Guitarrista do Korn diz que se relacionar com o Espírito Santo é ter “Jesus vivendo em você. Isso é lindo”

2

O guitarrista Brian “Head” Welch, da banda de metal Korn, concedeu uma entrevista e falou sobre sua relação com o Espírito Santo. O músico se converteu ao Evangelho em 2005, chegou a deixar a banda, mas retornou e agora testemunha sobre sua nova vida.

Na entrevista a uma emissora de rádio norte-americana, “Head” afirmou se converter foi “a melhor coisa possível” na sua vida, pois o ajudou a abandonar o vício e o permitiu se relacionar com o Espírito Santo.

“Bem, eu te falo, para uma pessoa que largou as drogas por muitos anos e tem a alma cheia do Espírito Santo, é a melhor coisa possível. É o puro amor de Deus e você realmente pode sentir esse amor. E vai ficando mais forte através dos últimos dez anos. Não sei… Você fica totalmente satisfeito na vida e não quer mais nada. E meu coração está em paz. Eu não teria acreditado se eu não experimentasse. Estou totalmente satisfeito. Não há nada como isso”, disse Brian “Head”.

O contexto das perguntas sobre o Espírito Santo envolve o lançamento do documentário “Holy Ghost” (“Espírito Santo”, em tradução livre do inglês), do qual o guitarrista participou. O filme se baseia nas experiências de fé de quem acredita no Espírito Santo e tem como proposta mostrar a ação real na vida dessas pessoas.


O entrevistador questionou “Head” se, para ter o Espírito Santo, era necessário buscá-lo, ou se as pessoas já nasciam com Ele. O músico, mais uma vez, foi didático e objetivo em sua resposta: “Esse é um tipo de debate teológico, talvez, mas eu acredito que Deus dá fôlego para todas as pessoas. Porém, nós temos que pedir para receber o Espírito Santo somente, para que Ele nos dê a revelação de como Deus sustenta a vida e nos dá a vida. Falam sobre sentir o Espírito Santo, e isso acontece quando você começa a pedir por Ele e tudo mais. Não é sobre religião, é sobre relacionamentos. É o espírito de Jesus vindo até você e vivendo com você. E isso é tão lindo”, resumiu.

Sobre o documentário, Brian “Head” Welch resumiu dizendo que o longa-metragem conta a história de pessoas que convidam Deus a entrar em seus corações e vidas, e a partir disso, saem pelo mundo apresentando o Cristo real, não dizendo que devemos nos preparar para o inferno.

O filme mostra que o encontro com o Espírito Santo, disse o guitarrista, “é como se tivessem me mostrado como obter um bilhão de dólares e como se eu pudesse compartilhar o dinheiro com todos os outros. Celebridades são consideradas referências e temos que usar isso para alguma coisa, porque nós todos vamos prestar contas um dia, por isso é importante usar o que temos com sabedoria”, concluiu, explicando o motivo de testemunhar sua fé.


2 COMENTÁRIOS

  1. Sim…temos quer está sensíveis a voz do Espírito Santo…o Brian está se deixando levar pela voz do Espírito…está plantando e depois de algum tempo haverá colheita. Aleluia!

DEIXE UMA RESPOSTA