Número de muçulmanos quase dobrou no último século, enquanto cristãos pararam de crescer, aponta estudo

10

Enquanto o extremismo muçulmano cresce a cada dia mundo afora, uma pesquisa sobre religião no mundo pode despertar uma nova preocupação para os cristãos: o islamismo tem crescido a taxas mais altas do que o cristianismo.

De acordo com o site Christianity Today, o levantamento aponta que o número de cristãos estagnou, enquanto o número de adeptos ao islamismo aumenta exponencialmente.

O consultor de missões Dick Slikker, do grupo cristão Project Care, apresentou dados que mostram um comparativo entre o número de cristãos e muçulmanos entre 1900 e 2010. No período, a proporção de cristãos no planeta se manteve a mesma, enquanto os muçulmanos quase duplicaram a quantidade de fiéis.

O relatório aponta ainda dados mais específicos do comparativo:


Os cristãos formavam 34,5% da população do mundo em 1900, mas caiu para 32,9 % em 2010;
Muçulmanos eram 12,3% da população mundial em 1900, e em 2010 já somavam 22,5%;
Nesse período, o cristianismo teve a maior taxa de crescimento na África, aumentando 37% o número de fiéis no continente;
O oposto foi registrado na Europa, onde o cristianismo teve sua maior queda: perda de 30% dos fiéis;
Na década de 1980, havia mais muçulmanos do que fiéis católicos romanos

Para reverter o quadro, Slikker afirma que “Seria de grande importância identificar os fatores por trás desses acontecimentos”. Mesmo sem saber as causas de forma efetiva, Slikker acredita que os números de decréscimo do cristianismo se devem ao “aumento do materialismo, o secularismo, o racionalismo, e à rejeição da noção de autoridade espiritual fora de si mesmo”.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+

10 COMENTÁRIOS

  1. O Islã é a religião do terror, da falta de educação e intolerância! Cresce a base de altas taxas de natalidade e de conversões forçadas. Parece muito com o Catolicismo Romano na era medieval. Mas, graças a Deus, que nada escapa ao controle de Deus, nem mesmo o Islã, que terá o fim que merece… Quem vai julgar o Islã é Deus!

  2. Á força, cresce, pois do que se vê, é uma imposição, a não garantia de liberdade dos outros cultos, então cresce mesmo.

    Assim até mesmo o cristianismo cresce, mas Cristo e Deus não querem ninguém à força.

  3. Está noticia na verdade é bem vinda, sim pois sabemos agora que o Senhor está mais próximo. Claro mostra que o filho da escrava, está se organizando e preparando a entrada do homem que vem junto ao caos, a saber a abominação, e é necessário que ele venha, pois a igreja vive os ultimos dias sobre a terra.

  4. Mesmo na vida do verdadeiro cristão há duas naturezas que lutam entre si: a carnal e a espiritual!
    Enquanto o verdadeiro cristianismo ensina o perdão, o domínio das paixões carnais e o desapego aos bens materiais, o Islã apóia e fomenta os mais baixos instintos existentes no homem (gênero masculino): a violência (inclusive contra a mulher), o sexo (incluindo ai a pedofilia!) e o materialismo…
    Qual das duas “religiões” o homem natural vai preferir?????

  5. ESTUDO O ISLÃ A MAIS DE 10 ANOS. E ISSAS NOTÍCIAS NÃO SÃO DE BRINCADEIRA,ACHO QUE EM VES DE FICARMOS DESCUTINDO E DANDO OPINIÕE SEM LÓGICA,DEVERIAMOS ENQUATO AIDA PODEMOS,DESCERMOS EM ORAÇÃO PELOS SEGUIDORES DO ISLÃ….E CAIRMOS NO CAMPO PRA GANHARMOS ALMAS PRA JESUS

  6. Na verdade na África há mais Cristãos do que Muçulmanos, na China e na Rússia há mais Cristãos. A melhor fonte de dados religiosos é o Pew Search Fórum, lá diz que os Cristãos convertem 2,5 milhões por ano enquanto no Islã são apenas 800 mil, a outra forma de aumento é o nascimento já religioso cujo Cristianismo ainda detém o primeiro lugar com 25 milhões contra 22 milhões de Muçulmanos. O engraçado da matéria é como ela se contradiz ao citar que o crescimento dos Cristãos parou, ora estagnou a porcentagem, o crescimento em números subiu ainda mais que o islã, eram 600 milhões em 1910 e hoje são 2.3 bilhões, aumento de 1.7 bilhões, enquanto o Islã tinha 210 milhões em 1910 e hoje tem 1.6 bilhões, aumento de 1.4 bilhões. Cuidado pra não confundir aumento com porcentagem, a porcentagem de Muçulmanos aumentou pq eles ainda são menos que Cristãos, mas nesse tempo o número de Cristãos aumentou e aumenta ainda mais.

  7. A Religião do Islã é como uma criança barulhenta que ninguém dá atenção, pouco se vê ateus criticando o Islã como se faz com o Cristianismo, não se vê livros, filmes, músicas inspirados no Islã como na arte ocidental, nunca houve reformas no Islã como o Protestantismo, Iluminismo,… os pensadores ignoraram e ainda ignoram o Islã, existem muito mais estudiosos sobre os Evangelhos do que sobre o Alcorão que até hoje é ignorado, os muçulmanos vivem entre 4 paredes, nunca olham em volta ou nunca são olhados. Desde a queda do Império Otomano que os países árabes são lotes de venda dos países europeus Cristãos, o mundo todo cerca a figura de Jesus Cristo, mas sobre Maomé só se vê figuras pejorativas, até pra um muçulmano Jesus é mais falado que Maomé, as vezes fico pensando como o Cristianismo é tão mais representativo que o Islã. Pergunte a um chinês ou a um Índio Americano como Maomé morreu, mas até o cachorro do meu vizinho sabe da Crucificação de Cristo.

  8. O problema do Cristianismo são as dissidências e estas dissidências acabam sendo predadoras do próprio cristianismo. Cada dissidência segue Deus da sua forma e desacreditam as outras. É claro que a responsabilidade sobre isso vem da época em que o Vaticano favoreceu o interesse particular de seus lideres em detrimento para religião. Como resultado disso hoje temos enumeras versões do Cristianismo. Por que acreditar no Cristianismo se seus próprios seguidores o negam.

    Muitas pessoas, na Alemanha por exemplo, estão abandonando as igrejas para seguir os ensinamentos de Jesus sem a intervenção de padres, nem pastores nem do VT. Deus diz para nos amarmos mas depois nos ínsita a matar, nos manda para o inferno, se não o aceitarmos Ele se vinga… Tem pastor que parece estar possuído quando prega.

    Isso tem que acabar. Só existe uma verdade sobre Deus e se as igrejas quiserem que o Cristianismo sobreviva a este século é bom começarmos a mudar de conduta.

  9. Existem muitas religiões no mundo e muitos livros tidos como sagrados. Em meio a tudo isso, há uma maneira segura de reconhecermos a verdadeira Palavra de Deus e o seu plano de salvação. A Bíblia Sagrada prova ser verdadeira.

    Esse estudo está disponível em Evangelismo.blog.br. Nele, você descobrirá o engano do profeta Maomé, que sem qualquer fundamento ou verdade, afirmou que o Senhor Jesus Cristo nos ensinou a morrer e também a “matar” pela causa de Deus (Sura 9:111 – Alcorão).

    Convido a todos os muçulmanos que porventura acessarem esta notícia a raciocinarem:

    Faz sentido levar uma vida casta na terra (o Alcorão ensina isso) para depois no paraíso levar uma vida promíscua e libertina, com setenta virgens? Onde está a lógica nisso?

    Evangelismo.blog.br
    …………………….

  10. O MUNDO CRISTÃO TEM AS ARMAS MAIS PODEROSAS DE TODOS OS TEMPOS, TEM MAIOR RIQUEZA, OS MEIOS DE COMUNICAÇÕES ESTÃO NO DOMINIO CRISTÃO. SE OS CRISTÃOS UTILIZASSEM DA FORÇA E VIOLÊNCIA PARA IMPÔR O CRISTIANISMO PARA AS NAÇÕES, , AOS POVOS COMO FAZEM O ISLAMISMO (CRESCE DEVIDO A ISSO), JA TERIAMOS 10 PLANETAS TERRAS SE DECLARANDO CRISTÃOS FORÇADAMENTE NO UNIVERSO…. PELO FATO DOS CRISTÃOS RESPEITAREM E VALORIZAREM A LIBERDADE INDIVUAL, A LIVRE ESCOLHA, AINDA SOMOS 33 % DA POPULAÇÃO MUNDIAL. MAS COM ISSO DESFRUTAMOS DA LIBERDADE E AUTONOMIA EM TODOS OS SENTIDOS, ENQUANTO AS NAÇÕES ISLÂMICAS TRANSFORMARAM-SE EM ROBOZINHOS CONDICIONADOS E MANIPULADOS PERDIDOS SEM DIREÇÃO E ESTAGNADOS NO SABER..

    • Maomé morreu envenenado. E tentou, a todo custo, reverter o efeito do veneno. Um profeta de Deus saberia sobre o envenenamento – seria avisado pelo Senhor DEUS. Assim como saberia da sua morte (como ocorreu com Moisés Deuteronômio 34;1 a 5) e com outros; como sabia Jesus, da sua (Marcos 8;31). Além de quê, os profetas de Deus representava um Deus de misericórdia com aqueles que O obedeciam. E Maomé, na contra-mão mão disso, ‘almadiçoou’ os cristão, no seu leito de morte. E sabe porque e por quem ele foi envenenado? Por uma mulher – judia – que teve seu pai, tio, e marido mortos – degolado, aliás, da mesma forma que matam hoje seus seguidores, o povo cristão – pelo tal (FALSO) ‘profeta’. mateus 24;24. A paz do Senhor Jesus seja para com todos os que n’Ele creem.

  11. o mundo se tornará muçulmano, pois é a única revelação da verdade. o alcorão representa a única verdade, ao passo que demais livros nada mais são do que mitologias, sem fundamento algum.

      • kkkkkkkkk piada né, essa religião de violencia que julga os outros como se fossem deus, n odia que a maioria das pessoa se tornarem muçilmanad vc pode ter certeza que o fim esta proximo, mohamed é um falso profeta.

DEIXE UMA RESPOSTA