Palestino convertido ao cristianismo denuncia sacrifício de cristãos por muçulmanos em rituais macabros e publica vídeos; Assista

7

O ex-membro da Organização para Libertação palestina Walid Shoebat se converteu ao cristianismo, e resolveu expor ao mundo o massacre que extremistas islâmicos cometem contra cristãos em “rituais de sacrifícios humanos”.

Em vídeos que ele encontrou e optou por disponibilizar ao mundo, muçulmanos matam cristãos de forma fria e sistemática, demonstrando crueldade e um nível de extremismo digno de terroristas.

No material exposto por Shoebat, há corpos retalhados e esquartejados e cabeças armazenadas em linha como se fossem troféus, além de execuções de homens enfileirados de joelhos, enquanto os muçulmanos fazem preces pedindo que Alá aceite seu sacrifício. Num dos vídeos mais chocantes, um extremista corta a garganta de um homem e o joga ainda agonizando numa cova.

“Relatamos essa história por causa do silêncio sobre o assassinato sistemático dos cristãos, minorias xiitas e até muçulmanos sunitas na Síria que não concordam com a teologia takfirista. A história é uma reminiscência para o relatório inicial sobre o extermínio dos judeus da Europa e de outras minorias quando pouca cobertura foi dada à verdade nestes dias”, disse Shoebat em entrevista ao portal WND.


Segundo o palestino que se converteu ao cristianismo, “os cristãos estão sendo mortos nestes mesmos rituais todos os dias, e o derramamento de sangue não vai parar. Devemos trabalhar juntos para resgatá-los “, convocou.

Os rituais macabros e cruéis de sacrifícios de cristãos já havia sido denunciado pela freira ortodoxa síria Hatune Dogan, que por conta própria conduziu uma investigação sobre casos de torturas a cristãos e descobriu que os radicais islâmicos da síria praticam um ritual de lavagem das mãos com o sangue, como parte do “sacrifício a Alá”.

Normalmente, muçulmanos usam água para os rituais de lavagem das mãos antes de suas preces. O sangue de cristãos vem sendo usado por fanáticos em suas preces, o que gerou um mercado negro de tráfico de sangue de cristãos.

As imagens, extremamente chocantes, podem ser vistas neste link.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


7 COMENTÁRIOS

  1. Sei não, mas quando passar algum tempo, o que vai haver de gente chorando lágrimas de sangue por ter lavado as mãos com sangue de cristãos não é brincadeira.

    Isto é uma profecia, pois os assassinos e suas famílias haverão de se converter ao cristianismo de não aguentar os olhos sangrando, um a um, todos se tornando cristãos. Quem viver, verá,

  2. Lucas 9
    54 E os seus discípulos, Tiago e João, vendo isto, disseram: Senhor, queres que digamos que desça fogo do céu e os consuma, como Elias também fez?

  3. NOSSA COMO PODE NOSSO PAIS É CRISTÃO E SEMPRE SERA NÃO ACREDITO Q SERA DIFERENTE PARA MIM ESSES MUÇULMANOS SÃO SUSPEITOS E TEM MAIS NOSSO POVO BRASILEIRO É PACIFICO DA PRÓPRIA CULTURA Q É MUITO DIFERENTE DA DELES ESSE POVO MUÇULMANO É MAU LEVADOS POR CRENÇA MENTIROSA Q O DIABO OS ENGANOU SE ESSE POVO FOSSE VERDADEIRO TERIA DADO CERTO EM SEU TERRITÓRIO ALÉM DE DAR ERRADO LÁ AINDA QUEREM TRAZER ESSE ERRO ABSURDO PARA NÓS ISSO É UMA SEMENTE Q TEM RAIZ DO ENGANO ELES TEM APARENCIA MUITO MÁ. DA PRA VER EM SEUS OLHOS GENTE FIQUEM ESPERTOS É ISSO.AH ELES É Q TEM Q SE CONVERTER A NÓS E NÃO NÓS A ELES.

DEIXE UMA RESPOSTA