Pastor afirma que a “idolatria é a questão número um na Bíblia”, e isso tem passado despercebido dos cristãos

10

O pastor e escritor Kyle Idleman está lançando um novo livro, intitulado Gods at War: Defeating the Idols That Battle for Your Heart, ainda sem uma versão em português, mas que pode ser traduzido livremente como “Deuses em guerra: como derrotar os ídolos que batalham por seu coração”.

Kyle é pastor da megaigreja  Southeast Christian Church, em Louisville, Estados Unidos, e autor do best-seller Not A Fan, e em seu novo livro, fala sobre o problema da idolatria, que segundo ele atinge a todos, mas é um dos problemas enfrentados pelos cristãos e menos reconhecidos atualmente.

“E se eu lhe dissesse que cada pecado com que você luta e até mesmo a falta de propósito que você está vivendo, são por causa da idolatria? Idolatria parece tão primitivo, tão irrelevante… E ainda assim, a idolatria é a questão número um na Bíblia, e por isso deve levantar cautela”, escreveu o pastor, segundo informações do Noticia Cristiana.

Segundo ele, a idolatria é “um grande pecado que ocorre a todos”, e é necessário abrir os olhos para os cristãos usando uma definição mais atual de ídolo: “Algo que toma o lugar de Deus, que se torna um fim em si, que ocupa o trono de seu coração, em vez de Deus”, alerta Kyle, que frisa: “Tudo se resume ao que está acontecendo em seu coração. E é por isso que Jesus colocou tanta ênfase nessa questão. O coração é o campo de batalha dos deuses, porque tudo flui a partir dele”.


A definição de ídolo tornou-se algo subjetivo na atualidade, ainda mais se forem consideradas as definições dadas para ídolos no Velho Testamento, como estátuas de pessoas ou animais. Kyle Idleman afirma que a busca por sucesso, ou até mesmo a família, podem se tornar ídolos, porém esses são os mais difíceis de detectar.

Os mais comuns, segundo o pastor, são as coisas que tem ocupado a mente e o coração das pessoas na atualidade: comida, sexo, entretenimento, sucesso, dinheiro, realização, romance, família, entre outros: “Se você começar a gravar qualquer luta que estamos tentando, eventualmente, você vai se achar seguindo a um deus falso. Quando esse deus for destronado, e o Senhor Deus tenha o seu lugar de direito, você terá a vitória… A idolatria não é um problema. É o problema”, define.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


10 COMENTÁRIOS

  1. é tem muita gente que compra leite santa sei la oque feijão santo sei la tem gente que faz fogueira santa vale de sal banho de descarrego emfim tudo macumba e idolatria, tem gente que usa a té diabo verde, hhehe

    • Oras, se “Deus” não existe, porque ele é o mais mentiroso?
      .
      .
      Aliás, porque você se preocupa com algo que “não existe”?
      .
      .
      Eu, por exemplo, não acredito em Papai Noel, mas não fico gastando o meu tempo, dinheiro, ou digitais, se é que me entende, para, ou ficar atacando-o, ou para dizer a todas as crianças do mundo que ele não existe.
      .
      .
      Ateus, eu sei que vocês são:
      .
      .
      Trama-deus-tizados!
      .
      .
      Só isso.
      .
      .
      Ou é caso de internação…
      .
      .
      E por falar na matéria acima, qual é o ídolo em seu coração? A namoradinha que daqui a pouco irá lhe colocar uma bela ponta????

  2. EM SUMA: Idolatria é tudo e/ou qualquer coisa que ocupe o primeiro lugar nas nossas vidas. No sentido comum – a vaidade, a ambição egoística, a altives e arrogância, etc. No sentido religioso, toda expressão de fé que COLOQUE algo e ocupe o lugar de Deus; exemplo: rezar a “santos” é idolatria; rezar à mãe de Jesus é idolatria, aliás, (“mariolatria”). Justificativa: Não é critica aos amados católicos, apenas estamos expondo a Doutrina Bíblica, que ensina. Jesus foi quem ensinou:”E tudo quanto pedir ao PAI em MEU NOME isso EU o farei”, pois, “ninguém chega ao Pai a não ser ATRAVÉS DE MIM”. – Palavra da Salvação.

  3. Deus do Antigo Testamento é o personagem mas desagradável da ficção : ciumento, e com orgulho, controlador, mesquinho, injusto e intransigente, genocida, étnico e vingativo, sedentor de sangue, perseguidor misógino, homofóbico, racista, INFANTICIDA, FILICIDA, pestilentento, megalomániaco, sadomasoquista, malévolo. Por isso seus seguidores cometem essas, atrocidades. São seus filhos a sua imagem e semelhança, e ainda contam com sua permissividade. Por isso as prisões estão cheias de religiosos.

DEIXE UMA RESPOSTA