“Jesus queria que eu ficasse rico”, diz ladrão preso após roubar US$ 7 bilhões

0

Um homem foi preso após ser descoberto em um esquema fraudulento de desvio de recursos financeiros, e alegou que sua ação se deu porque Jesus gostaria que ele ficasse rico.

O caso foi tornado público pelas autoridades na última semana. John Michael Haskew, morador da cidade de Lakeland, na Flórida (EUA), acumulou US$ 7 bilhões (equivalente a R$ 21,8 bilhões) através de uma operação de fraude bancária.

John Michael admitiu que fez transferências bancárias ilegais e não autorizadas de “uma renomada instituição financeira” para sua conta durante uma audiência na Justiça, após ser preso em dezembro de 2016.

Ao juiz, afirmou que sua motivação era quitar uma dívida que tem com o governo norte-americano e ficar rico, pois esse seria o plano de Jesus para ele e toda a humanidade.


No total, foram feitas mais de 70 transferências, que o ajudariam a “obter a riqueza que Jesus criou para ele e que pertencia a ele”, segundo o criminoso, inspirado pela teologia de prosperidade, comum nos Estados Unidos e tão disseminada no meio evangélico brasileiro.

De acordo com informações do portal Uol, a “fé” de John Michael Haskew não vai livrá-lo do processo, e ele pode terminar condenado a cinco anos de prisão e o pagamento de uma multa, que pode chegar a US$ 250 mil (cerca de R$ 780 mil).


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA