Internacional

Pastor batista é demitido de igreja por ter assistido um show de rap

Comments (15)
  1. STARDUST disse:

    que exagero dispensar esse pastor por esse motivo…

    1. Renato Paúra disse:

      STARDUST

      Paulo, ao escrever uma carta pastoral a Timóteo diz no capítulo 4.12: “Ninguém despreze a tua mocidade; mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, no amor, no espírito, na fé, na pureza”. Não acho que foi exagero da igreja pelo fato dele ter persistido no mal exemplo para os fiéis. Se a igreja não tomasse uma atitude após o primeiro aviso, os membros poderiam fazer as mesmas coisas ou até coisas piores.

      O apóstolo João escreve: “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo” (1Jo 2.15,16).

  2. Pitagoras disse:

    Ser cristão é assim mesmo, tem que fazer tim por tim o que o pastor manda, senão vai pro inferno, ou nesse caso, pro olho da rua. São escravos mentais.

    1. TOUR NATRAK disse:

      Muito mais duro e ateu que tem mente aberta, que querem ser os tais e com certeza se baterem as botas nesta situação vao para o hades foram escravos da incredulidade na terra e na outra vao ser escravos do tinhoso, afora os ateus gays que são escravos de seus rabos ou melhor de suas cloacas isso sim isso e dureza pra mais de metro, QUERO ser escravo de Jesus por todos os meus dias de minha vida em que seja para ser um faxineiro no ceu

    2. dayana disse:

      Pitagoras e para todos ateus:

      Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será CONDENADO
      Marcos 16:16

      1. Pitagoras disse:

        Isso é crença de quem crê.

  3. ex. disse:

    É por isso que eu digo:
    Que leva a vida na flauta,jamais será maestro.

  4. TOUR NATRAK disse:

    corretíssima a igreja disciplina cabe em todo lugar, Pastor não tem que estar em um evento mundano onde não tem nada de Deus, o exemplo tem que ser dado, Deus não passou a mao na cabeça de adao e disse ta tudo bem adao não esquenta fica tranquilo não tem problema, a igreja aqui no brasil também tem disciplina, e muitos voltam para o banco, por um dois e ate trs anos dependendo da gravidade dos fatos, agora mesmo em minha igreja tem um presbítero que esta no banco para disciplina e tem que ter mesmo, quem não aceitar a disciplina que saia essa e as regras e são certíssimas

  5. marcelo disse:

    ADMIM por favor desative as seções de comentários não além de não edificarem em nada, só serve para certas pessaoas que não tem nada haver com o corpo de cristo ficarem julgando, falando besteira… arrumando discursões sem sentido. DESAtive ESSE SETOR DE COMENTÁRIOS POR FAVOR!!!

  6. missionário de verdade, enfrenta todo tipo de obstáculo para representar Jesus. Não estamos no velho testamento, amr o próximo, orientá-lo e principalmente perdoá-lo, sem julgar, essa sim é uma postura cristâ! “senhor, perdoa, porque não sabem o que fazem…”disse jesus! hipócritas, joguem a primeira pedra.

  7. Edy Mancebo disse:

    Ele já havia feito isso antes, significa que já foi avisado, e persistiu no erro. E o caso não é somente ser um show de rap. Tem raps de conscientização e denúncia dos problemas da sociedade, e tem raps do tipo gangster. Esse no caso, tem letras que incentivam consumismo, materialismo, orgias etc.., Não devemos servir de pedra de tropeço para os irmãos. Talvez esse pastor tenha maturidade para ir a um show de rap e não ser contaminado, mas fazendo isso, ele pode influenciar ovelhas que não tem tanta maturidade espiritual assim a fazer a mesma coisa, e estes, sendo imaturos, podem ser contaminados nesse tipo de show. Se Cristo abandonou sua divindade para nos salvar, ele não podia deixar de ir em um show de rap para não arriscar levar suas ovelhinhas mais fracas a tropeçar?

  8. Alex disse:

    Bem feito!!! Ele não devia ter ido a esse show. Pastor não é vida de renuncias?

    1. clamando disse:

      não alex estes são os padres

      1. Alex disse:

        Clamando então vc não renuncia nada? Vc tbm iria a um show desses?

        1. clamando disse:

          A VIDA DE UM PASTOR É FEITA DE RENUNCIAS, ESTAVA APENAS SATIRIZANDO A OUTRO TIPÓ DE RENUNCIA EM OUTRA REPORT..ACHEI QUE VOCÊ IRIA PESCAR

  9. LV, Bragança disse:

    Se esta fosse uma atitude usual das igrejas, se a escolha de seus pastores fosse segundo o perfil bíblico definido por Paulo em suas cartas a Timóteo e Tito; e se os aspirantes ao ministério pautassem sua vida conforme estabelecido ali, teríamos menos escândalos e heresias. O fato é que os “evangeloucos” querem uma igreja que se adéque às suas vontades, seus desejos, seus caprichos; e os candidatos a “bispos” querem poder, fama, luxuria. Tudo exatamente contrário ao que diz a escritura. Pastor, segundo a bíblia, é sinônimo de integridade; segundo o mundo, é sinônimo de charlatão, de ladrão. Mas ainda existem os verdadeiros servos. Raros. mas existem.
    ” Esta afirmação é digna de confiança: se alguém deseja ser bispo, deseja uma nobre função.
    É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, sóbrio, prudente, respeitável, hospitaleiro e apto para ensinar; não deve ser apegado ao vinho, nem violento, mas sim amável, pacífico e não apegado ao dinheiro. Ele deve governar bem sua própria família, tendo os filhos sujeitos a ele, com toda a dignidade. Pois, se alguém não sabe governar sua própria família, como poderá cuidar da igreja de Deus? Não pode ser recém-convertido, para que não se ensoberbeça e caia na mesma condenação em que caiu o diabo. Também deve ter boa reputação perante os de fora, para que não caia em descrédito nem na cilada do diabo. :6 É preciso que o presbítero seja irrepreensível, marido de uma só mulher, e tenha filhos crentes que não sejam acusados de libertinagem ou de insubmissão”. (1ª Tim. 3:1-7)
    ” Por ser encarregado da obra de Deus, é necessário que o bispo seja irrepreensível: não orgulhoso, não briguento, não apegado ao vinho, não violento, nem ávido por lucro desonesto. É preciso, porém, que ele seja hospitaleiro, amigo do bem, sensato, justo, consagrado, tenha domínio próprio e apegue-se firmemente à mensagem fiel, da maneira como foi ensinada, para que seja capaz de encorajar outros pela sã doutrina e de refutar os que se opõem a ela. Pois há muitos insubordinados, que não passam de faladores e enganadores, especialmente os do grupo da circuncisão. É necessário que eles sejam silenciados, pois estão arruinando famílias inteiras, ensinando coisas que não devem, e tudo por ganância”. (Tito 1:7-11)

  10. LV, Bragança disse:

    Atitude louvável desta igreja. Precisamos fugir da “aparência do mal” a bíblia diz. Se esta fosse uma atitude usual das igrejas, se a escolha de seus pastores fosse segundo o perfil bíblico definido por Paulo em suas cartas a Timóteo e Tito; e se os aspirantes ao ministério pautassem sua vida conforme estabelecido ali, teríamos menos escândalos e heresias. O fato é que os “evangeloucos” querem uma igreja que se adéque às suas vontades, seus desejos, seus caprichos; e os candidatos a “bispos” querem poder, fama, luxuria. Tudo exatamente contrário ao que diz a escritura. Pastor, segundo a bíblia, é sinônimo de integridade; segundo o mundo, é sinônimo de charlatão, de ladrão. Mas ainda existem os verdadeiros servos. Raros, mas existem.
    ” Esta afirmação é digna de confiança: se alguém deseja ser bispo, deseja uma nobre função.
    É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, sóbrio, prudente, respeitável, hospitaleiro e apto para ensinar; não deve ser apegado ao vinho, nem violento, mas sim amável, pacífico e não apegado ao dinheiro. Ele deve governar bem sua própria família, tendo os filhos sujeitos a ele, com toda a dignidade. Pois, se alguém não sabe governar sua própria família, como poderá cuidar da igreja de Deus? Não pode ser recém-convertido, para que não se ensoberbeça e caia na mesma condenação em que caiu o diabo. Também deve ter boa reputação perante os de fora, para que não caia em descrédito nem na cilada do diabo. :6 É preciso que o presbítero seja irrepreensível, marido de uma só mulher, e tenha filhos crentes que não sejam acusados de libertinagem ou de insubmissão”. (1ª Tim. 3:1-7)
    ” Por ser encarregado da obra de Deus, é necessário que o bispo seja irrepreensível: não orgulhoso, não briguento, não apegado ao vinho, não violento, nem ávido por lucro desonesto. É preciso, porém, que ele seja hospitaleiro, amigo do bem, sensato, justo, consagrado, tenha domínio próprio e apegue-se firmemente à mensagem fiel, da maneira como foi ensinada, para que seja capaz de encorajar outros pela sã doutrina e de refutar os que se opõem a ela. Pois há muitos insubordinados, que não passam de faladores e enganadores, especialmente os do grupo da circuncisão. É necessário que eles sejam silenciados, pois estão arruinando famílias inteiras, ensinando coisas que não devem, e tudo por ganância”. (Tito 1:7-11). A igreja precisa tomar uma atitude!

  11. clamando disse:

    na verdade, este tipo de musica mesmo quando é gospel não tem nada de sacro…mas tem o outro lado, quando uma igreja tem por cabeça diaconos e não prebíteros não se pode esperar outra coisa

  12. LV, Bragança disse:

    Atitude louvável desta igreja. Precisamos fugir da “aparência do mal” a bíblia diz. Se esta fosse uma atitude usual das igrejas, se a escolha de seus pastores fosse segundo o perfil bíblico definido por Paulo em suas cartas a Timóteo e Tito; e se os aspirantes ao ministério pautassem sua vida conforme estabelecido ali, teríamos menos escândalos e heresias. O fato é que os “evangeloucos” querem uma igreja que se adéque às suas vontades, seus desejos, seus caprichos; e os candidatos a “bispos” querem poder, fama, luxuria. Tudo exatamente contrário ao que diz a escritura. Pastor, segundo a bíblia, é sinônimo de integridade; segundo o mundo, é sinônimo de charlatão, de ladrão. Mas ainda existem os verdadeiros servos. Raros, mas existem.
    ” Esta afirmação é digna de confiança: se alguém deseja ser bispo, deseja uma nobre função.
    É necessário, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma só mulher, sóbrio, prudente, respeitável, hospitaleiro e apto para ensinar; não deve ser apegado ao vinho, nem violento, mas sim amável, pacífico e não apegado ao dinheiro. Ele deve governar bem sua própria família, tendo os filhos sujeitos a ele, com toda a dignidade. Pois, se alguém não sabe governar sua própria família, como poderá cuidar da igreja de Deus? Não pode ser recém-convertido, para que não se ensoberbeça e caia na mesma condenação em que caiu o diabo. Também deve ter boa reputação perante os de fora, para que não caia em descrédito nem na cilada do diabo. :6 É preciso que o presbítero seja irrepreensível, marido de uma só mulher, e tenha filhos crentes que não sejam acusados de libertinagem ou de insubmissão”. (1ª Tim. 3:1-7)
    ” Por ser encarregado da obra de Deus, é necessário que o bispo seja irrepreensível: não orgulhoso, não briguento, não apegado ao vinho, não violento, nem ávido por lucro desonesto. É preciso, porém, que ele seja hospitaleiro, amigo do bem, sensato, justo, consagrado, tenha domínio próprio e apegue-se firmemente à mensagem fiel, da maneira como foi ensinada, para que seja capaz de encorajar outros pela sã doutrina e de refutar os que se opõem a ela. Pois há muitos insubordinados, que não passam de faladores e enganadores, especialmente os do grupo da circuncisão. É necessário que eles sejam silenciados, pois estão arruinando famílias inteiras, ensinando coisas que não devem, e tudo por ganância”. (Tito 1:7-11)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *