Defesa do pastor Marcos Pereira apresenta recurso contra condenação a 15 anos de prisão por estupro

6

A defesa do pastor Marcos Pereira, líder da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (ADUD), entrou com recurso contra a condenação por estupro, mas o pedido foi negado pela 8ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

O relatório da negativa foi divulgado nesta segunda-feira, 16 de junho, após apreciação do recurso. A desembargadora Suely Lopes Magalhães considerou que Pereira é culpado das acusações. O pastor foi condenado, em primeira instância, a 15 anos de prisão por estupro e coação de fiéis.

Preso há mais de um ano no Complexo Bangu, em Gericinó, o controverso líder pentecostal foi condenado em setembro de 2013. Segundo o inquérito policial, Pereira teria estuprado uma fiel da ADUD no templo da denominação, em 2006.

Durante as investigações, Marcos Pereira teve sua vida pessoal devassada, e conversas por telefone com teor erótico entre o pastor e fiéis da ADUD foram divulgadas, além das acusações de que ele promovia orgias num apartamento da igreja no Rio de Janeiro.


À época, o pastor e os advogados de defesa negaram todas as acusações, e afirmaram que as gravações haviam sido manipuladas para prejudicar o líder religioso. A esposa do pastor entrou na campanha em sua defesa e negou que estivessem separados e disse que as supostas vítimas eram mentirosas.

Uma das mulheres que inicialmente acusavam Marcos Pereira de estuprá-la voltou atrás e gravou depoimento dizendo que havia sido convencida por desafetos do pastor, ligados à ONG Afroreggae, de caluniar o pastor da ADUD. José Junior, presidente do Afroreggae, concedeu entrevistas à época comemorando a prisão de seu desafeto.

Marcos Pereira tornou-se nacionalmente conhecido por intermediar rebeliões em presídios cariocas e interromper bailes funk para pregar. Uma reportagem do Fantástico, da TV Globo, mostrou o pastor interrompendo uma execução de um bandido que havia sido condenado à morte pelo tráfico que comanda os morros do Rio de Janeiro.

6 COMENTÁRIOS

    • Pa$$tor estuprador.. julgado e condenado com sobras de provas incluindo ligações telefonicas já periciadas e testemunhos variados…

      caso encerrado.. CUMPRA-SE

      video feito pelos fiéi$$ da Igreja nao tem muito fundamento para a justiça…

  1. Eu fui compaquitado com espirito santo atraves de um video que vi do marcos pereira fui curado da ipertensao voce acha que Deus ia usar uma pessoa desa essas pessoas que esta fasendo isto com ele vai pagar por tudo ACREDITO na sua inocencia jo era um homem temente a Deus foi tentado porques nos nao podemos ser tambem TAMOS NO FIM DOS TEMPOS OS CRENTES EM DEUS VAM SER PERSEGUIDOS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

DEIXE UMA RESPOSTA