O ponto alto foi “Falar de Deus”, disse Manoel após ser eliminado do BBB 17

0

Para os que assistem o BBB 17, a eliminação dessa última semana pode ter levantado um fato curioso. Após sair do reality show da Rede Globo, Manuel, que se apresentou como um evangélico convertido recentemente, afirmou que o ponto alto de sua participação no programa foi “falar de Deus”, havendo um propósito para sua eliminação.

Eliminado com 57,45% dos votos, Manoel Rafaski concedeu entrevista para a coluna EGO comentando sua participação, onde falou do que para ele teria sido uma oportunidade de falar sobre Deus no programa, e que não enxerga a sua saída como uma derrota:

“O ponto alto foi falar de Deus e o que ele fez na minha vida, além de ter sido eu mesmo. Não vejo como se eu tivesse perdido. Deus sabe de cada coisa. Se eu saí é porque Ele tinha um propósito aqui fora”, disse ele na entrevista.

Na ocasião, o agora ex-BBB disse também que o relacionamento com Vivian lhe tirou o foco da competição, confrontando algumas fofocas geradas pelo envolvimento com a participante: “Não estava ligando muito para o jogo, estava ligando mais para o que estava vivendo com ela. Vivian não é víbora. E sobre ter sido chamado de âncora nos pés dela, falar até papagaio fala. Pelo que conheci ela de verdade, não foi assim”, disse.


Irmão gêmeo de Antônio, outro eliminado uma semana antes, Manoel recebeu algumas críticas após uma confusão com Marcos, outro BBB, por conta das brincadeiras do Monstro na segunda semana. No momento, Manoel chamou Marcos de “viado” e “viado enrustido”. A reportagem questionou se ele seria “homofóbico”, mas ele negou, afirmando que foi um momento de exaltação e que estava arrependido:

“Foi o momento em que eu surtei. Meus colegas usam essa gíria, mas não significa que eu ache isso dele. Me arrependo de ter surtado dessa forma. Me arrependo disso e mais nada”

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA