Final da novela Os Dez Mandamentos é fortemente criticado pela mídia especializada; Entenda

145

O final da segunda temporada da novela Os Dez Mandamentos foi levado ao ar ontem, 04 de julho, pela TV Record, e se tornou alvo de olhares não muito amistosos da mídia especializada, que criticou o improviso da emissora na caracterização dos atores para representa-los 40 anos mais velhos.

Todos os críticos destacaram o fato de que, o público, inebriado pela história do êxodo, não se importou com os detalhes técnicos ou com os diálogos melodramáticos – ferramentas usadas para fazer a narrativa bíblica se encaixar no tempo que a Record precisava para aprontar a sucessora, A Terra Prometida – e acompanhou a nova temporada com o mesmo ímpeto até o final.

A morte de Moisés e o estabelecimento de Josué como novo líder do povo foram os principais acontecimentos do último capítulo de Os Dez Mandamentos, que deixou a história preparada para a nova saga dos hebreus.

Para o crítico Tony Goes, do F5, no último capítulo da novela a direção manteve os erros cometidos ao longo de toda a segunda temporada: “Excesso de câmera lenta, efeitos cafonas, texto grandiloquente e interpretações canhestras deram o tom. E nenhuma foi pior do que a voz de Deus feita por César Willian —que pelo menos tem a desculpa de ser apenas locutor, não ator”, comentou o jornalista.


“Sem falar que o nítido esforço em cenários e figurinos praticamente foi posto a perder pela pífia caracterização dos personagens como velhos. Barbas obviamente postiças e maquiagens rudimentares deixaram o elenco com cara de estudantes no espetáculo de fim de ano do colégio”, criticou.

Michael Godoy, comentarista especializado do portal N10, usou outra novela da emissora para comparar a qualidade de cenários, figurinos e maquiagens de Os Dez Mandamentos: “Diferentemente do que ocorre com Escrava Mãe, uma belíssima produção de época da Record, engavetada por 8 meses, a emissora, mais uma vez, não foi feliz com a realização de sua produção. Assim como ocorreu nas produções bíblicas anteriores, seja a novela ou as minisséries, a Record parece não ter aprendido, ainda, a caracterizar seus personagens”, disse.

“Tudo ali foi artificial, desde o texto absurdamente melodramático de Vivian de Oliveira, que transformou uma história bíblica em uma trama infanto-juvenil sem precedentes, passando pelos cenários, e pela maquiagem mal feita dos atores. Totalmente trash”, disparou.

O investimento inicial feito pela Record na primeira temporada de Os Dez Mandamentos superou a casa dos R$ 100 milhões, valor também dedicado à nova “novela bíblica”, A Terra Prometida. Talvez esteja nesse detalhe o segredo para a baixa qualidade técnica para a segunda temporada de Os Dez Mandamentos, já que esta foi criada para ser uma ponte entre a primeira e sua sucessora, e provavelmente não estava no planejamento inicial da emissora.


145 COMENTÁRIOS

  1. Creio que o alvo não era um grande expetáculo cinematográfico, mas anunciar a Palavra de Deus. E eles tiveram êxito nisto.
    Conheço ao menos uma vida que, verdadeiramente, compreendeu a Palavra de Deus partindo da experiência com esta novela. Uma pessoa que eu já trabalhava havia anos, e para a glória de Deus hoje ela está rendida ao Senhor.

    Aleluiaaaaaaa!!!

  2. A GRANDE VERDADE É QUE NENHUMA OUTRA EMISSORA TEVE PEITO E CORAGEM DE DE FAZER NOVELAS COM TÉCNICAS DE EFEITOS ESPECIAIS, A RECORD FOI A ÚNICA. COMEÇOU COM OS MULTANTES E AGORA ESSAS NOVELAS BÍBLICAS QUE ARREBENTOU A CONCORRÊNCIA E ESTÃO VENDENDO AS NOVELAS PARA O MUNDO INTEIRO. E ONDE A NOVELA É PASSADO FAZ MUITO SUCESSO! ISSO SEM FALAR DO FILME!

  3. A GRANDE VERDADE É QUE NENHUMA OUTRA EMISSORA TEVE PEITO E CORAGEM PARA FAZER NOVELAS COM TÉCNICAS DE EFEITOS ESPECIAIS., A PRIMEIRA FOI A RECORD COMEÇANDO COM "OS MULTANTES" E AGORA COM TEMAS BÍBLICOS. COM ISSO DESBANCOU A CONCORRÊNCIA E VENDE A NOVELA PARA O MUNDO TODO E ONDE PASSA, TEM O MESMO SUCESSO. SEM FALAR DO FILME, DISPENSA COMENTÁRIOS!

  4. E dai se não tinha uma boa qualidade técnica?? o que importa é a mensagem que é passada e pra um bom entendedor isso basta, em outra palavras… o que interessa mesmo é mostrar algo extraido da Bíblia, para nós que não curtimos as doenças da globo com suas novelas sensuais do inferno tá bom demais.

  5. Chega a dar medo como pessoas que se acham tão corretas com a palavra e os mandamentos de Deus ficam tão irritadas por tão pouco. Eu assisti às duas temporadas e confesso que em muitos momentos me interessei em ir procurar na biblia sobre a veracidade das histórias e me aproximei muito mais de Deus por meio do interesse que a novela despertou em mim. Mas péra lá, vamos combinar que a caracterização dos personagens no final foi mesmo péssima e nem precisou ser um crítico especializado pra notar isso. Deixou MUITO a desejar e ficou muito claro que a temporada inteira foi um improviso total. Mas ainda assim, não tirou a emoção de ver a história do povo de Deus sendo mostrada em uma novela. No final das contas o que menos importou foi a caracterização dos personagens.

  6. Se vcs realmente conhecessem a biblia nao entrarim em debates e saberiam que a novela não é de Deus e sim diabolico. O tempo qe vcs veem novelas e ficam debatendo sobre isso. Vao ler a biblia como diz as sagradas escrituras "O povo falha porque lhe falta o conhecimento" Oséias Cap4vers6

DEIXE UMA RESPOSTA