Pastor decide falar a verdade para crianças em shopping e grita que o Papai Noel não é real

1

Um pastor resolveu acabar com a ilusão das crianças a respeito do Papai Noel e foi a um shopping, onde havia uma longa fila para fotos e pedidos com o “bom velhinho”, e gritou a plenos pulmões que tudo aquilo era uma farsa.

David Grisham filmou sua própria iniciativa de informar às crianças “a verdade sobre o Natal”. O vídeo, que mostra ele gritando que o “Papai Noel não existe, não é real”, já alcançou quase três milhões de visualizações no Facebook. No YouTube, muitos o definiram como “louco”.

O pastor frisou, durante seu discurso improvisado, que o Natal é uma celebração a Jesus, “que nasceu há 2016 anos em uma manjedoura numa cidade chamada Belém”.

Grisham é líder de um ministério no Alaska, chamado Last Frontier Evangelism. Em sua intervenção sobre o Natal, exortava os pais presentes no recinto: “Não mintam para seus filhos, dizendo que existe um Papai Noel, pois vocês sabem que não existem renas voadoras, nem oficina no Pólo Norte, muito menos elfos que fabricam brinquedos. São vocês que compram os presentes e os colocam embaixo da árvore”.


A reação de algumas pessoas foi pedir que o pastor se retirasse do local, mas ele se manteve dizendo que a mentira é um pecado aos olhos de Deus e que era preciso falar a verdade sobre o Natal. A certa altura, o pastor sentiu-se ameaçado, e resolveu sair.

Em sua página na rede social, Grisham alegou que foi agredido, o que de certa forma, contribuiu para a viralização do material, que terminou banido pelo Facebook devido a denúncias de “conteúdo impróprio”. Posteriormente, o pastor criticou a decisão de remoção do vídeo, dizendo que “o vídeo original foi censurado por Mark Zuckeberg e sua ‘Gestapo'”, numa referência à “polícia secreta do Estado” na Alemanha nazista.

 

Assista:

Assine o Canal

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA