Brasil

Pastor Antonio Gilberto diz que ordenação de mulheres ao ministério pastoral é antibíblico: “Igreja vai prestar conta”

Comments (272)
  1. Valdemir Anselmo disse:

    Enquanto discutem se é certo ou errado mulheres nos cargos ou não, milhares e milhares de almas sendo ceifadas e suas vidas levadas para o inferno. As coisas de Deus não tem explicação, quem tentar entender morre sem compreender porque é mistério. Eu acredito que ao pé da cruz o terreno é todo plano e não temos diferenças alguma para o nosso mestre Jesus Cristo. Vamos pregar o evangelho vamos? Então vamos….

  2. Sandro disse:

    Concordo com o Pr se a mulher for consagrada para pastorear uma igreja. Mas seria marchismo não consagrá-las para outras funções na igreja que muitos homens não querem mais fazer a obra de Deus ou perderam a motivação por algum motivo.

  3. Debora Almaço disse:

    Tanta coisa que não está na Bíblia e é ensinada como sendo pecado, incluindo o uso de joias e calça em mulheres (sempre todas as restrições para elas), uma linha de pensamento machista que vem dos primórdios da Assembleia de Deus e outras igrejas pentecostais, e permanece até hoje. Ignoram os variados momentos históricos nos quais os livros bíblicos foram escritos e utilizam apenas o que é conveniente para as mentes retrógradas que se autodenominam divinamente inspirados. Lamentável que tantos acreditem cegamente nesses líderes, quando o próprio Deus deu o livre arbítrio para que o ser humano questione.

  4. Diego Kubo disse:

    Esse pastor ( José Wellington ) já passou da hora de jubilar.

  5. Fabio disse:

    Uma mulher cristã, não pode ser ordenada a nenhum dos ministérios que estão expostos no livro de efésios. Vamos lembrar da figura do tabernáculo: No àtrio exterior, onde foi dado às nações, estão os dons naturais, que qualquer pessoa pode receber de Deus. No local santo, estão os dons espirituais expostos em I Coríntios e no Local Santíssimo, estão os dons ministeriais, quais sejam: Profeta, Doutores, Apóstolos, Evangelistas e Pastores, os quais são dados por JESUS. Trata-se de ministérios. Mulher não pode ser pastora, presbítera, bispa, apóstala, mas pode ter o dom espiritual da profecia, não podendo ter o cargo ministerial de profeta. Outro ponto: Mulher não pode e nem deve pregar. Veja os motivos:
    1) Porque se encontra escrito em I coríntios 14:34 e em outras cartas escritas pelo apóstolo Paulo.
    2) Porque primeiro foi criado Adão e depois Eva. E quando Eva pregou para Adão, e este ouviu, a humanidade caiu. Então, meus irmãos, Faça igual Jó, que não ouviu a pregação da sua mulher.

    3) Porque Raquel não exercia ministério pastoral. Era pastora de ovelhas, literalmente. Não confundam as coisas.

    4) Porque Débora em Juizes 5 – somente foi a guerra pela covardia de Baraque, o qual é lembrado em HEBREUS 11 como Herói da Fé. Isso, não significa que mulher pode pregar.

    5) Porque Vastí foi deposta, pois não obedecia ao marido, sendo certo que CADA HOMEM SEJA SENHOR EM TUA CASA. Tem-se certeza que Esther era submissa, e entrou na presença do rei, não para PREGAR e sim para salvar o povo.

    6) Porque as DOZE TRIBOS DE ISRAEL, representam os 12 filhos de JACÓ, sendo certo que DINAH não é nome de tribo.

    7) Porque JESUS CRISTO escolheu DOZE DISCÍPULOS HOMENS, e quando um o traiu e se suicidou, os DISCÍPULOS ESCOLHERAM MATIAS, ou seja, OUTRO HOMEM PARA O LUGAR.

    8) PORQUE JESUS CRISTO, quando mandou os SETENTA para anunciar o EVANGELHO, todos eram homens.

    9) PORQUE O HOMEM É A CABEÇA, sendo a MULHER, o CORPO.

    10) PORQUE OS CARGOS MINISTERIAIS, escritos em EFÉSIOS, são para os homens, isto é DEUS separou uns para o ministério: de pastor, evangelista, apóstolo, profetas e doutores. Porventura, foi tirada a palavra de DEUS dentre vós?

    11) PORQUE NÃO PODEMOS TOLERAR O ESPÍRITO DE JEZABEL.

    20 Mas tenho contra ti que toleras Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensinar e enganar os meus servos, para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria.
    21 E dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua prostituição; e não se arrependeu.
    22 Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras.
    23 E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras. (Ap. 2:20-23)

    Este espírito deseja inverter os valores na Igreja, nas Famílias, fazendo com que os filhos não respeitem os pais. fazendo com que as mulheres se sintam a cabeça do corpo e não sejam sujeitas ao marido, fazendo com que o marido seja o corpo, ao invés de cabeça e não ame a mulher, como Cristo amou a igreja.

    A Bíblia diz que a mulher não deverá usurpar a autoridade de um homem. Se ela governa a casa, ela também irá fazê-lo na igreja e no país. Tudo começa no lar.
    Cada homem deve ser o rei do seu próprio castelo e sua esposa não pode usurpar o trono dele:
    “Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.” (1Tim. 2:12) Se alguma esposa não se submete à autoridade do marido, ela está criando uma situação favorável a Satanás para a destruição da família. Se ela está em autoridade, então ela está usurpando-a; ela está tomando o poder e autoridade indevidamente e erradamente. Isso é contra a Palavra de Deus. Se ela tenta pregar numa igreja ou diz que é “chamada” para o ministério, ela está contradizendo a própria palavra que diz pregar. O Diabo está ganhando terreno imensamente nessa área ao redor do mundo inteiro, com o objetivo de destruir a família, na medida que esse espírito diabólico prepara o mundo para o anti-cristo. Amo a todos, mas a Bíblia não foi escrita por mim. Voltemos ao Evangelho. Irmão Fábio.

  6. A Biblia fala disse:

    Concordo com o irmão Pb. Ivonilson, peça destituição do seu cargo e deixa de ser machista ignorante, Já vi que a MAIORIA dos ignorantes que aqui estão são superficialmente meros interpretadores de textos isolados, não entendem nada de bíblia e das leis menos ainda, dos mandamentos, dos conceitos bíblicos, da cultura dos Judeus, não sabem nada sobre o original, não sabem nada das traduções originais do hebraico, hebraico transliterado, das leis da tana do tora, e os conceitos, gostaria por favor que algum teólogo que concorda com esta hipocrisia me explicasse isso a luz da bíblia sagrada.

    A ORDENANÇA PASTORAL ECLESIÁSTICA PARA AS MULHERES É BÍBLICA SIM OU NÃO?
    POIS TA VAMOS LA A LUZ DA BIBLIA E SEGUNDO OS CONTEXTOS DO ORIGINAL, VAMOS VER POR FAVOR ME ACOMPANHEM OS INTERESSADOS EM SABER A VERDADE.

    POIS É BIBLICO SIM!!!!

    Referencias aos presbíteros.

    Atos 14:23 E, promovendo-lhes, em cada igreja, a eleição de presbíteros, depois de orar com jejum, os encomendará ao Senhor em quem havia crido.

    Atos 15:6 Congregaram-se, pois, os apóstolos e os presbíteros para considerar este assunto.

    Atos 16:4 E, quando iam passando pelas cidades, lhes entregavam, para serem observados, os decretos que haviam sido estabelecidos pelos apóstolos e presbíteros em Jerusalém.

    Tito 1:5 Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam, e de cidade em cidade estabelecesses presbíteros, como já te mandei:

    Bom por estes versículos nós observamos que os presbíteros eram uma função e estava em plena atividade na época dos apóstolos.

    De primeiro a palavra presbítero significa “VELHO, ANCIÃO”, na exegese, não a separação deste vocábulo, presbíteros, pastor e bispo é a mesma coisa, só poderia ser pastor aquele que fosse maduro na fé (presbíteros/ancião), e o ancião (presbíteros) eram os pastores, os pastores tinham uma responsabilidade de supervisionar um grupo de pessoas, e supervisionar no grego é επίσκοπος (bispo), ou seja, todo presbíteros (velho/maduro) era pastor, porque era supervisor (bispo) de um grupo.

    Portanto na exegese não existe hierarquia eclesiástica sobre isso, todo presbítero é pastor e bispo, todo bispo é pastor e presbítero e todo pastor é bispo e presbítero.

    Mas e as mulheres presbíteras onde estão?

    Tito 2:2-5 – Os velhos, que sejam sóbrios, graves, prudentes, sãos na fé, no amor, e na paciência; No original no verso três aparece a palavra presbítera no feminino.

    (((πρεσβυτιδας))) ωσαυτως εν καταστηματι ιεροπρεπεις μη διαβολους μη οινω πολλω δεδουλωμενας καλο (((διδασκαλους))).

    (((PRESBITIRAS))) OSAUTOS EM CATASTEMATI IEROPREPEIS ME DIABOLUS ME OINO PONGO DEDULOMENAS CALO (((DIDASCALUS))).

    (((AS PRESBITERAS))) de igual modo em postura, apropriadas ao sacro, não caluniadoras não alcoólatras, e encenadoras do bem.

    Outra coisa o cargo presbítera tem haver com função o vocábulo (didascalus) mestre/mestra que foi traduzida para encenadoras do bem, é o mesmo de 1º Corinthians 12.28. A uns estabeleceu Deus na igreja, primeiramente, apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres (didascalus); depois, operadores de milagres; depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas. E também é o mesmo de efésios 4.11. E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres (didascalus).

    Ou seja, em Tito 2.3 Paulo esta se referindo presbíteras que eram pastoras e bispas ele estava falando com mulheres que tinham função ministerial. E que estas mulheres deveriam ser mestras encenadoras do bem, a mesma função de Ef 4.11 e 1ºCo 12.28.

    Paulo esta falando para as mulheres presbíteras que exerciam a função do ensino, “olhe as funções delas no versículo quatro de Tito”: 4 – A fim de instruírem as jovens recém-casadas e amarem ao seu marido e seus filhos, A serem sensatas, honestas, boas donas de casa, bondosas, sujeitas a ao marido, a fim de que a palavra de Deus não seja difamada.

    Bispas pastoras e presbíteras é a mesma coisa, e as funções delas é de ensinar, de instruir as meninas adolescentes e jovens, é de dar conselhos, sobre como ser uma boa esposa e instruir os jovens do caminho certo, para ser exemplo a sociedade, tudo isso a luz da bíblia, esta é a função das presbíteras/pastoras/bispas.

    Na bíblia os pastores não davam conselhos para meninas por questões culturais, e sim apenas para meninos quando se tratava de meninas eles chamavam as presbíteras /pastoras para aconselhar caso não resolvesse então era levado ao responsável por aquele grupo.

    Na exegese o vocábulo para presbíteras é considerado um Hápax legomenon, mais se a igreja considera o Textus Receptus como fonte original, então deve se considerar também o cargo de pastoras nas igrejas.

    A mulher, considerando a regra geral, não possui em si a constituição psicológica da liderança, salvo algumas exceções que muito bem conhecemos SENDO CHAMADAS E SEPARADAS POR DEUS. Porém questiono se a bíblia não tivesse sido escrita no contexto cultural machista da antiguidade, se ao menos estas exceções seriam reconhecidas. Faço então três questionamentos sobre o assunto: 1º Fosse escrita no contexto cultural do atual ocidente, o ministério feminino seria rechaçado? 2º Por que Jesus se referindo aos pastores das sete igrejas da Ásia, os chama de anjos; reconhecendo que anjos não possuem sexo? 3º Por que algumas pastoras (conheço algumas) têm o ministério muito mais frutífero do que de muitos homens?

    Respeitoso pastor da cpad, Antônio Gilberto que é consultor doutrinário da CPAD; caso realmente conhece os conceitos bíblicos poderia me explicar a luz da palavra de Deus o que foi declarado pelo amado pastor o Sr consegue me explicar este estudo acima?, acredito que possa compreender o que acabei de voz ensinar, ai esta a verdadeira tradução e a originalidade dos textos, quem for contra a realidade segundo a bíblia, também é contra a verdade segundo a luz da palavra de Deus, e se alguém pagara algum preço será aquele que distorce a verdade, acrescenta ou tira virgula da originalidade, por machismo ou conceitos próprio com mera interpretação humana. isso é machismo e preconceito respeitoso Sr. Pr. Antônio Gilberto.

    1. Luciano disse:

      ñao tem nada have seu comentário… se fosse assim Deus seria machista ao designar apenas homens para ministrar o oficio saserdotal.

    2. Ronaldo disse:

      Um exame mais atento das escrituras conforme já aqui citado em um dos comentários, se observado literalmente, escrito está que “não permito que a mulher ensine”.Que seja este o ponto central de nossas observações, não discriminaremos as mulheres e nem tampouco as teremos em falsa consideração, mas primeiro criou O SENHOR o homem, e lhe deu toda a responsabilidade do cuidado e observância do preceito, e , posteriormente observado o homem, deu-lhe uma companheira para que lhe fosse auxilliadora. (idônea) Gn 1:26 e 2:18.

  7. A Biblia fala disse:

    Linda história desta grande mulher separada por deus e dada a Israel como Profetiza. Débora foi uma juíza descrita no livro de Juízes do Antigo Testamento da Bíblia e que teria “liderado” os israelitas contra o domínio de Canaã, por volta do século XII a.C..

    Alcançou um cargo político pelo seu próprio povo. Sua origem parece ser simples, pois o texto bíblico a menciona como esposa de Lapidote e que prestava atendimento como “profetisa” debaixo das palmeiras.

    Numa nação sedenta de espiritualidade, caracterizada pela rejeição de Deus e por uma determinação entre o povo de cada um agir a seu próprio modo, Débora foi, antes de tudo, uma conselheira, ao demonstrar sua liderança à sombra de uma palmeira próxima à sua casa, discutindo e sugerindo soluções para pessoas com problemas.

  8. Estes Pastores e outros irmãos estão equivocados para Deus não há sexo feminino ou masculino para fazer a obra Dele, isto para mim é mente fechada, quanta doutrina/teologia do homem. Graças a Deus, mesmo, Deus não descrimina ninguém. Sou nascida e criada na Assembléia de Deus, mas, para mim não existe rotulo de denominação e creio que para Deus também. Quantas vezes estamos seguindo doutrina do homem e Deus quer a verdadeira adoração, e voce e Ele (Deus).È tem mais, hoje tenho outra cabeça, ninguém implantará doutrina na minha vida de verdade.Deus nos tornou livres para sempre!!!!

    1. Cleber disse:

      troca de cabeça de novo, pq ainda não aprendeu nada.

  9. Carlos disse:

    BEM, EM PARTES EU TAMBÉM CONCORDO, NÃO SOU A FAVOR DA CONSAGRAÇÃO DE MULHERES AO SANTO MINISTÉRIO, NÃO DESMERECENDO AS MESMAS, NA VERDADE ELAS TEM ATE MUITAS DAS VEZES MUITA GARRA E DISPOSIÇÃO PARA LEVAR ADIANTE O QUE FOI INCUMBIDA A FAZER, EU TENHO MINHA ESPOSA QUE AMA A OBRA DE DEUS E PRA ELA NÃO TEMPO RUIM, ENFERMIDADE E PROBLEMA QUE PARE DE FAZER QUE É COLOCADO NAS MÃOS DELA E NEM POR ISSO ELE TEM CARGO MINISTERIAL É MEMBRO E FAZ PARTE DO CORPO DE CRISTO E É VALORIZADO PELO MINISTÉRIO E TODA IGREJA, ISSO QUE IMPORTA, MAS COM FOI DITO, CADA UM PRESTARÁ CONTA A DEUS DOS SEUS ATOS E VAMOS LEVANDO ADIANTE A OBRA DO SENHOR, POIS NAO EXISTE IGREJA (TEMPLO) PERFEITA NESSE MUNDO, MAIS NÓS BUSCAMOS EM CRISTO A PERFEIÇÃO E GUARDAMOS O SANTO MANDAMENTO DO SENHOR ATE O GRANDE DIA.

    1. renildo disse:

      verdade CARLOS , pastora não existe conheço dirigentes cooperadoras que tem dons e pregam tremendamente e nem por isto se exaltou e foi querer ser “pastora” . tão somente comporta-se como vaso a serviço do rei dos reis .
      é por isto e outros pequenos detalhes que satanás esta bagunçando muitas igrejas . que permitem homens com brincos , pastores que se divorciam ( jabes alencar) coisas que no passado era motivo de expulsão(exagero) hoje esta liberado .
      ” tenho porem contra ti que abandonaste o primeiro amor.” (apocalipse 2 vers. 4 )

  10. Wanderley disse:

    Sou admirador do Pr.Antonio…parabens pela entrevista e se os novos pastores(alguns chamados por Deus e Instruidos por Jesus e Apostolos Paulo) não vigiar a igreja protestante irá se tornar uma Babel..E ai de nós se ficarmos acompanhando o Mundo e suas mordernidades…

  11. Marcos Correia disse:

    Entendo que toda a discussão com relação ao perfil correto na formação de uma congregação temos como manual o livro de atos dos apóstolos, um abraço.

  12. José Gilson Barbosa Pereira de Jesus dos Santos disse:

    O Pastor Antonio Gilberto, não está opinando, está mostrando o que a Bíblia Sagrada diz. Quanto às opiniões diversas, isso é normal. Eu prefiro ficar com a Bíblia Sagrada.

  13. Fernanda Brito disse:

    As almas estão indo para o inferno por falta de entendimento e discernimento da Palavra de Deus. Respeito o homem de Deus (Pastor, Teólogo) mas, isso não lhe dar o direito de inverter as Escrituras Sagradas e privar o Ministério Pastoral (Feminino). Quem tem certeza do seu chamado, não vai abandonar por uma simples opinião do que acho ou não acho… quantas coisas pra se debater, quantas almas perecendo e precisando de Deus, e o Senhor debatendo sobre isso!!! Jesus está voltando, então una a igreja pra evangelizar e não pra fazer uma crítica ao chamado Pastoral Feminino. Quem me escolheu foi Deus, e tenho plena convicção da minha chamada, e não é a opinião de um ( Teólogo) que apagará a chama que arde dentro de mim… Naquele grande dia, prestaremos conta sim de todos os atos, mas também prestaremos conta dos julgamentos precipitados.

    1. Servo disse:

      A questão aqui não e apagar a chama de ninguém, mas sim apenas introduzi-la a pessoa chamada por Deus em uma posição correta biblicamente. Vc não precisa ser separada pastora para fazer a obra de Deus e continuar a ganhar a almas para Cristo. Outra questão não podemos achar que todos são evangelistas, pastores etc… Deus conta com todos os ministérios, inclusive o de Mestre como vc esta chamando “teologo” no caso do pr. Gilberto.
      Deus vos abençoe e continue a fazer a obra de Deus!

  14. Alcir Alves / Ministério de Cordovil disse:

    Pr Antonio Gilberto e um pastor conceituado no Brasil e no exterior, concordo plenamente com o pastor. Eu também não vejo base bíblica para a ordenação de pastoras no ministério. O problema e que hoje para muitas pessoas tudo e normal não tem nada a ver ; Hoje as pessoas querem viver um Evangelho comercializado ; E muitos querem alcançar o ministério para se promoverem.

  15. Raabe disse:

    A primeira testemunha ocular da ressurreição foi Maria Madalena; Maria deu à luz ao Mestre; No momento de maior agonia, Jesus pôde contar com o apoio dessas mulheres que, ao contrário de boa parte dos discípulos, continuaram fiéis. E o que vemos a seguir? A Igreja lhes relegando uma posição subalterna na hierarquia institucional. Ora, esse discursinho anacrônico demonstra uma postura machista, autoritária e opressora dessa instituição pois insiste em nos silenciar e nos banir de um espaço que legitimamente é nosso!

  16. elianci disse:

    As almas estão indo pro inferno e os pastores homens discutindo magismo dentro da igreja hoje os homens evangélicos estão perdendo suas esposas porque acha que pode mandar e humilhar as mulheres, Jesus deus autoridade as mulheres

  17. paulo disse:

    EM VEZ DE ESTAR PREOCUPADO COM O INCHAÇO QUE O ALTAR ESTÁ VIVENDO HOJE EM CERTAS IGREJAS COM E CERTOS CASOS DE ABERRAÇÃO QUE AS CONVENÇÕES ESCONDEM DE SEU AGREGADOS . VERGONHA É VER A DISCRIMINAÇÃO POR PARTE DE CERTAS AUTORIDADES EVANGÉLICAS TEM A RESPEITO DE MULHERES NO ALTAR ( MACHISMO) CORRUPÇÃO PODE TER E OUTRAS ABERRAÇÕES COMETIDAS POR CERTOS ELEMENTOS !!!!

  18. Indi disse:

    Muito obrigado Thiago Chagas por Publicar o comentário do Pr. que segundo seu censo e inspirações divinas discordou das mulheres assumirem a credencial apostólica, tal assunto que ora, são obscuros e indagáveis.
    As amadas irmãs que se irritaram e petulantemente responderam, peço-vos que observem os detalhes das escrituras. Segundo o comentário do Pr. a Biblia não traz mandamentos, deveres ou direitos as mulheres para conduzir rebanhos – talvez porque ora será necessário lutar com ursos e Leões e a força vem de Deus para o Homen ( do trabalho das tuas mãos comerás ) – como para Homens masculinos. Detalhe: não ha preconceito quanto os instrumentos femininos na obra do SENHOR e sim na ordem e na descência.

  19. Damielly disse:

    Tenho um dúvida quantos mulheres que são líderes de jovens, adolescentes e criancas. Tem algum problema ?

  20. Marlon disse:

    Jesus esta preocupado é com os frutos que se tem dado ao Reino dos Céus….títulos não salva ninguém… e ensino bíblico seja por mulher ou homem podem arrastar milhões do inferno e povoar o céu que é o que alguns aqui deveriam estar preocupados…no mais…desculpa ai religiosos…só acho…

    1. Jucilaine laninha disse:

      amém.

  21. Berenice da silva disse:

    Talvez não haja assunto mais debatido nas igrejas hoje do que a questão das mulheres servindo como pastoras e pregadoras no ministério. Por este motivo, é muito importante que não se veja esta questão como uma competição entre homens e mulheres. Há mulheres que acreditam que mulheres não devam servir como pastoras e que a Bíblia coloque restrições ao ministério das mulheres – e há homens que creem que as mulheres possam servir como pregadoras e que não haja restrições quanto à atuação das mulheres no ministério. Esta não é uma questão de machismo ou discriminação. É uma questão de interpretação bíblica.

  22. Pr Acir Reis disse:

    Sobre Mulheres Pastoras Leiam o texto no endereço

    http://www.firmenarocha.url.ph/teses-teologicas-04.html

    (No meio da página)

    Grato
    Pr AReis

  23. Cardoso Silva disse:

    O Reverendo Augustus Nicodemus Lopes, um dos mais respeitados Teólogos de nossa atualidade, fala com grande esclarecimento sobre isso.

    https://www.youtube.com/watch?v=T57-dF25_-E

  24. Jucilaine laninha disse:

    Lamentável, a discriminação . Mulheres pastoras , obreiras etc. para alguns homens são apenas prá sentar e ouvir, ainda bem que no céu não tem sexo. Na hora de ganhar almas não importa o cargo o importante é estar fazendo a obra de Deus .

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *