Marcha para Jesus a partir de agora terá data fixa

53

O dia 03 de setembro de 2009 entrou para a história dos cristãos de todo o Brasil. Nesta quinta-feira, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou o projeto de lei que institui o Dia Nacional da Marcha para Jesus.

A cerimônia aconteceu no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, e contou com a presença do Apóstolo Estevam Hernandes, da Bispa Sonia e dos Bispos José Bruno e Geraldo Tenuta (Bispo Gê), da Igreja Renascer em Cristo, do senador Marcelo Crivella, autor do projeto de lei, além de representantes de várias denominações.

Também estiveram presentes o presidente da Câmara, Michel Temer, o ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, e a ministra chefe da Casa Civil Dilma Rousseff.

Segundo a nova lei, a comemoração será sempre no primeiro sábado subsequente aos 60 dias após o domingo de Páscoa. Em 2010, por exemplo, será no dia 5 de junho. A criação da data nacional tem por objetivo oficializar o evento, que já ocorre regularmente em diversas cidades brasileiras, com o respaldo de leis municipais.


A Marcha para Jesus é um evento internacional e interdenominacional, ou seja, envolve todas as denominações, que ocorre anualmente em milhares de cidades do mundo. Além de unir as igrejas cristãs em um ato de expressão pública de exaltação do nome de Jesus Cristo. A Marcha para Jesus conta com a participação de trios elétricos de diversas comunidades e igrejas cristãs.

A primeira Marcha para Jesus aconteceu em 1987, na cidade de Londres (Inglaterra), e foi fundada pelo pastor Roger Forster, pelo cantor e compositor Graham Kendrick, Gerald Coates e Lynn Green. Em 1993, por iniciativa do Apóstolo Estevam Hernandes, o Brasil realizou sua primeira edição do evento.

A Marcha para Jesus no Brasil é presidida pelo Apóstolo, que é responsável pela manutenção dos objetivos e propósitos do evento original, bem como pela coordenação e organização da Marcha em todo o território nacional.

Fonte: Renascer / Gospel+

53 COMENTÁRIOS

  1. pelo menos o Marcelo Crivella acertou alguma coisa , e aquele prefeito Kassapo que ama uma passeatinha gay , vai ter de engolir mais de 3milhoes de evangélicos em sampa , aí ap. Estevão e sua glamourosa esposa , vê se não pisam mais na bola , e joguem aquela “biblía” de fundo falso fora , rsrsrsrsrsrss.

  2. boa notícia, mas isso com certeza foi mais uma estratégia de lula pcausa do acordo com a igreja católica feita a umas semanas atras.

    masss nao deixa de ser uma otima noticia =)

  3. Benção”! Gloria a Deus por mais esta vitória! Ap. Estevão, Bpª Sônia, Sejam bem vindos de volta! Amor de Irmão não acaba, e eu os amo! Que o nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo lhes faça resplandecer sobre a terra!Bp Zé Bruno (amo de mais vc), Bp Gê, muito obrigado por continuar os trabalhos desta Igreja importantissima em nosso meio. Que o Senhor lhes dê a Paz, e os encha de bençãos! Um xero deste seu irmão Maranhense, que mora em Brasilia,

    Thy Silvério.

  4. Que maravilha! Somente no país tupiniquins que isso poderia acontecer. Não acho correto dizer que é um dia histórico para o cristão brasileiro, melhor seria dizer que é um dia histórico para o evangélico brasileiro. Nem sempre, ou quase nunca há relação entre os dois grupos. Tão logo os religiosos infratores chegaram ao Brasil e seus projetos eleitoreiros são bem vistos pelos políticos da terrinha maravilhosa. É uma aberração passeatas para fazer apologia ao homossexualismo. Porém, maior aberração que esta é usar o nome de Jesus para alianças com este mundo. O dia 03 de setembro de 2009 é uma marca importante sim, mas com um caráter introspectivo para aqueles que esperam o dia do Senhor e ainda falam sobre o arrebatamento, os verdadeiros adoradores. Estes que assim buscam a Deus e esperam com alegria o retorno de Cristo.

    Assim acontece a tal marcha para Jesus, em que a pessoa perde o senso de individualidade e se entrega a uma completa histeria coletiva. O banquete está pronto e todos ficam “felizes” no final, vejamos como funciona: o povo marcha para seus líderes; até creio que alguns realmente marcham para louvar a Deus, os políticos marcham com seus votos para os cargos públicos e os líderes religiosos marcham com suas propinas para os paraísos fiscais. E assim o evangelho vai sendo anunciado, o povo vai sendo enganado e o nome de Jesus vai sendo banalizado. Uma profanação apóstata como este casamento entre o secular e a “igreja de Cristo”, só servem como cumprimento das profecias de que em breve estaremos com o Senhor na glória de nosso Deus. Que assim seja! Amém.

  5. Ao J.Ailton

    Não sou muito de “comentar comentários” mas o seu não poderia deixar de faze-lo.

    Não entendi aonde quis chegar:

    “Não acho correto dizer que é um dia histórico para o cristão brasileiro, melhor seria dizer que é um dia histórico para o evangélico brasileiro”

    Oxente Ailton, Todo Cristão é Evangélico e todo Evangélico é Cristão. Se voce não é evangélico então voce não é Cristão…Todo cristão segue o evangelho e fora do evangelho não há cristianismo.

    Do modo como voce colocou, é como se nós evangélicos não fossemos cristãos, quando o único povo da terra que pode ser chamado de cristãos somos justamente nós por que seguimos o evangelho de Cristo.

    Esse dia ficou marcado para TODOS OS CRISTÃOS BRASILEIROS, ou seja, todos os evangélicos seja de qual denominação Evangélica for. Fora da denominação evangélica não há cristianismo e…

    Dia 02 de novembro a grande marcha Cristã reunindo todas as Igrejas Cristãs (obviamente as evangélicas) pois existem pseudas denominações cristãs mas não fazem parte do corpo de Cristo (catolicos romanos, católicos ortodoxos, testemunhas de Jeová, SUD´s entre outros grupos)

    Eu sou Cristão e eu vou marchar, faça chuva ou faça sol…e todo cristão aprova o que eu acabo de dizer. Glória a Deus !

  6. Acho que Ercilio Leal está equivocado…

    A palavra Cristão abrange a todos, independente de ser evangélico, que acreditam que Jesus cristo é o Senhor e Salvador e aí se inclui também, tanto os Católicos Romanos quantos os Católicos ortodoxos. Eles, como inúmeras denominações consideradas evangélicas, podem até ter uma compreensão errônea de algumas doutrinas da Bíblia, mas isso não os exclui da comunidade de Cristãos.

    Graça e paz!

  7. esta conversa de colocaraa marccha depois de sessenta dias da pascoa e muito estranho, esta colocaçao parece um tipo de denotaçao preconceituosa, parece um tipo de maracutaia entre o presidente e a igreja catolica, eu acho qe as igrejas evangelicas irao deixar de presidirem esse evento quando a igreja catolica começarem a desfilar com romarias na marcha, isso deve ser uma estrategia de satanas para acabar com esse movimento evangelico. a igreja cotolica qer tirar esse triunfo dos evangelicos.

  8. Amados irmãos seja evangélico ou católico,JESUS vem buscar um povo e não uma religião ou denominação;vamos aproveitar este dia para louvar e engrandecer o nome de JESUS,e que os cristãos não se deixem levar pela empolgação da festa para dar lugar a carne.um grande abraço para todos,a páz do Senhor e graça e páz seja com todos em Crsto Jesus.

  9. Phillipe, bom dia !

    voce acha que estou errado, mas não estou.

    O principio do cristianismo é o monoteísmo e o seguir com exclusividade a palavra do Senhor Jesus.

    Catolicismo segue? não (tanto a linha romana como ortodoxa)

    Dessa forma elas não são cristãos. voce tem todo o direito de pensar diferente de mim. Eu sou Cristão e não sou católico. O individuo não pode servir a duas praticas ao mesmo tempo, ou ele é Cristão (segue os ensinamentos do Senhor Jesus) ou ele é católico (segue os ensinamentos dos “papas”)

    Eu não me prosto diante de outros nomes/deuses, os católicos sim, eu não preciso ir para o purgatório por que Jesus já pagou o preço, eu não preciso de papa, eu não preciso de ter mediadores e medianeira entre o Pai e eu por que eu posso ir direto a Deus por que o Sangue de Jesus me dá (nos dá) esse direito….e por aí vai.

    Se voce é católico eu lhe respeito da mesma forma como respeito a um cristão/evangélico.

    porém, Evangélico/Cristão é uma coisa, católico (seja da linha que for) é outra, bem diferente e eu não sou nenhuma dessas linhas católicas, sou Cristão. E todo Cristão é evangélico e todo evangélico é Cristão. Apenas nesse meio há cristandade, fora, é pura religião e não há valor algum.

    Abraços e espero que possa ter compreendido o meu lado.

  10. Ok, irmão! Respeito também sua opinião e é com esse respeito que eu prossigo nessa discussão, amem? Rsrs

    Então… Eu entendi o seu lado. Acontece que tanto a igreja Católica Romana quanto a Ortodoxa são também monoteístas, pois também acreditam que Deus seja um só em três pessoas – Pai, Filho e Espírito Santo. Eles não acreditam em deuses. Acreditam na Trindade, assim como os Protestantes. Outra coisa, se para ser considerado Cristão, a Palavra de Deus, a Bíblia, deve ser seguida com exclusividade, então excluímos da comunidade de Cristãos os Adventistas do Sétimo dia com seus livros da “profetisa” Ellen G. White que apesar de não ser considerado sagrados são vistos como revelações de Deus. E o que dizer das manifestações de profecia em igrejas Pentecostais, onde se acredita que o Próprio Deus, através de algum irmão, fale diretamente com a igreja? Essas profecias são levadas como se fossem as palavras de Deus!

    Como disse, toda pessoa que acredita nos ensinamentos de Cristo, que Ele era Deus em forma humana, que morreu para os nossos pecados e ressuscitou ao terceiro dia, alem de acreditar que ele seja a segunda pessoa da Trindade, é considerada Cristã. Os protestantes, assim como os anglicanos, os Católicos romanos e Ortodoxos, apesar de divergirem em muitas doutrinas, concordam no conjunto de crenças que faz uma pessoa ser considerada critã, pelo menos no ponto de vista religioso. Pelo ponto de vista bíblico, não existe uma definição clara. Todo aqueles que acreditam nos Evangelhos e nas doutrinas centrais dele, pode ser considerado um seguidor de Jesus, ou seja, um Cristão!

    Eu sou um Cristão evangélico, mais especificamente, um Batista!

    Deus abençoe!
    Graça e paz!

  11. Ao Phillipe,

    Bom poder trocarmos ideias em um ambiente saudável e respeitoso.

    Mais uma vez eu respeito a sua visão sobre o tema que começamos a discutir porém não é bem assim, vamos “ponto a ponto”

    Voce disse: Eu entendi o seu lado. Acontece que tanto a igreja Católica Romana quanto a Ortodoxa são também monoteístas

    Não concordo por que não é bem assim. Quando uma pessoa se prosta diante de qauqler outro nome que não seja o Nome do Senhor Jesus, ela então deixou de ser monoteista. Os católicos invocam nomes estranhos, se curvam diante dos que chamam de “santos” e nós que somos da luz sabemos que isso é idolatria, culto aos falsos deuses, assim como ocorria lá no antigo testamento.

    Ser monoteista também não resolve a situação, o individuo pode ter apenas um “deus” mas…qual deus? o Senhor Jesus?, Alá?, Buda?

    Um individuo que tem a Alá como deus mesmo sendo monoteista, esta em luz? não. ou o que possui a buda como deus, mesmo monoteista está em luz? não. Mas ao que possui ao Senhor Jesus como Deus, sim, esse é monoteista e esta em luz.

    Voce disse: Eles não acreditam em deuses. Acreditam na Trindade, assim como os Protestantes

    Eles acreditam na “quintandande, sextandade, cetendade….”

    Quando a pessoa invoca um nome que não seja o de Deus (me refiro ao nosso Deus) ela está atribuindo a esse nome, algo que pertence somente ao Deus de Israel. Os católicos invocam somente o nome de Deus? Não ! eles invocam “santos” possuem mediadores e até medianeira entre “Deus e os homens” e isso não é cristianismo…tão somente é catolicismo, distinto da fé cristã…por mais que eles se denominem como cristãos, também.

    Sobre os Adventistas que voce citou. Sim, eles possuem erros, como voce bem disse…mas não deixam de fazer parte da Igreja de Jesus pois a essencia deles é compativel com as escrituras. Eles não se prostam diante de outros nomes, não invocam mortos, não cultuam homens, não atribuem poderes a um ser humano, nem vivo e nem morto e as doutrinas deles, tirando as particularidades, são iguais as nossas e eles são evangélicos, da mesma forma que somos.

    voce disse: Como disse, toda pessoa que acredita nos ensinamentos de Cristo, que Ele era Deus em forma humana, que morreu para os nossos pecados e ressuscitou ao terceiro dia, alem de acreditar que ele seja a segunda pessoa da Trindade, é considerada Cristã.

    Olha amigo, até o diabo crê nisso e o tinhoso não é meu irmão em Cristo não rssss

    Acreditar não faz da pessoa cristã. O que faz a pessoa ser cristã é seguir CONFORME Jesus determinou e te-LO somente a Ele como Senhor, mediador e salvador. Voce não pode seguir a doutrina do catolicismo e a doutrina do Senhor Jesus ao mesmo tempo, pode? não há como proceder isso, são diferentes, ou voce agrada ao catolicismo ou agrada ao cristianismo…pois são diferentes.

    voce cita algo bem interessante: Pelo ponto de vista bíblico, não existe uma definição clara.

    Existe sim, é aonde mais possa haver uma definição é justamente nas escrituras.

    Jesus ensinou, Jesus determinou como haveriamos de crê e proceder. Se o inividuo esta dentro de sua palavra e O segue com excluividade e de coração, é Cristão. Se não fizer da forma como Deus determina, não é…pode até se auto-denominar como tal, mas a essencia não é cristã…como é o caso das doutrinas católicas

    Voce disse também: Todo aqueles que acreditam nos Evangelhos e nas doutrinas centrais dele, pode ser considerado um seguidor de Jesus, ou seja, um Cristão!

    Mas não é isso que Jesus ensina em sua palavra. Os espiritas, umbandistas, católicos, messianicos, mormons e tantas outras religiões “acreditam nos evangelhos” (até o diabo acredita) e não são Cristãos, ou seja, não são evangelicos, não seguem a luz de Deus. Ter trechos do evangelho em uma religião, ler versiculos, falar de Jesus em missas e cultos das mais variadas religiões não quer dizer que sejam cristãos. Até na macumba falam de Jesus !

    Mais uma vez respeito a sua visão, me admiro um pouco pois também sou Cristão da denominação Batista (na verdade Menonitas, mas como praticamente foram o mesmo grupo, somos iguais)e vejo que muitos estão apenas fazendo a politica da boa vizinhança se esquecendo de fato, o que é e o que não é ser cristão.

    Respeito a cada religião que citei e seus membros, porém o deus delas ou os deuses delas não são o meu Deus. Eu não sigo o deus que os católicos seguem, não sigo o deus que os espiritas seguem. Jamais faltaria com respeito a quem segue, mas se eles são espiritas, seguem o deus do espiritismo, se eles são católicos, seguem os deuses do catolicismo e como Crente, sigo a Jesus Cristo, o Deus dos Evangélicos/Protestantes/Cristãos.

    A paz do Senhor Jesus (O senhor Jesus verdadeiro, o nosso, claro) rssssss

  12. Bom o Ercíllio corrigiu o J. Ailton, que também as vezes se apresenta como Ailton, mas porque o Phelipe se doeu ? Sei não hem !
    O mais importante e mais engraçado é que os 2 (?) tomaram na lata !
    Ercíllio concordo com você !

  13. Para Ercilio Leal

    Acho que o problema aqui é definir o sentido da palavra Cristão. O que significa ser Cristão e a quem essa palavra se aplica.

    Ser Cristão é acreditar num sistema de crenças baseado nos ensinamentos dos evangelhos de Cristo, no Novo Testamento, ou é acreditar e viver conforme esses ensinamentos? Um pastor que explora financeiramente seus membros, desvia as ofertas e dízimos para fins nada nada bíblicos, como para beneficio pessoal, pode ser considerado um Cristão? Uma pessoa nascida e criada num lar evangélico, batizada em uma igreja evangélica, mas que vive incoerentemente com o que Jesus ensinou, pode ser considerada um Cristão?

    Seguindo seu método de raciocínio, onde “todo Cristão é evangélico e todo evangélico é Cristão”, posso concluir então que logo, antes da Reforma, não existia Cristãos, pois antes da Reforma não existia evangélicos.

    E continuando a falar de definições, o que significa ser evangélico? Existem inúmeras denominações consideradas evangélicas, mas com doutrinas e práticas bastante questionáveis se colocadas diante da luz da Bíblia. A própria Universal do Reino de Deus, reconhecida por muitos como uma igreja evangélica, tem sua identidade, como evangélica, questionável (Em algumas igrejas Presbiterianas essa identidade não é reconhecida). Outra coisa, se a Bíblia defini como Cristão todo aquele que crê e vive o que Jesus ensinou, logo torna-se impossível reconhecer você, ou qualquer outra pessoa que reivindica esse “rótulo”, como tal, pois essa palavra não me diz nada sobre o relacionamento pessoal e obediência que você, e outras pessoas, tem com Jesus e mesmo parecendo-me que você é um Cristão que vive o que Jesus ensinou, é impossível ter essa certeza. Não conheço seu coração e jamais conhecerei o coração de qualquer pessoa, logo, torna-se impossível chamar alguém de Cristão.
    O credo Niceno-Constantinopolitano é uma declaração de fé cristã muito usada para reconhecer denominações como cristãs. As igrejas que não compartilham integralmente dessa declaração, tem sua confissão de fé muito próxima a ela.
    Bom, eu não sou ecumênico e também não levanto nenhuma bandeira denominacional. Não acredito que o fato de eu ser um Batista evangélico, torna-me digno de ser chamado Cristão. Considero-me um porque acredito piamente na vida e nos Ensinamentos do Verbo manifestado em carne, mesmo que a minha conduta, às vezes, pelas minhas limitações, venha me contradizer.
    O irmão é Batista? Legal, cara! Irmãos na fé e na denominação. E eu não levanto bandeiras denominacionais… (rsrsrs)

    Deus ti abençoe!
    Graça e paz!

  14. Veja que até entre Batistas e Batista há divergências…uns puxando para o lado do Ecumenismo a lá Billy Graham e outros saindo fora do ecumenismo…interessante…

  15. Para Phillipe,

    Amado irmão, vejo que muitas coisas de sua postagem fogem um pouco a realidade. Não sei se voce é cristão de berço ou se passou a ser Evangélico vindo de alguma outra pratica, pois vejo que muitas colocações não condizem com a realidade evangélica.

    Isso não é uma bronca, apenas estou sendo verdadeiro, sincero.

    Vejamos algumas de suas colocações

    Eu disse que ser Cristão é seguir com exclusividade ao Senhor Jesus e cumrpir seus mandamentos, de coração. Certo? E voce me perguntou:

    “Um pastor que explora financeiramente seus membros, desvia as ofertas e dízimos para fins nada nada bíblicos, como para beneficio pessoal, pode ser considerado um Cristão?”

    Se o “pastor” desvia o dízimo, ele está cumprindo as palavras do Senhor Jesus? ele tem seguido o Evangelho? Não ! portanto, mesmo usando o titulo de pastor ele não é Cristão. Ser cristão não é um titulo, quantos “milahres” de evangélicos possuem apenas o titulo mas o ocração está longe de Deus?

    Voce ainda pergunta:

    ” Uma pessoa nascida e criada num lar evangélico, batizada em uma igreja evangélica, mas que vive incoerentemente com o que Jesus ensinou, pode ser considerada um Cristão?”

    Voce mesmo respondeu a sua pergunta, essa pessoa do exemplo vive de forma “incoerente” com o que Jesus ensinou e para ser Cristão, como lhe disse lá acima, é preciso que a pessoa O siga de coração, de fato e de verdade e tenha somente suas leis e mandamentos como certo. Isso é ser cristão.

    Voce disse:

    “Seguindo seu método de raciocínio, onde “todo Cristão é evangélico e todo evangélico é Cristão”, posso concluir então que logo, antes da Reforma, não existia Cristãos, pois antes da Reforma não existia evangélicos.”

    Como não? o Cristianismo foi fundado pelo proprio Senhor Jesus, como antes da reforma não haveria Igreja Evangélica? os seguidores visíveis do Senhor Jesus eram, desde lá, Evangélicos !

    Não foi na reforma protestante que “surgiu” a igreja Evangélica. Paulo, Pedro, Thiago, João, todos eles viviam o Evangelho, aliás, participaram do evangelho desde o inicio e por isso eram evangélicos e como eram grupos e damos o nome de Igreja ao grupo que segue ao Senhor Jesus, logo “igreja” (comunidade) evangélica (seguem o evangelho)

    Devemos compreender o que foi reforma antes de falarmos o que não existe.

    A reforma protestante nada mais foi de que um monge católico que tinha acesso a bíblia (naquela época, leigos não podiam ler as escrituras que pagavam com a vida, somente os religiosos podiam ler/interpretar e dava ao povo o que convinha ao catolicismo. Bom, Lutero acabou analisando a palavra de Deus com a doutrina católica e viu que não eram compativeis. Naquela época o catolicismo cobrava as chamadas indulgencias plenárias, ou seja, para o católico ser salvo e dependendo do tipo de pecado, deveria pagar monetariamente a “igreja” determinada quantia estipulada pelos padres para ser “salva” e Lutero viu na palavra de Deus que a salvação é dom gratuito de Deus pela fé em Cristo Jesus e não aceitou a cobrança de indulgencias aos povos, pois era engano.

    O que ele fez? tentou consertar…tentou converter o catolicismo para a verdade e foi perseguido, com isso ele acabou descobrindo mais podres e vendo que não conseguiria, o que fez? ficou com a palavra de Deus, recebeu a Cristo como Senhor e Salvador e abandonou a obra do inimigo de nossas almas. Muitos foram com ele e esses se voltaram ao evangelho de Jesus.

    Como costumo dizer, todo protestante é evangélico mas nem todo evangélico é protestante.

    Eu não sou protestante, nasci num lar evangélico e sempre fui conhecedor da verdade, nunca fui católico, graças a Deus. Existem os que outrora eram católicos e quando viram que o que pregam lá não provém de Deus, protestaram e se tornaram evangélicos.

    Voce disse: “Outra coisa, se a Bíblia defini como Cristão todo aquele que crê e vive o que Jesus ensinou, logo torna-se impossível reconhecer você, ou qualquer outra pessoa que reivindica esse “rótulo”, como tal, pois essa palavra não me diz nada sobre o relacionamento pessoal e obediência que você, e outras pessoas, tem com Jesus e mesmo parecendo-me que você é um Cristão que vive o que Jesus ensinou, é impossível ter essa certeza”

    Realmente, voce tem razão, porém não estamos aqui falando de pessoas, estamos falando de doutrinas e religiões que se dizem “cristãs”

    Eu posso viver anos, uma vida inteira dentro de um templo evangélico, me batizar, participar da Santa Ceia…e não ser Evangélico, perder a minha salvação ! e aí?

    Não posso dizer e nem apontar quem é ou quem não é cristão por que isso esta dentro da pessoa. O que estamos falando aqui são das doutrinas. Uma igreja é reconhecida como evangélica, quando? quando ela possui uma declaração de fé na qual a sociedade sabe o que alí se prega e certamente a declarção de fé evangélica é a mesma, para todos os evangélicos.

    Dizer que fulano é ou não cristão, não posso apontar, não tenho direito de “entrar no coração” de ninguém, mas aquilo no qual eu posso estar verificando, então sim. Eu posso “entrar na doutrina do Senhor Jesus” e eu posso “entrar na doutrina do catolicismo” e por as “duas frente a frente” e categoricamente dizer: não são iguais, não são as mesas coisas.

    Voce disse: Não acredito que o fato de eu ser um Batista evangélico, torna-me digno de ser chamado Cristão

    Bom, isso somente voce pode responder, se voce é ou não é cristão de fato, só voce sabe pois não é o fato de pertencer a Igreja que temos esse titulo. Porém, voce esta no lugar certo, correto e que prega o que Jesus determinou e isso é o mais importante no momento. Ser da Igreja Batista não lhe trás o titulo de ser cristão, mas o receber ao Senhor Jesus como único Senhor e suficiente salvador de sua vida, o faz.

    Irmão, muito cuidado com essa sua visão, peça a Deus discernimento…sei que as vezes falo de um modo dificil de compreender…cuidado ao chamar os que possuem outros pais, de irmão heim rssss

    Só quem recebe a Cristo como Senhor e suficiente salvador é que se tornam filhos de Deus e dessa forma, aqui na terra, irmãos uns dos outros. Voce chamar um romanista de cristão…cuidado, ele pode trazer a “renca” de “santaiada” e serão todos seus parentes rsssss

    Cristãos que somos devemos permenecer na luz do Santo Evangelho sem defender as trevas. Cuide para que o inimigo de nossas almas não lhe cegue, cuide para que o anjo da morte disfarçado de anjo de luz não lhe mostre luz aonde não há.

    Que Deus lhe guarde na verdade que já conhece, pois bem sabemos que:

    “Sê fiel ATÉ A MORTE e dar-te-ei a coroa da vida”

    Agente se econtra lá na glória…como diz um santo hino:

    “Eis que vamos para aquele bom pais
    onde o crente sim ! é Cristo quem o diz
    Com seu Salvador para sempre alís feliz
    Vai com Ele descançar”

  16. Karla Cristina, não há divergencia alguma. Nós Cristãos temos a liberdade. Talvez o meu irmão aí acima tenha tido uma outra visão, somos duas pessoas distintas, ele teve e tem a sua história e eu a minha…

    Não sei se é o caso dele, mas geralmente pensamentos como os dele é de uma pessoa que outrora era de alguma religião, como católica por exemplo e ao vir para o evangelho, mesmo assim, não perde totalmente o apego e fala de uma forma mais ecumenica.

    Não há divergencia alguma, somos adultos, educados e podemos expor nossos pontos de vistas um ao outro.

    Tenho certeza que essas postagem fizeram na mente dele uma nova visão, pois tudo o que for exposto agora, ele vai “comparar com a palavra de Deus” e vai, por sí só tirar as conclusões.

    “Fulano de tal virou santo”

    Então nosso amigo vai ver se isso é verdade na palavra de Deus. pronto, não é verdade, ele descarta e prega o oposto.

    Assim devemos seguir, assim devemos pemanecer. Até mesmo os primeiros cristãos tinham cada um seu modo de ver, o que os uniam era a fé em Cristo Jesus, demais assuntos cada um te a liberdade de pensar por sí.

    Filhos de um mesmo pai não quer dizer que devemos ser iguais, até por que, cristãos não são robos…e irmãos diferem entre si, mas se prostam diante do mesmo Pai.

  17. Perdoe-me Ercílio Leal, mas essa sua definição de Cristão é a primeira vez que eu vejo. Sou de família missionária, estou envolvido com missões em minha igreja e quando falamos em Cristianismo incluímos também, tanto os Cristãos Católicos Romanos, quanto os Católicos Ortodoxos. Acreditamos que existem muitas divergências doutrinarias, vários equívocos, mas eles compartilham daquilo que consideramos doutrina central do Cristianismo, como a exemplificada no credo Niceno-Constantinopolitano, compartilhada por várias igrejas evangélicas históricas, e que exclui os Mórmons, Testemunhas de Jeová, Espíritas, e outras seitas. E essa e uma das razões para países considerados Católico não estar incluídos na lista de paises que precisam ser evangelizados.

    Outra coisa, essa sua definição é muito obscura, pois torna a palavra cristã quase sem nenhuma utilidade servindo apenas para qualificar instituições religiosas e não as pessoas. Ler que você é Cristão, pra mim, segundo a sua definção, é a mesma coisa que não dizer nada. Dizer que o numero de evangélicos no Brasil está aumentado, não quer dizer nada. Dizer que o numero de Cristãos no mundo está aumentando, não quer dizer nada. Isso me lembrou o livro de C. S. Lewis, Cristianismo puro e simples, onde ele comenta sobre o que é ser Cristão.

    Eu não consigo imaginar minha igreja fazendo missões usando essa sua definição. Portas Abertas e Jocum teriam que rever seus padrões e muitas denominações, como Presbiteriana, Congregacional, Metodista, Batista, também.

    Discordo de muitas coisas que você falou, principalmente sobre cristão “perder a salvação”. Mas é isso… Será que por essas discordancias posso considerá-lo como um Cristão? Você pode me considerar um Cristão mesmo não concordando com muitas coisas que você falou e a minha igreja usar uma definção diferente da sua? É quase uma crise de identidade.

    Mas é isso aí.
    Deus ti abençoe!

    Graça e paz!

  18. Esqueci de falar, mas minha visão do Cristianismo tem pouco a ver com o que eu era antes de ser evangélico. Biblia, Jhon Stott, J. I Packer, Wayne Gruden, C. S. Lewis, Alister Mcgrath, minha igreja, minha familia, dentre outros inumeros Cristãos (segundo a definição usada pela minha denominação), teve e tem uma influência muito grande em minha cosmovisão. Não é uma visão ecumenica. Não sou a favor de unidade de religiões. É uma visão Cristã!

    Graça e paz!

  19. Ao Phillipe

    Amigo, A definição de Cristão que eu lhe passei não vem de mim, mas fico admirado de voce dizer que é a primeira vez que “escuta essa definição” e a definição que dei sobre cristianismo é a mesma definição que os primeiros cristãos tinham, é a definição de como estavam reunidos os seguidores do Senhor lá em Atos, quando esses foram chamados pela primeira vez de cristãos.

    Agora, a sua definição de cristianismo, inserindo grupos não cristãos como sendo cristãos, é essa a definição que eu nunca vi e nenhum outro Evangélico nunca viu.

    Veja em Atos 11 como estavam reunidos os apostolos, quando foram chamados de Cristãos, veja a diferença entre “religiões” e cristianismo…Algum apostolo se rpsotou diante da “aparecida” do norte? Não ! algum apostolo invocou algum morto? Não ! algum apostolo pediu mediação de Maria perante Deus? não ! algum apostolo ensinou que “um papa” é o “substituto de Jesus na terra”? não ! algum apostolo disse que fora do catolicismo não há salvação? Não (até por que nem existia catolicismo) algum apostolo mandou matar em nome de Deus? Não ! algum apostolo era infalivel? algum apostolo perdoava por sí, pecados dos outros? algum apostolo vendia salvação e tinha isso como doutrina de fé? Não !

    Então, aonde voce enxerga cristianismo, no catolicismo, por exemplo?

    A questão aqui não é o que eu “acho” como já disse. Basta voce colocar o cristianismo em comparação com as praticas religiosas e verá que são diferentes.

    Voce disse: “Sou de família missionária, estou envolvido com missões em minha igreja e quando falamos em Cristianismo incluímos também, tanto os Cristãos Católicos Romanos, quanto os Católicos Ortodoxos”

    Se essa é a posição da sua familia e da sua missão, respeito, mas não é a posição dos demais, menos ainda da palavra de Deus que exclui tais praticas totalmente da cristandade. Católicos seguem o catolicismo e catolicismo não é cristianismo.

    Então, se voce considera católicos como cristãos, voce não precisa evangeliza-los, não é mesmo? e mais…as pessoas que abandonam o catolicismo e aceitam Jesus em um templo Evangélico…como funciona? o individuo “deixa Jesus e o aceita de novo”?

    voce disse: “Acreditamos que existem muitas divergências doutrinarias, vários equívocos, mas eles compartilham daquilo que consideramos doutrina central do Cristianismo”

    O diabo também acredita e compartilha da “doutrina central” do cristianismo e nem por isso é cristão.

    Voce diz: “E essa e uma das razões para países considerados Católico não estar incluídos na lista de paises que precisam ser evangelizados.”

    Que? desculpa mas essa sua visão não esta sendo uma visão evangélica. Todos os povos que não conhecem a luz precisam conhecer as boas novas e isso inclui os paises católicos. Ou voce acha que eles não precisam conhecer a verdade? esta dizendo que o que eles ensinam é a verdade? se disser que sim esta negando o que voce segue e se disser que não esta dizendo que o que acaba de afirmar é incoerente.

    Os católicos são vitimas de um sistema religioso enganador aonde muitos perecem e no fundo não sabem que estão seguindo preceitos de uma religião, muitos “acham” que estão seguindo a Deus sendo católicas e não estão.

    Voce disse: Outra coisa, essa sua definição é muito obscura, pois torna a palavra cristã quase sem nenhuma utilidade servindo apenas para qualificar instituições religiosas e não as pessoas.

    Infelismente voce esta levando as coisas para uma interpretação que não faz sentido. eu não disse o que voce acaba de afirmar.

    Estamos aqui discutindo a “Igreja”, desde o inicio fui para esse lado. Voce então colocou erros de pessoas no meio e citou exemplo de um pastor que utiliza dos dizimos para bens proprios e eu disse que NÃO estavamos debatendo situações pessoais e sim institucional, pois todo o nosso papo surgiu quando eu afirmei de que a Igreja Cristã é tão somente a Igreja Evangélica e expliquei o por que.

    Eu, explicando com justificativas bíblicas o que é e o que não é ser cristão, afirmei de que outras instituições que se denominam como cristãs, não são. Não que eu determinei assim mas que é obvio que quem se prosta diante de uma boneca não pode ser chamado de cristão.

    Na verdade, na minha explicação não ficou nada obscuro, seus olhos estão turvos e sai achando que aonde citam Jesus é cristianismo e cristianismo não compreende em aparencias. Ser Cristão é como disse no dia de ontem: Só voce sabe se é e se é, obviamente segue conforme Jesus determinou, nem mais e nem menos. Isso é ser cristão.

    Voce disse: “Eu não consigo imaginar minha igreja fazendo missões usando essa sua definição. Portas Abertas e Jocum teriam que rever seus padrões e muitas denominações, como Presbiteriana, Congregacional, Metodista, Batista, também. ”

    A missão do Cristão é levar a luz aos que estão em trevas. Se esses grupos que voce cita não tem enxergado escuridão aonde há trevas, lamento que falte essa visão. Missões não são apenas em paises hindús, muçulmanos etc…aonde há trevas, aonde não há a presença de Deus e só há religiosidade (isso inclui catolicismo, todas as linhas)

    E mais, não estamos aqui falando de denominações, estamos falando daquilo que Deus determinou. O que a sua missão entende e compreende do que é ou não cristianismo, é o de menos, não muda a realidade que Deus determinou.

    Cuidado que com esse seu pensamento, voce pode incentivar um católico a permanecer católico e voce sabe qual o final disso, não sabe?? então peça a direção de Deus…para não afundar mais ainda na lama os que já estão quase pelo pescoço.

    Voce disse: “Discordo de muitas coisas que você falou, principalmente sobre cristão “perder a salvação”.

    A questão aqui não é discordar de mim e sim da palavra de Deus. Perder a salvação é a coisa mais fácil que existe.

    o Senhor nos advertiu que deveriamos de ser Fieis ATÉ A MORTE. Não me venha com essa de que “salvo uma vez, salvo para sempre” por que isso não existe. Devemos permanecer na fé e na pratica. Não adianta “aceitar a Jesus” como se aceita um pedaço de bolo e achar que isso é a garantia, tem que guardar isso TODOS os dias e não retroceder.

    voce disse: Será que por essas discordancias posso considerá-lo como um Cristão? Você pode me considerar um Cristão mesmo não concordando com muitas coisas que você falou e a minha igreja usar uma definção diferente da sua?

    Bom, o que voce pensa ou não de mim não muda o conceito que Deus determinou. o que a sua igreja diz ou não também não vai mudar o que Deus determinou, não muda a fé dos apostolos que foram eles os primeiros cristãos e não muda como Cristãos devem proceder. A sua igreja usa definições diferentes, é um direito dela, eu uso a definição de Deus, um direito meu.

    É como disse: E como saber o que procede ou não? basta pegar a duvida e colocar rente a palavra de Deus e pesar. Pronto. A maneira mais fácil de sabermos aonde estamos pisando.

    O que eu falei aqui tem relação direta com as escrituras, já o que voce disse não tem base alguma. É uma opinião sua e eu respeito, porém estamos com medidas diferentes, voce esta defendendo algo que não sei de onde voce tira e eu defendi algo que esta nas escrituras, e, o mais curioso é que estão nas suas escrituras também.

    Por fim voce disse: Não é uma visão ecumenica. Não sou a favor de unidade de religiões. É uma visão Cristã!

    Voce afirma o que nega e nega o que afirma? esta dificil lhe entender.

    Se para voce, “catolicismo é cristianismo” então por que é contra o ecumenismo? deveria ser a favor, já que na sua “cosmovisão” é tudo igual, não é mesmo?? Voce a partir de hoje, para a minha visão é um católico. (não são cristãos também? sob a sua visão?)

    Na visão bíblica, catolicismo não entra, glória a Deus !

    Devemos deixar a nossa “cosmovisão” e utilizar a visão de Deus. Ao invés de ficar por aí achando que as religiões são cristãs, o diabo esta é fazendo a festa. Se um católico lê suas colocações ele dirá: Opa ! sou cristão também.

    E não haverá conversão e não havendo conversão não haverá salvação e quando não há salvação é por que quem está na luz não levou salvação e se não levamos salvação é por que estamos deixando a desejar…ou então estamos com os olhos untados ao ponto de achar que um individuo que se prosta diante de uma boneca achada sem cabeça no fundo de um rio é cristão.

    Devemos seguir o que a palavra de Deus determina e não a visão de uma denominação, seja ela qual for.

  20. A Jesus Cristo, toda honra,toda glória e todo louvor!
    E todo nosso amor, o primeiro lugar em nossas vidas e nosso coração, somente a Ele!

    Já participei de algumas marchas, no inicio, acreditava no propósito. Hoje não participo mais.
    Para mim ficou banalizada, movida por interesses proprios, produto eleitoureiro de primeira qualidade, produto promocional, janela para aparecer, e tudo mais.
    Me desiludi com estes eventos, estes mega lideres,
    pastores, bispos e apostolos. Quando sinto que a
    verdadeira motivação é a auto promoção, é o querer
    aparecer, é ser o “ban ban”, e o vil metal, me entristeço, estou fora. Hoje ficou comum usar o nome
    de Jesus da ibope, desconfio dessa gente….

    Jesus é puro, sublime,amor puro, e habita em gente de coração puro e maõs limpas, templos suntuosos, mas
    tambem em templos simples, onde há unção,perdão, arrependimento, onde se prega salvação e vida eterna,
    gente ética e verdadeiros adoradores que o adorem em
    espirito e em verdade.
    Não posso julgar ninguem, só a Deus cabe esse oficio.
    Mas hoje desconfio de muita coisa, já vi bastante coisa não coerente em nome de Deus.

  21. irmãos….. pra todos….
    amigos…. naum sei o q dizer, nesse dia estava olhndo umas coisas na net e….. quanta gente precisa de nos e nos a maioria das vezes nos recusamos a ir , orar, contribuir, acordar cedo, despertar….
    faço uma pergunta a mim e a todos…..
    o q vc tem feito pra obra de DEUS???????????(responda de coração)….
    fiz essa coisa quase chorando mas creio q daqi a pouco quando for orar vou me derramar…..
    pense em vc… se vc tiver apressado deixe seu compromisso nessa hora e pense nisso… pode ser seu ultimo instante aqi na terra …. hora e peça pra DEUS abençoar os missionarios, vc, aqueles q estão cm o desejo de ir e fazer essa obra,…
    olhe pra dentro de vc e veja…oq vc tem feito pra q a obra de DEUS cresça??????????

  22. MARCHA PARA GEZUZ
    A INVEJA DO CONCORRENTE

    Preocupa-me profundamente o titulo da matéria: “ARTISTAS GOSPEL SE REUNEM EM MARCHA PARA JESUS” e ai eu pergunto na minha simplicidade, será que Jesus precisa de alguma marcha para a sua auto-afirmação? Será que tal marcha não é apenas POLITICAGEM religiosa ou DEMONSTRAÇÃO de força numérica já que a espiritual está em falta no mercado? Artistas Gospel têm algum fundamento Bíblico? Nos Atos dos Apóstolos há registro de algum artista atuando em prol da pregação do Evangelho? Pelo que me consta a Palavra de Deus é muito clara quanto a este tipo de coisa que andam fazendo em nome da religião, mas poucos estão interessados em se informar sobre estas distorções e estes pecados. Neste caso fica evidente que os lucros de tal espetáculo falam mais alto…

    Vejo que a secularização aliada à vulgarização do Evangelho tomou forma e já não há como combater esta desgraça que se abateu sobre o meio cristão; vejo também que não há qualquer interesse por parte de nossas lideranças, se é que as temos, de levantar uma bandeira para coibir de forma contundente este mercado da fé que se infiltrou nas nossas igrejas causando danos irreparáveis a fé cristã. Os gays criaram a sua “Parada do Orgulho Gay” e os evangélicos, com inveja e para mostrar que também podem se mobilizar para fazer bagunça, tiveram logo a brilhante(?) idéia de lançarem a tal “Marcha Para Gezuz”, ao invés da “PARADA DO ORGULHO EVANGÉLICO”, nome usado para não criarem uma briga com os gays que nada mais é do que uma cópia daquilo que acontece todos os anos na Avenida Paulista e que infelizmente tem se espalhado pelos quatro cantos do Brasil. Mas que a disputa é acirrada isto ninguém contesta! Tal marcha tem exclusivamente a intenção clara de fazer propaganda de tudo, política, comercial, religiosa e vai por ai afora, cada um quer a sua fatia nesta bagunça religiosa OPORTUNISTA que também está sendo manipulada e patrocinada por um bando de espertalhões que encontraram na religião uma forma de se promoverem e desenvolverem seus projetos pessoais. É obvio que o cristianismo Bíblico não tem nada a ver com esta bandalheira e com este movimento, há sim neste movimento uma religiosidade de formas, mas sem conteúdo que procura se firmar e fazer suas propagandas usando este artifício de uma “MARCHA PARA GESUZ” uma vez que a fé genuína anda meio combalida e esquecida nos porões de nossos templos. Os púlpitos preferem a farra para distrair o povão e vamos que vamos… O que há de fato é uma encenação generalizada de uma religiosidade materialista voltada para interesses que contrariam todos os princípios estabelecidos nas Escrituras, assim para não perder espaço para outros segmentos os POBRES evangélicos precisam se movimentar e inventar algo que possa atrair para os seus currais o maior número possível de adeptos pouco importando se são de fatos CONVERTIDOS ou CONVENCIDOS. Aliás, a palavra “CONERSÃO” foi literalmente banida do vocabulário evangélico e hoje não se ouve a sua pronuncia em púlpito algum, o negócio agora é SÓCIO PATROCINADOR que são tratados como tesouro por suas contribuições e recebem até promoções como bênçãos especiais e outras coisinhas mais. Valer ressaltar que os crentes modernos vivem de bobagens e de negociatas com Deus, tudo na base do “É DANDO QUE SE RECEBE” e aí vale tudo, inclusive participar de uma Marchinha barulhenta recheada a muitas hipocrisias numa das avenidas de nossas cidades.

    Perdoem-me, mas Evangelho é coisa séria e não merece ser tratado da forma como estão tratando os espertalhões religiosos, é preciso compromisso, mas acima de tudo de testemunho sincero e verdadeiro com uma vida que de fato possa expressar a presença de Deus dominando em todas as áreas. O que vemos são líderes(?) preocupados a cada ano em aumentar o número de participantes na tal Marcha e assim se a concorrência leva três milhões os pobres evangélicos têm de alguma forma conseguirem ir além, e neste caso vale tudo e aceita-se a participação de qualquer seguimento religiosos desde que se denominem por algum motivo, cristãos. Além dos transtornos, do Barulho, do incomodo geral, do comércio de toda natureza, da balburdia generalizada e dos prejuízos para o autêntico cristianismo que benefícios para o exercício da fé esta “Marcha Para Gezuz”.

    Se de fato as afirmações ali feitas fossem verdadeiras, com o Brasil sendo do Senhor Jesus, não teríamos tanta corrupção, tanta imoralidade, tanto crime, e tanta injustiça sendo praticadas abertamente; não teríamos também tantos evangélicos contribuindo para isto como fazem os que se enveredam pelo caminha da política em nosso Brasil. Se fossemos uma nação do Senhor Jesus poderíamos andar, deitar e levantar sem termos que nos preocuparmos com o criminoso que anda aterrorizando a vida da população… Se o Brasil é mesmo do Senhor Jesus há algo errado com as nossas igrejas porque até elas de alguma forma transformaram a religião em um negócio lucrativo distorcendo-a de seus princípios originais… Não, o Brasil não é do Senhor Jesus, no entanto querem os evangélicos hastear esta bandeira por comodidade e por esperteza, para verem os seus lucros e suas igrejas crescerem numericamente – tal qual o rabo de cavalo – mas, sem espiritualidade ou compromisso algum com os ensinos do Mestre. O Salmista ao afirmar que: ”DO SENHOR É A TERRA E A SUA PLENITUDE, O MUNDO E OS QUE NELE HABITAM” – Salmos 24:1, não estava afirmando de forma alguma com isto que este ou aquele país poderia ser definido como do Senhor Jesus, até porque todo o universo pertence a Deus. O que precisamos entender é que uma nação como o Brasil, envolta em misticismos, em sincretismos religiosos e em uma profunda distorção dos ensinos Sagrados jamais poderá ser tratada como sendo uma nação do Senhor Jesus, isto é uma utopia que as nossas lideranças preferem não ver. Por outro lado a Bíblia afirma sim: “Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que ele escolheu para sua herança” – Salmos 33:12, fato que não nos serve de base para declararmos o Brasil como escolhido do Senhor nem como sendo do Senhor Jesus.

    A marcha do cristão não deve ser por avenidas perturbando a ordem e a paz da população, também não deve ser uma concorrência contra outras forças, o cristão deve sim marchar contra o mundo com testemunho sincero, verdadeiro e honesto, com uma vida de mostre realmente com que ele foi crucificado, que expresse com ações e atitudes que ele foi realmente transformado pelo poder de Deus. Assim, não precisaremos ir para as ruas gritar e incomodar para provar que somos um povo diferente, pois estaremos dominados nas nossas ações e nos nossos atos pelo Espírito Santo de Deus. O que falta na verdade é seriedade nas práticas cristãs com o evangelho voltando às suas raízes pregadas nos Atos dos Apóstolos e nos exemplos ali escritos.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  23. MARCHA PARA GEZUZ III
    A PASSARELA DA “MODA” RELIGIOSA

    “Porque clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que “MARCHEM” – Josué 14 : 15

    “Ora, quando Faraó deixou ir o povo, Deus não o conduziu pelo caminho da terra dos filisteus, se bem que fosse mais perto; porque Deus disse: Para que porventura o povo não se arrependa, vendo a guerra, e volte para o Egito; Mas Deus fez o povo rodear pelo caminho do deserto perto do Mar Vermelho, e os filhos de Israel subiram armados – arregimentados – da terra do Egito” – Êxodo 13:1 e 18.
    .
    A marcha do povo de Israel pelo deserto mostra com exatidão a ação do poder de Deus na sua intenção de conduzir o povo à TERRA PROMETIDA. Para levar o povo a Canaã ele escolheu Moisés, um homem especial desde o seu nascimento. Durante a “MARCHA” era evidente nos fatos e acontecimentos a presença literal de Deus junto ao povo. Questionado quanto ao sucesso de sua missão Moisés responde: “O Senhor pelejará por vós, e vos calareis” – Êxodo 14 : 14.

    Depois da morte de Moisés, Josué seu substituto reúne o povo e orienta a como deveriam proceder durante a “MARCHA”: “…prudentemente te conduzas por onde quer que andares” – Josué 1 : 7, ele ainda conclama o povo a mudança de vida: “Santificai-vos, pois amanhã o Senhor fará maravilhas no meio de vós” – Josué 3 : 5.

    Durante a jornada ou a “MARCHA” pelo deserto, fatos curiosos e relevantes foram se sucedendo e o povo experimentava a glória de Deus, tudo isto porque eram escolhidos para aquela missão. Desafios foram superados, lugares difíceis e inóspitos; e o mais temido, o deserto. Aquela “MARCHA” tinha objetivos definidos, chegar a Canaã; Tinham um único líder, ora Moisés, ora Josué; Tinham identidade, eram o “POVO DE DEUS”; Havia unidade de propósitos e se houve ESPETÁCULO ou SHOW foi a manifestação do poder de Deus provendo proteção total aos seus escolhidos. Entre eles não havia “ARTISTAS” nem tão pouco “ASTROS”; Não tinha “TRIO ELÉTRICO”; Não havia comércio e nem oportunistas querendo tirar proveito da situação! Deus era o CENTRO das atenções e assim foi durante os anos de sufoco passados no deserto desafiando o impossível. Moisés e Josué transmitiam o recado de Deus ao povo, hoje homens transmitem os seus PRÓPRIOS RECADOS á multidão extasiada com a festança.

    O “EXODO” foi o cerne do Velho Testamento, Deus não conduziu o povo pelo caminho mais fácil aos olhos deles, mas pelo mais eficiente e seguro, pelo mais produtivo nas questões espirituais, pelo DESERTO. Diante de nossa tendência à busca das coisas fáceis, Deus nos empurra para as coisas como elas são, densas, tensas, sérias, difíceis, profundas. Só assim compreenderemos a vida como ela é. Deus sabe que buscamos evitar as lutas, como no caso do Êxodo. Deus sabia que ao ver a guerra a ser travada, o povo Hebreu sentiria a tentação do fácil, a volta para o Egito, esquecido da tragédia que foi sua vida lá. Gostamos de sermos protegidos das coisas como elas são, e quando elas vêm, acabamos derrotados por elas. As experiências verdadeiras nos tornam mais próximos do Deus verdadeiro, não dos deuses feitos à nossa imagem e semelhança; dos outros, como eles são, e de nós mesmos, como nós somos. A “MARCHA” do povo pelo deserto deveria ser o modelo para a nossa jornada hoje.

    O que vemos no século XXI é uma INCREDULIDADE Bíblica e uma CREIDIBILIDADE exacerbada em homens que arquitetam planos, dizem ser de Deus e conduzem a multidão ao caminho do deserto. Sem preparo espiritual, sem compromisso verdadeiro com Deus, eles transformam as Avenidas em passagens para as suas “TERRAS PROMETIDAS” imaginárias sem se dar conta de que não chegarão à lugar nenhum. A caminhada denominada “MARCHA PARA JESUS”, dele mesmo não tem absolutamente nada, até porque ele jamais autorizou tal movimento, além de ser regada a muito barulho, fantasias, adereços, gritos de guerra, palavras de ordem, tudo ao som IMPORTADO DO INFERNO. É a MARCHA dos soldados que não sabem o que é fidelidade, também não obedecem às ordens do General Supremo, Cristo Jesus. São os ATIVISTAS religiosos, os PACIFISTAS, os MANIFESTANTES e os PROTESTANTES adotando a onda de grupos sociais que utilizam tais táticas para chamarem a atenção das autoridades para os seus argumentos e suas propostas. É indubitavelmente o resultado do famigerado “MOVIMENTO GOSPEL” que em nome de Deus, faz qualquer negócio, inclusive com o inimigo, adotando as suas táticas de guerrilha contra o cristianismo.

    O pior de tudo é que ainda cantam entusiasmados: “O NOSSO GENERAL É CRISTO, SEGUIMOS OS SEUS PASSOS, NENHUM INIMIGO NOS RESISTIRÁ!”, mas o que percebemos com clareza é que o inimigo está sim indo de vento em polpa nas suas ardilosas ciladas armadas para enganar os crentes modernos. Um soldado tem “DICIPLINA”, prima pela lealdade ao seu superior; Ele não é soldado apenas no quartel. Hoje muitos são militares apenas nos templos ou igrejas, da porta para fora deixam as patentes de lado. Orgulho e vaidade são marcas registradas da grande maioria das denominações e elas fazem questão de anunciarem aos quatro cantos os seus feitos e as suas conquistas materiais, são veradeiras fortalezas protegidas por SIGILOS a unhas e dentes.

    As avenidas se transformam em “PASSARELAS DA MODA RELIGIOSA” num desfile suntuoso de costumes e conceitos que andam na contramão daquilo que nos ensinou Jesus e seus Discípulos. Em Tessalônica o povo levou Jáson e alguns irmãos à presença das autoridades e os acusaram de causarem perturbação à ordem com o que pregavam: “…ESTES QUE ALVOROÇARAM O MUNDO, CHEGARAM ATÉ NÓS” – Atos 17 : 6. A fama corria não por serem ATIVISTAS EVANGÉLICOS, mas por darem TESTEMUNHO da graça redentora e do amor de Deus. Não me lembro de Paulo promovendo eventos de qualquer natureza para tornar o Evangelho conhecido, pelo contrário, ele pregava com ousadia em qualquer lugar e em qualquer tempo e chegou a afirmar: “Combati o bom combate, acabei a carreira e guardei a fé” – II Timóteo 4 : 7.

    A nossa jornada neste mundo, pelo que me consta, não inclui “MARCHAS” até porque já estamos numa jornada santa que nos conduzirá ao Lar Celestial, antes, requer que “TESTEMUNHEMOS” daquilo que Deus tem feito nas nossas vidas neste deserto insólito em que caminhamos neste mundo. Assim como Deus não levou Jesus para a glória sem antes fazê-lo passar pelo GÓLGOTA e pelo sepulcro, Deus nos faz caminhar pelo deserto. Ao mandar Seu povo para o deserto, onde peregrinaria por quadro décadas, antes da chegada ao destino, Deus não estava brincando ou mostrando o Seu poder. Ele estava ensinando seu povo a viver. Ainda assim, poucos entraram em Canaã!!!

    Lembre-se, mesmo que você esteja andando em círculos, há um propósito de Deus preparado para você, basta que você esteja disposto a obedecer às ordens dadas por Ele, o General da verdadeira “MARCHA PARA JESUS”, a quem um dia veremos face a face nas Mansões Celestiais.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  24. MARCHA PARA GEZUZ VI
    JUSTIFICATIVAS VAZIAS

    Não precisamos medir força pela força, mas pela inteligência e pelo TESTEMUNHO. Conheço a BÍBLIA de ponta a ponta e não sei de nenhum comportamento que indique que os cristãos do primeiro século precisassem usar de MARCHAS ou algo semelhante para sensibilizar autoridades, nem tão pouco para mostrar que tinham força, quando agrupados. Esta passeata nada mais é do que uma medição baixa e ridícula de forças, tudo pela falta de espiritualidade e do TESTEMUNHO do povo que se diz evangélico hoje. É mais cômodo ir para as avenidas e perturbar a ordem com Barulho dos que enfrentar as autoridades com uma palavra sincera e honesta contra a falta de ética, contra a imoralidade, contra a corrupção entre outras coisas, que infelizmente são reinantes nos meios religiosos hoje. A mim, me parece mais uma “MARCHA DO MST EVANGÉLICO” para competir com outros segmentos na intenção clara e declarada de dizer aos outros, nós também podemos, do que uma demonstração de espiritualidade ou de intimidade com Deus.

    Os Discípulos não mostravam a cara, mostravam a dependência de Deus, através de TESTEMUUNHO autêntico e sem medo de serem contestados na fé que professavam. Não, não somos um povinho, somos um povão metido a grande na aparência, mas que na espiritualidade anda longe das propostas encontradas nas Escrituras. É um povão, medíocre que precisa ir as ruas e avenidas incomodar o povo com barulho e transtornos, mas que não possuem uma mensagem que consiga convencer o pecador de seus pecados e da necessidade de voltar-se para Deus.

    Paulo reivindicou o direito como cidadão romano, pois a lei lhe permitia, era uma questão de legalidade. Ele era cidadão Romano de nascimento, o que lhe permitia desfrutar das leis que regiam o Império. Comparar ou usar este fato para justificar badernas ou perturbação da ordem, é no mínimo, falta de conhecimento das Escrituras Sagradas. E pensar que o direito do cidadão iria ser usado para justificar e fundamentar erros… Ele defendeu a vida e não IDEOLOGIAS. As Leis do cristão estão estabelecidas na Carta Magna do cristianismo, a Bíblia, ou pelo menos deveriam estar, e nela não encontramos qualquer resquício que nos permita afirmar que Jesus precise de MARCHA para que o seu Evangelho seja estabelecido ou reconhecido na face da terra. Infelizmente, por interesses, por preguiça, por falta de compromisso, por falta de experiência e de domínio do Espírito Santo os crentes hoje preferem usar artifícios vazios para justificar a sua crença, do que se sujeitar as exigências das Escrituras. É mais fácil, é mais divertido, tudo festa, é menos trabalhoso… Testemunho? Bem… É… Vamos falar disto depois… Dá um tempo…

    Lamentavelmente, os crentes têm sido parte determinante desta confusão e desta bancarrota moral que se instalou no Brasil, basta dar uma olhadinha nos chamados “POLITICOS EVANGÉLICOS”(?), e ver qual tem sido o comportamento deles, só isto é o suficiente para provar que há algo errado nas práticas religiosas hoje. O cristianismo moderno está sendo movido a BARULHO, o combustível produzido nas refinarias do inferno que abastece a vida e a mente dos que andam praticando uma religião de fachada. São os cristãos FLEX, que misturam o “SAGRADO” e o “PROFANO” num só tanque, sem darem conta de que o desempenho e a qualidade são completamente comprometidos. O combustível original, a Palavra de Deus, os crentes modernos não querem usar, mesmo que a sua qualidade esteja garantido pelo QUIMICO maior, Cristo Jesus, o dono do único posto de abastecimento disponível deste produto.

    A menos que estejamos preparados para receber Jesus como nosso Senhor e Salvador, procurando servi-lo observando os seus ensinos e seguindo o seu exemplo todos os dias, seria melhor e mais honesto que nos afastássemos do meio cristão, para que não profanemos com as nossas confusões religiosas. O que falta é sinceridade e honestidade daqueles que estão em nossas igrejas, mas que em momento algum procuram manter os seus procedimentos e as suas praticas de adoração, embasados nas Escrituras. Como afirmei, a Bíblia tornou-se em mais um livro de referência para a história da igreja, do cristianismo e nada mais. Aliás, só lembrando, a quantidade absurda de versões é um despropósito e uma prova evidente da indústria que se transformou a religião. O que me chama a atenção é que com este volume tão grande de versões, pouquíssimos crentes tem tido a coragem suficiente para adotar uma delas como regra de fé e prática.

    Existe um movimento orquestrado e bem planejado para derrubar a igreja e implantar um “ECUMENISMO” administrado e controlado pelo Diabo com a intenção de expandir o seu reino neste mundo. Ele tirou o “PODER DE DEUS” e literalmente inseriu na igreja o regime autoritário, onde líderes mandam e fiéis obedecem, ela não tem PODER, tem força administrativa; Não tem membros, têm sócios. A estratégia de Satanás é usar pessoas que, na aparência, são “PROFETAS” para confundirem o povo com as suas histórias e as suas idéias populares de vida cristã. Mas, os VERDADEIROS PROFETAS nos deixam texto que deveriam nortear e nos levar a refletirmos em que tipo de religião estamos estabelecendo a nossa vida e a nossa relação com Deus: “…Armam laços perniciosos, com que prendem os homens. Como uma gaiola cheia de pássaros, são as suas casas cheias de engano; por isso se engrandecem e enriquecem” – Jeremias 6 : 26 e 27. Veja este: “Engordam-se, alisam-se, e ultrapassam até os feitos dos malignos; Não julgam a causa dos órfãos, para que eles cresçam, nem julga o direito dos necessitados” – Jeremias 5 : 28. Ai vai outro: “Coisa horrenda anda acontecendo na terra. Os profetas profetizam falsamente, e os sacerdotes dominam pelas suas próprias mãos, e o meu povo assim o deseja; e o que acontecerá no fim disto?” – Jeremias 5 : 30 e 31. E o ultimo é de uma profundidade incontestável: “Eis que eu sou contra os que profetizam MENTIRAS, diz o Senhor, e os contam, e fazem errar o meu povo com suas MENTIRAS e com suas leviandades; Pois, eu não os enviei, nem lhes dei ordem para profetizar, e estes não trouxeram proveito nenhum ao povo” – Jeremias 23 : 32. É a Bíblia, a Carta Magna do cristão, que nos impulsiona a sermos mais criteriosos naquilo que se refere à nossa passagem rápida por este mundo e na maneira como devemos zelar pela nossa vida espiritual diante de Deus.

    Não aceite qualquer evangelho fantasiado de cristão, GENÉRICO, examine o que estão lhe oferecendo e tenha certeza de que não está sendo passado para trás nas suas convicções religiosas. Tem muito SIMILAR no mercado religioso, mas VERDADEIRO, apenas um. Lembre-se: “Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o, enquanto esta perto” – Isaías 55 : 6.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@otmail.com

  25. Grande benção, mas, poderia ser melhor, se houvesse preocupação com a limpeza, depois do “show” foi constatado um montante de lixo igual a TODO O MUNDO, todos os outros shows.Todos podem ter a preocupação de recolher seu lixo.

    Temos que dar bom testemunho, já é bom, porque muitas e muitas pessoas revelam que a marcha para Jesus abençoa, e traz para rua pessoas com amor e paz. Podemos melhorar cada vez mais nesse quesito.

    “Dando bom testemunho perante todos os homens”

    (I Timóteo 3:7) – Convém também que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta, e no laço do diabo.

  26. Deus abençõe a todos!

    Sou católico de uma comunidade ligada a RCC (Renovação Carismática Católica) e participei desta última Marcha para Jesus. Eu e mais dois amigos da Igreja fomos louvar a Jesus e prestigiar este orgulho para a cidade de São Paulo.

    Abraços para todos,

    Rafael,

  27. Olá, paz amados sou de Unai -MG e to me preparando para agendar já a marcha aki na nossa cidade, juntamente com o conselho de pastores eu ajudo ous eja dou minha contribuição para ke seja feita uma marcha digna, grande e bem organizada e vo precisar de ajuda me mande por favor um e-mail pois nao sei se posso agendar a marcha esse ano na data de 29 de maio pois sempre fazemos nessa data ke seria o ultimo sabado de maio. É ke nao entendi muito bem ainda sobre a data será ke tem de ser realizada somente nessa data ou é somente para SP? grande abraço e desde ja obrigado pela atenção e carinho, tenham tds uma vida plena de alegria e amor no senhor Jesus. Paz do Senhor a tds e um abração para o BPA e para o apóstolos o quais sou admirador nas musicas, ministraçoes e na igreja renascer.

  28. A MARCHA PRA Jesus aqui da Manaus é uma benÇão
    é uma coisa muito legal por isso convido aquelas pessoas que ainda
    não participaram venha por que é Muito bom marcha pra jesus 2010!!!!!!

  29. Eiittaaaaaa Porraa….. Desculpaa o palavrão gentee…. mass oo Ercilio Leal e Phillipe estão em uma discussão ke realmentee nõa temm o pq disso??
    Caramba gente vamos ser realistas e ver a realidade., e um outro carinha ai ke cito a parada gay (idaiii kee temm a parada se vs se incomoda com ela nõa liga a tv e nem ve jornal)., Todos nós vivemos em sociedade (éah isso ke todos pensam) mass a gente parece ke ta numa guerra seja pessoalmente ou na internet., todos temos nossos espaços basta vs respeitar o outro e se nõa quiser respeita tudo bem entendo o lado de vcs., mas tbem nõa precisa sair matando ou agredindo os outros com palavras seja de baixo nivel ou no nivel formal..

    Eu soo Evangélico e Espirita.. meuu 2 religiões completamente diferentes., mas todos temos consciencia de que seguimos e acreditamos no mesmo DEUS de qem todos nós ouvimos falar quando eramos crianças., ou ke a gente viu na tv passando um filme religioso..

    Caraa qndo eu soube da marcha fiquei super feliz., mas como felicidade de pobre dura poko comm o pensamento de vcs e essas discussões fúteis vai acabar nõa se tornando um Dia Nacional da Marcha para Jesus., e sim dos infiéis., ke ao invés de ir-mos todos unidos e crentes naquele DEUS que todos keremos salvaçõa., bom isso nem vem mto ao caso…

    Mass fikei super chateado com a briga dos 2 ai de cima (Ercilio Leal e Phillipe) e o outro chamado (ELiel) todos queremos ter direito a “tudo”., mas se a gente nõa correr atraz a gente nõa consegue., Mass como o mundo vaii mudandoo todos vão conquistar seus espaços e respeito., seja essa pessoa Católia, Evangélica, Espirita, Ortodoxo, Gay., seja lá oq ela for., mass todos temos direito ao respeito e o convivio em sociedade e nõa em um mar de brigas onde só encontra morte., fogo., e violencia.

    fiko por aki

  30. Hoje alguns marcham para Jesus. Outros em todo o Brasi e no mundo, em UNIDADE, caminham COM Jesus.

    Louvado seja DEUS, por este dia que celebramos o seu Santíssimo CORPO E SANGUE. Que Riqueza imensa temos no altar do SENHOR em cada Eucaristia.

  31. I’m truly enjoying the design and layout of your blog. It’s a very easy on the eyes which makes it much more pleasant for me to come here and visit more often. Did you hire out a developer to create your theme? Outstanding work! kdcbbaebgckd

DEIXE UMA RESPOSTA