Igreja é assaltada e publica mensagem de perdão a ladrões que levaram quase R$ 100 mil em equipamentos

6

Um assalto que resultou num prejuízo de mais de US$ 40 mil (aproximadamente R$ 96 mil na cotação atual do dólar) não foi capaz de fazer os membros da Primeira Igreja Batista de Slidell perder a postura cristã.

A igreja reúne poucos membros, pois a cidade de Slidell – no norte do Texas – tem apenas 175 moradores. Após o assalto, o templo serviu de escritório para o xerife do condado de Wise County, que passou a investigar o crime.

Segundo Bobby Cates, pastor da igreja, foram roubados os equipamentos de som, dois televisores, dois monitores de computador, um computador desktop e seu notebook pessoal, além de uma das vans da igreja, que foi encontrada mais tarde, porém, sem os demais itens.

No entanto, o que atraiu a atenção da emissora de TV NBC foi a atitude dos membros da igreja, que colocaram em prática a lição do perdão que a Bíblia ensina, e publicaram uma mensagem no mural de avisos da igreja.


“Aos ladrões que nos roubaram: nós te perdoamos”, dizia o comunicado no mural. O pastor Cates disse que apenas deu vazão à iniciativa dos membros: “Peguei as cartas e coloquei o sentimento delas na mensagem”. A Polícia ainda não tem pistas dos ladrões.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

6 COMENTÁRIOS

  1. Desfecho do assassinato do pastor da IURD em Minas gerais.. triste isso..

    Homem que matou Pastor da Igreja Universal está preso

    O pastor assassinado a tiros dentro da igreja Universal no bairro Céu Azul, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte, morreu porque reagiu ao assalto, diz a delegada Cristiana Angelina, responsável pelas investigações. O suspeito do crime, Reinano Francisco de Oliveira, de 45 anos, foi preso no dia 22 de janeiro e apresentado nesta quinta-feira (13).

    “Foi o típico caso de latrocínio. Ele [Reinano] levou da vítima o carro e o celular. Ele disse que queria apenas roubar, mas, como não conseguiu imobilizar a vítima, efetuou os disparos”, disse a delegada.

    De acordo com a polícia, no dia do crime, o homem viu o religioso entrando na igreja e anunciou o assalto. Depois disso, a vítima foi levada para um quarto e teve as mãos amarradas. “Quando o suspeito estava amarrando os pés do pastor, ele se soltou e deu dois socos no ladrão. Eles lutaram e o suspeito deu um tiro no pé do pastor. Por fim, o Reinano conseguiu imobilizá-lo e deu um tiro na cabeça dele”, explicou.

    Após o crime, o suspeito pegou o carro que pertence à igreja e fugiu. De acordo com a polícia, o objetivo do homem era chegar ao estado do Espírito Santo, mas ele teria ficado sem gasolina e, ao ver um carro de polícia, abandonou o veículo.

    Ao fazer uma perícia no carro, a polícia encontrou uma nota fiscal de compra em Bocaiuva, na Região Norte de Minas Gerais. Na loja, o suspeito foi identificado por meio da câmera de segurança.

    No dia 22 de janeiro, ao abordar Oliveira na porta de casa, ele reagiu e acabou levando um tiro no pé. Na apresentação, o suspeito confessou o crime e disse que, se o pastor não tivesse reagido, não teria morrido.

    • E depois de tanto tempo mas um desfecho se aproxima.. Coitado do Pastor Valdeci, era um bom homem, se nao tivesse entrado na politica talvez estaria vivo ate’ hoje pregango..

      MP-RJ denuncia deputado Marcos Abrahão por morte de ex-pastor

      Ele é acusado de ordenar morte de Valdeci Paiva de Jesus, em 2003.
      Abrahão era suplente do ex-pastor, então deputado, na época do crime.

      O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou à Justiça o deputado estadual Marcos Abrahão (PT do B), acusado de ser o mandante do homicídio do ex-pastor da Igreja Universal Valdeci Paiva de Jesus (PSL), em 2003. A vítima foi morta com 19 tiros em frente à sede do partido, em Benfica, Zona Norte do Rio. O réu foi denunciado com mais quatro pessoas.

      Segundo a denúncia, Marcos Abrahão, na época, era suplente do então deputado Valdeci, e ordenou o crime para assumir seu cargo na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Ele chegou a ser pronunciado para respondeu no 4º Tribunal do Júri, em 2005. O réu recorreu e, por decisão do Superior Tribunal de Justiça, o julgamento vai acontecer no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, pois Abrahão, como deputado, tem foro especial por prerrogativa de função.

  2. E depois de tanto tempo mas um desfecho se aproxima.. Coitado do Pastor Valdeci, era um bom homem, se nao tivesse entrado na politica talvez estaria vivo ate’ hoje

    MP-RJ denuncia deputado Marcos Abrahão por morte de ex-pastor

    Ele é acusado de ordenar morte de Valdeci Paiva de Jesus, em 2003.
    Abrahão era suplente do ex-pastor, então deputado, na época do crime.

    O Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou à Justiça o deputado estadual Marcos Abrahão (PT do B), acusado de ser o mandante do homicídio do ex-pastor da Igreja Universal Valdeci Paiva de Jesus (PSL), em 2003. A vítima foi morta com 19 tiros em frente à sede do partido, em Benfica, Zona Norte do Rio. O réu foi denunciado com mais quatro pessoas.

    Segundo a denúncia, Marcos Abrahão, na época, era suplente do então deputado Valdeci, e ordenou o crime para assumir seu cargo na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj). Ele chegou a ser pronunciado para respondeu no 4º Tribunal do Júri, em 2005. O réu recorreu e, por decisão do Superior Tribunal de Justiça, o julgamento vai acontecer no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, pois Abrahão, como deputado, tem foro especial por prerrogativa de função.

DEIXE UMA RESPOSTA