Escritor Max Lucado afirma que a Igreja precisa comunicar o Evangelho de maneira simples

7

O pastor e escritor Max Lucado é autor do livro Um Presente para Todos, que é o primeiro título distribuído em e-book pelo Gospel+ Digital, novo canal de literatura cristã do portal Gospel+.

Numa entrevista à revista Cristianismo Hoje, Lucado afirma que a igreja contemporânea necessita de um Evangelho simples, e fala sobre suas lembranças do tempo em que foi missionário no Rio de Janeiro.

O autor entende que o cristianismo precisa modernizar a forma como comunica sua mensagem para conseguir êxito nos tempos atuais: “A Igreja […] necessita saber que estamos numa época em que precisamos estudar um Evangelho simples. E como fazer isso? Explicando tudo numa frase bem simples, expressando opiniões mais simples ainda. Então, considero o texto de João 3:16 como uma passagem ideal”, ilustra Lucado, citando o versículo mais conhecido do Novo Testamento.

Um exemplo da necessidade de mudança na forma como a Igreja deve se comunicar está no mais traumático capítulo da história norte-americana neste século: o atentado de 11 de setembro.


“Eu me lembro de que nos primeiros dias após o atentado, todas as igrejas estavam lotadas. Só que o tempo passou e as pessoas não permaneceram naquela busca pelo Senhor. Agora, está tudo normal. Infelizmente, o cristianismo não influencia os Estados Unidos. Aliás, os Estados Unidos não são um país cristão, mas um país que tem cristãos. Um país cristão glorifica a Cristo em suas decisões e os Estados Unidos não estão fazendo isso. Eu acho que os Estados Unidos não estão crendo no Senhor como a Coréia do Sul, o Brasil ou a China”, declarou o escritor.

Falando sobre o Brasil, Lucado diz guardar com bastante carinho as lembranças do tempo em que viveu por aqui. Sua carreira como escritor começou em 1985, quando morava no Rio de Janeiro.

“Tenho um amor especial pelo Brasil! É o melhor povo do mundo. Os brasileiros me ensinaram muito sobre relacionamento. Na juventude, eu passei um verão no Brasil como estudante universitário. Então, acabei me apaixonando pelo país, e desde então sabia que o seu país era onde eu queria morar. Eu tenho três filhas, sendo duas nascidas no Brasil, logo, eu e minha família temos raízes profundas com esse país. Eu ainda tenho muito amigos no Brasil, especialmente nas cidades do Rio de Janeiro, Natal, Recife e São Paulo. Eu também tenho lembranças de Porto Alegre e Curitiba. Foi um privilégio viver aqueles anos em seu país”, afirmou o pastor e escritor.

A respeito da constante luta entre as igrejas protestantes e a Igreja Católica, Lucado diz acreditar que a disputa não contribui em nada para o crescimento espiritual dos fiéis: “Eu acho que ser cristão é ser uma pessoa cujo Deus é o Senhor e que tem a Jesus Cristo como único salvador. Ora, não podemos ser salvos sem Cristo! Eu não acho que todos os caminhos levam a Deus. O que faz uma pessoa cristã não é a igreja que ela frequenta; por isso, acho que há verdadeiros cristãos tanto na Igreja Católica quanto nas igrejas protestantes. Todavia, há muitos católicos que não são cristãos, como também há muitas pessoas que pertencem a igrejas evangélicas que não o são”, pontuou.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


7 COMENTÁRIOS

  1. Eu pensei ao começar a ler o texto do pastor acima, Marcos Lucado que seria como um comentário de um T.L Osborn ou de um Gordon Lindsay ou como kenneth E Hagin, mas vejo que me enganei pois o mesmo nao trouxe nada que nao sabemos, ora ate o mais simples dos crentes assim como eu estamos cansados de saber que nome de igreja nao Salva o ser humano e com certeza em todas as igrejas tem os corretos e os nao corretos, os que lutam e os que nao lutam por suas crenças estando ou nao na verdade, mas discordo pia mente com o mesmo porque o meio que Deus estabeleceu para o ser humano alcançar o ser salvo para a eternidade em muitas igrejas nao segue como diz o maior de todos os Apostolos se o que os ensinos que a bíblia nos diz são mentiras então somos os mais infelizes dos humanos da terra, poque um crente verdadeiro renuncia a tudo o que tem de bom para o mundo e claro, pois bem sabemos que o que tem de bom para o mundo para o crente e proibido se todos vierem a ser salvos então realmente nao tem galardão, mas sabemos que Passara os céus e a terra mas a palavra de DEUS jamais jamais jamais PASSARA

  2. Na verdade o que a igreja precisa viver é o evangelho de forma verdadeira tentando agradar a Deus e não aos homens. Precisamos tomar cuidado e entender o que é um “evangelho simples”. Algumas igrejas evangélicas devem para de pregar teologias não-bilibicas como a tala teologia da prosperidade, o tal do G12 entre outras que tem por finalidade trazer o povo a igreja e agradá-los, rever tanta enganação e valorização ao dinheiro como muitos pastores fazem. Tem até máquina de cartão de crédito em determinadas igrejas… Será que estão agradando a Deus? Sendo crente, congrego na minha igrja, mas tem muitas coisas erradas e girtantes que observo por ae. Me envergonho dessas pessoas que não dão a importância devida a palavra de Deus. Quanto ao 11 de setembro não esperem as pessoas irem as igrejas, vão até elas visitarem saberem se estão precisando como muitas igrejas evangélicas estão apoiando as igrejas perseguidas sofrendo lá fora pelo nome de Jesus. Me lembro de muitas pessoas que foram curadas na bíblia, algumas ficarma, poucas voltaram para agradecer. O povo evangélico precisa se aproximar mais do povo judeu tbém, amar Israel daonde veio Jesus “judeu”, Abraão nosso Pai da fé por quem veio a promessa que se estendeu desde os judeus aos gentios que somos nós, hoje temos os judeus messianicos que seguem a biblia fielmente como nós crentes e não querem tornar ninguém judeu, com a preocupação de viver fielmente o verdadeiro evangelho. Precisamos viver um evangelho verdadeiro, “não como queremos” de aparência, mas como foi pregado na palavra, “como Jesus pregou”… Buscar a verdade, através das escrituras, historicamente, na raiz, Israel tem algo sobrenatural. Mas tbém precisamos sair por ae fazendo boas obras, amando e alimentado os pobres, vestindo a quem tem fome, consolando as que estão tristes… Precisamos conhecer a palavra inteira, ler meditar viver a palavra de Deus, e não engolirmos tudo o que escutamos… O povo esfria porque vai atrás dos lideres da Igreja, ao invés de ir atrás do verdadeiro líder Jesus Cristo… Esse é o meu ponto de vista, nasci no meio católico e me converti sou crente na palavra de Deus pura e verdadeira, tudo que está fora da Bíblia não aceito!!! A palavra de Deus é meu manual diário com a ajuda do Espírito Santo revelando a verdade…

  3. Na igreja assembleia de Deus ministério missão pelo menos na minha congregação não vejo nada de complicado em nossas pregações nem tampouco em nossos temas de pregação ate porque são as igrejas que mais dao primasia a Salvaçao e dificio uma pregação em nossas igrejas que não esteja ligadas a Salvaçao pois este e o nosso maior intento trazer o ser humano ao arrependimento e aceitar Jesus como seu salvador e consequentemente alcançar a salvação em nossas doutrinas nossos ensinos nossas escolas dominicais estamos sempre a doutrinar a ensinar e quando já batizados nas aguas o ensino para alcançar o batismo no ESPIRITO SANTO -agora realmente muitas são as denominações que estão ai a ensinar coisas que não tem nada de ensinos dos verdadeiros caminhos do SENHOR JESUS, com um evangelho diferente para o modernismo liberalismo e prosperidade isto e fato

    • Concordo com o irmão Ricarte. Também faço parte da Assembléia de Deus Expansão do Evangelho e o nosso ministério tem como finalidade levar o nome do Senhor Jesus a todos aqueles que precisam de salvação. Nossas pregações são simples e fáceis de entender sempre exaltando o nome do Senhor Jesus.

  4. Maravilhoso escritor! Meu inspirado!

    O evangelho de Cristo é mesmo simples e maravilhoso! Deus amou o mundo profundamente e ponto. A salvação é de graça para quem aceitar o Senhor Jesus!

  5. Porque surgirão falsos cristos e falsos profetas, e farão tão grandes sinais e prodígios que, se possível fora, enganariam até os escolhidos. Mateus 24:24

  6. Concordo plenamente com o disse o digníssimo escritor e pastor Max Lucado sobre a simplicidade do Evangelho, dando como exemplo Jo 3.16. Isto me deixou mais a vontade diante da sofisticação dos pastores/pregadores de hoje. Eles preocupam mais com uma excelente oratória e, na maioria das vezes nada do Evangelho e sim só falam sobre o Velho Testamento, contando histórias com muito ênfase mas, sem alcançar almas. Com a simplicidade do Evangelho, sinto confiante e a vontade para ganhar almas para Jesus.

DEIXE UMA RESPOSTA