Funkeiro ataca bispo Edir Macedo ao vivo no Cidade Alerta, da TV Record: “Pastor Marginal”; Assista

35

Uma homenagem ao Dia Internacional da Mulher terminou numa provocação ao bispo Edir Macedo durante o programa Cidade Alerta no dia 07 de março.

A atração da TV Record no Espírito Santo convidou o MC Jefinho Faraó para cantar ao vivo acompanhado de um DJ, e em determinado momento, o funkeiro decidiu cantar a música “Pastor Marginal”, que na letra faz referência ao bispo Edir Macedo, porém sem citá-lo nominalmente.

A música fala do episódio do Maracanã, quando Macedo organizou um evento da Igreja Universal e arrecadou dízimos e ofertas dos fiéis. Os valores doados eram arrecadados em sacos de lixo de grade porte, e a imagem do bispo rindo sem poder esconder a satisfação percorreu a imprensa brasileira à época.

MC Jefiinho Faraó é conhecido no estado por seus funks de conteúdo erótico, e o convite feito pelo Cidade Alerta não contava com a astúcia do funkeiro, que não se intimidou em cantar o hit que ataca o dono da emissora.


No momento em que o âncora do programa deixou o estúdio por conta de uma “dor de barriga”, o Cidade Alerta ficou nas mãos do funkeiro, que aproveitou a brecha e protestou contra Macedo.

“Oooo Pastor Marginal, da Igreja… foi quem pegou nosso dinheiro, pega ele e dá um pau […] Lembro dele no Maracanã, à toa ele sorria, ele ficou rico da noite para o dia”, entoou o funkeiro.

O episódio causou desespero nos profissionais de bastidores do programa, e a confusão poderá resultar em demissões, segundo informações da Folha de S. Paulo. Assista ao vídeo do programa (a música contra Edir Macedo surge aos 9 minutos do vídeo):

Assine o Canal

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

35 COMENTÁRIOS

  1. Será que cabeças vão rolar, ou já rolaram?
    Ou o bispo vai agir com espírito cristão e perdoar essa “gafe” do funkeiro?
    Vamos assistir o que vem a seguir…

    • Não concordo com a palavra gafe, uma vez que o tar funkeiroide esta falando a verdade, ele apenas aproveitou a oportunidade que lho cai nas mãos, e mandou ver, ate porque todos os brasileiros lembram e bem daquelas senas do pessoal carregando os sacos de dinheiro, que vergonha que vergonha meu Deussss

      • Thour,
        Tudo bem com vc?
        Eu usei aspas na palavra “gafe”, justamente pelo duplo sentido que quis dar a ela. Ele falou uma verdade no seu funk, mas faz de conta que foi uma gafe e assim o bispo o perdoa e tb aos funcionários da Record pela tremenda mancada que deram em convidar o funkeiro audacioso ou sem noção! rsrs…

  2. Alguêm sabe me responder se o Stardust trabalha para esse site ele ja havia dado esta notícia,sem contar que na matéria da “pastora que curou a Baby ” escreveu que o G+ entrou em contato com a pastora como ele sabe dessas coisas?

    • Lulala,fiz essa pergunta pra você,saiu no lugar errado,e quando falei do Stardust ser homem era interrogaçao,acho que se trata de homem ou alguem conhece ele?Pelo menos escreve como se fosse.

      • Dayane

        Stardust é mulher tenho provas,inclusive de uma moça que comentava aqui de nome Lorena(cacau),que uma vez ela me disse que conversando com a Jussara via emails,a Jussara disse para a Lorena(cacau),soltou a nossa vida de mulher sozinha não é nada fácil nê?
        Aí a Lorena que é muito esperta perguntou nossa?
        Aí a Jussara Stardust,desconversou,e eu sei que ela é ex esposa de pastor da IURD,foram expulsos motivos não conheço,mais ta ai o motivo da revolta dela contra a IURD e tudo que é da IURD….
        Fica com Deus….

      • ops ativista atreu gay detectado…não pode ver um cristão que tem que xingar …tstst que feio, se juntar a estrela caída começa botar as mangas para fora

          • So’ mesmo um ignorante tapado sem noçao como o sr ex-gay clamando nao tem inteligencia suficiente para perceber que fiz uma critica acida ao comentario dessa jackeline que fala de “racinha” ao criticar um negro, pois mesmo que ela nao teve intençao de insulta-lo racialmente, o que eu duvido, e’ o que fica parecendo em suas palavras. Meu comentario foi uma maneira de acorda-la para a sua infeliz escolha de palavras. Sera’ que eu preciso desenhar ou a Luana entendeu agora?

          • éo que diz todo endemoniado quando se ve de frente com o clamando..primeiro acusa se bate espuma pela boca me ameaça de morte profere mentiras e tenta denegrir…mas no fundo já sabe perdeu caiu a casa tem de sair…só não te expulso dele porque é uma biba engraçada ….rsrsr que fique em ti esta pomba gira

      • Paulo,em nenhum momento pensei em postar o meu comentário com o intuito de discriminar o rapaz ou quaisquer que seja pela cor da pele. Simplesmente não gosto desse movimento ”pancadão” onde erroneamente o chamam de funk. Queira sim ou não a grande maioria que deixa-se levar por esse movimento ridiculo acabam se tornando mal-educados e grossos. Até porque nós sabemos que esse movimento é escutado por todos os tipos de pessoas sejam esses brancos ou negros. Infelismente a grande maioria desses que curtem esses pancadões são mal educados sim,(Pelo menos os que eu já mantive algum tipo de contato). E quando me referir a expressão ”racinha”englobei todos independente se esses são brancos ou negros.

  3. Santa Ignorância Batman,

    …pega ele e dá um pau…Apologia a violência, Jesus não ensinou isso, obviamente não são cristãos que estão comentando a favor do funkeiro.

    No YouTube tem o vídeo do Macedo e os comentários são metendo a lenha nele, qualquer um pode entrar na página e acusar ele do que quiser. O funkeiro apenas repetiu o que está no YouTube na emissora do sacerdote Macedo, debaixo do nariz dele, mas pela apologia a violência esse funkeiro pode ficar uns 3 dias atrás das grades até arranjar um advogado e pagar a fiança, por incitar a violência na sociedade, e me parece que não é necessário que seja o ofendido para representar a sociedade contra essa infração (não lembro se apologia a violência na sociedade é infração ou crime) mas dá cadeia, e se alguém da igreja dele sentir as dores por ele pode registrar boletim de ocorrência contra esse funkeiro e fazer ele dormir alguns dias atrás das grades.

    NO funk, YES ROCK.
    NO apologia a violência, YES paz & amor como Jesus ensinou.

    Pelo que ficou demonstrado,
    funk é veículo de lixo : apologia a violência, drogas, prostituição e mais blá…blá…blá.

  4. Como é que ele se diz ser CRISTÃO, e permite que MÚSICAS do MUNDO, toquem em sua
    EMISSORA e certas PROGRAMAÇÕES. Como: A fazenda que é ORGIA pura e outras podridões.

  5. Paulo,em nenhum momento pensei em postar o meu comentário com o intuito de discriminar o rapaz ou quaisquer que seja pela cor da pele. Simplesmente não gosto desse movimento ”pancadão” onde erroneamente o chamam de funk. Queira sim ou não a grande maioria que deixa-se levar por esse movimento ridiculo acabam se tornando mal-educados e grossos. Até porque nós sabemos que esse movimento é escutado por todos os tipos de pessoas sejam esses brancos ou negros. Infelismente a grande maioria desses que curtem esses pancadões são mal educados sim,(Pelo menos os que eu já mantive algum tipo de contato). E quando me referir a expressão ”racinha”englobei todos independente se esses são brancos ou negros.

DEIXE UMA RESPOSTA