Brasil

Para Marisa Lobo, prática de aborto pode causar “transtornos psíquicos irreversíveis” à mulher. Leia na íntegra

Comments (6)
  1. edy disse:

    Pergunta aos estudados deste site religioso….hehe

    Agora eu deixo aqui uma pergunta aos sábios e entendidos.

    Vejo muitos falando que Deus deu Deus tira….
    Então vamos la os filhos vem pela vontade de Deus ou dos pais o que vocês dizem?

  2. Renato M Veras disse:

    Bôa Marisa.

  3. Fiquei com dúvidas:

    A psicóloga Marisa Lobo esta falando como psicóloga clínica ou como Psicologia Cristã?

    E Gostaria de saber como é essa nova vida de Sub-celebridade, as correrias, e a luta através de uma demasiada demagogia para chegar até ai?

    E Se não fica com receios por chegar usando o nome do evangelho?

    1. se ela falasse como psicologa espirita, sobre regressão voce comentaria?

    2. Adevaldo Oliveira disse:

      Pinheiro Gero Pinheiro
      Se ela fala como psicóloga deve usar a psicologia. Ela não cita nenhum estudo que comprove aquilo que diz. Está apenas dando opiniões religiosas e usando o diploma de psicóloga para validar o que diz. Se ela pensa dessa forma tudo bem, mas deveria falar em nome da religião e não em nome da Psicologia que é uma ciência.

    3. Adevaldo Oliveira disse:

      Luciana Mello.
      Ela fala como evangélica que sem nenhuma ética nem pudor usa a psicologia para validar as suas concepções religiosas.

    4. Muito pior é sentir o cheiro de preconceito religioso no ar (ou na tela kk). Identificar a religião da autora somente pelo conteúdo deste artigo aqui publicado, sinaliza grave dificuldade de interpretação textual ou aponta supostos "poderes sobrenaturais"? Por favor, aumentem, mas não inventem. Que absurdo! Não há referência a elementos religiosos em parte alguma do texto. Se há, postem aqui!Quero ver!
      Na pós graduação ouvi uma frase da qual nunca esquecerei: "Parem de acreditar em tudo que está escrito em livros. Vcs conhecem o dr. N….? No livro dele só existem casos "cedidos gentilmente pelo dr. tal". Ele mesmo não tem um caso próprio para apresentar, não tem história pra contar." Muitos artigos científicos continuam sendo refutados por novas descobertas e muitas vezes pelo pior: metodologia totalmente questionável. Teoria sem vivência prática, é mero discurso. Saúde mental, ansiedade, sentimento de culpa, traumas emocionais, raiva, rejeição, etc., fazem parte de qualquer ser humano e estarão permanentemente isentos de religiosidade.

  4. Andréa disse:

    conheço mulheres ja abortaram e não tem remoço nem um.Tem mulheres que quando a criança nasce são jogadas em latas de lixo,ou mortas,pelas proprias mães,esse sentimento que ela esta se referindo não cabe a todas não.

  5. Ela já deveria ter sido caçada…Mas e o trauma de carregar uma criança acéfala ela não fala?O trauma de uma mulher que por conta de uma porra de uma criminalização tem que ir numa clinica clandestina para praticar o aborto ela também não fala.

    1. Geraldo Magela Leal disse:

      Guilherme Kempoviki. independentimente da sua crença, não cabe a nós decidir sobre quem deve ou não morrer ou viver. Vou ti contar um fato verídico que aconteceu na Alemanha. Um professor contou para seus alunos de medicina" Existiu um casal na Alemanha que teve 5 filhos, o 1º nasceu cego, o 2º nasceu com problema mentais, o 3º nasceu morto, o 4º nasceu surdo e agora ela estava grávida do 5º filho. Então ele fez a seguinte pergunta: Sabendo que a possibilidade do 5º filho nascer com problemas era muito grande. A mulher dever abortar ou ter o filho? todos foram unânimes em na resposta, ABORTAR!. Então virou-se para os alunos de disse: vocês acabaram de assassinar Betoven, pois esse foi o 5º filho daquele mãe Alemã, que decidiu ter o filho,mesmo sendo alertada pelos médico que ele não sobreviveria, e se sobrevivesse seria um "vegetal". Agora veja o legado daquele "vegetal". O maior músico de todos os tempos, mesmo ficando totalmente surdo depois de muito velho, compôs a 5ª sinfonia de Betoven. E ai meu amigo?. Abraços,e que meu Deus ilumine seu entendimento. Amém?

    2. Geraldo Magela Leal Só que nesse caso a criança é uma criança sem cérebro, uma criança que com ajuda de aparelho não iria sobreviver por muitas semanas, é um legume, não existe nenhuma possibilidade de vida além de algumas semanas, não tem como colocar um cérebro na cabeça da criança, o caso mais avançado foi de um vegetal que durou 2 anos sob ajuda de aparelhos,
      Agora se só seu deuzinho tem o direito de tirar a vida, porque não permite então deixar a encargo da divina inteligência, justiça dele a vida e deixar o bebê sem aparelhos? Veja quanto tempo dura sem ajuda da ciência.
      Agora porque vcs pró vidas não fazem campanha de dar suporte as mães? Porque depois que nasce aí pode matar a criança de fome, pode deixar nas mãos de pais que torturam seus filhos, a mãe não pode abortar, mas jogar no lixo o bebê isso ninguém fala nada, deixar a criança sendo abusada por padres e pastores isso é perfeitamente humano, mas impedir o nascimento de um vegetal isso não é de deus, que deus de porra é esse!

    3. Adevaldo Oliveira disse:

      Geraldo Magela Leal
      naquela época não se podia saber de antemão quando uma criança teria sérios problemas de saúde. Não há vida sem cérebro, quando se fala de morte é morte cerebral. A mãe vai esperar até o fim da gravidez para dar a luz uma criança que ela sabe que não vai viver. Não é o caso do Beethoven.

    4. Geraldo Magela Leal disse:

      Guilherme Kempoviki Cultura Ateísta Não sou a favor de jogar crianças no lixo ou deixar as mães desamparadas. Devemos lutar,sim, para que elas tenham uma assistência digna, independentimente se o filho é normal ou não. Eu acredito que já deva existir esse apoio e acompanhamento social sim. Só uma pergunta, Você é produto de quê afinal. será que sua mãe pensou alguma vez em abortá-lo, minha mãe sim, teve várias complicações e correu risco de morte.Já vi e vamos ver muito erros médios por ai, mesmo com toda tecnologia a favor da medicina. Estamos cansados de ver isso nas reportagens. Abraços.

    5. Geraldo Magela Leal Na verdade eu sobrevivi a um aborto, tenho várias complicações, minha mãe sempre me odiou, fui criado no meio do ódio que minha mãe sempre teve por mim, por a maldita PM ter chego na hora e conseguido fazer com que eu sobrevivesse, tudo que sou devo graças a mim mesmo, a minha luta pela minha sobrevivência.Agora nesse se só deus tem o poder de decidir sobre a vida e a morte, porque não deixa a cargo dele decidir se a criança deve ou não morrer ao invés de ser hipócrita e fazer o uso da ciência para manter um vegetal vivo?

    6. Guilherme Kempoviki Cultura Ateísta Meu querido,Deus que permitiu que você existisse,que você nascesse,quer acredite ou não.E tem mais,quando o ser humano morrer,será julgado por Jesus,que veio ao mundo como Ser humano,para Sofrer e,Morrer para sermos Salvos,mas(os que O aceitarem como Salvador) os que o Rejeitarem ou,o Desrespeitarem,por exemplo,O chamando de( deusinho) Ele no lugar de Salvador,será o JUIZ,QUE DIRÁ AOS QUE NÃO SEGUIRAM SEUS MANDAMENTOS QUE NOS DEIXOU,QUE É A BÍBLIA–"NÃO VOS CONHEÇO" crendo em Deus ou não…Será Julgado.Leia a Bíblia,verá que Maravilhas nos deixou Jesus.Ele o Ama.Abraços

    7. Ivette Garcia Tuono Chuck Norris também permitiu que vc existisse, permitiu até que seu deus existisse, se não fosse ele vc não estaria aqui hehehe.Se vc nascesse no Irã, vc iria adorar outro deus, na china outro, na Índia outro e iria usar os mesmos tipos de argumentos. A diferença é que seu livro de mitologia é apenas um plágio de outras mitologias. Mas quem permitiu que eu nascesse foi a PM que estourou a clinica de aborto, seu deus não tem nada haver com isso. Mas cuidado com suas palavras Zeus pode mandar vc para o submundo de Hades, aí sim vc vai ver o que é sofrimento.Pra mim a bíblia deveria ser censurada para menores de 18 anos, devido a tantas crueldades que há nela, é um trauma para qualquer criança ler esse livro de horrores… Os deuses te amam.Mas cuidado Hades não é dos deuses mais bem humorados…

    8. Geraldo Magela Leal disse:

      Guilherme Kempoviki Albafica . Fico triste em saber, que apesar de Deus ter usado os PM como vc disse, e as pessoas que te criaram. Porque vc disse que está vivo graças PM e a mim? quem foi que ti amamentou enquanto BB. E depois quem foi que ti educou, que te ensinou as coisas para você. Você além de ingrato, é blasfemador. Você deveria andar de joelhos em atitude de agradecimento a Deus todos os dias da sua vida, por Ele ter te dado a oportunidade de ter um encontro com Ele. Se Ele permitiu isso, tenho certeza que Ele tem um plano para sua vida. Tire essa revolta do seu coração, perdoe sua mãe, pois ela deve ter agindo num momento de desespero. Por isso Deus não permitiu que você morresse. Jesus morreu por mim e por você. Deus se importa com você. Mas cabe a você (livre-arbítrio) deixá-lo agir em sua vida, amém^. fica na PAZ.

    9. Geraldo Magela Leal Quem me amamentou foi uma profissional paga para isso, meus pais me educaram a base da pancada, de fato tive uma infância muito traumática pois meu pai era católico e minha mãe evangélica aí os dois me espancavam por não eu não conseguir acreditar em deus. Não devo nada a ninguém, muito pelo contrário minha mãe que deve pra mim, já que ela mora de favor na minha casa. Eu não acredito na porra do caralho de seu deus, nunca acreditei e jamais vou acreditar. Não sou revoltado, sou mais do que justo quanto aos fatos. A minha mãe tem uma vida muito boa, se fosse agir de acordo com que ela merece ela estaria no olho da rua, ou no mínimo presa pelos que ela me fez a minha infância toda. Graças a crença na porra do caralho de seu deus eu tive uma infância muito sofrida, fui torturado de todas as formas possíveis e imaginárias por não acreditar na porra do caralho de seu deus lazarento. Se quando criança mesmo sob tortura me recusava a acreditar por falta de evidências, não vai ser agora que vou acreditar em seres imaginários!

    10. Geraldo Magela Leal disse:

      Guilherme Kempoviki Albafica . Então meu amigo, viva a sua vida, da sua forma.Tenho certeza que você está mentido em relação a criação que seus pais te deram. Acho que tem muito mais coisas por trás disso, Mas quem sou eu pra te julgar. Já que não acredita em Deus. Então fica com vc mesmo. abraços.

    11. Geraldo Magela Leal Quem tu pensa que é para me dizer se estou mentindo ou não? Tu não me conhece, mas lhe asseguro que é verdade, só não tenho o porquê pedir seu e-mail para lhe enviar as provas de tudo que eu passei. Pra mim quem acredita em deus que continue acreditando, desde que não enfie seu livro de mitologias na nossa constituição!

    12. Geraldo Magela Leal disse:

      Guilherme Kempoviki Albafica , Ok. Não quero entrar no mérito da questão. Se você está dizendo. amém. fique na paz.

  6. Nenhum ser humano é mais humano que outro, o embrião é humano e a vida se dá por concepção, a vida deve ser celebrada e não a morte por qualquer circunstancia!

  7. EDAZ disse:

    O ESPIRITO DE HERODES ESTA PAIRANDO POR AQUI QUEREM APROVAR ABORTO PARA ESCONDER A PROMISCUIDADE DESTA SOCIEDADE QUEREM ATACAR O EFEITO MAS NAO A CAUSA DAQUI UM TEMPO VAO QUERER USAR RECEM COMO COBAIA JA VI NOTICIA DE DOIS PSEUDOS CIENTISTAS DIZER QUE NAO A DIFERENÇA ENTRE O FETO E O RECEM NASCIDO .

  8. Lúcia disse:

    Estas conclusoes da pesquisa com certeza nao tem nada a ver com crianças anencefalas. Dar a luz é dar a vida, nao é dar a morte. Receber um atestado de obito ao inves de uma certidao de nascimento, nenhum deles questiona, porque sera? O problema e o drama nao é destas pessoas, por isto a indiferença com o sofrimento e a dor do outro, ou melhor da gestante. E ainda por cima ficam lançando mais culpa e carga sobre quem esteja passando por isto neste momento. Ah, tenha dó!

  9. Raíssa você disse , que tinha outra doença, minha sobrinha faltava há metade do cérebro, quando foi descoberto querida, ela naceu normal. Desculpa de pessoas de pouca fé, que tirando estará matando uma pessoa, no dia do juizo vai prestar conta com Deus ai quero ver a leí se vai livrar as mães do lago de fogo!!!

  10. claudenir disse:

    Aborto:crime contra quem?
    O aborto no Brasil é considerado crime, exceto em casos de estupro ou risco de vida à mulher.

    O fato de ser considerado crime não desestimula a mulher a se submeter a essa prática. Anualmente, estima-se a realização de mais de um milhão de abortos no País, realizados em condições inseguras e humilhantes para a mulher, com consequências de graves danos à saúde e até mesmo a morte.

    As mulheres que mais sofrem com esse problema são as mais pobres e as afro- descendentes, portanto, um problema também de justiça social e de direitos humanos.

    Eu me lembro da época em que estava de plantão no pronto-socorro de um hospital público, e que quando chegava alguma paciente com sangramento, indicando abortamento incompleto, percebia a discriminação que ela sofria por parte de toda a equipe de saúde. Ouvia-se comentários do tipo: para ficar grávida não pensou, só gozou, agora vem chorar!; e essa paciente era humilhada, aguardava calada durante horas para ser atendida, muitas vezes, sendo feita a curetagem sem anestesia, e ouvindo toda a sorte de repreensões.

    Além disso, mesmo quando a paciente registra um Boletim de Ocorrência e consegue uma ordem judicial para a prática do aborto, o médico pode se recusar a cumprir por razões pessoais. Começa então uma verdadeira peregrinação à procura de um médico que atenda essa paciente.

    O que acontece na realidade são os abortamentos provocados através de quedas, introdução de objetos no útero (agulhas, arames, cabides) ou de substâncias cáusticas, em ambientes inadequados.

    O problema é grave e complexo e não se resume à esfera penal ou religiosa, e sim à questão social, cultural, econômica, política, de saúde e direitos da mulher.

    Eunice Hi

  11. Pela vontade dos 3, pois ao casal cabe o ato sexual em si, mas a concepção cabe Deus. Se o casal quiserem ter filhos pela vontade deles, sem o consentimento de Deus, não obteriam sucesso. Mesmo que eles tentassem de tudo para ter o filho. O fazer está nas suas mãos, mas o realizar está nas mãos de Deus. ok.?. respondido sua pergunta? ou ainda tem dúvidas. Abraços.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *