Pastor e fiéis são presos acusados de exercício ilegal da medicina após orarem por mulher doente

14

Um pastor e outros quatro líderes de uma igreja no Laos foram condenados na semana passada após serem acusados de atuarem como “médicos ilegais”. A acusação foi feita porque eles oraram por uma mulher doente que mais tarde veio a falecer.

O Laos é um país de liberdade religiosa restrita, de maioria budista, e conhecido pela perseguição a cristãos, que somam 3,4% da população. O Tribunal Popular da Província de Savannakhet condenou os cinco cristãos no dia 12 de fevereiro.

A sentença imposta foram nove meses de cadeia, além de uma multa de 500.000 kips, o equivalente a R$ 186,00, segundo informações do Morning Star News. Além disso, os réus devem pagar em conjunto 20 milhões de kips (aproximadamente R$ 7.300,00) por danos emocionais e de despesas de funeral à família da falecida.

A mulher que morreu, identificada apenas como Chansee, estava doente há dois anos com uma condição desconhecida. Vários tipos de curandeiros e médicos na aldeia a tinham tratado sem sucesso, informaram testemunhas a um representante do Observatório de Direitos Humanos e da Liberdade Religiosa de Laos.


“Sem provar que os cinco cristãos tinham intenção maliciosa ou que a sua ação de oração era para causar a morte, o tribunal abusou da lei”, disse o representante da entidade de direitos humanos. “Os fatos precisam ser levados em tribunal, e a prisão e condenação foi para impedir os cristãos de difundir a fé cristã”, acrescentou.

Chansee, que havia colocado sua fé em Cristo no dia 19 de junho de 2014, pediu a oração dos líderes cristãos, que oraram por ela durante dois dias, de acordo com registros do tribunal. Quando sua condição não melhorou, os cristãos a levaram ao Hospital Utumphone District, onde ela foi tratada por um médico licenciado.

Em 21 de junho, ela solicitou a alta do hospital para que ela pudesse morrer em casa, e quando chegou na residência, ela já tinha morrido. “Os funcionários do Ministério da Saúde não foram chamados pelo Tribunal Popular para dar opinião sobre se a oração por enfermos sem o uso de drogas ou remédios pode ser feita sem o acompanhamento ou autorização do governo. Em segundo lugar, não foi provado que a oração foi a causa da morte”, concluiu.

14 COMENTÁRIOS

  1. Realmente muito estranho ., pois ela tbm tava sendo tratada no hospital.. Então não procede a condenação.. Jamais um pastor ou padre deve interromper o tratamento médico.. Coisa que pelo visto não aconteceu., então deve ser anulado imediatamente a condenação se realmente., o texto está correto

  2. Precisamos de semelhante lei aqui no Brasil, assim quem sabe aplaca um pouco essa ganância dos vendilhões do Evangelho, dos mercadejadores da Palavra e estelionatários da fé.

  3. Lopes e Sandro,

    Tenho como certo que vocês dois fizeram parte desse tribunal de exceção.

    Ora, a mulher passou dois anos doente e sendo tratada por médicos, mas a culpa é de quem orou quando ela já estava desenganada?

    Outra coisa, ocorreram outras intervenções místicas. mas somente os evangélicos foi a razão, somente eles praticaram a medicina ilegal.

    Daqui a pouco vocês dois vão impedir aí nesse tribunal oração por si próprio, pois medicina ilegal.

    Imaginar que a bíblia diz que os santos vão julgar a terra, com certeza não falava de vocês dois, pois despreparados ou então parciais, o que é pior.

    • Levi, Varela, você leu direito o que escrevi? Não entrei no mérito da condenação, mas defendi que uma lei semelhante – lei, não abuso de autoridade em tribunal – deveria ser aplicada também no Brasil, país onde estelionatários da fé, sórdidos vendilhões do Evangelho manipulam pessoas socialmente desamparadas e desesperadas em face de pobreza e doenças, com falsas promessas de cura e prosperidade. Ou você acha que esses patifes que prometem curas desde o púlpito, mas que tratam a si mesmos e a seus familiares com os melhores médicos não são uns safados, sórdidos mercenários da fé e empresários na vil industrialização e mercantilização da fé? E ainda cobram o imposto mais caro e inútil do mundo – só não é inútil para quem faz fortuna manipulando emoções -, que é o dízimo, uma lei de antigos povos tribais ardilosamente reeditada para extorquir dinheiro em nome da fé.

      • Sandro,

        Nunca vi pastor algum prometer cura, sim a bíblia.

        `Pastores falam sobre os versículos, mas se tua igreja não prega tal coisa, então é ela que está com medo. Não é cristã.

        • Caro Levi Varela,

          Poderia comprovar um caso de nascimento de novos membros em pessoas que os perderam? Uma nova perna, um novo braço, uma nova mão, um novo dedo?

  4. CARO LOPEZ
    Sim vc. colocou da maneira que deve ser vista por aqueles que vão opinar, parcialidade e clareza de ideias.
    Certamente que muitos não manterão o foco que apenas tentaram ajudar que seu único crime é crer que seu salvador é o médico dos médicos e estavam dando apenas o que tinham.

  5. Provavelmente se basearam em um versículo isolado, que diz que o Rei “Asa” morreu por ter consultado ao médico e não a Deus (Cr.16:12). Ora, esse versículo é específico àquela situação. Não é pecado crente buscar a ajuda dos médicos. Cristo mesmo salientou que quem precisa de médico são os doentes e não os sãos (Mt.9:12).

  6. Uma lei semelhante – lei, não abuso de autoridade em tribunal – deveria ser aplicada também no Brasil, país onde estelionatários da fé, sórdidos vendilhões do Evangelho manipulam pessoas socialmente desamparadas e desesperadas em face de pobreza e doenças, com falsas promessas de cura e prosperidade. Ou vocês acham que esses patifes que prometem curas desde o púlpito, mas que tratam a si mesmos e a seus familiares com os melhores médicos não são uns safados, sórdidos mercenários da fé e empresários na vil industrialização e mercantilização da fé? E ainda cobram o imposto mais caro e inútil do mundo – só não é inútil para quem faz fortuna manipulando emoções -, que é o dízimo, uma lei de antigos povos tribais ardilosamente reeditada para extorquir dinheiro em nome da fé.

    • SANDROSTARDUSTPOÇODEIGNORÂNCIA
      Diga la e se porventura cobrar multas e mandar para cadeia quando a pessoa não recebe a cura e morre, seria este teu pedido, ta mais se o cara ficar curado e levantar de seu leito de morte qual seria a recompensa?.

      • Mostre, com documentos e laudos médicos, a cura de doenças graves, como câncer em estágio terminal e cegueira de nascença, bem como nascimento de pernas e braços em amputados, e crerei. Só não vale casos de remissão espontânea. Tem de ser milagres.

          • Na Bíblia? Você tá de brincadeira, clamando. Quero exmplos de milagres, de fato, nas igrejas. Quanto ao texto sobre Jesus, são vocês, crentes milagreiros, que têm de mostrar esse texto, não eu, afinal são vocês que creem na inspiração da Bíblia.

  7. Bom primeiro um ser humano para ser curado atraves de oração precisa ter fé que sera curado, segundo não duvidar em seu coração,terceiro crer no que esta sendo falado atravez daquela oração da qual esta sendo orada, o poder da fé Marcos 20 a 23, o resto e resto de resto e restolho, afora que em um pais bundista e evidente que os adeptos do buneco barrigudo diga-se de passagem um buneco feio pra da cum pau, ou seja os adptos do Siddhartha Gautama e evidente e razoavel solitario que estes idólatras são perseguidores dos Cristãos uma vez que um Cristão verdadeiro jamais se curvara diante daquele buneco horroroso o qual não esta nele fazer o mal nem tão pouco fazer o bem, uma ves que e apenas uma imagem metalica sem vida e sem poder algum, há ia me esquecendo e tenho dito

DEIXE UMA RESPOSTA