“Não há futuro para Israel na terra da Palestina”, declara o Hamas

4

Segundo informações publicadas pelo jornal The Jerusalem Post, o primeiro-ministro do Hamas, Ismail Haniyeh, disse para uma delegação pró-palestina internacional que não há futuro para Israel “na terra da Palestina”. A autoridade do Hamas evocou os primórdios da organização extremista ao declarar que “nós precisamos viver em busca do nosso lema… que diz que nós nunca reconheceremos Israel”.

Em 1988, quando o Hamas foi fundado, foi estabelecida uma Carta de Fundação, o Pacto do Hamas, com 36 pontos que sempre foram os principais objetivos da organização. Conheça alguns dos pontos mais polêmicos e entenda onde se baseia o Movimento de Resistência Islâmica (Hamas) para promover, ainda nos dias de hoje, esse discurso de ódio.

Sobre a destruição de Israel

“Israel existirá, e continuará existindo, até que o Islã o destrua, da mesma maneira que destruiu outros no passado” (Prefácio).

Negação à negociação por acordo de paz

“As iniciativas [de paz], e as chamadas soluções pacíficas e conferências internacionais contradizem os princípios do Movimento de Resistência Islâmica (…) Estas conferências não são mais do que um meio para designar infiéis como legisladores nas terras do Islã (…) Não existe nenhuma solução para o problema palestino senão por meio da Jihad. As iniciativas, as propostas e as conferências internacionais não são mais do que uma perda de tempo, um exercício inútil” (Artigo 13).


Condena o tratado de paz entre Israel e Egito

“O Egito foi, em grande medida, afastado da luta [contra o sionismo] devido ao traidor Tratado de Camp David. Os sionistas tentam conduzir os outros países árabes a acordos similares com o objetivo de distanciá-los da luta (…) Abandonar a luta contra o sionismo é alta traição, e será desprezado quem realizar um ato igual” (Artigo 32).

Instigação antissemita

“O Dia do Juízo não chegará até os muçulmanos lutarem contra os judeus e os matarem. Então, os judeus se esconderão por trás das rochas e árvores, e estas gritarão: ‘Oh, muçulmano! Um judeu se esconde por trás de mim, vem para matá-lo'” (Artigo 7).

4 COMENTÁRIOS

  1. a ultima resposta é de deus e deus sabera cumprir , a terra de israel será sempre de israel , um novo israel surgira, e ninguem ouse tirra a terra de israel aos que deus destinou, porque deus voltara a pelejar, seja com quem for,, em breve surgirá 2 profetas, como moises, surgio no egipto, e castigara as naçoes que se opuserem a israel, sera limpo de todos que nao forem pela paz de jerusalem, profeta israel

  2. Felizmente Jeovah (Alah) é maior que o Hamas. Há prevalecer a profecia de Deus conforme Josué 1:3 "Todo lugar que pisar a planta do vosso pé, vo-lo tenho dado" ou todo território que Deus concedeu ao povo hebreu através de Moisés e Josué, é originalmente Terra Prometida. Mais tarde Deus permitiu que o Rei Davi conquistasse mais terra por direito de propriedade. Toda a terra que Deus deu aos hebreus naquela ocasião, é território israelita. O que Israel tomou fora dessa profecia e por usurpação deverá ser devolvido. Deus não aceita o mal-feito. O problema é que os territórios ocupados por Israel são na verdade uma defesa estratégica porque não se pode confiar no radicalismo dos árabes. Mas Israel jamais será destruído. Jeovah ou Alah manterá sua promessa a Moisés e a Josué. Isso não quer dizer que Israel seja intocado. O povo judeu vem padecendo através de sua história e continuará sofrendo as consequências de serem de "dura cerviz".
    Nessa profecia existe uma mensagem de conforto para todo o cristão de hoje:"Creia na promessa de Deus! Transforme-se num conquistador de promessas! Não se esqueça de que Deus nunca se engana, nunca mente. Ele nunca faz promessas que não possa cumprir. Por isso tão somente creia, com todo o teu coração, que Deus lhe fará o melhor, e que segundo a sua vontade lhe concederá o desejo do teu coração!"

    • Marco Antonio Jeovah, Alah, Rafah, Jeréh, Yoshua, e diversos outros nomes em hebraico, latim e outras demais idiomas, são o mesmo Jesus e/ou Deus que para nós. Porém os conceitos religiosos é que são diferentes, contudo Deus é o mesmo hoje, sempre e sempre será. Para isso basta que estudemos a Bíblia mais a fundo, e façamos as comparações sobre so nomes diversos em idiomas diversos e veremos que assim o é!
      No caso acima estão em jogo exatamente os conceito sobre os direitos de um povo e outro, contudo os dilemas lá irão continuar até que Deus intervenha e faça valer Sua vontade e não a nossa.

  3. Há remanescentes em Israel. Há um povo ali que crê nas promessas de Deus e crê que Jesus é o Filho de Deus. O Messias. Por eles, devemos orar para que Deus os fortaleça. E que os outros israelitas vem ter discernimento e que venham para Jesus, pois a terra prometida, não é aqui.

  4. Olhem só… os palestinos ganharam o direito de viver em certo espaço, dentro do território de Israel, e agora estão botando as unhas de fora…querem todo o espaço físico de Israel. COITADOS…LOUCOS…CEGOS…é isso o que eles, o hamas, são. ESTÁ ESCRITO: ISRAEL É A MENINA DOS OLHOS DE DEUS. Amém. Aleluia.

    • A História não é bem esta e não é tão simples….

      Se nos basearmos que os judeus tem direitos na palestina por causa de um livro a "biblia", então o brasil tem que ser devolvido aos indios, o peru aos incas…a inglaterra aos bretões, a frança aos gauleses…
      fora que quando os judeus se espalharam… uma parte ficou em israel, depois estes que ficaram, foram convertidos ao cristianismo…depois por volta do ano 700, foram convertidos ao islamismo….palestinos mulçumanos são descedentes diretos do judeus….. enquanto que estes atuais, são descedentes de europeus, muitos louros e mais claros, nem parecem mais semitas…
      quem é o dono então??? se acharem restos de pedro, maria, ou paulo e fizerem testes de DNA, o palestinos mulçumanos estão bem mais proximos…..fora que foi uma sacanagem da ONU, os europeus queriam se livrar do restante dos judeus que hitler não matou, e criaram ISRAEL…. empurrando um problema para o oriente médio, se aproveitando do SIONISMO, existente entre os judeus europeus…e deixaram os palestinos mulçumanos sem pátria…e mesmo assim israel ainda invade terras que segundo ONU, seria dos palestinos sem pátria reconhecida
      paz

  5. Aguarde auxilio dos aliados comunistas marxistas Rússia, China, Irã, Cuba, Venezuela, Coréia do Norte… Paquistão… Dentro de poucos anos os EUA pode perder a liderança global para a China, e a OTAN com a Europa em crise pode não fornecer mais segurança para os Judeus..

  6. Aguarde auxilio dos aliados comunistas marxistas Rússia, China, Irã, Cuba, Venezuela, Coréia do Norte… Paquistão… Dentro de poucos anos os EUA pode perder a liderança global para a China, e a OTAN com a Europa em crise pode não fornecer mais segurança para os Judeus.

  7. Irmãos, é bíblico! Israel será cercado pelas nações e será o pivô da grande crise mundial, da falta de ordem na questão da segurança e da economia mundial, é necessário que aconteça, o anti-Cristo virá para resolver esta questão, a ordem mundial dependerá disto! São as portas da Grande tribulação sendo mostradas!
    Glória a Deus!

  8. Deus é um titulo, mas Jeovah e Allah não são a mesma pessoa, como citou nosso irmão jose mauro… Esse conceito favorece ao islã, devemos tirar isso do nosso vocabulário… digo mais Allah é o mesmo satã e Geovah o Deus de israel, o Deus da biblia. shalom…

  9. acredito que ISRAEL não poderar ceder um palmo de terra p/ terroristas . o que tem que ser feito e colocar eles em um cural e vigiar- los até a hora que eles estiver dormindo. com terroristas não si negoscia mas aniquila o mal pela rais . mas tudo si consegue com um dialogo e acordo.

  10. Se nos basearmos que os judeus tem direitos na palestina por causa de um livro a "biblia", então o brasil tem que ser devolvido aos indios, o peru aos incas…a inglaterra aos bretões, a frança aos gauleses…
    fora que quando os judeus se espalharam… uma parte ficou em israel, depois estes que ficaram, foram convertidos ao cristianismo…depois por volta do ano 700, foram convertidos ao islamismo….palestinos mulçumanos são descedentes diretos do judeus….. enquanto que estes atuais, são descedentes de europeus, muitos louros e mais claros, nem parecem mais semitas…
    quem é o dono então??? se acharem restos de pedro, maria, ou paulo e fizerem testes de DNA, o palestinos mulçumanos estão bem mais proximos…..fora que foi uma sacanagem da ONU, os europeus queriam se livrar do restante dos judeus que hitler não matou, e criaram ISRAEL…. empurrando um problema para o oriente médio, se aproveitando do SIONISMO, existente entre os judeus europeus…e deixaram os palestinos mulçumanos sem pátria…e mesmo assim israel ainda invade terras que segundo ONU, seria dos palestinos sem pátria reconhecida
    paz

    • Marco Antonio

      leu meu texto??? quem tem mais sangue da tribo dos hebreus??? os palestinos atuais ou os que vieram com o sionismo da europa, muitos com olhos azuis dos nordicos???
      quem disse que os hebreus não eram bárbaros comparados com povos a sua volta??
      judeus e arabes são primos biblicos… eles cumprem mais o AT, que os cristãos.

      Fora que a biblia foi uma tradição oral, por 3000 anos…passava de boca em boca. lembra aquela brincadeira infantil "telefone sem fio"??? vc acha confiavel?? o que o texto acima mostra que não. os hebreus eram atrasados perto de outros povos, HINDUS, CHINESES, EGIPICIOS, SUMÉRIOS, ETC… ainda viviam em tenda, quando estes povos já tinnham grandes cidades, cultura, religião propria etc…..estes povos já tinham escrita, os judeus demoraram a ter escrita… alguns textos do AT, foram escritos por volta do ano 1000ac… mas a maior parte só foi escrita por volta de 500/600ac
      ISTO É HISTÓRIA E CIÊNCIA, O RESTO É SÓ FÉ CEGA EM UM LIVRO ANTIGO
      tanto palestinos atuais, quanto judeus sionistas que vieram da europa, são um só povo, DNA unico
      PAZ

DEIXE UMA RESPOSTA