Capa

Jesus provavelmente tinha irmãos e não primos, dizem historiadores

Comments (7)
  1. Pr Écio Pousas disse:

    Como fica o caixão encontrado, escrito “Tiago, irmão de Jesus, filho de Maria e de José”; como fica o caso de João Batista, que era primo de Jesus, e em nenhum momento é chamado de irmão (e nem de primo)? É hora de pedirmos a Deus sabedoria, para entendermos a Sua palavra, e não continuar a ser guiados por cartilhas, feitas por idéias humanas. Que Deus, em Cristo, mostre as verdades para todos os povos e os salvem. amém!!!!

  2. ANDRÉ disse:

    Nós já sabíamos disso…que Maria foi virgem até o nascimento do Sr JESUS…mas após isso ela cumpriu seu papel de esposa e mãe dos irmãos de JESUS…

  3. Gracy disse:

    Bom, vejo que infelizmente a matéria falha em algumas coisas, pois já existe estudos muito mais profundos sobre a veracidade que Jesus teve irmãos sim. Mas, sempre querem dar um jeitinho e ninguém deseja assumir realmente para não ir contra.

  4. roberto disse:

    mas é claro que tinha irmãos ;;nem sou teólogo para saber disso

  5. edison nunes disse:

    A questão não é relevante,o nosso Salvador é Jesus Cristo,e o que importa é a sua mensagem eterna:”O AMOR” (À DEUS E AO IRMÃO,SEJA QUEM FOR ESSE IRMÃO).
    Guardem a fé irmãos!

  6. Evaldo disse:

    Penso não ser de tamanha preocupação o fato de Maria ter ou não tido filhos após o casamento. Importa, sim, o fato de ela ter se colocado como serva de Deus, ter se colocado inteiramente disponível a ser Mãe do Filho de Deus que se encarnou e habitou entre os homens.
    A Bíblia não se preocupa em ressaltar detalhes supérflos que em nada venham contribuir. A Bíblia não apresenta cunho mariológico, mas sim, cristológico. Maria, nesse sentido, se esconde para que seu Filho seja exaltado e adorado, pois não pretende, de nenhum modo, tomar o lugar d’Ele.
    Contudo, a ignorância (desconhecimento) não colabora para a leitura interpretativa das línguas clássicas, como o latim, o grego, sobretudo, o hebraico.
    Por exemplo: conhecer é um verbo que, na língua hebraica, apresenta sentido extremamente diverso das línguas ocidentais. Quer, portanto, dizer, inclusive, intimidade sexual. Daí a expressão “não conheço homem algum”. Para nós, no entanto, Maria deveria conhecer José, com quem se casaria. Afinal, o que dizia é que não havia ainda coabitado ou se relacionado sexualmente com seu noivo.

  7. Os estudos apresentados nessa reportagem, apenas comprovam o que os evangélicos pregam há séculos na sociedade. Reconheço que essa posição não foi uma unanimidade entre os primeiros evangélicos, mas validada ao longo dos anos a partir do momento que a Palavra de Deus passou a ser estudada em seu contexto histórico-social. Maria é a maior pedagoga de todos os tempos, não apenas porque se submeteu a vontade de Deus, mas também porque educou o menino Jesus, que nasceu como nosso Salvador. Todavia, Maria foi uma mulher comum, sendo ela própria uma pessoa que precisava da salvação de Deus. E ela própria afirmou isso! Lamentavelmente, continuam difundindo a ideia de que os evangélicos odeiam a mãe de Jesus; antes, pelo contrário, apenas a colocam no seu lugar de serva obediente e fiel, como nos mostram os documentos do Novo Testamento.

  8. dadodrums disse:

    Gostaria de ressalreflexão de anderson filgueiras sobre a questão de Deus pai te-lo chamado “UNIGENITO ” ,e se tratando de Maria Jesus ser visto como “PRIMOGENITO ” .
    Muito bem observado!!!!!!

  9. Daniela disse:

    NÃO É DIFÍCIL DE ENTENDER NA BÍBLIA QUE TIAGO, JOSÉ, SIMÃO E JUDAS E OUTRAS DUAS MULHERES TEM NÃO SÃO FILHAS DE JOSÉ.
    SÓ TER UM POUCO MAIS DE DEDICAÇÃO E LUZ DO ESPÍRITO SANTO QUE DISSIPA TODA A SOMBRA DE DÚVIDAS.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *