Em vídeo, Feliciano destaca revelação do “jogo sujo” de Patrícia Lélis e tentativa de extorsão; Assista

75

O pastor Marco Feliciano publicou um vídeo com a narrativa das acusações feitas pela estudante Patrícia Lélis, e os indícios que constroem sua defesa contra ela.

No vídeo, produzido com trilha sonora e narração que se assemelham a um trailer de cinema, o locutor diz que Patrícia Lélis “A jovem que tentou seduzir o pastor e ouviu um não de Marco Feliciano planeja uma vingança. Procura seu chefe de gabinete e ameaça criar um fato negativo para a imagem do deputado, caso não receba dinheiro”, diz o texto.

Esse ponto do vídeo reforça a revelação feita pelo Gospel+ com os prints da conversa entre a estudante e o pastor, que mostram uma aproximação feita com um relato inverídico dela – que seu suposto estuprador teria sido esfaqueado e preso, o que nem a mãe de Patrícia Lélis confirmou – e o envio de imagens íntimas da jovem, que terminou por receber um pedido de afastamento de Feliciano. Relembre aqui.

“Marco Feliciano não estava no apartamento no dia e hora que a jovem de passado duvidoso afirma ter sido vítima. As câmeras de segurança do Ministério do Trabalho gravaram a verdade. Marco Feliciano chegou às 08h55 no prédio e saiu às 10h00. A mesma hora que a jovem informou à Polícia”, acrescenta o texto narrado no vídeo.


O vídeo, compartilhado pelo pastor em sua página no Facebook e canal no YouTube, diz que a trama da acusação é um “um jogo sujo da pior espécie, um ataque cruel contra um homem e a sua honra”.

A atitude de Talma Bauer, chefe de gabinete de Feliciano, de pagar os valores exigidos por Patrícia, também é destacada como uma decisão isolada do assessor, que não teria comunicado o pastor sobre o pagamento.

“Toda mentira precisa de maquiagem para se sustentar, mas a verdade não precisa de retoques”, conclui o texto no vídeo. Assista:

Assine o Canal

75 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA