Faleceu Carlos Alberto Torres: seu último compromisso foi jantar em apoio a Marcelo Crivella

0

O Capita faleceu na última terça-feira, 25 de outubro, vítima de um infarto fulminante. Carlos Alberto Torres, 72 anos, ex-jogador e ex-técnico de futebol, foi um dos maiores laterais direitos do esporte na história.

Comentarista do canal por assinatura SporTV, do Grupo Globo, Carlos Alberto Torres apoiava a candidatura de Marcelo Crivella (PRB) à prefeitura da Cidade Maravilhosa, e seu último compromisso público foi em um jantar de apoio à campanha do bispo.

A informação foi revelada pelo jornalista Ernesto Neves, colaborador da coluna Radar Online, da revista Veja: “A última aparição de Carlos Alberto Torres em público aconteceu na casa do empresário Hélio Viana, ex-sócio do Pelé, no Joá, zona sul do Rio, na noite da última segunda (24). O capitão da Copa de 70 participou de encontro com artistas, políticos e simpatizantes da campanha de Marcelo Crivella (PRB) à prefeitura do Rio”.

O jornalista acrescentou ainda que “ao saber da nota da morte de Torres, Crivella publicou uma nota de pesar em seu Facebook”. A morte do Capita, como era apelidado o ex-jogador, pegou a todos de surpresa, já que na noite anterior, ele havia trabalhado normalmente em um programa de mesa redonda no SporTV.


“Carlos Alberto estava em casa, na Barra da Tijuca quando passou mal. Por volta das 11h desta terça (25), foi levado ao hospital Riomar com quadro de parada cardiorrespiratória. Ele faleceu logo após chegar ao local”, concluiu Neves.

Capitão da Seleção Brasileira de 1970, que contou com Pelé, Rivellino e Tostão, Carlos Alberto Torres jogou por grandes times, como Fluminense, Botafogo e Santos, e também teve sucesso como treinador, já que foi campeão brasileiro com o Flamengo, entre outros times ao redor do mundo.


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA