Brasil

“A graça de Deus nos livra do toma-lá-dá-cá”, afirma pastor. Leia na íntegra

Comments (3)
  1. È isso abençoado, a graça é tão divina que a maioria esmagadora á rejeita por achar um evangelho muito fácil.Também não é para menos, ela tira desses "espertinhos" a oportunidade de lucrar com o evangelho. Todavia, eu olho para o dia a dia das igrejas e vejo que se não for pela graça estamos ferrados. Quem pode ser justo diante de Deus se não pela própria justiça d'Ele? Eu vejo com muita tristeza na igreja que eu congrego os membros dizendo ao apóstolo, eu estava assim e quando eu dei o dízimo ou fiz o propósito da toalhinha fiquei curado(a) ou prosperei! Isso abençoado não é roubar a glória de Deus? Não é dar a glória de de Deus a outro?

  2. amado, bom a compreensão da graça, mas a graça fica mais compreendida quando somos iluminados o que diz respeito ao diabo e seus anjos, Jesus veio a mais de 2000 anos conhecido como plenitude dos tempos (Galatas 4:4) e aniquilou o diabo (Hebreus 2:14) foi ótimo o texto mas quando chegou no diabo e seus anjos é o que falta (João 8:32) Fiquem na graça de nosso Deus, Pr. Marcio Duchatsch

  3. Eu espero obter uma resposta melhor que esta , mas que a malícia desta propaganda se estenda.Essa desgraça dessa nomeclatlura está uma nomeclatura de merda..

  4. ISSO É BOM PARA OS SENHORES… pois o "Toma lá, dá cá" prevê uma contrapartida para quem dá… assim, os senhores só querem o "Dá cá"… é mais cômodo… mais lucrativo.

  5. Precisamos estar fazendo a nossa parte para somarmos. A graça de Deus jamais poderá se manifestar em uma pessoa que não gosta de contribuir, que não entrega parte do seu tempo para as coisas que são espirituais, não se esforça. Não tem graça nenhuma esta atitude, aliás é iniciativa de preguiçoso e inoperante ficar esperando apenas pela graça.

  6. clamando disse:

    quer dizer então, que não é tudo ou nada ou da ou desce, não prescisa passar a mão no cajado do macedo, nem comer pão em forma de cruz , passar em baixo da capa preta, dar nó na camiseta, fazer fogueira dos bens, tomar elixir santo direto do alambique do mais cedo, nem passar em vale de sal , nem rosa ungida, nem tomar passe de macumbeiros………….ha!…………assim perde a graça….vai ver que é por isto que o edir faz um templo de sdalomão e o valdomiro faz uma cidade heheh

  7. concordo plenamente com ese Pastor e a prosperidade provem da generosidade em auxilioar o proximo, o orfão, a viuva, aqueles menos favorecido, portanto relato aqui um artigo de Levi Bronzeado extraido de seu blog Ensaios e Prosas com o tema PARA QUE CRISTO AFINAL?

    Bem, não sei se foi sonho, visão, ou se foi fruto de minha imaginação. Mas que eu vi, vi.
    Vi um membro da igreja “O Céu Aqui e Agora” com uma Bíblia em suas mãos. Notei que o Livro Sagrado que ele carregava, tinha volume muito reduzido. Chegando mais para perto dele, pude observar que a sua Bíblia não continha o Novo Testamento.
    Fiquei muito curioso, e resolvi abordar o portador do referido livro:
    ─ Moço! Sua bíblia está faltando a parte principal. A parte que fala da história de Cristo.
    Fiquei pasmo e estático com o sermão que ele me pregou como resposta, o qual, passo a relatar aqui na íntegra:
    ● Se em minha igreja, através de sacrifícios, eu me relaciono diretamente com Deus ─, para que Cristo afinal?
    ● Se eu tenho o “Manto Sagrado da Prosperidade” para tocar, e tal qual uma vara de condão, adquirir tudo de “bom” que existe na terra, além de transformar o meu saldo bancário de devedor em credor ─, para que Cristo afinal?
    ● Se eu tenho comigo o exército dos “Trezentos e dezoito”, que pelejam por mim ─, para que Cristo afinal?
    ● Se eu tenho a “Escada do Sucesso” para escalar e alcançar os píncaros da prosperidade financeira ─, para que Cristo afinal?
    ● Se eu tenho o “cajado de Moisés” para me fazer atravessar os “mares vermelhos” da vida ─, para que Cristo afinal?
    ● Se eu tenho a “água do Rio Jordão” para curar sarnas, lepras, psoríases e outras dermatoses de origem demoníaca ─, para que Cristo afinal?
    ● Se eu tenho o “Óleo do Jardim das Oliveiras” para curar as minhas cefaléias e depressões ─, para que Cristo afinal?
    ● Se eu tenho a “Rosa Ungida” para me trazer a paz de espírito ─, para que Cristo afinal?
    ●.Se eu tenho a água do “Mar da Galiléia” para usar como colírio, a fim de tirar a concupiscência dos olhos ─, para que Cristo afinal?
    ● Se eu tenho semanalmente a “Sessão do Descarrego”, que me limpa de todo o pecado ─, para que Cristo afinal?
    ● Se eu tenho, com uma simples contribuição monetária – o direito de participar da “Fogueira Santa de Israel” e receber instantaneamente tudo que almejar ─, para que Cristo afinal?
    ●.Se eu tenho a qualquer hora, quem tire os meus “encostos” que atrapalham a minha vida familiar ─, para que Cristo afinal?
    Depois de expor o seu rosário de práticas, evidenciando a desnecessidade de recorrer a Cristo, o moço desapareceu subitamente de minha visão. Fiquei então a matutar com os meus botões.
    Foi a partir desse encontro emblemático, que eu pude entender a razão pela qual, na visão daquele jovem, tudo tinha que ser pago: “é que ele realmente não conhecia ainda as ‘Boas Novas’ do Evangelho, onde tudo é de graça, por graça e pela graça”.

    NOTA DO AUTOR: Qualquer semelhança com a realidade, não é mera coincidência, pois eu juro que tudo que ouvi do personagem inventado, é a mais pura verdade.

    Fonte Ensaios e Prosas

  8. Jael disse:

    Discordo.

    É favor imerecido totalmente! Deus dá a quem Ele quer! O diabo jamais receberá a graça de Deus, n pq ele não é merecedor, mesmo sabendo q n é mesmo, e sim pq simplesmente Deus n quer! Simples assim!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *