Estudo mostra que aumentou o número de cristãos na África e na Ásia, e que o mundo está mais religioso

11

Um estudo recém-publicado pelo Center for the Study of Global Christianity de South Hamilton (Massachussetts), dirigido por Todd M. Johnson, mostra o aumento da religiosidade no mundo, motivado, especialmente, pelo crescimento do cristianismo na África e na Ásia. Nesses continentes, o cristianismo cresce em dobro com relação ao crescimento da população em geral.

De acordo com o estudo, o número de pessoas que se declaram religiosas no mundo aumentou de 82% em 1970, a 88% em 2013, e chegará a 90% em 2020.

O relatório, intitulado “Cristandade em seu contexto global, 1970-2010” e que oferece uma série de estatísticas atualizadas em 2013 e uma projeção até 2020, aponta ainda que a Europa tem se tornado menos religiosa, e que a América permanece estável nos números observados. Um dos indicativos dessa tendência apontado pelo relatório é a escola de um papa argentino que, segundo os responsáveis pelo estudo, mostra um claro deslocamento do centro da vida religiosa e cristã longe da Europa.

Porém, o cristianismo não é a única religião que tem crescido. O aumento do número de cristãos é seguido também do crescimento entre os muçulmanos. Juntas, essas duas religiões representavam 48% da população mundial em 1970; em 2020, serão 57,2%. Os cristãos aumentarão em 33,3% e os muçulmanos, 23,9%. A conclusão dos estudiosos é de que, em 2020, a cada 3 pessoas, 1 será cristã, e quase 1 de 4 será muçulmana.


O deslocamento da religião para fora da Europa é mostrado também pelo fato de que em 1970 apenas 41,3% dos cristãos viviam no hemisfério sul do mundo (Ásia, África e América Latina), enquanto em 2020 serão 64,7%. Os evangélicos pentecostais e carismáticos católicos são os maiores responsáveis por esse crescimento; em 2020, de 2,2 bilhões de cristãos, estes serão mais de 700 milhões, ou seja, mais de 25%.

Os EUA se destacam nas estatísticas como o primeiro país do mundo em número de pessoas que se declaram cristãs; porém, esse número diminuiu de 90,9% em 1970, a 80,1% atualmente, e a previsão é de que diminua para 78,1% em 2020.

Para o sociólogo italiano Massimo Introvigne, “estes dados oferecem um quadro diferente do bombardeio midiático sobre o secularismo e a diminuição da religião, que intercambia a Europa Ocidental com o mundo”. Ele ainda relaciona esse crescimento da religião ao fato de que famílias religiosas têm mais filhos, em contraste aos secularistas.

– De cada 10 crianças que nascem no mundo, 9 nascem em famílias declaradamente religiosas, e 6 nascem em um contexto cristão ou muçulmano. Enquanto isso, os “progressistas” e os fãs do laicismo têm cada vez menos filhos – explica o filósofo.

Por Dan Martins, para o Gospel+


11 COMENTÁRIOS

  1. OS CRISTÃOS SÃO TODOS DESCENDENTES FÍSICOS DE ISRAEL EXILADOS EM DIVERSAS NAÇÕES. É UMA ARMA FORTE CONTRA SATANÁS NA TERRA. OS CRISTÃOS SÃO A CASA DE JOSÉ (EFRAIM E MANASSÉS). ESSA MULTIDÃO DE CRENTES GENTIOS SEM DÚVIDA SÃO A CASA DE ISRAEL E EM BREVE PASSARÃO POR UMA GRANDE REAVIMENTO DE RESTAURAÇÃO DE SUAS RAÍZES HEBRAICAS.

  2. Quando as pessoas descobrirem que jesus não era evangelico andava com “pecadores” e foi o homem que mais quebrou dogmas.
    Meno religião e mais amor ao próximo.como podemos amar a Deus sem amar ao próximo

    • São todas as religiões do mundo e estatisticamente, no memento, existem dois bilhões e duzentos milhões de cristãos no mundo e não em 2020, sendo que o islamismo é a religião que mais cresce, e no Brasil já aparece esse fenômeno. Não sei como será. A fome da África deve-se ao colonialismo cristão, No sul da Ásia aconteceu o mesmo e agora querem salvar os africanos que nos séculos XVI E XVII, os cristãos, diziam que eles não tinham alma e poderiam ser escravizados? Tenho antepassados negros e isto não está apagado em minha alma. Os brancos estão desistindo de serem cristãos e agora querem negros, mestiços latinos americanos e os amarelos? O que as potencias cristãs fizeram com indus, com os astecas, com os incas, com os maias, com os peles vermelhas, com os africanos, com os árabes, com os aborígenes da Austrália e Nova Zelândia, com os esquimós? É procurar saber e que venha outra forma de se pensar o cristianismo.

  3. A finalidade das igrejas é:
    I Corintios 7:23 façais escravos de homens.
    Gênesis 15:13 disse o Senhor a Abrão: Sabe com certeza tua descendência será reduzida à escravidão,
    Gálatas 3 : 29 E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa .
    I Samuel 8:17 Tomará o dízimo servireis de escravos.
    Amós 4:4 e de três em três dias os vossos dízimos.
    II Pedro 2 :19 prometendo-lhes liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção;
    I Corintios 15:18 Logo, também os que dormiram em Cristo estão perdidos.
    Os pastores e padres pegam os fieis em três fatores: medo, ganância e culpa.
    Os três P (políticos,padres e pastores) resume em maçonaria.
    Jeremias 6:28 todos eles andam corruptamente.
    Deuteronômio 28:29 serás oprimido e roubado todos os dias, e não haverá quem te salve.
    NAUM 2:9 Saqueai a prata, saqueai o ouro;( saqueai,roubai).

DEIXE UMA RESPOSTA