Brasil

Evangélico divide a vida entre orientador espiritual e fisiculturista

Comments (17)
  1. Guilherme disse:

    Opa! achei que eu era o unico no meio dos cristãos… parabéns José Carlos Miranda! O preconceito é muito grande ainda, mais ainda quando somos cristão, mas encaro como elogio hoje em dia! mais uma vez parabéns e Deus te abençoe! NO PAIN NO GAIN

  2. reinaldo disse:

    Muuuito interessante.

  3. Sanguilin disse:

    Não entendo como nós cristãos podemos ser assim, separar trabalho de vida com Deus, não consigo entender isso de maneira alguma. Quando nós dizemos que uma coisa é separada da outra logo agente diz que as coisas velhas não precisam passar e que só se fez nova parte de nossa vida.

    Comparado a este ato de mostrar o corpo, mesmo ele não fazendo culto ao corpo, preciso perguntar a ele se ele sabe que fugir da aparencia do mal é algo que o cristão tem que fazer! Não importa se ele não cultua a si mesmo, mas importa o que os outros vão pensar dele, pois acho que ele escandaliza as pessoas ao ficar quase nú e mostrar seu corpo para um monte de pessoas ficar cobiçando o mesmo.

    Preciso fazer outra pergunta, que moral tem um cara que ganha a vida usando o corpo dessa forma para ser capelão? Então quer dizer que uma capelã tb pode ser passista de escola de samba? ué mas ela não cultua o corpo, só é um trabalho e alem do mais ela gosta de dançar! Será que a situação é diferente? Nós cristãos precisamos aprender que viver com cristo é morrer pro mundo, carregar nossa cruz, fugir da aparencia do mal e não escandalizar as pessoas, ou será que pode haver luz e trevas no mesmo local?

    Espero que possamos viver mais a vida cristã de forma biblica e pedindo sempre a Deus para fazer as coisas do jeito que Ele quer.

    Espero não ter julgado, mas sim ter mostrado o quanto precisamos melhorar nossa visão de cristianis, alem do mais as pessoas deram suas vidas por um evangelho que não é esse que temos visto ultimamente.

  4. Cahh disse:

    *—-*
    Provando pra muitos por ai que pregam que academia eh pecado! ¬¬°
    (como já ouvi de pregadores)
    Faço academia, sou modelo e acima de tudo dou testemunho ao mundo sobre meu Senhor, alem de compartilhar minha fé e meu amor por Jesus!
    É isso ai! Força, coragem, determinação e acima de tudo fé e amor em Deus! E que Ele continue abençoando essa galera radical e louca por Jesus!

    Abraços e pazz a todos!
    Jesus verdadeiro amor! Sempre! ;D

  5. Vanessa Vidal disse:

    Ridículo!

  6. Raphael disse:

    Legal, mas legal ainda que ele não largou sua igreja nem esconde que tudo que ele consegue e por Deus.

  7. Celso disse:

    “Você tem algum cuidado de beleza?
    Sou vaidoso, procuro fazer depilação a cada 30 dias”

    Vaidade…tudo vaidade
    É aí que mora o perigo.

  8. FRANK disse:

    Bando de preconceituosos.Pastor roubar pode.

  9. HELDER disse:

    ESSA TANGUINHA É UM BARATO ….

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  10. Precisa nascer de novo,fazer exercícios físicos para manter a musculatura sem exageros ou para melhorar a saúde é uma coisa até aceitável,mais fisiculturismo,é culto ao corpo,é uma coisa carnal e ainda desperta a sensualidade e a cobiça,tá fora da palavra.

  11. Sara Souza disse:

    Massa eu também sou fisiculturista e sou evangélica,que mal há nisso?

  12. Carlos Roberto disse:

    TRANSPARÊNCIA
    Quem nada esconde

    “Disse mais o rei Davi a toda a congregação: Salomão, meu filho, o único a quem Deus escolheu, é ainda moço e inexperiente, e esta obra é grande; porque o palácio não é para homens, mas para o Senhor Deus” – I Crônicas 29.1.

    A transparência é a virtude que impede a ocultação de alguma vantagem pessoal, a ocultação de alguma fraqueza pessoal ou a ocultação de alguma miséria pessoal. Por meio da transparência, a pessoa é o que é, nem melhor e nem pior! A transparência revela tanto o que a pessoa é como o que a pessoa tem! A verdadeira transparência não exagera, não inventa vantagens e nem desvantagens! É um dos mais válidos recursos de prevenção contra o pecado. Sabe por quê? Porque a transparência obriga a pessoa a se conhecer e a tomar os devidos cuidados. Como cristãos, servos a serviço do Rei da Glória, os crentes em Jesus Cristo deveriam, pela natureza da opção que fizeram, serem exemplos vivos de transparência em todos os aspectos da vida. A falta de transparência na vida do cristão é revelada em pecados, sejam eles manifestos em pequenos ou grandes atos, em ações ou atitudes, pecado é pecado independente de seu tamanho ou de sua proporção.

    Às vezes, fico me perguntando por que é tão difícil ser transparente? Costumamos acreditar que ser transparente é simplesmente ser sincero, não enganar os outros. Mas ser transparente é muito mais do que isso. É ter coragem de se expor, de ser frágil, de chorar, de falar do que a gente sente… Ser transparente é desnudar a alma, é deixar cair as máscaras, baixar as armas, destruir os imensos e grossos muros que nos empenhamos tanto para levantar…

    Você pode estar dizendo: “Mas eu sou transparente…”. Sim, mas em que grau? Qual a escala em que seus atos podem ser expostos? Vejamos. No seu trabalho você nunca se beneficiou de nada que contrariasse as normas da empresa? Com sua esposa, você nunca escondeu algo, mesmo que seja mínimo? Ela realmente é informada de tudo? E com seus filhos, eles o conhecem por inteiro? Você nunca tirou vantagens de situações ou de suas funções na sua vida secular? No cumprimento das leis, especialmente as de trânsito, você é exemplar? Ou será que ultrapassar em faixa continua não é crime? Quem sabe andar além da velocidade permitida não o incomoda? Você é 100% transparente, ou isto não importa? Eu, eu apenas estaciono em local proibido só nas eventualidades… Fila, eu nunca furei… Eu poderia citar outras situações, mas deixo com você a tarefa de examinar-se e avaliar até onde, na sua conduta, algo que impeça a transparência total de sua vida como servo de Deus.

    A fraqueza do homem o faz vacilar, o sentimento de estar fazendo algo sem que seja descoberto ou que aos seus olhos não pareça errado o leva a agir adônicamente, transformando o erro em algo natural, muitas vezes convertendo suas práticas em rotina na sua jornada. Confessamos Jesus como Senhor de nossas vidas, mas agimos segundo o instinto do velho homem, certos até de que estamos protegidos da impunidade, que nada nos acontecerá mesmo que as nossas ações nos condenem. Cantamos que “JESUS CRISTO MUDOU NOSSO VIVER”, mas caminhamos exatamente no sentido oposto, contrariando tudo que recomendam as Escrituras, com toda a naturalidade.

    Muitos crentes estão revestidos pelo “INSUFILM” – tecido de policarbonato usado sobre a superfície de vidros automotivos ou arquitetônicos com a finalidade de escurecê-los ou de mudar suas propriedades de transparência ou de cor – do pecado, assim, vivem uma vida espelhada numa realidade falsa, escondendo atos e atitudes que contrariam os princípios elementares da fé cristã. É a transparência restrita, condicionada a interesses muitas vezes duvidosos, onde nem tudo pode, pelas suas características, ser desnudado, isto é, mostrado. Tem muito crente “FUMÊ” nas igrejas…
    Já no fim de seu reinado Davi foi transparente em seu discurso de despedida! Ele assumiu em público, não escondeu de Israel a imaturidade de seu sucessor, mesmo sendo o seu filho. Isto é uma notável transparência! Davi confidenciou à nação: “Pôs-se o rei Davi em pé e disse: Ouvi-me, irmãos meus e povo meu: Era meu propósito de coração edificar uma casa de repouso para a Arca da Aliança do Senhor e para o estrado dos pés do nosso Deus, e eu tinha feito o preparo para a edificar. Porém Deus me disse: Não edificarás casa ao meu nome, porque és homem de guerra e derramaste muito sangue” – I Crônicas 28.2 e 3. Uma das maiores frustrações de Davi foi não ter construído o Templo de Jerusalém! Foi ele quem teve a idéia, foi ele quem escolheu e comprou o terreno, foi ele quem mandou elaborar o projeto, foi ele quem ajuntou o material de construção, foi ele quem ofertou grande quantidade do mais puro ouro e de prata pura e ainda pediu o apoio e a colaboração do povo. Porém, não teve a satisfação de levantar o templo porque, ele mesmo conta, exagerou nas guerras e nas matanças! Davi poderia ter escondido isso do povo, mas não o fez! Aqui está um impressionante exemplo de transparência!

    Se Davi sendo rei, sendo o “HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS”, se mostrou ser igual a nós, seria muito bom se nos mostrássemos iguais a ele nessa questão de transparência! Assim estaríamos livres de qualquer “RESÍDUO DE HIPOCRISIA”, o pecado que Jesus menos tolerava! Davi, o “HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS”, se mostra igual a mim e igual a você! Em seus Salmos isso é evidente mais ainda: “Por causa do teu nome, Senhor, perdoa a minha iniqüidade, que é grande” – Salmos 25.11. “Volta-te para mim e tem compaixão, porque estou sozinho e aflito. Alivia-me as tribulações do coração; Tira-me das minhas angústias. Considera as minhas aflições e o meu sofrimento” – Salmos 25.16 e 18. “Eu sou pobre e necessitado, porém o Senhor cuida de mim; Tu és o meu amparo e o meu libertador; Não te detenhas, ó Deus meu!” – Salmos 40.17. “Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim” – Salmos 51.3. Davi confessava com freqüência as suas deficiências e as suas dificuldades em lidar com as lutas da vida e de sua responsabilidade em expressar, com atos, ações e atitudes, o domínio de Deus sobre a sua vida. Ele, que era um “HOMEM SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS”, tinha o dever de expressar isto de todas as formas possíveis e até nas impossíveis.

    Lamentavelmente o que mais falta nos crentes hoje é exatamente a TRANSPARÊNCIA, a maioria sequer se preocupa em colocar em xeque a conduta diante de certas circunstâncias, o que vale é tirar proveito ou melhor, levar vantagem seja de que forma for, usando o famoso jeitinho como pano de fundo.

    Você é transparente em 100% nas suas práticas religiosas? Não precisa responder, não quero causar constrangimento ou seduzi-lo a mentir apenas para me agradar, quero apenas sinceridade na sua conduta, se proceder assim, creio que já teremos um avanço enorme no exercício da fé cristã. A transparência gera equilíbrio e respeito, ela também possui uma intimidade inseparável com a verdade que é a base da vida cristã.

    Você quer se libertar de toda a hipocrisia que existe em você? Você quer viver uma vida na verdade, sendo transparente em tudo? Você tem coragem de expor suas fraquezas, suas misérias e seus atos ocultos? Deus quer ver a transparência em seu coração, mostre-se a Ele! E Jesus em nosso coração realiza esta transformação. Assuma consigo mesmo este desafio, lute, mas lute com lealdade aos seus princípios e com certeza você será 100% transparente diante dos homens, mas principalmente diante de Deus.

    Carlos Roberto Martins de Souza

  13. rosangela lima disse:

    Gostei da fala, transparência, mas o que vc. pensa do irmão fazer o que faz? Expor o templo do Espírito Santo da forma como ele faz? Podemos pensar que o que levou o irmão a tomar esta atitude foi o fato de ser criticado pelas pessoas devido sua aparência física. Talvez isso até hoje o persiga. Talvez ele se declare não fazer culto ao corpo, mas ele já experimentou ficar um ano sem malhar só para ver se realmente o que ele faz não iria interferir em sua vida com Deus? Afinal, ele não precisa mais disso, o corpo já se transformou de modo que ninguém irá apelidá-lo.O fato do amado permanecer e até se expor chega a dizer mais do que realmente ” aparenta!” Ainda bem que conhecer coração, cabe somente ao Senhor! Que o amado irmão ore e pergunte ao Senhor se realmente ele precisa disso ou se o Senhor se agrada do que ele faz ao invés de perguntar ao homem. Se o Senhor disser ao mesmo que ele pode continuar com esta vida ” o que eu dúvido muito que o Senhor lhe responderá que sim, o amado poderá seguir em paz com seu trabalho.

    Que o Senhor tenha misericórdia de TODOS nós!

    1. Naruto Malhador disse:

      O único problema é o preconceito enlatado na cabeça da pessoa.
      Qual o problema de fazer exercícios físicos? Tem sim problema em usar a energia que Deus nos deu para ficar parados em frente a televisão, e servidos de todo o comodismo que a “tecnologia” traz, se fosse antigamente, nossos ancestrais você por acaso os imagina fora de forma? Eles tinham que caçar seus alimentos, hoje em dia vamos ao supermercado e temos tudo as mãos, eles tinham que erguer madeiras que eles cortavam nem se sabe como, junto a pedras para que construissem suas primeiras “casas-cabanas”, e tudo isso com seus braços e não com tratores.
      Aposto que você não se exercita, e se exercitasse não se importaria de ficar 1 ano parada, mas saiba que pra quem leva a sério ficar 1 ano parado é um tiro no pé, é pedir pra perder tudo que conquistou. Porque você não experimenta ficar 1 ano longe do seu trabalho (seu ganha pão)? Se você discordar da comparação pense, porque o seu trabalho seria mais importante para você do que 1 ano na academia para o colega?
      Precisamos orar para que as pessoas se preocupem com o que realmente importa.

  14. Fabio Barros disse:

    Prezados,
    Sou culturista também e tenho uma vida regrada com dietas treinos e descansos.
    Porém também sou Cristão e assumo Jesus Cristo como meu Senhor e salvador.
    Agora oque tem que parar de acontecer é esses caras que se dizem Cristãos e julgam outros Cristãos pelo fato de eles não se encaixar no perfil que ”eles” tem como o certo!
    Vejo Cristãos tatuados, com corpo de fisiculturista, pagodeiros, rockeiros, punks, rastafari, de todos os tipos e são verdadeiros Cristãos, que reconhecem o sacrifício de Jesus Cristo, que conhecem a palavra de Deus, que são igrejas, que propagam o evangelho de Cristo, e amam de todo o coração ao Senhor.
    E tem muitos ai de terno e gravata que vai pro inferno com bíblia e tudo, porque oque salva não é a roupa que você usa, ou estilo que você tenha escolhido para sua vida, e sim o coração arrependido e que verdadeiramente reconhece Jesus Cristo como Senhor e salvador.

  15. Gabriel disse:

    Pq apontar tantos dedos, se o único que pode julgar é o Senhor. Fisiculturismo é um esporte, não uma vitrine sexual. Quem pratica, faz pq gosta e se identifica. Todos iniciamos algo na nossa vida por algum motivo, seja ele financeiro, sentimental, etc… Nada que esse motivo não possa ser modificado. Alguns comentários propuseram a resposta de Deus, está errado. O pecado existe quando o corpo se expõe de forma sexual, do contrario, deveríamos andar cobertos da cabeças aos pés, como os muçulmanos. Não sejam tolos em colocar palavras na boca de Deus, se estiver errado, Ele revelará. Aos praticantes e atletas, pratiquem seus esportes, mas não os tornem maior que o Senhor JESUS. Não cultuem a si mesmo, sejam transparentes em suas vontades. Faça o esporte de coração e não por vaidade. Permaneçam em DEUS!!!

  16. milena disse:

    Para quem acha que isso é preconceito ,é só ler a biblia como ela realmente é!e não ler para seu proprio “LUXO” a biblia diz:
    “Tudo me é permitido”, mas nem tudo convém. “Tudo me é permitido”, mas eu não deixarei que nada domine.
    “Os alimentos foram feitos para o estômago e o estômago para os alimentos”, mas Deus destruirá ambos. O corpo, porém, não é para a imoralidade, mas para o Senhor, e o Senhor para o corpo.
    Por seu poder, Deus ressuscitou o Senhor e também nos ressuscitará.
    Vocês não sabem que os seus corpos são membros de Cristo? Tomarei eu os membros de Cristo e os unirei a uma prostituta? De modo nenhum!
    1 Coríntios 6:11-15 Então tirem sua próprias conclusões!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *