Internacional

Número de muçulmanos quase dobrou no último século, enquanto cristãos pararam de crescer, aponta estudo

Comments (10)
  1. Gilberto disse:

    O Islã é a religião do terror, da falta de educação e intolerância! Cresce a base de altas taxas de natalidade e de conversões forçadas. Parece muito com o Catolicismo Romano na era medieval. Mas, graças a Deus, que nada escapa ao controle de Deus, nem mesmo o Islã, que terá o fim que merece… Quem vai julgar o Islã é Deus!

  2. Afonso disse:

    Adorei! Islamismo Forever!

  3. levi varela disse:

    Á força, cresce, pois do que se vê, é uma imposição, a não garantia de liberdade dos outros cultos, então cresce mesmo.

    Assim até mesmo o cristianismo cresce, mas Cristo e Deus não querem ninguém à força.

  4. sim sim disse:

    Está noticia na verdade é bem vinda, sim pois sabemos agora que o Senhor está mais próximo. Claro mostra que o filho da escrava, está se organizando e preparando a entrada do homem que vem junto ao caos, a saber a abominação, e é necessário que ele venha, pois a igreja vive os ultimos dias sobre a terra.

  5. danilo disse:

    Mesmo na vida do verdadeiro cristão há duas naturezas que lutam entre si: a carnal e a espiritual!
    Enquanto o verdadeiro cristianismo ensina o perdão, o domínio das paixões carnais e o desapego aos bens materiais, o Islã apóia e fomenta os mais baixos instintos existentes no homem (gênero masculino): a violência (inclusive contra a mulher), o sexo (incluindo ai a pedofilia!) e o materialismo…
    Qual das duas “religiões” o homem natural vai preferir?????

  6. ERIVALDO FEITOZA disse:

    ESTUDO O ISLÃ A MAIS DE 10 ANOS. E ISSAS NOTÍCIAS NÃO SÃO DE BRINCADEIRA,ACHO QUE EM VES DE FICARMOS DESCUTINDO E DANDO OPINIÕE SEM LÓGICA,DEVERIAMOS ENQUATO AIDA PODEMOS,DESCERMOS EM ORAÇÃO PELOS SEGUIDORES DO ISLÃ….E CAIRMOS NO CAMPO PRA GANHARMOS ALMAS PRA JESUS

  7. paulo disse:

    Na verdade na África há mais Cristãos do que Muçulmanos, na China e na Rússia há mais Cristãos. A melhor fonte de dados religiosos é o Pew Search Fórum, lá diz que os Cristãos convertem 2,5 milhões por ano enquanto no Islã são apenas 800 mil, a outra forma de aumento é o nascimento já religioso cujo Cristianismo ainda detém o primeiro lugar com 25 milhões contra 22 milhões de Muçulmanos. O engraçado da matéria é como ela se contradiz ao citar que o crescimento dos Cristãos parou, ora estagnou a porcentagem, o crescimento em números subiu ainda mais que o islã, eram 600 milhões em 1910 e hoje são 2.3 bilhões, aumento de 1.7 bilhões, enquanto o Islã tinha 210 milhões em 1910 e hoje tem 1.6 bilhões, aumento de 1.4 bilhões. Cuidado pra não confundir aumento com porcentagem, a porcentagem de Muçulmanos aumentou pq eles ainda são menos que Cristãos, mas nesse tempo o número de Cristãos aumentou e aumenta ainda mais.

  8. oliveira de deus disse:

    A Religião do Islã é como uma criança barulhenta que ninguém dá atenção, pouco se vê ateus criticando o Islã como se faz com o Cristianismo, não se vê livros, filmes, músicas inspirados no Islã como na arte ocidental, nunca houve reformas no Islã como o Protestantismo, Iluminismo,… os pensadores ignoraram e ainda ignoram o Islã, existem muito mais estudiosos sobre os Evangelhos do que sobre o Alcorão que até hoje é ignorado, os muçulmanos vivem entre 4 paredes, nunca olham em volta ou nunca são olhados. Desde a queda do Império Otomano que os países árabes são lotes de venda dos países europeus Cristãos, o mundo todo cerca a figura de Jesus Cristo, mas sobre Maomé só se vê figuras pejorativas, até pra um muçulmano Jesus é mais falado que Maomé, as vezes fico pensando como o Cristianismo é tão mais representativo que o Islã. Pergunte a um chinês ou a um Índio Americano como Maomé morreu, mas até o cachorro do meu vizinho sabe da Crucificação de Cristo.

  9. Marcello Camargo disse:

    O problema do Cristianismo são as dissidências e estas dissidências acabam sendo predadoras do próprio cristianismo. Cada dissidência segue Deus da sua forma e desacreditam as outras. É claro que a responsabilidade sobre isso vem da época em que o Vaticano favoreceu o interesse particular de seus lideres em detrimento para religião. Como resultado disso hoje temos enumeras versões do Cristianismo. Por que acreditar no Cristianismo se seus próprios seguidores o negam.

    Muitas pessoas, na Alemanha por exemplo, estão abandonando as igrejas para seguir os ensinamentos de Jesus sem a intervenção de padres, nem pastores nem do VT. Deus diz para nos amarmos mas depois nos ínsita a matar, nos manda para o inferno, se não o aceitarmos Ele se vinga… Tem pastor que parece estar possuído quando prega.

    Isso tem que acabar. Só existe uma verdade sobre Deus e se as igrejas quiserem que o Cristianismo sobreviva a este século é bom começarmos a mudar de conduta.

  10. Hubner disse:

    Existem muitas religiões no mundo e muitos livros tidos como sagrados. Em meio a tudo isso, há uma maneira segura de reconhecermos a verdadeira Palavra de Deus e o seu plano de salvação. A Bíblia Sagrada prova ser verdadeira.

    Esse estudo está disponível em Evangelismo.blog.br. Nele, você descobrirá o engano do profeta Maomé, que sem qualquer fundamento ou verdade, afirmou que o Senhor Jesus Cristo nos ensinou a morrer e também a “matar” pela causa de Deus (Sura 9:111 – Alcorão).

    Convido a todos os muçulmanos que porventura acessarem esta notícia a raciocinarem:

    Faz sentido levar uma vida casta na terra (o Alcorão ensina isso) para depois no paraíso levar uma vida promíscua e libertina, com setenta virgens? Onde está a lógica nisso?

    Evangelismo.blog.br
    …………………….

  11. CRIS disse:

    O MUNDO CRISTÃO TEM AS ARMAS MAIS PODEROSAS DE TODOS OS TEMPOS, TEM MAIOR RIQUEZA, OS MEIOS DE COMUNICAÇÕES ESTÃO NO DOMINIO CRISTÃO. SE OS CRISTÃOS UTILIZASSEM DA FORÇA E VIOLÊNCIA PARA IMPÔR O CRISTIANISMO PARA AS NAÇÕES, , AOS POVOS COMO FAZEM O ISLAMISMO (CRESCE DEVIDO A ISSO), JA TERIAMOS 10 PLANETAS TERRAS SE DECLARANDO CRISTÃOS FORÇADAMENTE NO UNIVERSO…. PELO FATO DOS CRISTÃOS RESPEITAREM E VALORIZAREM A LIBERDADE INDIVUAL, A LIVRE ESCOLHA, AINDA SOMOS 33 % DA POPULAÇÃO MUNDIAL. MAS COM ISSO DESFRUTAMOS DA LIBERDADE E AUTONOMIA EM TODOS OS SENTIDOS, ENQUANTO AS NAÇÕES ISLÂMICAS TRANSFORMARAM-SE EM ROBOZINHOS CONDICIONADOS E MANIPULADOS PERDIDOS SEM DIREÇÃO E ESTAGNADOS NO SABER..

    1. Maomé morreu envenenado. E tentou, a todo custo, reverter o efeito do veneno. Um profeta de Deus saberia sobre o envenenamento – seria avisado pelo Senhor DEUS. Assim como saberia da sua morte (como ocorreu com Moisés Deuteronômio 34;1 a 5) e com outros; como sabia Jesus, da sua (Marcos 8;31). Além de quê, os profetas de Deus representava um Deus de misericórdia com aqueles que O obedeciam. E Maomé, na contra-mão mão disso, ‘almadiçoou’ os cristão, no seu leito de morte. E sabe porque e por quem ele foi envenenado? Por uma mulher – judia – que teve seu pai, tio, e marido mortos – degolado, aliás, da mesma forma que matam hoje seus seguidores, o povo cristão – pelo tal (FALSO) ‘profeta’. mateus 24;24. A paz do Senhor Jesus seja para com todos os que n’Ele creem.

  12. saib fahir kindarji disse:

    o mundo se tornará muçulmano, pois é a única revelação da verdade. o alcorão representa a única verdade, ao passo que demais livros nada mais são do que mitologias, sem fundamento algum.

    1. Fábio disse:

      Desde de quando esse alcorão representa á verdade? Ah vá! Só a biblía representa a verdade e os acontecimentos no mundo!

      1. victor disse:

        kkkkkkkkk piada né, essa religião de violencia que julga os outros como se fossem deus, n odia que a maioria das pessoa se tornarem muçilmanad vc pode ter certeza que o fim esta proximo, mohamed é um falso profeta.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *