Marco Rodriguez: Polêmico árbitro da Copa do Mundo de 2014 é pastor evangélico

2

Conhecido como o “pequeno Drácula” por causa de seu penteado e seus dentes grandes, o árbitro de futebol Marco Rodriguez é um dos escalado como um dos juízes da Copa do Mundo de 2014. Rodriguez é listado por muitos como um árbitro polêmico por mostrar um grande número de cartões e já apitou mais de meia dúzia de finais em seu país, o México.

Seu apelido, motivado pelo seu visual, vem de uma semelhança com o personagem lendário de Bram Stoker. Porém, segundo o Noticia Cristiana, ser comparado com um personagem tido como demoníaco não é bem recebido por Rodriguez por causa de sua religião. Além de árbitro de futebol, Rodriguez é também pastor evangélico.

Rodriguez começou a arbitrar profissionalmente em 16 de fevereiro de 1997 e sua primeira partida internacional foi Guatemala x Paraguai em 3 de março de 1999. Ele arbitrou a final do Copa do Mundo de Clubes da FIFA de 2007 entre AC Milan e Boca Juniors. Ele participou também da Copa do Mundo de 2006 arbitrando duas partidas, ambas da primeira fase: Inglaterra 1×0 Paraguai e Costa do Marfim 3×2 Sérvia e Montenegro.

Já o lado religioso de Marco Rodriguez é menos conhecido pelo público em geral. Atualmente, ele divide seu tempo entre a arbitragem e o trabalho como pastor de uma igreja evangélica na região metropolitana da Cidade do México.


– Eu tento estar na igreja, o quanto eu puder. Quando eu não estou no meu trabalho como árbitro, estou no templo – explica Rodriguez, que pretende abrir mais igrejas para difundir o Evangelho.

Ele afirma que sua fé também marca seu trabalho dentro do campo e que sempre ora a Deus para fazer um trabalho justo.

– Em cada jogo que eu peço a Deus que pode fazer justiça no campo – afirma.

O próximo jogo que Rodriguez irá apitar no mundial será na próxima terça-feira, às 13h (de Brasília) na Arena das Dunas, em Natal. ele foi o escolhido para apitar a decisão da segunda vaga do grupo D entre Itália e Uruguai.


2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA