Igreja é acusada de ser responsável por desabamento de megatemplo que matou 116 fiéis

0

A Igreja Sinagoga de Todas as Nações, liderada pelo polêmico autointitulado profeta TB Joshua, está sendo responsabilizada pela morte de 116 fiéis no desabamento de parte de seu templo, em setembro de 2014.

O incidente em Lagos, Nigéria, deixou outras 86 pessoas feridas, e foi atribuído pelas autoridades à falta de uma licença adequada de construção. “A igreja deve ser investigada e processada por não obter a aprovação relevante antes de iniciar a construção do edifício”, disse o médico legista Oyetade Komolafe, de acordo com a agência France Presse. “A igreja foi culpada por causa de negligência criminosa que resultou na morte das vítimas”, acrescentou.

Joshua disse à época que o desabamento do edifício poderia ter sido causado pelo grupo extremista islâmico Boko Haram. No entanto, a teoria foi descartada por peritos que avaliaram a estrutura do edifício.

“Em poucas semanas, a verdade por trás do desabamento do prédio será revelada. A última vez que ocorreu um problema com o Boko Haram, a imprensa ficou contra a igreja, incluindo a polícia, mas depois de algumas semanas, a verdade por trás do ataque foi revelado”, disse o pastor nos dias seguintes à tragédia.


Agora, o legista divulgou seu relatório e destacou que as vítimas morreram de ferimentos múltiplos, incluindo traumatismo craniano. Em uma audiência, também foi revelado que os peritos constataram que andares extras foram sendo adicionados ao edifício, sem que as autoridades autorizassem ou houvesse mudança no projeto de engenharia.

“Entre os indivíduos e organizações convocados, apenas o ‘profeta’ TB Joshua se recusou a depor”, disse Komolafe ao tribunal, lembrando da postura adotada pelo pastor, considerada arrogante.

Esse não é o único envolvimento de Joshua em mortes. Em novembro do ano passado, ele ajudou seu discípulo, Walter Magaya, a promover um “Culto de Milagres” no Zimbábue, e o evento terminou com pessoas pisoteadas e 11 mortes.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA