas as partes. Como católico, me sinto incomodado quando tem eventos protestantes na Escola, já que a diretora é protestante. Mas não me recuso a participar, a não ser que tal evento fosse frontalmente contrário a minha Fé. Não entendo em que sentido estudar, analisar a umbanda faria um "evangélico" perder sua fé… Fé bem fraca essa.

  23. É assim que um evangélico pensa: "Tudo bem evangélicos fazerem missões na África. Afinal é obrigação dos africanos aceitarem a cultura evangélica mas é um absurdo evangélicos conhecerem a cultura africana."

    1. Você está perdido, pois o trabalho é sobre cultura africana e não necessariamente sobre religião africana.

    2. Vc já viu falar em cultura africana sem falar na religião africana ou seja:no culto aos orixás? eu já lidei muito com esse assundo nas escolas de samba, quando eu fazia parte e não vi.

    3. CONHECEMOS E RESPEITAMOS A CULTURA, VIU A CULTURA.

    4. Então eu não posso estudar a cultura da Inglaterra? Porque a cultura da Inglaterra mostra o desenvolvimento do protestantismo e eu não sou protestante. Nem a história de Roma eu quero estudar, porque não sou católica. Nossa, que idiota e ignorante eu seria se pensasse assim!

  24. Apesar de ser religioso (católico conservador) sou contrário ao Ensino Religioso nas Escolas Públicas. Não gostaria que meu filho, se tivesse, fosse obrigado a assistir aula com um professor de religião "evangélico"… Quem quer aprender sobre religião, vai para a Escola Dominical, se for protestante, ou para a Catequese, se for católico.

  25. Eu sou professor e daria zero pra esses projetos de debilóides. Está claro que o trabalho é sobre cultura africana. Se quiserem aprender sobre cristianismo que se matriculem numa dessas escolinhas cristãs mas numa escola pública, é assim que a banda toca e ponto final.

    1. É um estado laico. É assim que as coisas são nas escolas da vida real

    2. O currículo escolar não vai mudar porque um pequeno grupo de reacionários evangélicos não respeita a cultura alheia. A educação é o único pilar que ainda pode salvar o povo brasileiro da ignorância e se ela mudar pra agradar aos reacionários aí sim tudo estará perdido.

    3. Ter religião é uma coisa. Fazer a sua religião ditar os preceitos básicos que regem todo o sistema educacional de um país em prol de um grupo religioso é outra coisa totalmente absurda.

    4. É como eu disse, se esses alunos não estão satisfeitos com esse modelo de educação, que procurem uma escolinha dominical pra "brincar de aprender"

    5. E tomara que tornem mesmo. Se não sabem respeitar as diferenças por bem que criem leis que obriguem ao respeito. A lei do racismo por exemplo deu certo.

  26. Daqui a pouco estaremos vivendo numa teocracia evangélica.

    1. Mais do que já se fala em cristianismo em sala de aula?

    2. Isaque Portilho, não tem como argumentar com esse cara. Ele não sabe ouvir e discutir. Ele viveu num mundo paralelo, em que a gente não estuda 100 vezes mais conteúdo cristão do que de religiões africanas.

    3. Realmente, é inútil tentar argumentar com fanáticos religiosos.

    4. Marcos Torres Barbosa
      Família do aluno obrigado a orar na escola vai processar o Estado
      http://www.paulopes.com.br/2012/03/familia-do-aluno-obrigado-orar-na.html#.UKHFtYZgwdU

      Escola é laica, mas tem 'Pai Nosso' antes de as aulas
      http://www.paulopes.com.br/2011/05/escola-e-laica-mas-tem-pai-nosso-antes.html

      Mais um estudante ateu sofre intimidação por se recusar a rezar
      http://www.paulopes.com.br/2012/04/mais-um-estudante-ateu-sofre.html#.UKHGBYZgwdU

      E muitos outros casos de intolerancia de cristãos contra quem não partilham de sua crença aqui
      http://www.google.com.br/cse?cx=partner-pub-2980039111122697%3Aawupfx-ugfa&ie=UTF-8&q=ora%C3%A7%C3%A3o+escola&sa=Busca+no+blog#gsc.tab=0&gsc.q=ora%C3%A7%C3%A3o%20escola&gsc.page=1

      Não há verdades absolutas

    5. Escola não é lugar de crendisse! a não ser que seja uma escola particular religiosa.
      Escola é lugar de aprender, civilidade, respeito, Historia, geografia, portugues…. A professora quer orar? va orar em casa. Ela não é paga para dar espetaculo religioso em sala de aula.

  27. No minimo alguém ali deve ser afro-descendentes, de onde vieram os negros?
    Fora isso, sambar, comer feijoada & cia. eles podem fazer né?

    1. Mais péra ai! Até onde eu sei!!! Racismo é crime! Cadeia neles Galvão!!!!

    2. Isso pra mim se chama preguiça aguda de fazer o trabalho.

  28. talvez se os protestante deixassem de lado a religião e respeitar o professor seria muito melhor a desvalorização do mestre em sala de aula começa logo desse ponto alunos querendo saber mas que o professor e ainda por cima o proprio aluno quer escolher o tema a ser trabalhando em sala de aula, mim disculpe mas exite uma galera muito religiosa que se acham intelectuais de mais e na verdade são pessoas muito ingnorantes que não respeita o espaço dos outros o professor ele é o nosso mestre, educador, o nosso guia , a ele sim tenho todo o nosso respeito

  29. Burros ou ignorantes?
    Como definir os Evangélicos?

    1. diga isso aos indigenas e povos mortos por intolerancia crista, como os proprios negros que tinha e ainda tem sua crença tratada de forma desrespeitosa por cristãos, como se o cristianismo fosse uma verdade absoluta.

      Religioes= teorias inventadas pela mente humana para tentar se conformar com aquilo que nao pode explicar

  30. Sou + Jorge Amado Que Silas Malafia!

    1. Gisvânia Dias disse:

      Salve Jorge!

  31. Os Brasileiros nutrem um ódio velado a quem não é cristão, principalmente Religiões afro e Espiritismo (querendo os desqualificar como Macumbeiros e sendo o espiritismo uma religião cristã) e contra quem não é Heterossexual.

    Talvez nem saibam eles que Candomble e Umbanda não são a mesma coisa que o VODU, praticado em algumas regiões da Africa.

    Mas insistem naquela baboseira hipocrita que somos um país que respeita a diversidade: ninguem é racista, xenofóbico, Homofobico ou com fobia a crenças mitologicas diferente da sua.

    1. Vai me dizer que não concordar com a união de um negro com uma branca é racismo? Alias os negros ja foram alvos do ódio e da exclusão cristã.

    2. Marcos Torres Barbosa E quem praticou o Racismo no Ocidente? judeus? kkkkkkk
      me poupe, o Brasil tem maioria cristã e é gente dessa maioria que o Malafaia tanto fala que mata, estupra, rouba e tem comportamentos homofobicos, racistas, xenofobicos, em sua maioria.

    3. 93% dos Brasileiros se dizem cristãos, a taixa de criminalidade é alta.
      Vai querer me dizer que são os outros 7% que fazem tudo o que é contra lei?
      Poupe-me

    4. A biblia não se resume a Jesus, há muitos personagens nessa novela e outros defenderam escravidão, genocidio e o tão amado Moises era um assassino em potencial…

    5. Marcos Torres Barbosa Quem quer reduzir a questão sexual a comportamento são religiosos, sexologos discordam disso.

      http://revistagalileu.globo.com/Revista/Common/0,,EMI323800-17770,00-PINGUINS+HOMOSSEXUAIS+SE+TORNAM+PAIS.html

  32. Valdemar disse:

    Aqui em Manaus na escola q estudei houve uma feira cultural e em uma das salas era sobre religião afro, era música, defumação, imagens e até cabana dentro da sala de aula resultado… A feira acabou mais cedo devido a dois alunos e dois visitantes CAÍREM ENDEMONIADOS! Legal ainda temos q engolir calados?

  33. Vinícius disse:

    Por falar de cultura africana, alguns “progressistas” devem ter cuidado quando forem à África. Como negro, sei que uma caracteristica marcante das sociedades africanas é a aversão ao homossexualismo. Será que isto seria tema da “feira” ? (cuidado com os comentários racistas!)

    Revista Epoca: Um apartheid para os gays

    A presidente da Libéria, ganhadora do Nobel da Paz, defende a prisão de homossexuais, medida atualmente adotada pela maioria dos países africanos

  34. Luiz Carlos disse:

    Na verdade dos que se dizem evangélicos a maioria não são realmente protestantes mas apenas vertentes extremistas desta religião. O fundamentalismo existe em qualquer seguimento e não seria diferente no campo religioso. Sou presbiteriano e realmente não dá para entender a recusa destes alunos em fazer o trabalho conforme proposto pelo professor. Eis aí um exemplo clássico de intolerância por parte dos zelosos alunos. Certamente que com o tempo a maturidade virá e eles entenderão e até se sentirão vexados por este comportamento piegas

  35. minha colocação é essa devem acegurar o trabalho do professor e fazer não custa nada nem vai matar e nem morrer niguém por isso , que besteira é essa agora imagina se essa moda pega no brasil todo , ai vamos ter uma verdadeira guerra de religião niguém vai ter mais paz

  36. ANTONIO disse:

    DEUS DEU O LIVRE ARBITRIO PARA CADA UM FAZER O QUE QUIZER NOTA 10 PARA OS ALUNOS EU FARIA O MESMO PREFIRO MORRER DO QUE NEGAR A JESUS.

    1. charles95 disse:

      negar jesus? deixa de fanatismo isso não tem problema NENHUM, Deus não vai castigar só por fazer um trabalho sobre cultura africana …fanátismo!

  37. Fabiana disse:

    Neste ultimo sabado, fiquei chocada ao ver a minha filhinha de apenas 8 anos participando de uma dança do Maracatú. Puxa vida, vi pais e funcionarios dançando como se estivessem num terrero e professor fazendo com que as crianças fizesse o mesmo. Tantas coisas pra se mostrar da Africa e querem mostrar logo esse tipo de dança!!!! A professora ñ muito satisfeita com o seu projeto ainda levou um grupo chamado Ylêae para tocar e cantar, agora me fala era ou ñ uma dança religiosa?

  38. Marcos disse:

    Isso é fraquesa espiritual e mental.

  39. cleiton disse:

    Aprender a História, e um enriquecimento, interpretar ou encenar não pode ser obrigatório, pois o Dever do professor é ensinar, e não fazer o aluno reviver aquilo.Se aprendessem sobre prostituição alguém queria que sua filha interpretasse uma prostituta? Deve haver respeito com a Religião dos outros, há vários tipos de trabalhos que podem ser cobrados como avaliação de aprendizado. Até o governo respeita quando reserva outro horário para a prova do ENEM para os Adventistas;

  40. Cesar Alves disse:

    Mesmo sendo sutil em suas artimanhas em promover novela na mídia de saudações a entidades ou induzir simpatizantes como futuros adeptos, usando o nome da cultura, para obrigar alunos a cumprirem interesses infiltrados na educação, o verdadeiro cristão não pode mais ser enganado porque já conhece a Verdade Bíblica. E a Verdade liberta, protege e não compactua com intenções de aparencia de inocente.

  41. Renato Gaara disse:

    não houve discriminação alguma em relação a esses alunos, e qual o problema d ler um livro onde o cara vira amigo d pai de santo? esses alunos não conseguem aceitar as ideias alheias ou oque? Jorge Amado é um mestre da nossa literatura, tenho certeza q aprenderiam muito lendo o livro, vc não precisa concordar com o conteudo para apreciar uma obra

  42. Cesar Cunha disse:

    Se mudaram o trabalho por conta propria sem a autorizacao do professor erraram e nao podem reclamar. Se conversaram com o professor antes e nao foram ouvidos, ai sim podem alegar discriminacao.

  43. Luann Ítalo disse:

    O Brasil é um país diverso em sua cultura,mas as escolas nunca abre espaço para minorias e nem para maioria branca.
    porque digo isso, porque temos duas festas que são os pilares do cristianismo que a Páscoa e o Natal.
    Quando se faz uma festa numa escola não-confessional sobre o Natal, você pode falar de papai noel,presentes luzes de natal, peru, árvore e tudo mais. mas nunca o foco desta celebração será Jesus como salvador, uma esperança para as nações. Mas sempre será retratado com uma criança podre digna de pena que no máximo será simbolo de bondade. na Páscoa as escolas públicas celebram esse dia como uma renovação de vida,não como o Dia da Ressurreição. até não celebra essa festa de forma cristã e de certa forma correta. Claro que for para relembra o evento do êxodo. na qual os judeus fazem parte da formação do povo brasileiro desde 1500 é são ignorados pelas escolas,digo isso porque no primeiro ano do ensino médio um dos assunto eram civilização hebraica e árabe. na civilização hebraica a professora só passou uma atividade
    no povo árabe possou quase um mês, na qual foi assunto de prova.
    resumindo o Brasil ignora sua cultura branca de tradição judaico-cristã pelas culturas politeísta da África.
    .

  44. Odair Jose disse:

    nao vi nada de mais em fazer e apresentar um trabalho sobre a AFRICA , la e uma escola , e um luagar de aprendizado , devemos aprender tudo o que for ensinado , isso e cultura ! mas se tratando do povinho mais metido do mundo (crentes ) , foi uma ofensa ! , afinal , eles sao os santos , unjidos , o sal da terra , enfim , na verdade eles querem pivilegios e mais privilegios , eles sao os reis da cocada preta , esses alunos tem mais e que ficar com zero de nota mesmo ! , muito me expanta fazerem uma reuniao para tratar desse assunto , um assunto tao frivolo , sem valor , e ademais a escola e publica ! porque os crentes nao constroem escolas so para crentes e poem seus lindos pimpolhos a estudar nelas , kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  45. Essa história de "cultura africana" é só uma enganação o verdadeiro cristão não aceita mesmo, pq sabe o que está por trás de tudo isso, eles querem implantar tudo nas escolas é homossexualismo, lesbianismo, macumba etc etc…

  46. Ilton Will disse:

    Esses Alunos querem privilégios especiais apenas para eles. só eles podem falar da fé deles , só eles podem pregar ou falar, só eles são ungidos, estão se nivelando mesmo Nível dos ativistas gays, que querem Foro privilegiado.

    TODOS TEMOS Direitos e deveres.Cristão ou não Devemos respeitar as autoridades , por que como dizem os crentes , as autoridades foram escolhidas por Deus. Por que eles não podem seguir as regras e eu posso ??????

  47. Maíra Reis Cintra disse:

    Acho que faltou, mediação da parte da escola, até pq nenhum aluno é obrigado a fazer nada.Estudei em um grande colégio católico respeitadíssimo o São Bento, na época eu não era evangélica e nem católica, e me lembro muito bem de duas colegas na mina sala que eram evangélicas, e nós tínhamos que ir para a missa geralmente, uma vez no mês, e elas nunca iam, a escola entendiam o posicionamento delas, e respeitavam.É muito importante frisar aqui, que os alunos não são atores, e eles tem sim o direito de se recusarem a apresentar uma história que não condiz com o hábito deles.Assim como poderia, ser ao contrário, crianças adeptas do candomblé se recusarem, a falar de algo que não acreditam.E acho que a escola, foi a grande culpada dessa polêmica, pois tenho certeza que o trabalho ficaria muito mais diversificado, com alunos falando sobre missões, sobre a religião africana, e tal, precisamos respeitar as diversidades. Quantas vezes na minha época de escola, alunos se recusaram a fazer trabalhos que não estavam de acordo com as suas crenças e escola respeitava.É óbvio que nenhum aluno pode se recusar a ler um livro que vai cair na prova, vestibular e tal, diferente da sua crença, isso sim é fanatismo, mas eles tem sim o direito de recusarem a interpretar algo que não queiram. Feliz em ter estudado em uma escola, tão conservadora, mas que respeitava a escolha de cada aluno, e vivemos felizes até o terceiro ano, lembro que na época da escola eu era Hare Krsna, e todos conviviam perfeitamente com isso, alunos, monges.

    1. Maíra Reis Cintra disse:

      Quantas vezes tinha feira que precisava dançar músicas vamos dizer assim do mundo,e alunos se recusam a fazer,pois não fazia parte da sua vida,mas esses alunos iriam fazer outra coisa, o painel,o figurino,o roteiro,qualquer outra coisa,mas não ficava de fora,e nem era discriminado, ou chamado de intolerante. Relembrando do meu tempo de escola,e agradecendo a Deus,pois aprendi muito com os beneditos, respeitar ao próximo sempre.

    2. Maíra Reis Cintra disse:

      E só mais um detalhe,me lembrei que na minha época de escola,tinham alguns alunos que suas famílias eram adeptas ao candomblé, e eles também não iam para missa,e na aula de religião,todos tinham oportunidade de falar,questionar,e mais uma vez afirmando todos viveram felizes até o terceiro ano.E relembrando alunos não são atores,até atores podem recusar um papel,pq alunos não?

  48. Esses alunos não deveriam ter apresentado nada, nem expor sua fé dessa maneira. Se não concordaram com o tema deveriam ter dito ao professor ou a diretoria. Essas coisas só geram polêmicas inúteis e mais preconceito contra nós evangélicos.

  49. Wander disse:

    Gente na moral…. essa cultura africana é repleta de adoração a demônios, idolatria. Essa macumbaria toda no Brasil e esses pais de santo que existe por aí, tudo tem ligação com espíritos malignos que tentam realizar todo tipo de maldade que a pessoa desejar. Sacrifício de animais.

    A cultura africana no modo geral só traz desgraça e problema até que se entre a libertação pelo nome de Jesus.

    O resto desse povo aí que quer defender a imoralidade e que o povo tem que se misturar, é um bando sem fé e sem coragem pra se posicionar como homens de Deus cheios de sua palavra.

    1. Lavínia disse:

      Você não passa de um racista

  50. Alan Sayago disse:

    Da 0 pra eles!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  51. Edson morais disse:

    É claro que nunca deve misturar religião com posição de fé.Um trabalho de escola envolve alunos de todos tipos e credos diferentes, agora, se foram selecionados somentes os alunos evangélico para apresentarem o trabalho; ai sim, configura uma discriminação. Seria interessante a apresentação do trabalho e em seguida apresentação de faixa ou cartazes informando:” De todos os absurdos e barreiras religiosas, DEUS nos liberta, basta que utilizamos a nossa fé,”.

    Agora se somos cristãos verdadeiros e temos Deus no coração, não será uma peça de teatro que irá mudar a minha posição de fé ou me induzir a buscar um outro deus,…..

  52. Nazare Lima disse:

    Sou educadora e confesso que descriminação é obrigar alunos a realizarem tal tipo de atividade. Se existe o dia da Consciencia negra, também deveria ter o dia da Consciencia Evangelica, pois os evangelicos hoje em dia são mais discriminados do que negros e homossexuais. FALA SÉRIO!!!!

    1. Wander disse:

      Senhora Educadora, DESCRMINAÇÃO foi demais. Saiba pelo escrever antes de educar

  53. KirmaAteu disse:

    patético, um aluno nao sabe a diferença de crer ou estudar!!

  54. adriana disse:

    gente o problema que não podemos fugir e apagar nosso passado ancestral, viemos da cultura africana, não somos branquinhos dos olhos azuis não! Não podemos passar uma borracha no nosso passado de vários séculos até chegar no ano de 2013, ninguém é melhor que ninguém, vamos todos morrer e acertar as contas com o Pai Único e Verdadeiro, e sinceramente, não confudam História com Religião. Já estão levando p o lado pessoal!

    1. charles95 disse:

      Uma hipótese, acredita-se que viemos da Africa pelos ossos datados mais antigos, bem manipulados pra dizer que os africanos são inferiores.

  55. Fabio de Lima disse:

    Os professores tem que ter bom censo, é logico que um envangélico ou católico jamais atuara como um pai de santo ou homossexual em uma peça ou apresentação de escola, assim como um frequentado do candomblé não iria atuar como um Pastor se fosse um trabalho sobre as primeiras igrejas evangélicas no Brasil, sobre Martinho Lutero, ou apostolo Paulo.

    1. Danilo disse:

      Fale por você, sou católico, e não vejo maldade nenhuma nisto, vejo apenas preconceitos desta religião opressora.

  56. dardania disse:

    Se colocar no lugar do outro e coisa que a maioria dos comentaristas aqui nao fizem. Como pode ser ferido o direito de manifestar nossas concepcoes cristas que sao baseadas na biblia da qual cremos e confessamos em nosso dia a dia em casa com a familia? Todos querem ser compreendidos mas nao compreendem ninguem. Voces que se declaram nao evangelicos ja foram obrigados a fazer algo em troco de nota que ferem os seus principios cristaos e familiares e sem o direito de reclamar ou de optar por algo criativo como eles fizeram. O trabalho foi feito na perspectiva deles e a escola deve analisar melhor esta situacao. Escola deve ensinar aquilo que cabe a ela como portugues, matematica, geografia e historia a religiao deve ser do portao pra fora. Um mestre que obriga o aluno dele a escrever, ler montar um trabalho expor numa feira um conteudo do qual eles nao cre e ofende seus principios cristao este, deixar de ser mestre e passaria a ser opressor da liberdade de expressao daquele individuo. Alguem ai ja estudou o livro sagrado para tecer opinioes contraria ao grupo de estudantes evangelicos? Creio que nao e principalmento o autor do lindo 0 que ja mostrou sua ignorancia sobre o assunto.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *