Morte de pastor em suposto suicídio deixa membros de igreja chocados: “Nunca compreenderemos o que aconteceu”

23

O pastor Robert McKeehan, 42 anos, líder da The Community Bible Church, na cidade de High Point, Carolina do Norte, teria cometido suicídio na última sexta-feira, 11 de abril, e sua morte deixou os membros da denominação em choque.

As circunstâncias da morte ainda não estão muito claras, mas um relatório da Polícia dá a entender que ele teria se enforcado: “Após a nossa chegada, fomos informados de que o pastor foi encontrado pendurado e sem resposta. Após a nossa investigação e primeiros socorros, a vítima foi declarada morta às 08:43 a partir de um aparente auto-enforcamento”, dizia trecho do documento revelado pelo Christian Post.

Os líderes da denominação manifestaram pesar pela morte do pastor: “Como você pode imaginar, tem havido muita dor. Estamos tristes, é claro – vamos ser mais pobres pela perda – mas também estamos tentando ajudar as pessoas a entender que mesmo que este não é o caminho que teria escolhido, Deus é soberano, e nós está ainda devemos louvar e adorar o nosso Deus”, afirmou Richard Curtis, presidente do conselho da igreja.

“A realidade é que nunca poderemos compreender exatamente como e por que isso aconteceu. Assim como aqueles que conduzem, os pastores são humanos e sujeitos a todos os mesmos ensaios, emoções e lutas”, disse Curtis ao Christian Today.


No último domingo, Rob Black, um dos pastores auxiliares da igreja, usou a passagem de Deuteronômio 29:29 para consolar os fiéis: “As coisas encobertas pertencem ao Senhor nosso Deus, mas as reveladas pertencem a nós e a nossos filhos para sempre”.

McKeehan, sua esposa, Elizabeth e seus filhos, John e Scarlett, haviam sido chamados para liderar a Community Bible Church em 2010, e segundo o presidente do conselho, o entrosamento com os membros foi imediato. “Ele era um professor incrivelmente talentoso da palavra de Deus. A visão da nossa igreja é de tornar pessoas quebradas em pessoas restauradas em Cristo, e Robert foi o tipo de pastor que se encaixou na nossa congregação. Eles sabiam que ele viveu essa afirmação. Eles [os fies] sabiam que precisavam de Cristo para fazê-los completos, e eles sabiam que poderiam olhar para o pastor como alguém que os entenderia e ajudaria”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


23 COMENTÁRIOS

  1. Lendo o relato e os comentários eu tenho uma coisa a dizer. Nós seres humanos estamos sujeitos a sentimentos diversos, quando passamos por uma depressao entendemos um monte de coisas, dizer que ele nunca foi convertido é se sentir um super cristão, julgando as ações dele… as dores da alma sao muito fortes, pra mim, pra você e para todo aquele que é humano. Julgar este homem nao é algo para nós. Devemos parar e meditar, no que o ser humano é capaz de fazer num momento de desespero. Ele estava com uma luta interna muito grande. E nunca enfrentou uma luta? Você pode bater no peito e dizer em alto e bom tom ” eu jamais faria isso” ??? #pense.

  2. Sinto muito em dizer mas a bíblia é bem clara para os que cometem tal ato. Muitos aqui estão precisando ler mais as Sagradas escrituras. Já sobre essa velha passagem do ”Julgueis para não ser julgado” muitos cristão interpretam erroneamente esse versículo. Suicídio não tem perdão para Deus e ponto final.

  3. Amados,
    – O que foi falado sobre a POSSíVEL morte por suicídio do Pr, é ainda uma suposição. Tampouco se sabe a real causa da morte, então não começem a julgar para não ser almadiçoado.
    “Não julgueis, para que não sejais julgados. Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós. E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
    Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
    Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão”. Mateus 7:1-5
    – Outra coisa: quer vc queira ou não, ele era um ungido do Senhor.
    “E disse aos seus homens: O SENHOR me guarde de que eu faça tal coisa ao meu senhor, ao ungido do SENHOR, estendendo eu a minha mão contra ele; pois é o ungido do SENHOR”. 1 Samuel 24:6
    – Então cuidado nas suas palavras de acusação, antes de saber de toda a verdade.
    “O que pleiteia por algo, a princípio parece justo, porém vem o seu próximo e o examina”. Provérbios 18:17
    Lembrem-se de quem eram os verdadeiros fariseus e hipócritas, senão aqueles que acusavam ao Senhor Jesus. Portanto exorto a todos que Maldiceram (fizeram Maledicências) contra o Pr que faleceu.
    “Mas agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca”. Colossenses 3:8
    Ao invés de fazerem isso, falar mal das pessoas, vão Ler a Bíblia e buscar serem parecidos com Jesus e não com o diabo.
    Que o Senhor Deus possa vir a trazer arrependimento aos nossos corações para buscarmos e entrarmos na presença dEle com ousadia.

DEIXE UMA RESPOSTA