Pastor Antonio Gilberto diz que ordenação de mulheres ao ministério pastoral é antibíblico: “Igreja vai prestar conta”

271

A ordenação de mulheres a cargos eclesiásticos, como o diaconato e pastorado é uma realidade, mas não unanimidade. Diversos ministérios aceitam e elegem mulheres para esses cargos, porém diversos outros se recusam a fazê-lo.

Nas Assembleias de Deus, uma das mais tradicionais denominações, algumas convenções tem aceitado a ordenação de mulheres ao ministério, outras não, e por isso o assunto tem rendido bons debates entre líderes.

O consultor doutrinário da Casa Publicadora das Assembleias de Deus (CPAD), pastor Antonio Gilberto, afirmou ser contra a ordenação de mulheres ao diaconato ou pastorado, por ser anti-bíblico: “Muitas vezes elas fazem o trabalho melhor do que os homens. Mas ordenar para o Santo Ministério, não tem base nas Escrituras. E como é que isso está acontecendo?”, questiona.

Para Gilberto, as pessoas que lideram as denominações terão que prestar conta a respeito do assunto: “É a igreja a culpada e a igreja vai prestar conta disso. A igreja que eu digo não é a igreja o prédio, os responsáveis vão prestar conta disso. Jesus nunca ordenou mulheres”, enfatizou.


Como o debate gira em torno da legitimidade bíblica ao redor das nomeações, o pastor enfatizou que não é somente as ordenação de mulheres que será cobrada da liderança das igrejas. Segundo ele, muitas outras coisas que não estão na Bíblia, mas que são impostas pelas igrejas, serão pesadas por Deus.

-É anti-bíblico. E o que fazer? Quem estiver fazendo vai prestar conta a Deus. Mas infelizmente não é só ordenação de mulheres, é muita coisa que a igreja decide por ela. Eu podia fazer menção aqui, não vou, não há necessidade. Para ninguém pensar que é só esse fato: São várias coisas que a igreja faz sem ter… Por exemplo, há igrejas que só separam (consagram) obreiros para o diaconato se forem casados, não estou criticando a igreja local, há igreja que só separa (consagra) casados, porque o escândalo está sendo grande de obreiros solteiros […] Onde está isso na Bíblia? Lugar nenhum. É a igreja que decide! – observou.

Apesar de não encontrar base bíblica para a questão, o pastor apazigua os ânimos afirmando que não vale a pena estimular o embate: “Não tem base na Escritura, nem no Antigo, nem no Novo Testamento. Deus quer a mulher no ministério, quanto mais, melhor, para muita tarefa. Mas ordenação para cuidar do rebanho Deus reservou para o homem. De modo que esse negócio está dando problema. E os que estão na Assembleia de Deus? Vão prestar conta a Deus! Vamos brigar com eles? Deixa pra lá, vão prestar conta a Deus! Esse é que é o problema, a Bíblia diz cada um de nós. Eu vou dar conta e os irmãos vão dar conta também. Se o Tribunal de Cristo fosse coletivo…, mas a Bíblia diz cada um. Então nós temos que pensar nisso”.

Confira abaixo, a íntegra da entrevista do pastor Antonio Gilberto ao pastor Paulo Pontes, do site Seara News:

O movimento neo-pentecostal tem levado as pessoas ao entendimento de que a moda agora é ser pentecostal. O que o senhor diz?

O ponto principal está na palavra neopentecostal, que é um desvio da doutrina. Se alguém é desse movimento não queira me querer mal, mas o movimento neo-pentecostal ou neopentecostalismo, é desvio da doutrina da Bíblia.

A Assembleia de Deus vem entrando nesse campo e aceitando porque nossos queridos pastores – (pastor que eu digo não é ter o título, é o homem conduzir o rebanho. Então o irmão venha entender que eu não estou falando do pastor porque tem o título e a carteira de pastor, mas o homem que Deus colocou à frente do rebanho segundo o Novo Testamento) – não ministra a doutrina. Ensinar, não tem tempo. Eu não estou querendo dizer que o pastor faça isso sozinho, é claro que não faz. Uma igreja quando tem dez membros, quinze membros, o pastor consegue fazer muita coisa, mas quando tem cem, quinhentos, mil, dez mil, é claro que Deus dá para ele uma equipe imensa. Agora eu pergunto: “Quem são esses homens e mulheres que estão ajudando o pastor?” Então, o movimento neo-pentecostal é um desvio da doutrina da Bíblia.

Uma coisa que ajuda na resposta: por que eles se desviaram? – Falta de ensino doutrinário na igreja. É só pular, cantar, falar em buscar o batismo, falar em línguas, etc. E a doutrina bíblica que é a doutrina que equilibra? Então oremos para que eles voltem.

Nós estamos entrando pelo mesmo caminho, porque o movimento neo-pentecostal, do dia para a noite, enche os templos. Mas encher de quantidade, não é encher de qualidade! Deus quer o templo cheio! Mas, como é que um templo se enche pela quantidade? Através da conversão! E como é que um templo se enche através da qualidade? Pelo discipulado! Mas vejamos, nós não temos tempo para ministrar discipulado. O rebanho cresce e muita gente pensa que discipulado é ter um grupo de pessoas que se reúnem certos dias, mas discipulado, aquele que Jesus disse “ide e fazei discípulos”, é algo maravilhoso. Então nós temos milhões e milhões de abandonados, crianças abandonadas nas igrejas (criança que digo, é no sentido espiritual). Fala-se tanto, a prefeitura, Vila Velha, o Brasil, “menor abandonado, menor abandonado”, e na igreja menor abandonado é uma coisa horrível (menor abandonado que eu digo, é na fé). Os irmãos se recordam daquele brado do salmista Davi quando disse “ninguém cuidou da minha alma”. Aquilo dói na alma da gente. Como é que Davi escapou? “Ninguém cuidou da minha alma”. Então, do lado de cá nossa culpa é ministrar a doutrina, porque é difícil, é difícil. A doutrina todo mundo sabe que não é fácil. Não existe uma só doutrina organizada, catalogada como de A a Z, mesmo a mais simples, desdobrada, ou seja, é preciso à pessoa com graça, unção e sabedoria, coligir, reunir, orar, jejuar e horas e horas a sós com Deus. Então o resultado está aí, o movimento neo-pentecostal ganhando tempo em nosso meio, e nós da Assembleia de Deus (a Assembleia que eu digo é a igreja ortodoxa) acabamos sofrendo com isso.

Então essa a minha resposta pode ajudar o irmão depois a passar um filtro, mas, neo-pentecostal (nome bonito: neo-pentecostal) movimento pentecostal novo, nada, desvio! Eu inclusive tenho dado aulas lá a pedido deles, pelo menos lá no Rio de Janeiro, ministrando estudos algumas vezes, mas é difícil devido o tempo. São pessoas conhecidas. Mas nós estamos absorvendo, ou seja, no passado, vinte, cinquenta anos atrás, eram eles que vinham a nós pedir ajuda, batistas que eram batizados, presbiterianos que recebiam o batismo, hoje somos nós que vamos beber lá. Deus tenha misericórdia de nós. Os irmãos não pensem que eu estou dizendo que a Assembleia de Deus é a única igreja certa, a Assembleia de Deus não é uma igreja, é uma denominação. Igreja que eu estou falando é a igreja do Novo Testamento, lá de 1 Co 12.

Renovação e Inovação são palavras parecidas, mas com significados diferentes dentro da visão pentecostal. Qual a correta definiçãos dos termos, para esclarecimento da nova geração de obreiros, líderes e crentes em geral?

Eu confesso, não é correto dizer isso, “dentro da visão pentecostal”, eu sugiro que esse termo seja trocado. Não existe visão pentecostal, existe visão escriturística dentro da visão pentecostal. Irmão Gilberto, por quê? Porque a igreja do Deus vivo, a igreja dos primogênitos, é aquela de Atos capítulos de 1 a 28. Igreja do Senhor.

Por que chamam a gente de pentecostal? Devido o fato de Deus ter despertado a igreja lá pelo século XVIII e XIX, e começou aquele movimento entre os metodistas lá na Inglaterra, depois passou para a América, em 1850, 1870 e foi aumentando, em 1880 eles começaram a jejuar e sentir fome de mais poder e quando o século virou Jesus começou a batizar entre os metodistas. Era coisa nova, batizar, batizar, como é que vamos chamar? Chamaram primeiro de Movimento da Santidade (Holiness Movement) e etc. Até que em 1901 começou a formar um grupo e depois surgiram outros (Apóstolos da Fé). Mas isso é coisa local, em Atos dos Apóstolos é a Igreja como tal.

Prosseguindo, renovação e inovação são termos opostos. Renovação (renovação é claro, espiritual) é a pessoa ser libertada por Deus (Deus usa os instrumentos que Ele quer) e a pessoa buscar o cristianismo bíblico. E onde está esse cristianismo bíblico? No sentido público, de Atos 1 a 28. Graças a Deus pelo livro de Atos. E daí para frente lá se vai principalmente de Romanos até o livro de Judas. Então renovação é algo maravilhoso. Renovação é para quem envelheceu, caiu na rotina, o que é um perigo. Nossos irmãos batistas, presbiterianos, são uma benção de Deus, a gente os ama, mas o que aconteceu com eles, coitados? Rotina, eles caíram na rotina. Quem é que aguenta rotina? Feijão com arroz todo dia, arroz com feijão todo dia, rotina. Não, rotina não minha gente! Então, renovação, todo crente normal precisa viver uma vida renovada. Por que irmão Gilberto? Porque envelhece, espiritualmente falando. E como que acontece isso? O Espírito Santo tendo predominância. E inovação? A inovação, Deus nos guarde! Inovação são modismos descabidos, que surgem na pessoa, passam para a família, passam para a igreja. Por causa de que? Falta de conhecimento doutrinário ungido da parte de Deus. Porque a doutrina é viva, a doutrina tem poder vivo. Então a doutrina é a base fundamental da igreja. Naquela manhã que estivemos junto com os colegas lá no templo, eu li Atos 2.42, bem no princípio do livro de Atos: “e perseveravam na doutrina”. Muita gente pensa que doutrina é conversa fiada, quando o termo que está ali, o termo que o Espírito Santo usou (que às vezes é traduzido diferente) é conteúdo bíblico normativo, conteúdo bíblico normatizador. Pronto, eu estou de parabéns, é isso que eu preciso! Eu preciso, usando uma linguagem secular, de um estatuto, um regimento interno, usando uma linguagem figurada, como é uma empresa, um estado, um país, constituição. Então o que é doutrina? Doutrina é um ensino bíblico normatizador. Nem para a direita nem para a esquerda, sempre permaneciam perseverando na doutrina dos apóstolos. É uma pena que aquilo não continuou. Os irmãos se lembram de que a igreja de Corinto se desviou, inclusive deu problemas, problemas, problemas, e quando chega ao capítulo 15 o que Paulo diz? Muitos de vocês não são salvos. Está lá escrito, infelizmente muitos de vocês não são salvos. Mas não é novidade, porque o Senhor Jesus…, se lembra de João capítulo 2, quando Jesus disse: eu não confio em vocês, vocês estão crendo naquele milagre que aconteceu em Caná, mas não confio. O próprio Jesus não confiava neles, está escrito. E eram crentes. O próprio Jesus não confiava neles, é uma pena! Então, a doutrina é a chave. Agora, é claro, a doutrina não é feito um “b – a – bá”. Mas a doutrina é ungida, a doutrina é inspirada pelo Espírito Santo, tem poder.

Então, renovação, Deus envie sobre nós, busquemos a renovação. Agora inovação, Deus nos guarde. Sim, mas lá, do dia pra noite enche. Encher de quantidade não é encher de qualidade. Deus conta primeiro não é com quantidade. Quantidade é uma benção. Não sou contra! Quem é contra isso? Mas quantidade com qualidade!

Irmão Gilberto, como é que se enche uma igreja de quantidade correta? Conversão, conversão genuína. E como é que uma igreja enche de qualidade? Conversão com discipulado, ou seja, doutrina.

Um assunto polêmico, cujo debate já dura por décadas, é o ministério pastoral feminino. Hoje algumas Assembleias de Deus já reconhecem a ordenação de mulheres. Existe respaldo bíblico-doutrinário para isso?

Não, não e outra vez não! Não existe! Ordenação… Mulheres no Santo Ministério, tanto venham. Inclusive muitas vezes elas fazem o trabalho melhor do que os homens. Mas ordenar para o Santo Ministério, não tem base nas Escrituras. E como é que isso está acontecendo? É a igreja a culpada e a igreja vai prestar conta disso. A igreja que eu digo não é a igreja o prédio, os responsáveis vão prestar conta disso. Jesus nunca ordenou mulheres. O apóstolo Paulo que é um paradigma, não separou, nunca ordenou mulheres. Agora, mulheres trabalharem no Santo Ministério, tanto venham. Cantoras, professoras de escola dominical e etc. Mas irmão Gilberto, e diaconisa? Lá no livro de Romanos o apóstolo Paulo disse que aquela irmã era diaconisa na igreja de Cencréia. Onde está isso no original? Não existe! Sim, mas o comentário que eu li diz que era diaconisa. Conversa! No grego está na forma masculina, ou seja, Paulo deixou aquela mulher ali provisoriamente, ou então o trabalho era novinho e não tinha homem nenhum para exercer o diaconato, ele disse vem cá “fulana” (Febe), faz o trabalho aqui, a obra de Deus não pode parar por causa de problema humano. Está no masculino.

Uma vez um pastor presidente de uma grande e renomada convenção, nós estávamos juntos em Goiânia ministrando, e ele no hotel conversando comigo, disse: “estou agora na presidência, vou incentivar, irmão Gilberto, o diaconato das mulheres que está praticamente parado. O que o irmão diz?”

– Eu prefiro primeiro que o senhor que é o chefe, me dê alguma coisa.

Ele disse: “eu me baseio lá em Rm 16, Febe, aquela irmã que era um tesouro na igreja de Cencréia (inclusive quando os irmãos forem a Grécia visitem as ruínas de Cencréia. Eu fui lá visitar, só tem ruínas, e eu fiquei pensando onde é que ficaria aqui a casa dela, porque tudo indica que era uma mulher de muito dinheiro. Paulo disse: “ela me hospedou muitas vezes, e hospedou a muitos”), que era diaconisa, a Bíblia em português diz: que serve ao Senhor na igreja de Cencréia, outra versão que eu tenho diz que ela servia como diaconisa”. Eu me calei, e ele disse: “uma segunda passagem, irmão Gilberto, que eu tenho em mente é lá em Timóteo quando a Bíblia diz: e as mulheres…”

Eu disse: Pastor, a passagem de Romanos no original está no masculino, pode pegar qualquer manuscrito bíblico. Ou seja, ou o trabalho era novinho e não tinha homens habilitados, e o apóstolo Paulo um homem cheio do Espírito Santo, a obra de Deus não ia parar por causa de problema humano. Vem cá, Febe, exerce aqui enquanto não se prepara um homem, ou então não sei a razão, a Bíblia não explica, mas está no masculino.

“E lá em Timóteo?”

Pode pegar o termo original que a oração no grego pára, e quando diz as mulheres, são as esposas dos obreiros. Ele parou, e parou até hoje.

Voltando a pergunta, o que o irmão diz disso? É anti-bíblico. E o que fazer? Quem estiver fazendo vai prestar conta a Deus. Mas infelizmente não é só ordenação de mulheres, é muita coisa que a igreja decide por ela. Eu podia fazer menção aqui, não vou, não há necessidade. Para ninguém pensar que é só esse fato: São várias coisas que a igreja faz sem ter… Por exemplo, há igrejas que só separam (consagram) obreiros para o diaconato se forem casados, não estou criticando a igreja local, há igreja que só separa (consagra) casados, porque o escândalo está sendo grande de obreiros solteiros. Enfim, a igreja que tomou a decisão, não é a Bíblia.

Batismo em águas: tem igreja que a pessoa se entregou pra Jesus, foi perdoada ali mesmo, foi convertida, batiza na água. Tem igreja que diz: “Não, aqui pra ser batizado tem que fazer um cursinho”. Lá na minha igreja, por exemplo, tem um cursinho de três meses, onde está isso na Bíblia? Lugar nenhum. É a igreja que decide!

Realização de matrimônio, esse caso é mais um, só que este é grave.

Então, em resumo, não tem base na Escritura, nem no Antigo, nem no Novo Testamento. Deus quer a mulher no ministério, quanto mais, melhor, para muita tarefa. Mas ordenação para cuidar do rebanho Deus reservou para o homem. De modo que esse negócio está dando problema. E os que estão na Assembleia de Deus? Vão prestar conta a Deus! Vamos brigar com eles? Deixa pra lá, vão prestar conta a Deus! Esse é que é o problema, a Bíblia diz cada um de nós. Eu vou dar conta e os irmãos vão dar conta também. Se o Tribunal de Cristo fosse coletivo…, mas a Bíblia diz cada um. Então nós temos que pensar nisso.

Qual o posicionamento do pastor diante das mudanças dos crentes na conjuntura sociológica na pós-modernidade?

Em primeiro lugar, o que é pós-modernidade, no sentido bem popular? É o predomínio do humanismo, (não estou falando de humanitarismo, estou falando de humanismo). E o que é humanismo em filosofia? É o homem ser o centro e Deus jogado fora. É isso que o mundo, inclusive o Brasil vive. E como começou isso? Começou há décadas, logo depois da Segunda Guerra Mundial. Então não é o humanitarismo, porque este é uma coisa maravilhosa, eu estou falando de humanismo. E o que é humanismo, onde está na Bíblia? 2 Timóteo 3, está bem claro isso lá, como sinal da vinda de Cristo. O homem passa a ser o centro de tudo e Deus na periferia jogado fora. E pode ver, a sociedade chegou nesse ponto. Nem na igreja Católica, eles vão à missa só pra marcar ponto, nem sabem quem é o vigário, acabou. A igreja Católica hoje vive somente de forma.

Então qual o posicionamento do pastor diante das mudanças dos crentes na conjuntura sociológica na pós-modernidade? Pós-modernidade é um movimento filosófico de inspiração satânica que começou logo depois da Segunda Guerra Mundial, por volta do ano de 1947.

E qual é a filosofia? O homem é o centro de tudo. Pode-se ver, colégio, faculdade, fábrica e tudo. E Deus? Jogado fora, nem é mencionado.

E no passado? Não, no passado pelo menos em teoria, hoje nem em teoria. E o que é que diz a Bíblia lá nas epístolas? Moralmente o mundo irá de mal a pior. Tecnicamente não. Quem é que não sabe que tecnicamente o mundo está se tornando uma maravilha? São satélites, computadores, é uma benção. Mas moralmente, irmãos queridos, não vai mudar, vai piorar. Mas essa nova geração, e escola, e programas do governo, as associações? Não dá em nada, a Bíblia diz, irá de mal a pior. Em que sentido? Moralmente. Graças a Deus que a igreja está na terra pregando o Evangelho, só que a igreja tem que tomar cuidado pra se manter renovada, e isso custa um preço porque o humanismo, ou seja, o pós-modernismo tomou conta da sociedade e principalmente da juventude. Deus tenha misericórdia da juventude! O irmão Edenin Pontes Neto tem 22 anos, essa idade é difícil. Então um jovem como o irmão, na igreja, devemos levantar as mãos não sei quantas vezes para o céu e louvar a Deus.

Quando eu estive na Escandinávia, pouco tempo em viagem de pesquisa, mas ninguém sabia, os irmãos sabem que foi a Escandinávia que evangelizou a América do Sul, muita gente pensa que foi só o Brasil, na época eles mandaram missionários também para a Argentina, Peru, Chile, Colômbia, nós somos brasileiros destacamos o Brasil. Os irmãos sabem disso, que vieram da Escandinávia, da Suécia, da Finlândia, da Noruega. E vejam, claro que eu estou repartindo isso porque os irmãos são obreiros, se fossem novos convertidos eu não compartilharia isso. Na nossa despedida lá, o pastor da Igreja Filadélfia, pastor Scott, nome bem difícil dele, um pastor ainda bem jovem, disse:

– “irmão Antônio Gilberto, eu gostaria de saber como será sua volta”.

Eu disse: “eu tenho que pegar um vôo às 16 horas para Berlim e preciso estar liberado, enfim, até a hora do almoço”.

Ele disse: “Olha, eu vou convocar hoje à noite, domingo, o ministério pra uma despedida, com um café, uma palavra da parte do irmão”.

Eu falo um pouquinho de sueco, era pra falar melhor, mas a gente perde o controle. O sueco é muito parecido com o inglês, o finlandês é mais parecido ainda. Bom, veja só o que aconteceu: no momento certo eu estava numa sala muito bonita, aproximadamente uns 60 homens e mulheres, diáconos, etc. Eu compartilhei um texto bíblico, ele apresentou os obreiros que eram obreiros-chave, logo em seguida ele disse:

– “Meus irmãos, o irmão Gilberto ele precisa se organizar para viajar, agradeço os irmãos por terem vindo, tiramos foto, agora eu dispenso os irmãos, por favor, deixem o recinto calmamente”.

Ele chegou pra mim e disse:

– “Irmão Gilberto, eu preciso, eu e minha esposa que está aqui, ficar alguns minutos com o irmão antes do irmão ir para o hotel”.

Então os obreiros se despediram, nos abraçamos ali, tiramos fotos e foram embora. Logo que saíram, ele disse:

– “Vamos para o meu gabinete”.

E quando chegamos lá no gabinete ele disse:

– “Olha irmão Gilberto, fomos nós”. Ele disse isso com os olhos lacrimejando e com a voz embargada.

– “Irmão Gilberto, o irmão bem sabe que fomos nós que no século passado, a Escandinávia, principalmente a Suécia, que Deus abalou o país, batizou com o Espírito Santo levantou aquela igreja poderosa e uma das primeiras coisas foi mandar missionários, e missionários para o Brasil, Daniel Berg e Gunnar Vingren e dezenas de outros”.

Deus os abençoou que levantaram aquela obra no Brasil e depois vieram os missionários americanos, enfim. Aquilo me doeu. De fato nós estamos pecando.

Ele disse isso comovido:

– “A gente nota irmão Antônio Gilberto, ida e volta de obreiros do Brasil pra América, para o Canadá e nós aqui abandonados”. Então com lágrimas nos olhos ele disse: “Venham nos socorrer!”

Aquilo me doeu, eu não agüentei e chorei também. “Venham nos socorrer!” Mas, meu irmão em que sentido?

Ele disse: “Jejuem por nós, jejuem por nós, morram por nós num certo sentido”.

Está difícil a situação na Escandinávia. Agora o pós-modernismo está uma maravilha lá, entre aspas. Então, irmãos, significa que Jesus está voltando. Isso serve para gente botar as barbas de molho.

Há uma afirmação de que a igreja evangélica brasileira está cansada, o que ocasiona mudanças de paradigmas em relação aos modelos tradicionais, e leva muitos crentes ao abandono do convívio fraterno, substituindo-o por um modelo de vida cristã alternativa. Como o senhor avalia essa situação?

Falta de um avivamento espiritual de acordo com o livro de Atos. Vamos buscar um avivamento de acordo com John Edward? Não! Vamos buscar um avivamento de acordo com “Fulano de tal”? Não! Um avivamento segundo o Livro de Atos do Apóstolos!. Aonde? Capítulo 2, 8, 13 e 19, o livro de Atos. E aquele avivamento de John Edward? Aquilo foi para aquele tempo. Não vamos copiar modelo dos outros. Então a resposta aqui é uma só: um avivamento! Agora, um avivamento com base na doutrina, se não ele pode descambar para a direita. Os irmãos já notaram que sempre que a Bíblia previne sobre desvio, e não tem nenhum texto contrário, sempre que a Bíblia alerta sobre desvio, cuidado com o desvio para a direita e depois para a esquerda?

A Bíblia nunca diz primeiro para a esquerda. Nós fizemos um levantamento criterioso disso à luz do texto original e só tem 11 vezes na Bíblia. Só tem 11 vezes Deus dizendo: cuidado com o desvio para direita e depois para esquerda. Deus nunca diz primeiro esquerda. Não!

E o que é desvio para direita? Desvio para o lado certo, ou seja, exagero, fanatismo, torcer a verdade bíblica, pegar as escrituras e adulterar. Isso arrasa a igreja. Nós estamos tendo essa dificuldade. Essa igreja que eu fui ministrar lá no RJ, neo-pentecostalista, meu Deus! Desvio total. Eu estava ministrando, já do meio para o fim do estudo bíblico, quando um homem se levantou no auditório, começou a pular e profetizar. O pastor que me convidou disse: “irmão Gilberto, me dê licença”. Pegou o microfone e disse: “irmãos diáconos vão lá e mandem esse homem parar!” Os diáconos correram lá e o homem se revoltou, inclusive pegou uma cadeira, levantou e pulou com a cadeira. Aí uma irmã se levantou e disse: “é o espírito, é o espírito!” O pastor disse: “Mas não é o Espírito do Senhor!”.

Olha, levaram uns 5 minutos para ele acalmar. Arrancaram o homem e o levaram de quatro pés lá para o lado de fora. Avivamento… Levaram o homem de quatro pés, seguram nas duas mãos e nos dois pés. E a irmã? Disse o pastor: “Diaconisas venham depressa!”

As irmãs vieram, seguraram a saia dela, saia muito curtinha, e a levaram de quatro pés lá para não sei aonde.

Avivamento… Devido o que? Desvio para direita. O desvio para direita é pior que desvio para esquerda.

O que é desvio para esquerda? Desvio para pecar. Esquerda é o lado do erro. Deus nunca diz: Cuidado com o desvio para esquerda e depois direita. A Bíblia sempre diz… Se lembram de Josué? Josué, não te desvie nem para direita nem para esquerda. Então nós temos que ter cuidado com isso, avivamento é uma benção de Deus, mas um avivamento bíblico, se não pode desviar para direita.

O senhor afirmou, durante o seminário, que a família está fragilizada. Qual a conseqüência disso para a igreja e como revitalizar a família?

Os irmãos sabem o que é fragilizada? É uma coisa que se quebra com facilidade. Se não for dado um jeito nisso, ele se fragmenta. A família dentro da igreja – fora da igreja, Deus tenha misericórdia – está fragilizada. E qual é o passo seguinte se não houver uma providência Divina? Fragmentar a família. Sabe o que é fragmentar? Virar pedaços. E o qual é o terceiro passo? Ruína. Onde está isso na Bíblia? Lucas 17, quando Jesus alertou. E onde está mais sobre isso? 2 Timóteo 3, está bem claro isso. Lá no final diz: “proibindo o casamento”. Então a igreja vive este tempo, ou seja, em suma, busquemos a renovação, busquemos o avivamento.

Agora, doutrina é a chave: “permaneciam na doutrina dos apóstolos”. Então, os irmãos sabem que isso dói, porque a família é sagrada. Meu Deus, a família é a chave de tudo. De onde vem o governo? De onde vem o município? De onde vem o operário da fábrica? De onde vem o membro da igreja? De algo maravilhoso chamado família. E quais são os dois esteios da família? O marido e a mulher, a mulher e o marido, são os esteios.

O que o senhor diz da igreja brasileira em face da atual política governamental?

Voltar ao Livro de Atos dos Apóstolos! Como assim? O livro de Atos está repleto de políticos, mas fora da igreja. Nada de mandar na igreja. Lá está o nome de Cláudio, lá está o nome de Festo, lá está o nome de Herodes, o nome de Agripa. Todos eles eram grandes políticos, mas nada de se meter na igreja, ou seja, não deve haver intervenção, intromissão com político e político na igreja pra mandar. O livro de Atos está repleto de políticos, só que no seu lugar e a igreja no lugar dela. Hoje em muitos lugares estamos vendo a mistura. O livro de Atos é o nosso modelo. Lá está Cláudio, César, está Festo… Inclusive o caso de Festo! Por falar nisso, irmãos, é uma coisa terrível, porque ele veio com Berenice, quando veio para comparecer diante de Paulo. Ele veio com sua esposa Berenice. Os irmãos sabiam que Berenice era irmã carnal dele? Vejam como estava o mundo romano! Berenice era irmã carnal e ele vivia com ela e ela com ele como marido e mulher. É pavoroso! A Bíblia não diz isso porque a Bíblia não tem nada haver. Mas quando o irmão pesquisa nos anais, como eu pesquisei em Roma… Irmãos carnais, ele largou a mulher com quem ele tinha casado e se juntou com a própria irmã e apareceu perante Paulo. Terrível, terrível!

Voltando a pergunta… Políticos na igreja? Bem dito seja Deus. Nos cultos, como membro da igreja, tudo bem, agora se imiscuir, não, não, não!

Para ilustrar isso aqui, eu cheguei a mencionar que eu tive um convite, muito honroso de ministrar para os executivos da grande empresa de cimento, a Votorantim. Os irmãos sabem que a Votorantim é uma potência, aqui no Espírito Santo deve ter sucursal, escritório. A Votorantim é magnata, imaginem o privilégio! Eles mandaram um ofício para a Convenção Geral e caiu nas mãos do Pr. José Wellington, nosso presidente, para ele designar alguém para ministrar numa palestra religiosa de 50 minutos, na reunião nacional dos executivos, numa cidade do Rio de Janeiro chamada Friburgo, onde fica uma das grandes fábricas deles. O irmão Wellington ligou pra mim, eu disse: “irmão Wellington por que o senhor não vai?” Ele disse: “Eu não vou nada. Gilberto, você aceita?” Eu disse: Só se eu receber pormenores e o senhor orar por mim. Ele disse: “A gente ora!” Concluindo, eu aceitei e então o secretário da empresa entrou em contato comigo e disse: “A primeira coisa que pedimos, por obsequio, é o senhor enviar o seu currículo, é norma”. Está bem, eu não gosto de mandar para ninguém, mas eu envio. Eu enviei meu currículo. Ele disse: “Segunda coisa, desde agora o senhor está com motorista e carro a sua disposição, é seu. Se o senhor quiser vir de helicóptero, nós temos, pegamos o senhor, levamos em casa. Mas se o senhor quiser vir de avião, daqueles jatos de dois motores, aqui tem aeroporto, tem tudo. O senhor pode trazer sua família. E outra coisa, o senhor quer hotel de cinco, quatro ou três estrelas?” Eu disse que não faço questão de estrelas, contanto que seja bonzinho. Resultado: fomos lá para a reunião e quando completaram os 50 minutos, o mestre de cerimônia (o MC), me chamou a parte e disse: “O auditório está pedindo se o senhor pode prorrogar meia hora mais?” Eu fiquei surpreso. Ele disse: “O auditório está pedindo se o senhor pode prorrogar a palestra por mais meia hora?” Eu disse: Poder, eu posso. Mas eles não vão se cansar? Ele disse: “São eles que estão pedindo! Segundo, o auditório, os executivos estão perguntando se é o possível o senhor responder perguntas?” Eu disse que perguntas já é fórum, e o convite que eu tenho aqui é uma mensagem religiosa. Ele disse: “Está certo, deixe comigo que eu dou a resposta para eles”. Eu digo então, perguntas já é um fórum, eu não me nego se eu souber, mas misturar… Ele disse: “Está certo, o senhor é pastor, deixe comigo”.

Voltando… A que ponto quero chegar? Quando terminou tudo, foi servido um coquetel. O executivo chefe me chamou num canto e disse: “Isso aqui não é um pagamento, ao contrário, isso aqui é um honorário”. Foi uma benção de Deus, Yolanda pulou de alegria. Porque foi um bom dinheiro e eu estava com alguns problemas de aperto financeiro, inclusive um seminário que eu precisava participar na Alemanha e a coisa estava feia, porque a moeda de lá é o Euro e o Euro não é fácil, dói na gente, pois a gente pega um tanto de Real e quando cambia fica pouquinho… Eu agradeci. Aí ele já veio para o lado de fora, com a cúpula dos executivos e disse: “Senhores executivos, setor do Maranhão, setor gaúcho, etc. Senhores executivos, ouçam bem o que nós vamos dizer agora. O reverendo já está saindo, indo embora. Os senhores se lembram de que até agora quem fazia esse trabalho era padre. Todo ano vinha um monsenhor ou um bispo, só, reverendo, que eles só falavam aqui de política. Só vinham falar de política e filosofia. Chega! Política nós temos, filosofia nós temos. Aqui está o doutor ‘Fulano’ que é catedrático de ‘não sei do que’. Reverendo, não dá! Então nós resolvemos mudar agora e chamar um pastor”. Eu digo, como é que estão as coisas na face da terra? Incrédulo mudando. Eu digo, gente isso é uma lição para nós. A gente às vezes não quer mudar nada quando é hora de mudar. Ele disse: “Resolvemos mudar, porque todo ano é um bispo, um arcebispo, um monsenhor. Só reverendo, que ultimamente eles só vinham falando de Planalto, Brasília, ONU, política, etc. E nós queremos é alguma coisa para nossa alma!” Eu lá dentro de mim eu dei um glória a Jesus e ainda falei algumas línguas em segredo, eles viram os lábios se mexendo, mas eu segurando as línguas ali no espírito. E de fato, este ano o convite foi feito para a igreja presbiteriana e quem foi lá este ano foi o reverendo Estevão. Mas vejam como que está o mundo, o mundo pedindo socorro à igreja. Agora eu pergunto, nós temos o pão pra dar? Graças a Deus!

Que mensagem o senhor deixa para os crentes capixabas, diante da crise de identidade vivida nos últimos dias?

A última mensagem que deixo é que nós precisamos realizar retiros espirituais, realizar reuniões da porta para dentro das igrejas, só para o rebanho do Senhor, para essa finalidade de oração, de estudo da Palavra, de concentração com o fim de buscar de batismo com o Espírito Santo. Mas batismo genuíno! Pois muita gente não busca porque acha que não precisa, quando o batismo com o Espírito Santo, os irmãos sabem, que é uma dádiva tão preciosa que Jesus disse para ficar lá até receber. Mas também quem é batizado, renovar-se, renovar-se, renovar-se! É a nossa mensagem. É a mensagem de Atos. Renovação, renovação espiritual. E concluindo, eu deixaria também para o programa, em Romanos 15.29, onde Paulo disse: “eu vou a vocês, até Roma, só que eu vou pregar o evangelho completo”. Ou seja, que Jesus salva, que Jesus cura, que Jesus batiza, que Jesus renova, que Jesus vem outra vez. Ele disse, “eu vou a Roma sim, só eu vou levar o evangelho pleno”.

Que Deus nos conceda viver o evangelho pleno. Em Romanos 15.29 ele disse: “Eu vou a Roma levando o evangelho pleno”. O evangelho que não é pleno, ele é uma benção, ele abençoa. Mas o evangelho pleno, ele é maravilhoso.

Quem é o pastor Antônio Gilberto?

Eu sou membro da Igreja Assembleia de Deus no Brasil (em Cordovil/RJ). Pela graça de Deus, salvo por Jesus. Ele por sua graça, além de me salvar, me trouxe para o Santo Ministério e nele tem me usado. Mas toda honra, glória, louvor e mérito é dEle e só dEle. E por sua graça Ele também me deu uma esposa (Irmã Yolanda) paciente, compreensiva, que coloca o ombro debaixo da carga e geme sozinha. Eu chego muitas vezes, às vezes a noite eu venho de certos compromissos, lá está ela sentada ou ajoelhada ou em pé orando, orando, orando. Portanto 75, 80, 85 por cento do que eu faço para Deus, eu devo a Deus através dela. Mas eu sou um servo, os irmãos sabem que duas maravilhas na vida do crente, duas grandes maravilhas, é que o crente primeiramente é filho. Filho de Deus só tem um tipo, ou a pessoa é ou não é. Não existe neto, Deus não tem neto. Deus só tem filhos. E em segundo lugar, servo. Filho de Deus só existe um tipo. Mas tem muito tipo de servo, inclusive tem o servo mal e lá no livro de Isaías 42 tem servo cego. Meu Deus! Está lá escrito. Então Deus tem tido misericórdia e nos tem feito filho e servo.

Algumas outras coisas que são seculares, que qualquer pessoa tem. Algumas faculdades. Alguns idiomas. Mas isso é coisa normal que todo mundo pode fazer. Mas a grande maravilha é que eu sou filho, como os irmãos também são filhos. Não são netos, nem afilhados, filhos de Deus! E a maravilha? Ser servo!

Eu agradeço esse privilégio da entrevista e lhe peço o obsequio do irmão editar e, por favor, coloque isso em cinco minutos. (rs) – “As perguntas são muito bem feitas, muito abrangentes. Cada pergunta dessas merecia uma entrevista à parte”. Pr. Antônio Gilberto

Por Pr. Paulo Pontes / Seara News

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


271 COMENTÁRIOS

  1. Sou a favor do reconhecimento do trabalho, muitas mulheres foram responsáveis por trabalhos maravilhosos de missões principalmente em lugares como a Amazônia, mas de fato, na palavra não há uma passagem que relate algo parecido, Paulo relata que as mulheres não devem ensinar as escrituras, machista… poder ser mas e a palavra, o cabeça e o homem, a igreja e uma extensão da sua casa, o homem da a palavra final, lógico que não podemos abonar o valor da mulher na obra de Deus, existem trabalhos excelentes feito por mulheres por todo o mundo, mas quando se trata da ordenação ao pastorado, só existe respaldo bíblico para o homem ser e não a mulher.

  2. É isso mesmo, muita politicagem acaba nessas heresias como a desse pastor. E diga-se de passagem a Assembléia não é a maior igreja do Brasil, e esses ministérios antigos como Belém por exemplo estão cada vez mais acabando porque o povo está descobrindo que pode pensar por sí mesmo sem precisar se guiados pelos seus líderes(como é o papa pra igreja católica)… vamos abrir a mente e ver que a Assembleia de Deus é só mais uma igrejinha e não representa a igreja de Deus na terra, longe disso.

  3. Valdeci peceba ester era rainha mas não tinha autoridade máxima em susã só o rei ela era esposa do rei;Débora era juíza e profetisa, não era pastora,ela julgava apenas as decisões a respeito das questões do povo.Algumas mulheres na Bíblia aparecem como profetisas,miriã irmã de moisés, a profetisa ana que anunciava no templo que jesus era o Messias, zípora era pastora de ovelhas e não de pessoas. O homem sempre será a cabeça da mulher, isto é um príncipio bíblico que não pode ser inflingido. O que está acontecendo é que existe um evangelho fabricado, cheio de inovações, misticismo, invencionice, o homem acha que pode tomar qualquer tipo de decisão achando que Deus vai aceitar e escândalo alimentado mais escandalo, apóstolos que tem por aí envergonhando o evangelho de cristo buscando interesse financeiros, pregando heresias , sem nenhuma características dos apostolos de cristo, pastores mentirosos, enganadores, enfim uma verdadeira apostasia religiosa.Jesus diz a joão escreve ao anjo(pastor) das 7 igrejas da ásia lá não existia pastora, paulo escreve aos lideres das igrejas todos são pastores, ele não escreve para nenhuma pastora, mulheres cobiçando esta cargo para ter fama e popularidade, porque seus maridos são pastores famosos na maioriadas vezes.Cantoras que cantam pegam fama já querem ser pastoras que não apascentam ninguém, que invencionice dos homens . Jeremias era profeta escolhido desde o ventre e Deus lhe disse que levantaria pastores com conhecimento e inteligência para apascenter o seu povo, leia jeremias 3.15, enquanto tem um monte de pastoras e pastores consagrado pelo homem sem conhecimento e inteliência, nem consulta a Deus para tal ato, pois os mesmos são escolhidos por Deus e Deus revela ao verdadeiro cristão que e deixa ele tomar as decisões. mulheres é para apoiar o homeme em seu ministério e não tomar o lugar dele. em efésios 5.23 o maridó é a cabeça da mulher e dos filhos, se Deus constituiu a família, imagina a família de cristo, o cajado Deus deu ao homem e não a mulher, Abraaõ, jacó e moisés, tinham cajado de autoridade.A igreja precisa de uma reforma e conquistar novamente os ensinos dos apóstolos que eles receberam de cristo e acabar com essas danças, esses funk, capoeira, ufc, dentro das igrejas. As almas são conquistadas quando a igreja cai na graça de Deus pregando o genuíno e autentico evangelho e as de Cristo.Amém.

    • Parabéns pastores, olha como vocês deixam a cabeça do povo aí olha! Só Deus mesmo na vida desse povo que só sabem o que os pastores falam de púbito e não tem nenhum senso crítico pra avaliar quão rídiculo é o que muitos pastores pregam.

  4. Parabéns pastores, olha como vocês deixam a cabeça do povo aí olha! Só Deus mesmo na vida desse povo que só sabem o que os pastores falam de púbito e não tem nenhum senso crítico pra avaliar quão rídiculo é o que muitos pastores pregam.

  5. Na verdade, você não encontra na Bíblia a mulher sendo designada para liderar uma igreja. Temos sim, grandes mulheres, que possuem grandes capacidades de liderança. A bíblia ensina que o bispo deve ser "esposo de uma só mulher", "que governe bem a sua própria casa", que em caso de problemas "chame os presbíteros da igreja" etc." (I Tm 32,4; Tg 5:14). Ninguém diz que mulher não têm capacidade. Mas é que neste e em outros textos bíblicos, vemos que a liderança da igreja é dada ao homem, assim como a liderança da família. Vi muitos comentários falando que agora mulher não poderia evangelizar, por favor, não confundam as coisas, a mulher samaritana evangelizou sua cidade … Nós estamos falando de liderança da igreja e não de evangelismo. Jesus quebrou milhares de preconceitos. Se ele quisesse ter chamado uma mulher para liderar uma igreja, ou para ser "bispa" ou ser "apostola" ele teria chamado. E ninguém teria falado um A. Mas todas referencias bíblicas a mulheres não as mostram ocupando esse ministério, e sempre que se fala deste ministério, é exclusivamente dirigido a homens. Têm gente que pergunta: Pq há pastoras e seus ministérios são abençoados. Ministério "abençoado" não diz que tudo está 100% certo. Na época de Pedro e Paulo havia uma incompreensão de que o evangelho poderia ser pregado também para os gentios. Pedro não compreendia. Estava errado. Foi difícil pra ele entender. Mas seu ministério era extremamente frutífero. Agora, por favor, não confundam ministério pastoral, pastorado, bispado, episcopado com outras coisas…

    • Exatamente amado irmão, não há base bíblica para a mulher liderar a igreja (falo de ministério pastoral). Sabemos no entanto, que há determinadas funções que encaixam direitinho para a mulher e isso não é discriminação com a mulher, ela tem sua parte fundamente na igreja, mas base bíblia para liderar, não se tem.

  6. Enquanto muitos continuam atrás de mesas disseminando pensamentos teológicos, gastando sua sabedoria, muitas mulheres continuam pregando e ganhando almas pra Cristo, lá no céu então veremos quem tem mais frutos.

    • A não ordenação de mulheres é mais uma das tantas coisas que não estão na Bíblia e são ensinadas pela Assembleia e outras igrejas pentecostais como pecado, incluindo o uso de joias e calças pelas mulheres (sempre as que sofrem mais restrições). Fruto do pensamento machista que vem dos primórdios da denominação e que se perpetua até hoje. Esses líderes ignoram os diversos momentos históricos nos quais a Bíblia foi escrita, utilizando apenas as partes que lhes convem para justificar seus argumentos. Lamentável que tantas pessoas se deixem levar por essa forma de pensar, quando o próprio Deus deu ao ser humano o livre arbítrio e a capacidade de questionar.

  7. Enquanto muitos continuam atrás de mesas disseminando pensamentos teológicos, gastando sua sabedoria, muitas mulheres continuam pregando e ganhando almas pra Cristo, lá no céu então veremos quem tem mais frutos.

  8. a mulher tem sim o seu papel na igreja muitas sao o alicerces em muitas igrejas DEUS naun fez e nem faz acepcoes de pessoas tem muitas mulheres capacitadas por DEUS p pastoriar um ministerio

    • caro colega me senti muito tocado pela tua sabedoria …
      e no tacante dominado e meia boca talvez seja uma palavra que voce não conheça por não ser cristão porque segundo a biblia Sagrada no livro de Romanos 13 nenhuma autoridade constituída por homens não pode deixar de ser observada quanto mais uma constituida por Deus não levanta homens por sua estatura física ou mental mas pela moral o fato de ser conhecido por homens não o faz grande mais sim reconhecido por Deus talvez o que voce chama de frouxo seria a palavra correta temente e sabedor de que Deus fez a mulher para ó caminhar lado a lado do homem pois são uma só carne,, talvez seja por isso que separações entre casais frouxos são menos do que dos machoes religiosos ! sou nascido do espirito de Deus.

  9. O Pastor Antonio Gilberto apenas está afirmando o que a Palavra de Deus respalda. De fato Deus em Sua Palavra não dá nenhuma referência ou inferência para que a mulher pertença ao diaconato ou pastorado. Deus é o autor da Bíblia e ninguém pode alterar o que Ele, com o Seu poder, em Sua vontade diretiva fêz acontecer de Gênesis a Apocalipse. Muitos líderes e outros estão fazendo da Bíblia a própria palavra, mas não a palavra de Deus. Veja, no caso dos gays como são cegos para não enxergar que são, devido a prática, abomináveis diante dos olhos do Criador e para confirmar essa posição Divina, o próprio Deus destruiu as primeiras duas cidades gays do planeta. A questão de mulher no ministério é uma eisegese de incautos que estão escrevendo suas palavras para refutar o pastor Antonio Gilberto, mas essas críticas improcedentes são provas inconteste de que o preparo bíblico desses e dessas é inexistente. O que está escrito, está escrito e ponto. O problema desses críticos é que sabem mais do que Deus.

  10. As mulheres não são impedidas de trabalharem na obra de Deus, elas pregam, expulsam demônios, profetizam, fazem visitas, evangelizam, louvam, discipulam, enfim, elas estão cumprindo o papel que Deus lhes conferiu adjutoras. Todavia, o Senhor não deixou para elas o ministério, a partir do diaconato. Bem, eu, particularmente não me coloco no mesmo nível do Senhor para questioná-lo do porque ter feito desse modo. Afinal, Ele é o Senhor e autor de todas as normas para a vida cristã, em todos os aspectos, inclusive no ministerial. Portanto não cabe a ninguém alterar o que o Senhor, em sua imensurável sabedoria, fêz. O pastor Antonio Gilberto está mais do que certo e ele honra o Senhor com suas afirmações. Quem começou a alterar a Palavra de Deus nesse assunto? Não importa, pecou e os seguidores dessa atitude antibíblica também pecam, Tg 4.17. Não vale a pena lutar contra Deus e é o que os que apóiam mulheres no ministério estão fazendo. Não irão vencer. Aguardem porque Deus não precisa de advogado.

  11. pr antonio gilberto esta muito bem dirigido pelo o Espirito de Deus sobre este assunto
    concordo plenamente que as mulheres nas igrejas tenha seus afaseres religiosos como;
    dirigente de circulo de oração .s. de senhoras e etc, quanto a ordenação ao ministerio esta tudo errado e entibiblico, outra coisa obreiro so pode se for casado onde ja se viu isto, jesus tinha varios discipulos e quantos eram casado me parece que somente o pedro era os demais solteiros
    o apostolo paulo foi o maior instrumento nas mãos de Deus, vamos deixar dse ipocrisia vamos abrir as portas e deixar o povo trabalhar outra coiosa em falar que apos 45 anos de idade ja esta
    velho não serve para ser obreiro PARABENS PR ANTONIO GILBERTO PELA ENTREVISTA
    DEUS CONTINUE LHE ABENÇOANDO RICAMENTE

  12. Concordo totalmente com o Pastor, a biblia diz que a mulher tem que ser subimiça ao marido, no seu lar quanto mais na obra de DEUS que emvolve guiar e mandar nos obreiros. Deicho bem claro que muitas mulheres são a coluna da igreja, mas no ministerio pastoral DEUS encúmbio o Homem, para este trabalho..

  13. Eita!!! Precisamos levar em conta a cultura que o povo daquela época vivia. Se fosse nos dias de hoje, com certeza teríamos mais pastoras que pastores. É o pensar um pouquinho!

  14. Graça e paz, amados irmãos.

    Só tenho uma pergunta:
    O que dizer da responsabilidade de Raquel, filha de Labão?

    “Estando ele ainda falando com eles, veio Raquel com as ovelhas de seu pai; porque ela era pastora”. (Gênesis 29:9)

    Abraços em Cristo Jesus,

  15. Pastor o que dizer da liderança da profetiza e juíza Débora, creio que ela foi levantada por Deus, mulher esposa Lapidote, e, que julgava a nação de Israel, ou, seja as ovelhas de Deus espiritualmente falando das almas;o que dizer de Raquel e as sete filhas do sacedote de Midião Jetro sogro de Moisés pastoreavam bixos, ovelhas, bovinos etc; numa; o que dizer da consagração de FEBE por Paulo, existem muitas coisas na Bíblia sagrada que foi DEUS que escolheu; e Debora é uma destas boas coisas, liderança sobre Israel; Juiz levantado por Deus era um grau elevado para libertar a nação de Israel. Deus levantou mulheres para liderar, e, Jesus também, porque se em João 10:30 Eu e o Pai somos um. Jesus Cristo faz a vontade do seu Pai, porque ele é Deus Pai.

    • Débora era uma líder politica e não eclesiástica, por favor vamos ser honestos, lideres espirituais eram os sacerdotes, quantas mulheres exerceram o sacerdócio na bíblia.

  16. pastor antonio gilberto a paz do senhor

    queria tirar uma duvida varias pessoas tem opiniões diferentes acerca de varios assuntos
    especialmente a questão da ordenação de mulheres .etc….

    e o que o senhor acha das assembleias de Deus do belém aceitar pastores que tracam de mulher e continua atuando no santo ministério……

    • Eu nao sei o que é pior!! Deixar almas irem para o inferno porque alguns homens sentem seu orgulho ferido ou deixar Deus usar quem ele quiser usar!! Nao sei porque tanto espanto, se Deus usou até uma mula! Acho que que os homens estao muito preocupados em por um basta no ministerio dos outros, no caso, das mulheres, porque veem que estao perdendo seus preciosos títulos que nao garantem entrada no céu!

  17. Amados irmãos, não posso e nem quero discutir tese alguma com ninguém, até porque não sou formado em nada, mas percebo que a sabedoria humana muitas vezes atrapalha demais a obra de Deus. (Que me desculpem os doutores), mas os senhores ainda não perceberam que certas discussões pouco prováveis na bíblia geram mais confusão que edificação? Isso deixa bem claro que existe uma guerra entre igrejas e denominações onde ninguém quer perder e termina o diabo ganhando, inclusive muitos “mestres”. Discutir praticas e costumes da igreja primitiva hoje acho que é perda de tempo, pois já ficou muito longe, a não ser que alguém tenha ai o nome e endereço de uma igreja que ainda segue pelo menos isto:
    At.2.42 E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações.
    At.2.43 Em cada alma havia temor, e muitas maravilhas e sinais se faziam pelos apóstolos.
    At.2.44 Todos os que criam estavam juntos e tinham tudo em comum.
    At.2.45 Vendiam suas propriedades e fazendas e repartiam com todos, segundo cada um tinha necessidade.
    E aí, quem ensinou que os mais ricos teriam que vender as propriedades e repartir com os mais pobres ou quem disse que isso não seria necessário? Porque hoje não se faz mais assim.
    E porque o que é pouco provável que Jesus nem ensinou nem proibiu é hoje considerado pecado?
    Sei que é difícil entender a bíblia mas acho mais difícil é entender o que o homem pensa e porque discorda de qualquer coisa só por capricho.

  18. NÃO ACEITAR QUE AS MULHERES FAÇAM A OBRA DE DEUS É NÃO ENTENDER O SACRIFÍCIO DO CALVÁRIO, O PASTOR ANTONIO GILBERTO É UM HOMEM DE PROFUNDO CONHECIMENTO TEOLÓGICO, LAMENTO QUE PENSE ASSIM, PARABÉNS A TODAS AS MULHERES QUE FAZEM A OBRA DO SENHOR , QUANDO DEUS CHAMA ALGUÉM NÃO CHAMA O CORPO E SIM ALMA E NÃO IMPORTA SE ESTA ALMA ABITA EM UM CORPO FEMININO OU MASCULINO ESTA SEPARAÇÃO SOMOS NOS QUE FAZEMOS, POIS O NOSSO DEUS NÃO VER ASSIM.

  19. A biblia deixa bem claro acerca da conduta da mulher nas reunioes dentro da congregação, entretanto, fora a mulher com a graça de Deus pode evangelizar aos que desconhecem a sã doutrina.

    Vejam:
    Timóteo: 2. 11. A mulher aprenda em silêncio com toda a submissão. 12. Pois não permito que a mulher ensine, nem tenha domínio sobre o homem, mas que esteja em silêncio. 13. Porque primeiro foi formado Adão, depois Eva. 14. E Adão não foi enganado, mas a mulher, sendo enganada, caiu em transgressão; 15. salvar-se-á, todavia, dando à luz filhos, se permanecer com sobriedade na fé, no amor e na santificação. – Bíblia JFA Offline

  20. CONCORDO , COM O MINISTERIO PASTORAL FEMININO , DESDE QUE A MESMA SEJA A SEGUNDA PESSOA DO MARIDO ,OU SEJA ESTEJA LADO DELE . PASTORA , ESPOSA SUBMISSA DO PASTOR.,MAS A LIDERANÇA DA IGREJA DEVE SER DELE(DO MARIDO/PASTOR )

  21. É lamentável e até lastimável o pensamento de alguns pastores que se dizem “tradicionais” com tanto conhecimento doutrinário; porém, que não pode chamar de Doutrina Cristã. Esses que considero como “Vice-presidente do céu” ou semi-Deus, ou ainda a “quarta pessoa da Trindade”, se esquecem que para o entendimento literário no bom português, quando se referem ao gênero masculino enquanto atribuições de pessoas, estão se referindo a homem e mulher, senão vejamos: João Batista de tal, casado com Zélia de tal, são apresentados em referência como “casal ou senhor e senhora, Batista de tal”. É uma questão de saber a real diferença entre Hermenêutica e Semântica, para a interpretação real do que se lê. No demais, Paulo trata da liberdade Cristã, deixando claro em Gálatas 3:28 que “Nisto não há judeu nem grego; não há servo nem livre; não há MACHO nem FÊMEA; porque todos vós sois um em Cristo Jesus”. Tantas mulheres com dons especiais na obra…será que Deus erraria ou pecaria nisto? Meu caro Pr. Antônio Gilberto, com todo respeito e carinho em Cristo Jesus, nós não estamos mais no tempo em que se formava “obreiros no facão”. Hoje, contamos com ensino mais acessível, o que permite uma formação mais específica e eficaz para evitarmos comentários utópicos sobre a realidade Cristã, conforme trata as Sagradas Escrituras. Porém, encerro com as palavras do Apostolo Paulo, ainda sobre a liberdade Cristã em 1 Co 11:16 que diz: “Mas, se alguém quiser ser contencioso, não temos tal costume, nem as igrejas de Deus”. Perdão, por falar a verdade!

  22. Enquanto discutem se é certo ou errado mulheres nos cargos ou não, milhares e milhares de almas sendo ceifadas e suas vidas levadas para o inferno. As coisas de Deus não tem explicação, quem tentar entender morre sem compreender porque é mistério. Eu acredito que ao pé da cruz o terreno é todo plano e não temos diferenças alguma para o nosso mestre Jesus Cristo. Vamos pregar o evangelho vamos? Então vamos….

  23. Concordo com o Pr se a mulher for consagrada para pastorear uma igreja. Mas seria marchismo não consagrá-las para outras funções na igreja que muitos homens não querem mais fazer a obra de Deus ou perderam a motivação por algum motivo.

  24. Tanta coisa que não está na Bíblia e é ensinada como sendo pecado, incluindo o uso de joias e calça em mulheres (sempre todas as restrições para elas), uma linha de pensamento machista que vem dos primórdios da Assembleia de Deus e outras igrejas pentecostais, e permanece até hoje. Ignoram os variados momentos históricos nos quais os livros bíblicos foram escritos e utilizam apenas o que é conveniente para as mentes retrógradas que se autodenominam divinamente inspirados. Lamentável que tantos acreditem cegamente nesses líderes, quando o próprio Deus deu o livre arbítrio para que o ser humano questione.

  25. Uma mulher cristã, não pode ser ordenada a nenhum dos ministérios que estão expostos no livro de efésios. Vamos lembrar da figura do tabernáculo: No àtrio exterior, onde foi dado às nações, estão os dons naturais, que qualquer pessoa pode receber de Deus. No local santo, estão os dons espirituais expostos em I Coríntios e no Local Santíssimo, estão os dons ministeriais, quais sejam: Profeta, Doutores, Apóstolos, Evangelistas e Pastores, os quais são dados por JESUS. Trata-se de ministérios. Mulher não pode ser pastora, presbítera, bispa, apóstala, mas pode ter o dom espiritual da profecia, não podendo ter o cargo ministerial de profeta. Outro ponto: Mulher não pode e nem deve pregar. Veja os motivos:
    1) Porque se encontra escrito em I coríntios 14:34 e em outras cartas escritas pelo apóstolo Paulo.
    2) Porque primeiro foi criado Adão e depois Eva. E quando Eva pregou para Adão, e este ouviu, a humanidade caiu. Então, meus irmãos, Faça igual Jó, que não ouviu a pregação da sua mulher.

    3) Porque Raquel não exercia ministério pastoral. Era pastora de ovelhas, literalmente. Não confundam as coisas.

    4) Porque Débora em Juizes 5 – somente foi a guerra pela covardia de Baraque, o qual é lembrado em HEBREUS 11 como Herói da Fé. Isso, não significa que mulher pode pregar.

    5) Porque Vastí foi deposta, pois não obedecia ao marido, sendo certo que CADA HOMEM SEJA SENHOR EM TUA CASA. Tem-se certeza que Esther era submissa, e entrou na presença do rei, não para PREGAR e sim para salvar o povo.

    6) Porque as DOZE TRIBOS DE ISRAEL, representam os 12 filhos de JACÓ, sendo certo que DINAH não é nome de tribo.

    7) Porque JESUS CRISTO escolheu DOZE DISCÍPULOS HOMENS, e quando um o traiu e se suicidou, os DISCÍPULOS ESCOLHERAM MATIAS, ou seja, OUTRO HOMEM PARA O LUGAR.

    8) PORQUE JESUS CRISTO, quando mandou os SETENTA para anunciar o EVANGELHO, todos eram homens.

    9) PORQUE O HOMEM É A CABEÇA, sendo a MULHER, o CORPO.

    10) PORQUE OS CARGOS MINISTERIAIS, escritos em EFÉSIOS, são para os homens, isto é DEUS separou uns para o ministério: de pastor, evangelista, apóstolo, profetas e doutores. Porventura, foi tirada a palavra de DEUS dentre vós?

    11) PORQUE NÃO PODEMOS TOLERAR O ESPÍRITO DE JEZABEL.

    20 Mas tenho contra ti que toleras Jezabel, mulher que se diz profetisa, ensinar e enganar os meus servos, para que se prostituam e comam dos sacrifícios da idolatria.
    21 E dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua prostituição; e não se arrependeu.
    22 Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras.
    23 E ferirei de morte a seus filhos, e todas as igrejas saberão que eu sou aquele que sonda os rins e os corações. E darei a cada um de vós segundo as vossas obras. (Ap. 2:20-23)

    Este espírito deseja inverter os valores na Igreja, nas Famílias, fazendo com que os filhos não respeitem os pais. fazendo com que as mulheres se sintam a cabeça do corpo e não sejam sujeitas ao marido, fazendo com que o marido seja o corpo, ao invés de cabeça e não ame a mulher, como Cristo amou a igreja.

    A Bíblia diz que a mulher não deverá usurpar a autoridade de um homem. Se ela governa a casa, ela também irá fazê-lo na igreja e no país. Tudo começa no lar.
    Cada homem deve ser o rei do seu próprio castelo e sua esposa não pode usurpar o trono dele:
    “Não permito, porém, que a mulher ensine, nem use de autoridade sobre o marido, mas que esteja em silêncio.” (1Tim. 2:12) Se alguma esposa não se submete à autoridade do marido, ela está criando uma situação favorável a Satanás para a destruição da família. Se ela está em autoridade, então ela está usurpando-a; ela está tomando o poder e autoridade indevidamente e erradamente. Isso é contra a Palavra de Deus. Se ela tenta pregar numa igreja ou diz que é “chamada” para o ministério, ela está contradizendo a própria palavra que diz pregar. O Diabo está ganhando terreno imensamente nessa área ao redor do mundo inteiro, com o objetivo de destruir a família, na medida que esse espírito diabólico prepara o mundo para o anti-cristo. Amo a todos, mas a Bíblia não foi escrita por mim. Voltemos ao Evangelho. Irmão Fábio.

  26. Concordo com o irmão Pb. Ivonilson, peça destituição do seu cargo e deixa de ser machista ignorante, Já vi que a MAIORIA dos ignorantes que aqui estão são superficialmente meros interpretadores de textos isolados, não entendem nada de bíblia e das leis menos ainda, dos mandamentos, dos conceitos bíblicos, da cultura dos Judeus, não sabem nada sobre o original, não sabem nada das traduções originais do hebraico, hebraico transliterado, das leis da tana do tora, e os conceitos, gostaria por favor que algum teólogo que concorda com esta hipocrisia me explicasse isso a luz da bíblia sagrada.

    A ORDENANÇA PASTORAL ECLESIÁSTICA PARA AS MULHERES É BÍBLICA SIM OU NÃO?
    POIS TA VAMOS LA A LUZ DA BIBLIA E SEGUNDO OS CONTEXTOS DO ORIGINAL, VAMOS VER POR FAVOR ME ACOMPANHEM OS INTERESSADOS EM SABER A VERDADE.

    POIS É BIBLICO SIM!!!!

    Referencias aos presbíteros.

    Atos 14:23 E, promovendo-lhes, em cada igreja, a eleição de presbíteros, depois de orar com jejum, os encomendará ao Senhor em quem havia crido.

    Atos 15:6 Congregaram-se, pois, os apóstolos e os presbíteros para considerar este assunto.

    Atos 16:4 E, quando iam passando pelas cidades, lhes entregavam, para serem observados, os decretos que haviam sido estabelecidos pelos apóstolos e presbíteros em Jerusalém.

    Tito 1:5 Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam, e de cidade em cidade estabelecesses presbíteros, como já te mandei:

    Bom por estes versículos nós observamos que os presbíteros eram uma função e estava em plena atividade na época dos apóstolos.

    De primeiro a palavra presbítero significa “VELHO, ANCIÃO”, na exegese, não a separação deste vocábulo, presbíteros, pastor e bispo é a mesma coisa, só poderia ser pastor aquele que fosse maduro na fé (presbíteros/ancião), e o ancião (presbíteros) eram os pastores, os pastores tinham uma responsabilidade de supervisionar um grupo de pessoas, e supervisionar no grego é επίσκοπος (bispo), ou seja, todo presbíteros (velho/maduro) era pastor, porque era supervisor (bispo) de um grupo.

    Portanto na exegese não existe hierarquia eclesiástica sobre isso, todo presbítero é pastor e bispo, todo bispo é pastor e presbítero e todo pastor é bispo e presbítero.

    Mas e as mulheres presbíteras onde estão?

    Tito 2:2-5 – Os velhos, que sejam sóbrios, graves, prudentes, sãos na fé, no amor, e na paciência; No original no verso três aparece a palavra presbítera no feminino.

    (((πρεσβυτιδας))) ωσαυτως εν καταστηματι ιεροπρεπεις μη διαβολους μη οινω πολλω δεδουλωμενας καλο (((διδασκαλους))).

    (((PRESBITIRAS))) OSAUTOS EM CATASTEMATI IEROPREPEIS ME DIABOLUS ME OINO PONGO DEDULOMENAS CALO (((DIDASCALUS))).

    (((AS PRESBITERAS))) de igual modo em postura, apropriadas ao sacro, não caluniadoras não alcoólatras, e encenadoras do bem.

    Outra coisa o cargo presbítera tem haver com função o vocábulo (didascalus) mestre/mestra que foi traduzida para encenadoras do bem, é o mesmo de 1º Corinthians 12.28. A uns estabeleceu Deus na igreja, primeiramente, apóstolos; em segundo lugar, profetas; em terceiro lugar, mestres (didascalus); depois, operadores de milagres; depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas. E também é o mesmo de efésios 4.11. E ele mesmo concedeu uns para apóstolos, outros para profetas, outros para evangelistas e outros para pastores e mestres (didascalus).

    Ou seja, em Tito 2.3 Paulo esta se referindo presbíteras que eram pastoras e bispas ele estava falando com mulheres que tinham função ministerial. E que estas mulheres deveriam ser mestras encenadoras do bem, a mesma função de Ef 4.11 e 1ºCo 12.28.

    Paulo esta falando para as mulheres presbíteras que exerciam a função do ensino, “olhe as funções delas no versículo quatro de Tito”: 4 – A fim de instruírem as jovens recém-casadas e amarem ao seu marido e seus filhos, A serem sensatas, honestas, boas donas de casa, bondosas, sujeitas a ao marido, a fim de que a palavra de Deus não seja difamada.

    Bispas pastoras e presbíteras é a mesma coisa, e as funções delas é de ensinar, de instruir as meninas adolescentes e jovens, é de dar conselhos, sobre como ser uma boa esposa e instruir os jovens do caminho certo, para ser exemplo a sociedade, tudo isso a luz da bíblia, esta é a função das presbíteras/pastoras/bispas.

    Na bíblia os pastores não davam conselhos para meninas por questões culturais, e sim apenas para meninos quando se tratava de meninas eles chamavam as presbíteras /pastoras para aconselhar caso não resolvesse então era levado ao responsável por aquele grupo.

    Na exegese o vocábulo para presbíteras é considerado um Hápax legomenon, mais se a igreja considera o Textus Receptus como fonte original, então deve se considerar também o cargo de pastoras nas igrejas.

    A mulher, considerando a regra geral, não possui em si a constituição psicológica da liderança, salvo algumas exceções que muito bem conhecemos SENDO CHAMADAS E SEPARADAS POR DEUS. Porém questiono se a bíblia não tivesse sido escrita no contexto cultural machista da antiguidade, se ao menos estas exceções seriam reconhecidas. Faço então três questionamentos sobre o assunto: 1º Fosse escrita no contexto cultural do atual ocidente, o ministério feminino seria rechaçado? 2º Por que Jesus se referindo aos pastores das sete igrejas da Ásia, os chama de anjos; reconhecendo que anjos não possuem sexo? 3º Por que algumas pastoras (conheço algumas) têm o ministério muito mais frutífero do que de muitos homens?

    Respeitoso pastor da cpad, Antônio Gilberto que é consultor doutrinário da CPAD; caso realmente conhece os conceitos bíblicos poderia me explicar a luz da palavra de Deus o que foi declarado pelo amado pastor o Sr consegue me explicar este estudo acima?, acredito que possa compreender o que acabei de voz ensinar, ai esta a verdadeira tradução e a originalidade dos textos, quem for contra a realidade segundo a bíblia, também é contra a verdade segundo a luz da palavra de Deus, e se alguém pagara algum preço será aquele que distorce a verdade, acrescenta ou tira virgula da originalidade, por machismo ou conceitos próprio com mera interpretação humana. isso é machismo e preconceito respeitoso Sr. Pr. Antônio Gilberto.

    • Um exame mais atento das escrituras conforme já aqui citado em um dos comentários, se observado literalmente, escrito está que “não permito que a mulher ensine”.Que seja este o ponto central de nossas observações, não discriminaremos as mulheres e nem tampouco as teremos em falsa consideração, mas primeiro criou O SENHOR o homem, e lhe deu toda a responsabilidade do cuidado e observância do preceito, e , posteriormente observado o homem, deu-lhe uma companheira para que lhe fosse auxilliadora. (idônea) Gn 1:26 e 2:18.

  27. Linda história desta grande mulher separada por deus e dada a Israel como Profetiza. Débora foi uma juíza descrita no livro de Juízes do Antigo Testamento da Bíblia e que teria “liderado” os israelitas contra o domínio de Canaã, por volta do século XII a.C..

    Alcançou um cargo político pelo seu próprio povo. Sua origem parece ser simples, pois o texto bíblico a menciona como esposa de Lapidote e que prestava atendimento como “profetisa” debaixo das palmeiras.

    Numa nação sedenta de espiritualidade, caracterizada pela rejeição de Deus e por uma determinação entre o povo de cada um agir a seu próprio modo, Débora foi, antes de tudo, uma conselheira, ao demonstrar sua liderança à sombra de uma palmeira próxima à sua casa, discutindo e sugerindo soluções para pessoas com problemas.

  28. Estes Pastores e outros irmãos estão equivocados para Deus não há sexo feminino ou masculino para fazer a obra Dele, isto para mim é mente fechada, quanta doutrina/teologia do homem. Graças a Deus, mesmo, Deus não descrimina ninguém. Sou nascida e criada na Assembléia de Deus, mas, para mim não existe rotulo de denominação e creio que para Deus também. Quantas vezes estamos seguindo doutrina do homem e Deus quer a verdadeira adoração, e voce e Ele (Deus).È tem mais, hoje tenho outra cabeça, ninguém implantará doutrina na minha vida de verdade.Deus nos tornou livres para sempre!!!!

  29. BEM, EM PARTES EU TAMBÉM CONCORDO, NÃO SOU A FAVOR DA CONSAGRAÇÃO DE MULHERES AO SANTO MINISTÉRIO, NÃO DESMERECENDO AS MESMAS, NA VERDADE ELAS TEM ATE MUITAS DAS VEZES MUITA GARRA E DISPOSIÇÃO PARA LEVAR ADIANTE O QUE FOI INCUMBIDA A FAZER, EU TENHO MINHA ESPOSA QUE AMA A OBRA DE DEUS E PRA ELA NÃO TEMPO RUIM, ENFERMIDADE E PROBLEMA QUE PARE DE FAZER QUE É COLOCADO NAS MÃOS DELA E NEM POR ISSO ELE TEM CARGO MINISTERIAL É MEMBRO E FAZ PARTE DO CORPO DE CRISTO E É VALORIZADO PELO MINISTÉRIO E TODA IGREJA, ISSO QUE IMPORTA, MAS COM FOI DITO, CADA UM PRESTARÁ CONTA A DEUS DOS SEUS ATOS E VAMOS LEVANDO ADIANTE A OBRA DO SENHOR, POIS NAO EXISTE IGREJA (TEMPLO) PERFEITA NESSE MUNDO, MAIS NÓS BUSCAMOS EM CRISTO A PERFEIÇÃO E GUARDAMOS O SANTO MANDAMENTO DO SENHOR ATE O GRANDE DIA.

    • verdade CARLOS , pastora não existe conheço dirigentes cooperadoras que tem dons e pregam tremendamente e nem por isto se exaltou e foi querer ser “pastora” . tão somente comporta-se como vaso a serviço do rei dos reis .
      é por isto e outros pequenos detalhes que satanás esta bagunçando muitas igrejas . que permitem homens com brincos , pastores que se divorciam ( jabes alencar) coisas que no passado era motivo de expulsão(exagero) hoje esta liberado .
      ” tenho porem contra ti que abandonaste o primeiro amor.” (apocalipse 2 vers. 4 )

  30. Sou admirador do Pr.Antonio…parabens pela entrevista e se os novos pastores(alguns chamados por Deus e Instruidos por Jesus e Apostolos Paulo) não vigiar a igreja protestante irá se tornar uma Babel..E ai de nós se ficarmos acompanhando o Mundo e suas mordernidades…

  31. Entendo que toda a discussão com relação ao perfil correto na formação de uma congregação temos como manual o livro de atos dos apóstolos, um abraço.

  32. O Pastor Antonio Gilberto, não está opinando, está mostrando o que a Bíblia Sagrada diz. Quanto às opiniões diversas, isso é normal. Eu prefiro ficar com a Bíblia Sagrada.

  33. As almas estão indo para o inferno por falta de entendimento e discernimento da Palavra de Deus. Respeito o homem de Deus (Pastor, Teólogo) mas, isso não lhe dar o direito de inverter as Escrituras Sagradas e privar o Ministério Pastoral (Feminino). Quem tem certeza do seu chamado, não vai abandonar por uma simples opinião do que acho ou não acho… quantas coisas pra se debater, quantas almas perecendo e precisando de Deus, e o Senhor debatendo sobre isso!!! Jesus está voltando, então una a igreja pra evangelizar e não pra fazer uma crítica ao chamado Pastoral Feminino. Quem me escolheu foi Deus, e tenho plena convicção da minha chamada, e não é a opinião de um ( Teólogo) que apagará a chama que arde dentro de mim… Naquele grande dia, prestaremos conta sim de todos os atos, mas também prestaremos conta dos julgamentos precipitados.

    • A questão aqui não e apagar a chama de ninguém, mas sim apenas introduzi-la a pessoa chamada por Deus em uma posição correta biblicamente. Vc não precisa ser separada pastora para fazer a obra de Deus e continuar a ganhar a almas para Cristo. Outra questão não podemos achar que todos são evangelistas, pastores etc… Deus conta com todos os ministérios, inclusive o de Mestre como vc esta chamando “teologo” no caso do pr. Gilberto.
      Deus vos abençoe e continue a fazer a obra de Deus!

  34. Pr Antonio Gilberto e um pastor conceituado no Brasil e no exterior, concordo plenamente com o pastor. Eu também não vejo base bíblica para a ordenação de pastoras no ministério. O problema e que hoje para muitas pessoas tudo e normal não tem nada a ver ; Hoje as pessoas querem viver um Evangelho comercializado ; E muitos querem alcançar o ministério para se promoverem.

  35. A primeira testemunha ocular da ressurreição foi Maria Madalena; Maria deu à luz ao Mestre; No momento de maior agonia, Jesus pôde contar com o apoio dessas mulheres que, ao contrário de boa parte dos discípulos, continuaram fiéis. E o que vemos a seguir? A Igreja lhes relegando uma posição subalterna na hierarquia institucional. Ora, esse discursinho anacrônico demonstra uma postura machista, autoritária e opressora dessa instituição pois insiste em nos silenciar e nos banir de um espaço que legitimamente é nosso!

  36. As almas estão indo pro inferno e os pastores homens discutindo magismo dentro da igreja hoje os homens evangélicos estão perdendo suas esposas porque acha que pode mandar e humilhar as mulheres, Jesus deus autoridade as mulheres

  37. EM VEZ DE ESTAR PREOCUPADO COM O INCHAÇO QUE O ALTAR ESTÁ VIVENDO HOJE EM CERTAS IGREJAS COM E CERTOS CASOS DE ABERRAÇÃO QUE AS CONVENÇÕES ESCONDEM DE SEU AGREGADOS . VERGONHA É VER A DISCRIMINAÇÃO POR PARTE DE CERTAS AUTORIDADES EVANGÉLICAS TEM A RESPEITO DE MULHERES NO ALTAR ( MACHISMO) CORRUPÇÃO PODE TER E OUTRAS ABERRAÇÕES COMETIDAS POR CERTOS ELEMENTOS !!!!

  38. Muito obrigado Thiago Chagas por Publicar o comentário do Pr. que segundo seu censo e inspirações divinas discordou das mulheres assumirem a credencial apostólica, tal assunto que ora, são obscuros e indagáveis.
    As amadas irmãs que se irritaram e petulantemente responderam, peço-vos que observem os detalhes das escrituras. Segundo o comentário do Pr. a Biblia não traz mandamentos, deveres ou direitos as mulheres para conduzir rebanhos – talvez porque ora será necessário lutar com ursos e Leões e a força vem de Deus para o Homen ( do trabalho das tuas mãos comerás ) – como para Homens masculinos. Detalhe: não ha preconceito quanto os instrumentos femininos na obra do SENHOR e sim na ordem e na descência.

  39. Jesus esta preocupado é com os frutos que se tem dado ao Reino dos Céus….títulos não salva ninguém… e ensino bíblico seja por mulher ou homem podem arrastar milhões do inferno e povoar o céu que é o que alguns aqui deveriam estar preocupados…no mais…desculpa ai religiosos…só acho…

  40. Talvez não haja assunto mais debatido nas igrejas hoje do que a questão das mulheres servindo como pastoras e pregadoras no ministério. Por este motivo, é muito importante que não se veja esta questão como uma competição entre homens e mulheres. Há mulheres que acreditam que mulheres não devam servir como pastoras e que a Bíblia coloque restrições ao ministério das mulheres – e há homens que creem que as mulheres possam servir como pregadoras e que não haja restrições quanto à atuação das mulheres no ministério. Esta não é uma questão de machismo ou discriminação. É uma questão de interpretação bíblica.

  41. Lamentável, a discriminação . Mulheres pastoras , obreiras etc. para alguns homens são apenas prá sentar e ouvir, ainda bem que no céu não tem sexo. Na hora de ganhar almas não importa o cargo o importante é estar fazendo a obra de Deus .

DEIXE UMA RESPOSTA