Israel

Imigrantes ilegais chegam a 25% em Tel-Aviv

Comments (1)
  1. Silva disse:

    Jerusalem é, sempre foi e sempre será a capital do estado de Israel. As nações sempre desprezam este fato consumado. O território de Israel foi dominado e governado durante mais de dois mil anos, por muitos e diferentes reinos e estes nunca quiseram tornar Jerusalém a capital do seu reino. Por que só agora, que Israel tem a soberania por direito e por conquista, ao reagir contra seus agressores, o mundo se coloca contra Jerusalém como capital de Israel? Saibam todos que quem se levanta contra Jerusalém e Israel , é contra o Deus da Bíblia. Esta revolta do mundo contra Jerusalém vai provocar a ira, o furor do Deus todo poderoso de Israel, que também é o mesmo da Bíblia. As nações não ficarão impunes e acontecerá conforme os exemplos que já conhecemos na Bíblia: O Deus de Israel, ele mesmo defenderá Jerusalém. O poder militar de Israel não poderá resistir a todos.
    Quem poderá resistir a esse Deus todo poderoso?.

  2. Todo país tem de ter controle de suas fronteiras para evitar o caos. Gente demais compromete o orçamento público, o saneamento, a limpeza e diminui a oferta de emprego para a população original. Isso sem falar em questões de segurança interna, haja vista que esses imigrantes tendem a ser violentos quando em contato com um estado laico, democrático e desenvolvido como Israel.Aqui não se trata de uma mera questão de direitos humanos, e sim da sobrevivência pura e simples de um estado soberano.

  3. Deusimar Souza Lima disse:

    Concordo com o comentário do sr. Avary Zeigelboim. Infelizmente há países que não controlam com afinco suas fronteiras e são afluxos clandestinos de pessoas que só irão trazer problemas e desordens. Pessoas que não buscam solução em seus países de origem.
    No Brasil temos a própria Polícia Federal que permite entrada de todo tipo de pessoas nas fronteiras do Paraguai sem verificar uma a uma, como o faz na União Européia e EUA. Não interessa se é muita gente, eles deverão é mesmo serem impedidos na alfandega, aguardar com paciência a revista e autorização. E caso não forem aceitos embarcar de volta imediatamente no primeiro vôo de origem. Assim que é o correto, nem um dia ou hora a mais.
    Existe um choque que infelizmente as vítimas são os habitantes locais. É urgente a expatriação desses imigrantes ilegais e clandestinos o mais rápido possível.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *