Ex-ativista gay sofre preconceito por ter se convertido ao evangelho e se casado com uma mulher

25

O ex-ativista gay Michael Glatze, que ganhou notoriedade na comunidade LGBT como um dos fundadores da revista XY Magazine, revelou que está sofrendo duras criticas por parte de “homossexuais irados” depois que se converteu ao evangelho, abandonou o estilo de vida homossexual e se casou com uma mulher.

Glatze, que vivia há dez anos com um companheiro do mesmo sexo, conta ter percebido que ser homossexual o atrapalhava depois que passou por um problema de saúde, e não encontrou ajuda em ninguém ao seu redor, passando a ser movido por um grande vazio interior.

Foi então que, segundo afirma, ele descobriu que Deus seria seu melhor “ombro amigo”, o que o levou à sua conversão. Após abandonar a homossexualidade, ele se casou com Rebeca, o que motivou ainda mais críticas à sua mudança de vida, passando a ser alvo de ataques feitos por ativistas gays.

Em uma carta aberta, Michael Glatze se pronunciou contra as críticas ao seu novo estilo de vida afirmando que não mudará seu ponto de vista, mesmo com toda a torcida contra sua nova vida heterossexual e de rotina cristã. Ele afirma ainda que seu manifesto não serve “para esfregar o casamento na cara de qualquer um”, mas para que todos entendam que ele está firme em sua nova posição como cristão.


– Eu amo o meu Deus, eu amo minha vida. Estou grato por cada respiração. Sou grato a Deus pela humanidade. Sou grato por Rebeca… Eu não estou aqui para ‘forçar uma mudança’ ou ‘fingir um estilo de vida’ a ninguém. Estou aqui para levar uma vida positiva e honrar a Deus – afirmou Glatze em sua carta.

Segundo o The Christian Post, muitos críticos afirmam que seu casamento com Rebeca é um engano, e que ele logo “partirá o coração” da esposa, retornando à sua antiga vida. Porém, o ex-ativista gay reafirma sua posição cristã, e explica estar firme e confortável como heterossexual e que não há como mudar o que Deus fez em sua vida.

Por Dan Martins, para o Gospel+

25 COMENTÁRIOS

  1. HAHAHA…, eita Deus, só o Senhor mesmo para fazer a obra e restaurar uma vida como ela deve ser, que Deus continue usando e abençoando esse homem por onde ele e sua esposa passarem, contra fatos não há argumentos.
    Saudades de você Jorge Vinicius kkkkkkkkk..

  2. Esse homem tem o me respeito, pois não é porque leva uma vida hetero agora que ele impõe isso a homossexuais, ele é um dos muitos homens bissexuais que existem, mas ao contrário, da maioria, muitos se casam com mulher mas nas escondidas saem com outros homens.

  3. Heterofobia,o homem comum Jamari’s entenderia o agir de Deus,Jesus o libertou do pecado,lie Deus uma nova vida de acordo com a Sua vontade,Satanas e os homers podem se rasgar de odio,mas como esta escrito.., a Pota que Jesus abre ninguem fetcha e a porta que Jesus fecha ninguem abre,Jesus fetch ou a porta do homossexualismo a este rapaz,seja o inferno ou os Homens aceitamdo ou nao,Deus nao esta nem um pouco preocupado com a opiniao do Mundo sober os seus milagres.

  4. O ódio e o preconceito não são mazelas exclusivas desse ou daquele seguimento da população, acontece com vizinhos, parentes, colegas de trabalho, enfim com todos; o diferencial é quando vc sente e guarda pra vc e não sai espalhando pros 4 ventos gerando mais confusão, se não gosta de alguém, é um direito seu, mas denegrir a imagem de alguém ou de um grupo de pessoas publicamente, pode causar danos irreparáveis.

  5. Fica em paz irmã Rebeca, porque o seu Deus, o Deus do teu esposo, o meu Deus, o mesmo de Abraão, Isaque e Jacó continua no controle de tudo e está no controle da vida de vocês e não é nenhuma palavra contrária que irá desfazer o que Deus fez na vida de vocês. E todos verão isso para a glória do Senhor. Um forte abraço de seu irmão.

  6. Engraçado , parece que já vi algo parecido , acho que são os extremistas fanáticos do islã , que perseguem e matam todos que deixam o islamismo .
    Aliás , quem são mesmo os intolerantes ?????????

  7. Já que eles não conseguem sair , também não querem que ninguém saia do inferno .
    Para eles uma vez perdido , perdido para sempre .
    Já era , esse ai já não pertence mais ao capeta , DEUS o resgatou da imundície e do pecado.

  8. O interessante é que ele afirma ser hetero agora e todo mundo acredita piamente. Nos comentários alguns defendem que ele pode ter recaídas, mas que é assim mesmo, que é um processo. Ou seja, abandonou o “estilo de vida gay”, mas dizer que é heterossexual é sacanagem. Se bem que no caso dele não é sacanagem. O cara só não bate bem da bola:
    Acompanhando a história dele, o cara é gay, criou uma revista para jovens gays, daí teve problemas de coração que o fizeram pensar que teria o mesmo fim do pai, teve ataques nervosos de pânico achando que iria morrer. Daí o cara virou mórmon de uma hora para outra, com isso virou ativista ex-gay, mas não durou muito porque escreveu em seu twitter “Já mencionei o quão absolutamente nojento é o Obama? E sim, é porque ele é negro. Deus, nos ajude.”
    Depois disso, ele espalhou um email dizendo que decidiu, depois de muita oração, não ser mais ativista. Daí se retirou para uma escola bíblica em Wyoming para se tornar um pregador fundamentalista.
    As críticas a ele não são pelo motivo de ser cristão ou “ex-gay”. Mas pelas mensagens de ódio que hoje ele prega e pelo racismo. Mas é muito decepcionante que o Gnotícias tenha publicado somente a parte que interesse para os evangélicos.

DEIXE UMA RESPOSTA