Joyce Meyer revela que seu pai a “estuprou umas 200 vezes” durante sua infância e adolescência

6

A pastora e escritora Joyce Meyer falou com mais detalhes sobre os abusos sexuais que sofreu na infância e adolescência e afirmou que o responsável era seu pai, que a teria estuprado centenas de vezes.

A revelação foi feita na última segunda-feira, 25 de abril, em uma entrevista publicada no site oficial de seu ministério. De acordo com Meyer, sua intenção ao falar sobre o caso é inspirar outras pessoas a buscarem ajuda e se recuperarem dos traumas.

“Ele não me forçou fisicamente, mas através de mentiras, manipulação, implantação do medo e ameaças, eu ainda fui forçada. Meu pai me estuprou, inúmeras vezes, pelo menos 200 vezes”, disse a pastora.

De acordo com informações do Christian Post, Meyer já havia falado anteriormente sobre os abusos na infância, mas agora, ela chegou à conclusão que o termo “estupro” é mais adequado para descrever o que passou.


“Não havia nenhum lugar que eu sempre me sentisse segura, enquanto estava crescendo”, disse ela, pontuando que seu pai aproveitava os momentos em que estavam sós para cometer os estupros.

Joyce Meyer afirmou que seu pai tentava fazê-la levar colegas para que ele se aproveitasse delas também: “Ele queria que eu trouxesse meninas da escola para casa, para que ele pudesse abusar delas”, contou, acrescentando que a filha de um vizinho chegou a ser vítima da perversão de seu pai.

“O abuso sexual é tão vergonhoso que ninguém fala sobre isso. Ninguém sabe como falar sobre isso”, constatou. “Mesmo em bons dias, a atmosfera na qual vivíamos era super carregada com medo, porque eu nunca sabia o que poderia acontecer”, acrescentou.

Por fim, a pastora destacou que está livre do passado, e uma prova é ter se casado com Dave e se tornado mãe de quatro filhos a seu lado. Hoje, ela é avó de 10 netos. “Como isso pode ter acontecido comigo, e eu estando aqui hoje, se Deus não estiver agindo? […] Eu quero que as pessoas saibam como Deus é bom, e que sua luta vale a pena, a jornada vale a pena. Não desista”.

6 COMENTÁRIOS

  1. Tenho lido sobre o que a Joyce escreve, e outros autores. Gosto, aprecio, mas eu aprendi uma coisa. Os nossos passados não foram "um mar de rosas", creio que para ninguém. Falo isso, porque eu creio que há relatos de coisas que "já passaram" que se tornam sensacionalismo da maneira que é narrada e/ou transmitida.
    Pelo que eu li, houve sim alguns estupros carnais na vida dela, mas os quase 200, ela transforma em outras formas que não o são, na miha opinião.
    Não estou, em nenhum momento, discordando o que a escritora revelou, mas sim a postura amendrontativa que se caracteriza o relato.
    Sou contra esses abusos infanto-juvenis, com quem quer que seja, principalmente com os de dentro de casa. Contesto e luto contra isso, sem dúvida.
    Mas, essa é a minha opinião sobre o relato que acabo de ler.

  2. Um maniaco como esse , não fica satisfeito abusando algumas vezes. Acredito no q ela disse é acho q pode ter sido mais vezes. Deve dar muita vergonha mesmo! Só um Deus tão lindo e maravilhoso pra curar e restaurar.

  3. é bençao pura o exemplo de joice meyer , quantos que se entregaram a esses traumas.enquanto que ela virou escritura de tantos livros, é prova que podemos fazer do sofrimento, do passado uma experiencia pra ajudar outras pessoas

  4. Concordo, A palavra de Deus nos afirma que do nosso passado ele não se lembraria mais. Acredito sim que tem situações que passamos que servem de motivação a não desistirmos e o exemplo de vida da Joyce é uma grande motivação, mas sinceramente acho muito apelativo detalhar quantidade e fatos que não mudarão em nada o que já passou. Não é uma critica, pois gosto muito do trabalho da autora, mas apenas uma opinião.

  5. Acompanho a Joyce faz anos, essa não é a maneira como ela se comunica!! Escreveram essa “notícia” de qualquer jeito.
    Dúvido ela falar dessa forma!!! Nos livros dela, até agora, nunca vi isso.
    Ela fala abertamente dos abusos, mas não dessa forma!!
    Sensacionalismo com a dor dos outros!!!

DEIXE UMA RESPOSTA