Pastor Silas Malafaia critica fiasco econômico do governo Dilma e elogia resistência de Marina Silva aos ataques adversários: “Incrível”

17

O pastor Silas Malafaia voltou a comentar o cenário das eleições presidenciais em seu perfil no Twitter e fez novas e duras críticas ao governo da presidente Dilma Rousseff (PT).

Para Malafaia, o país atravessa um momento de recessão econômica e a maior responsabilidade pelo atual cenário é do governo liderado pelo PT.

Além disso, o pastor assembleiano voltou a destacar o desempenho de Marina Silva (PSB) na campanha presidencial, afirmando que mesmo sob intensos ataques dos candidatos adversários, a ex-senadora se mantém firme nas pesquisas.

“A incrível resistência de Marina. Depois de mais de 10 dias sofrendo pancadaria de Dilma e Aécio, ela se mantém estável nas pesquisas. Há três semanas que os números das pesquisas se mantêm os mesmos, dentro da margem de erro. São quase 16 min. de Dilma e Aécio [de propaganda eleitoral na TV e no rádio], Marina tem 2 min. É brincadeira a máquina do gov. federal, fora os quase 12 min. de Dilma. Marina resiste bravamente. Os petistas estão doidos, não sabem o que fazer. Imaginem o 2º turno, onde o tempo será igual para os candidatos. ‘A casa da Dilma vai cair’”, escreveu o pastor, acrescentando que “as pesquisas indicam que 70% querem mudança [no] governo”.


O pastor chamou a atenção para um detalhe importante nas pesquisas, mas que não é muito enfatizado pela imprensa: “As pesquisas mostram que a maior rejeição é a de Dilma 31%, e a de Marina é a menor entre os três principais candidatos, 17%. Isso é importante”, escreveu o pastor, chamando a atenção para o fato de mais de 30% do eleitorado jamais votaria pela reeleição da presidente.

Sobre a administração de Dilma, Malafaia repetiu as críticas que são feitas pelos analistas econômicos: “A coisa está tão feia que o gov. Dilma usou 3,5 bi do fundo soberano para fechar as contas. Isso mostra a política econômica equivocada”, criticou, antes de destacar que a postura da presidente frente às crises internacionais também deixa a desejar: “Dilma na ONU lamenta que os EUA tenham bombardeado os assassinos de cristãos na Síria. Esses indivíduos enterram mulheres e crianças vivas”, concluiu.


17 COMENTÁRIOS

  1. Malafaia não está preocupado com o bem do país quando ataca dilma e o pt. Na verdade ele faz isso em causa própria. O governo botou a receita federal da cola dele, e malafaia não está suportando a fiscalização.

      • tá serto

        O malafaia só age quando tem seus interesses atingidos, e usa os incautos como massa de manobra… veja um exemplo. Malafaia mesmo sabendo a podridão do meio evangélico evita falar de outros ministérios, e até disse que pastor pilantra não pode ser denunciado, pois segundo ele ” viu pessoa fazer isso e morrer”…

        Mas quando macedo nas eleições passadas o chamou de profeta velho em seu jornal, malafaia fez até video detonando macedo e expondo a sujeira universal.

        Ou seja, malafaia só age em causa própria.

        • eu sei, Stardust, mas o que quero dizer é que NESTE MOMENTO, mesmo por motivos particulares, mesmo usando massa de manobra, mesmo com extrema raiva do PT, o cara está sendo muito ÚTIL!!! Não podemos negar isso… salvo se vc for a favor do PT… aí é OUTRA historia..

  2. Estudo disponível em evangelismo.blog.br:

    As dez virgens estão adormecendo

    Jesus comparou o reino dos céus a dez virgens que, tomando as suas lâmpadas, saíram ao encontro do esposo.

    Na parábola, Jesus diz que cinco dessas virgens eram prudentes e cinco delas eram loucas.

    “As loucas, tomando as suas lâmpadas, não levaram azeite consigo. Mas as prudentes levaram azeite em suas vasilhas, com as suas lâmpadas. E, tardando o esposo, tosquenejaram todas, e adormeceram.” (Mateus 25:3-5)

    Ao olharmos para essa parábola, prestamos muita atenção no fato de existirem cinco virgens prudentes e cinco loucas, cinco com azeite e cinco sem o azeite, que é um símbolo do Espírito Santo e consequentemente da presença de Deus na vida do crente.

    No entanto, a parábola tem muito mais para nos ensinar.

    Diferentemente de como acontece hoje numa cerimônia de casamento, no passado a noiva é quem aguardava ansiosamente a chegada do noivo.

    As virgens estavam à espera do noivo, porém antes da meia-noite, todas elas já haviam adormecido, até mesmo as que possuíam azeite consigo. Elas tinham a lâmpada, o azeite e o fogo, mas estavam dormindo.

    As virgens loucas também aguardavam a chegada do noivo, mas não se preocuparam com o fato de suas lâmpadas estarem apagadas. Elas sabiam que era necessário manter as lâmpadas acessas e sabiam como acendê-las, mas imprudentemente as deixaram apagadas até a última hora.

    “Mas à meia-noite ouviu-se um clamor: Aí vem o esposo, saí-lhe ao encontro.” (Mateus 25:6)

    Nessa hora, diante da notícia, e Jesus não revela quem a dá, acontece um alvoroço, e só então as loucas percebem o quão encrencadas estão.

    Desesperadas, elas pedem o azeite para as pessoas erradas, que não podem ajudar. Elas saem em busca do azeite, mas já é tarde demais, porque àquela hora da “noite”, ninguém poderia atendê-las. Quando retornam, deparam-se com uma porta fechada, que não se abre nem para a dura resposta:

    “E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço.” (Mateus 25:12)

    Talvez aquelas virgens se achassem ricas demais, ou até belas demais para serem desprezadas pelo noivo, mas o requisito fundamental para elas serem aceitas era terem as suas lâmpadas acesas.

    Olhando para a situação das igrejas hoje, conjuntos de pessoas ou congregações, podemos facilmente compará-las à situação vivida pelas dez virgens da parábola. Observando o cenário atual, é muito provável que já estejamos num momento bem avançado da parábola, bem perto da meia-noite.

    De uma maneira geral, as igrejas estão adormecendo por toda a parte. No Brasil, por exemplo, o forte envolvimento com a política é um desses sinais. Alguns púlpitos literalmente se transformaram em palco para palestras de políticos.

    Nos EUA, os crentes estão acostumados a congregarem em edifícios com capacidade para 5 mil ou mais pessoas. Muitos estão enriquecendo para o mundo, mas não para com Deus, em boas obras. Os crentes estão deixando de “ser igreja” para “ir à igreja” e esse fenômeno está ocorrendo em toda a parte.

    Em boa parte do mundo, a simplicidade do evangelho tem dado lugar à vaidade das grandes construções, das grandes “produções góspel”. A pregação da mensagem do arrependimento, santificação e a preparação para a volta de Jesus Cristo está dando lugar para as palestras motivacionais, em que Jesus Cristo é oferecido como um remédio para os problemas modernos da sociedade, tais como os financeiros, de relacionamento, etc.

    No período da igreja primitiva, quando as virgens estavam bem acordadas e dispostas, havia a pregação da mensagem da cruz e manifestação do poder de Deus:

    “E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado. E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor. E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus.” (1 Coríntios 2:1-5)

    A verdade bíblica está se transformando, por incrível que pareça, cansativa e antiquada. A Palavra de Deus não é mais a única e a melhor arma para libertar as pessoas do engano e de as manter na presença de Deus.

    Por isso, boa parte das virgens adormecidas, muitas delas loucas também, estão apresentando inovações mundanas para chamar o “público” e manter a “casa cheia”, que é sinônimo de sucesso e de mais arrecadação.

    “E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.” (2 Pedro 2:3)

    MMA, balada e carnaval góspel são algumas das opções de entretenimento disponíveis atualmente para os jovens “permanecerem” na presença de Deus.

    Mas a culpa não é apenas dos que estão à frente, dos líderes, pastores e etc, mas de todos que compactuam com esse tipo de coisa, pois a Palavra nos diz:

    “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;” (2 Timóteo 4:3)

    No fim, os falsos doutores se tornam vítimas dos rebanhos que não querem ser doutrinados conforme a Palavra de Deus, mas conforme as suas próprias concupiscências. Há casos de pastores, homens de Deus, que foram expulsos de determinada congregação pelo fato de serem “muito rígidos” na pregação da Palavra de Deus. Assim, cada panela encontra a sua tampa merecida.

    “Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos.” (Hebreus 12:6-8)

    Quando o profeta é de Deus, esse homem enfrenta perseguições, dificuldades, é abandonado por muitos e até odiado, tudo porque a verdade é dura de se ouvir. Mas se alguém foi chamado pelo Senhor Jesus, deve seguir o exemplo do Mestre:

    “Muitos, pois, dos seus discípulos, ouvindo isto, disseram: Duro é este discurso; quem o pode ouvir?” (João 6:60)

    “Desde então muitos dos seus discípulos tornaram para trás, e já não andavam com ele. Então disse Jesus aos doze: Quereis vós também retirar-vos?” (João 6:66-67)

    Projetos que começaram muito bem, obras que começaram pequenas, mas cheias de poder, agora estão perdendo a essência de quando começaram, e isso principalmente por causa do enriquecimento e do amor ao dinheiro e ao mundo.

    Dentre as sete cartas de Apocalipse, encontramos um exemplo de uma igreja rica e de uma igreja pobre, materialmente falando. Para a igreja pobre, Jesus disse:

    “Conheço as tuas obras, e tribulação, e pobreza (mas tu és rico), e a blasfêmia dos que se dizem judeus, e não o são, mas são a sinagoga de Satanás.” (Apocalipse 2:9)

    Mas para a rica, Ele diz:

    “Como dizes: Rico sou, e estou enriquecido, e de nada tenho falta; e não sabes que és um desgraçado, e miserável, e pobre, e cego, e nu;” (Apocalipse 3:17)

    Apesar de tudo, na parábola, aparece a figura de alguém, que à meia-noite está acordado. Este consegue avistar o noivo chegando e alertar as virgens sobre isso. Ele não consegue retardar a chegada do noivo, nem vender azeite para as loucas, mas consegue despertá-las.

    O homem que clama à meia-noite tem que ser eu, você e outros irmãos anônimos (tal como é na parábola), desconhecidos para o mundo, mas conhecidos por Deus. Homens que conseguem enxergar o profundo sono em que as virgens estão se metendo, permanecer acordados e ter a coragem para clamar bem alto para todos que o Senhor Jesus Cristo está voltando e que é tempo de arrependimento e de buscar a Deus com coração sincero.

    Quando Jesus voltar, em que posição na parábola você vai querer estar?

  3. É UMA VERGONHA!!!

    Sim, é mais que isto, é molecagem absoluta o que este cidadão e outros que se apoderaram do evangelho estão fazendo, eles transformaram o verdadeiro cristianismo num circo de comédia religiosa. Este Malacheia é o exemplo claro da exploração imoral e criminosa da fé.

    Uma coisa básica que estes sujeitos não sabem, ou fingem que não conhecem, é que o único combate para o qual o cristão é convocado a travar é o COMBATE DA FÉ. E isto é orientação de Paulo: “Milita a boa milícia da fé…. Mas tu, ó homem, foge destas coisas, e segue a JUSTIÇA, a PIEDADE, a FÉ, a PACIENCIA, e a CARIDADE” – Efésios 6:11 e 12. Se um crente está envolvido em qualquer outro tipo de luta, ele está na briga errada! Não há necessidade de brigar com o diabo se fazendo soldado dele, Jesus já o derrotou! O maior inimigo da fé é a falta de compreensão da Palavra. Na realidade, todos os impedimentos contra a fé estão centralizados na falta de conhecimento real da Palavra de Deus. Tem muita gente pregando os seus interesses, e até os defendem com unhas e dentes, mas o Evangelho, este coitado… Só serve para ser distorcido…

    Sinto-me envergonhado em ver esta promiscuosidade se expandindo de forma perigosa, pior, vendo as lideranças abrindo espaços e cedendo os templos para que se façam campanhas nos seus interiores. A manipulação da massa é inegável, e como no julgamento de Jesus, o povo vai aonde a liderança manda, neste caso o candidato indicado é aquele que todos devem votar nele. Respondam-me, por favor, o que domina no meio político? Não é a corrupção, as negociatas, os enganos, as trapaças, a troca de favores, o nepotismo e outras coisas que são abertamente condenadas pelas Escrituras? No seio do poder, existe um jogo, complicado, cheio de manobras e desvios, difícil de jogar. Se for governo, receberá críticas oposicionistas, e se for oposição, criticará o governo. É o eterno binômio “pedra e vidraça”. Nesse jogo, muitas vezes, não se leva em consideração os desejos do povo, mas sim os anseios próprios ou de um pequeno grupo. Afinal, os partidos políticos são fadados aos joguetes inescrupulosos do poder. O cristão deve fidelidade a Deus e não a partido políticos, e a verdade exposta é que os evangélicos vergonhosamente estão sendo subservientes a agremiações que nas suas práticas ferem os princípios elementares da fé em Cristo.

    Estamos criando MILITANCIAS políticas, e esquecendo-nos do que Paulo recomenda, que devemos “MILITAR NA FÉ E NO CONHECIMENTO” de Jesus Cristo.

    A minha oração é para que Deus possa levantar homens segundo o seu coração, homens fiéis a Ele e não a partidos, fiéis as Escrituras e não aos manuais de conduta de siglas partidárias. Homens que honrem pelo menos as calças que vestem e tenha a hombridade e o caráter de não usarem o Evangelho como fachada para a realização de seus sonhos pessoais ou de sua entidade religiosa. É entidade sim, pois a igreja de Cristo só tem um sonho e um ideal, conduzir o homem aos pés da cruz de Cristo.

    “TU, pois, meu filho, fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus. E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam IDÔNEOS para também ensinarem os outros. Sofre, pois, comigo, as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo. Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra. E, se alguém também milita, não é coroado se não militar legitimamente. O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos. Considera o que digo, porque o Senhor te dará entendimento em tudo” – II Timóteo 2: 1 a 7.

    Muito cuidado, os PILATOS EVANGÉLICOS estão soltos por gritando aos quatro cantos: “Que quereis que eu vos faça?”. A massa está eufórica e respondendo, CRUCIFICA-O, CRUCIFICA-O!!!

    A Verdade Bíblica

    • Sim, combate da fé, mas não é por esse motivo que devemos usar apenas a fé e “deixar rolar ” o que decidirem… “Porque, assim como o corpo sem espírito é morto, assim também a fé sem obras é morta” (Tg 2.26). Devemos agir SIM. Agora, cada um age da forma que quiser ou puder.

    • concordo plenamente amado, o evangelho na sua essência não tem nada a ver do que estamos vendo por aí.O própio Jesus em seu ministério não precisou de políticos e ninguém para atrair as pessoas para ele,pelo contrario ele chamou seu discipulos dos lugares mais desprezíveis da época.Lamentável tudo isso!Ver muitos “Pedros” querendo cortar a orelha do soldado que veio levar Jesus para ser crucificado achando que estava em sua defesa ou tentando ajuda-lo,mai Jesus com sua misericórdia sempre nos avisando:O meu Reino não é deste mundo se fosse mandaria legião de anjos para me defender.

    • Isto não seria combate da fé? construções de “famílias” homossexuais, mostrar as nossas crianças que é dá escolha delas serem gays? ou melhor… achar que por si a FAMILÍA de principio CIVIL seria constituída de uma mãe e um filho???? qual seria o combate da fé pra ti? lutas com demônios? é vergonhoso várias palavras, como se fosse um grande entendedor da Palavra

  4. silas malafaia se jacta sempre de poder se manifestar como cidadão cônscio de seus direitos civis e de livre manifestação, e, de meios de comunicações livres de qualquer tipo de censura, não poupa a então titular da pasta executiva criticando-a veementemente seu governo. O que deve pensar e querer fazer tal autoridade que com certeza não faz a divisão que o mesmo faz entre ser um cidadão e um “pastor” conhecido nacionalmente. Quando surgir alguma perseguição as igrejas evangélicas não vá querer dizer que é por causa da publicação da salvação através do resgate pago pelo Nosso Senhor Jesus Cristo. Digo isto, porque tudo é possível pois bem sabemos em que berço fora ninado tal ideologia. edir o funesto líder e acertador do ganhador do pleito nas ultimas 7 eleições ainda se confabula com a mesma a nível federal, e depois a mesma vindo a ganhar a fatura estará chegando em suas mãos silas, e quem sabe a aqueles que você não representa. Cala a boca Magda!

  5. Seja qual for a posição de cada um, pouco me interessa. Particularmente eu estou preocupado com o meu destino, dos familiares, dos amigos, de vocês e principalmente do nosso Brasil. Não misturo política com religião, embora Deus deve sempre nos proteger de todo mal. Pelo menos assim pedimos! Uma coisa tenho absoluta certeza e uso da minha própria interpretação e inteligência, que assim como está não dá para continuar. Assim como eu, todos vocês estão enxergando que estamos caminhando para a degradação da nossa nação e totalmente tomada pelos corruptos e incompetentes. Nada do que prometeram foi feito. Tudo é o contrário e usam de mentiras, calúnias e trabalham somente para seus interesses. Querem se manterem no poder a custas do que for preciso, mesmo ao sacrifício do povo brasileiro. Se tem alguma dúvida procure se informar, mas não cai em conversa mentirosa e propagando enganosa do PT. Basta verem o quanto pagamos para nada e só denúncia de roubos. NESSE PAÍS NADA FUNCIONA, TUDO MENTIRA. Só lamento se esse governo continuar, pelo povo mais necessitado que é facilmente ludibriado por esses FALSOS.

  6. Sujeito oportunista, sempre falou mal de Marina, e, agora, quem sabe imaginando a possibilidade de ganhar a concessão de um canalzinho de televisão, aparece bajulando a candidata socialista. Alguém, por favor, envie a ele um barril de óleo de peroba!

  7. Para de perder tempo vamos pregar o evangelho!Jesus esta voltando,de a Cesar o que é de Cesar e a Deus o que é de Deus!!Ou ainda estão esperando o messias dos Judeus que eles pensavam que viria para salvar israel da mão de César(política).Sai dessa povo meu!!!O mundo jaz o maligno!

DEIXE UMA RESPOSTA